Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Principais nomes na disputa pela prefeitura de São Paulo.

4 nomes competitivos na eleição municipal de São Paulo

Por Redação

19 de junho de 2020 : 15h27

Segundo pesquisa recente do Ideia Big Data sobre a eleição municipal de São Paulo, quatro nomes são competitivos na disputa.

Além disso, o levantamento mostra que 29% querem um “nome com experiência”, rejeitando embarcar em um “outsider”.

Por outro lado, 14% buscam “alguém novo e fora da política”.

Celso Russomano (PRB-SP) e o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB-SP), disputam a liderança captada pelas intenções de voto, com 19% e 18%, respectivamente.

A seguir, vêm o ex-governador Márcio França (PSB-SP) e a ex-senadora Marta Suplicy (SDD-SP), também competitivos.

Sem Russomano, Covas lidera com 23%, seguido por França com 13% e Marta com 11%.

Além disso, Guilherme Boulos (PSOL-SP) ocupa o espaço do PT, cujo candidato deve ser Jilmar Tatto (PT-SP) em todos os cenários emulados.

Boulos abre diferença de até 5 pontos à frente do petista diante da eleição municipal de São Paulo.

A pesquisa ouviu 1.000 pessoas ao longo de quinze dias.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rodrigo Cohen

22 de junho de 2020 às 11h09

Cadê os comentários?????
Ai Miguel, tá censurando?
Explica aí….

Responder

Miramar

20 de junho de 2020 às 01h40

Quem acusa alguém sem provas é um canalha. É o caso de Alexandre Neres.

Responder

Marcos Videira

19 de junho de 2020 às 22h09

A realidade está se impondo para o PT. Não vai adiantar acusar os outros pelos próprios erros. Não é só em SP que o PT terá um retumbante fracasso eleitoral. Observe que não há a menor chance de vitória nas maiores capitais: Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Belo Horizonte… Eu prevejo que o PT não elegerá um único prefeito em todas as 27 capitais.
Será que depois dessa retumbante derrota o lulopetismo mudará de comportamento ? Tomara que sim.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?