Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Fernando Haddad, o candidato à presidência do PT em 2018. Foto: Partido dos Trabalhadores.

PT quer inclusão de novas provas contra Gabinete do Ódio na Justiça Eleitoral

Por Redação

06 de agosto de 2020 : 09h20

O PT pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a inclusão de novas provas colhidas pelo Facebook sobre o funcionamento do “Gabinete do Ódio”.

O partido também pedirá a abertura de investigação ao Ministério Público Federal (MPF) para que investigue a atuação de assessores parlamentares aliados de Jair Bolsonaro.

Destacando reportagem do Fantástico do último domingo (02), o partido denuncia que, por trás de perfis bolsonaristas, estavam assessores do presidente e de seus filhos, assalariados com dinheiro público.

No dia 8 de julho, o Facebook tirou do ar 88 contas e páginas com operações ligadas a funcionários de Bolsonaro e sua família, além de 38 contas do Instagram.

O “Gabinete do Ódio” ficou mais conhecido pela sociedade a partir da CPMI das Fake News.

Trata-se de um esquema operado por assessores parlamentares aliados do Governo para disseminar informações falsas e estimular conflitos contra desafetos políticos do presidente Jair Bolsonaro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta