Live do Cafezinho: como trazer a classe média de volta para campo progressista?

Redes sociais punem contas associadas a Bolsonaro e ao PT

Por Redação

08 de julho de 2020 : 19h31

Canais de distribuição de conteúdo do PT no WhatsApp e contas associadas a Jair Bolsonaro e sua família no Instagram e no Facebook foram excluídas ou bloqueadas pelas respectivas redes sociais, todas de propriedade do Facebook.

No caso de Bolsonaro, 35 contas de Facebook, 14 páginas e um grupo, e mais 38 contas de Instagram foram removidas.

A nota, divulgada em inglês pelo Facebook, afirma que a empresa detectou associações das contas às pessoas ou gabinetes de Anderson Moraes, Alana Passos, Eduardo Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, Jair Bolsonaro e membros do PSL.

Segundo o Facebook, essas páginas criavam pessoas fictícias que fingiam ser jornalistas, publicavam conteúdo e gerenciavam páginas disfarçadas de veículos de notícias.

O conteúdo das páginas era associado àquele produzido pelo chamado “gabinete do ódio” e gastaram 1,5 mil dólares em anúncios, pagos em real.

Algumas das contas excluídas das redes sociais são as páginas “Jogo Político” e “Bolsonaro News”, além da conta de instagram “gato_fingido”, mas a nota não divulgou todos os nomes de contas atingidos.

O Facebook afirma ainda ter removido ao todo conteúdo de quatro redes diferentes por violações de políticas da plataforma, originadas no Canadá, Equador, Ucrânia e Estados Unidos, além, é claro, do Brasil.

Já o PT teve nove contas de WhatsApp bloqueadas, segundo reclamou a presidente nacional Gleisi Hoffmann.

De acordo com a assessoria do WhatsApp, as práticas da conta violaram as políticas da empresa ao enviarem mensagens em massa, tendo sido denunciadas por “spam político”.

Hoffmann associou a atitude da empresa a uma suposta insatisfação do Facebook com o PL das Fake News, aprovado no Senado no dia 30 de junho.

A presidente do PT ainda acusou o Facebook e o WhatsApp de “acobertarem milhões de fake news na campanha de 2018”, afirmando que o partido tenta migrar suas operações para a rede russa Telegram.

Segundo o WhatsApp, avalia-se processar a LEADWhats, empresa de Curitiba que o PT afirmou ter sido contratada pelo partido para os disparos em massa.

Hoffmann argumenta ainda que os envios não eram feitos indiscriminadamente, mas com o objetivo de distribuir conteúdos para a base de filiados.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo Werneck

09 de julho de 2020 às 21h36

Qual foi a fake news divulgada na conta do PT? Quem estava a contra gosto na lista do PT?

Parabéns Cafezinho. Jornalismo porreta.

Fiquem em paz e se cuidem, gente boa.

Responder

Alexandre Neves

09 de julho de 2020 às 21h16

Quem diria. Diferentemente das aleivosias acintosas desse blogue, o Jornal Nacional deu uma aula de jornalismo. Em vez da associação maldosa aqui estabelecida, o JN esclareceu que as contas do PT desativadas se tratam de disparos massivos para seus filiados, que nada tem a ver com as fake news de Bolsonaro. Fake News e narrativas capciosas são a tônica do momento.

Responder

João Ferreira Bastos

09 de julho de 2020 às 12h59

O Cafezinho não consegue fazer uma critica ao miliciano-corno sem citar o pete ou LULA ou algum petista.

O ciro hoje ao citar o genocida, cravou no mantra, o pete tem culpa.

O ciro e o cafezinho ja deixaram de ser pateticos para chegar na condição de não ter mais volta.

São fascistas. Não me peçam empatia com esses dois

Responder

    Redação

    09 de julho de 2020 às 13h59

    Fascistas? Aí é ridículo, né, João?

    Responder

Alan C

09 de julho de 2020 às 12h20

Notícia de 2018, chega de malabarismos, por favor!

PT usou sistema de WhatsApp; campanha de Bolsonaro apagou registro de envio.
https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/10/26/bolsonaro-apagou-registro-whatsapp-pt-haddad-usou-sistema-mensagens.htm

Responder

Miramar

09 de julho de 2020 às 11h48

Situações que me dão orgulho de não ter conta em redes sociais.

De qualquer forma reforça minha opinião: os petistas e os bolsonaristas são rigorosamente a mesma coisa. Odeiam o sistema democrático, enxergam os pobres como massa de manobra, mantém relações promíscuas com o esgoto da política, são amados pelo elite financista e os militantes não tem caráter.

Responder

José Delson Cabral da Silva

09 de julho de 2020 às 11h30

Fiz uma critica, por uma manchete, ao meu ver tendenciosa, ao site de esquerda O Cafezinho. E fui censurado!?!

Responder

Alan C

09 de julho de 2020 às 09h25

Sempre essa duplinha… sempre!

Responder

helio

09 de julho de 2020 às 01h14

“O PT garantiu um debate público, garantiu o respeito à democracia, aceitou derrotas, aceitou perder no debate, recusou um terceiro mandato, recusou aventuras autoritárias, respeitou a imprensa que lhe era e é hostil, manteve relações civilizadas com as elites podres para sustentar a revolução silenciosa da inclusão social.”[Gustavo Conde]

Responder

    Justiceiro

    09 de julho de 2020 às 11h31

    O Conde só esqueceu de citar os bilhões que o PT (Lula) roubou.

    Coisinha pouca. Só o Emílio Odebrecht deu, a título de agrado, 300 milhões a Lula. A JBS deu 70 milhões de dólares a Lula (350 milhões de reais).

    Responder

      Batista

      09 de julho de 2020 às 18h38

      Cada vez mais, a lógica cabe cada vez menos, em cabeças modelo ‘Shuar’, feito barata voa, por aí.

      Bilhões pra cá…, bilhões pra la… e o sovina pensante, deixa o ‘ex-juiz premiado’ ralar, até que, com extrema convicção, encontre um muquifo no Guarujá e um delator premiado ‘como prova’, que nem mesmo o manjado ‘dalapowerpoint’ botava e bota fé, até hoje, para ATRIBUÍ-LO ao desde sempre ‘anunciado condenado’, e com isso, somado ao ato de ofício INDETERMINADO, passar a viver pendurado na balança da justiça não lavajateira, abraçado à turma do backing-vocal, ‘Jogral TF-4’, com a espada nervosa com o ATRIBUÍDO e o INDETERMINADO, fosforescentes, balançando sobre todas cabeças da lei lavajateira, à espera, sentida e como, cada vez mais próxima.

      Agora…, conta a do papagaio!

      Responder

Batista

08 de julho de 2020 às 21h44

Apreciar, in vitro, o juntar e misturar notícia de hoje, sobre o cancelamento de contas das falanges digitais de Bolsonaro, pelo Facebook, com notícia de cancelamento de contas do PT, pelo mesmo Facebook, de 25 de junho, ou seja, com 13 dias passados e, para variar, divulgada na ocasião por toda mídia lavajateira, por razão outra, imiscível a do ‘gabinete do ódio’, e sem informar que quatro das nove contas já foram restabelecidas…, em tempo de Pandemia & Pandemônio, é divertimento garantido, por escancarado.

Responder

    José Delson Cabral da Silva

    09 de julho de 2020 às 11h10

    Perfeito. O que vi até agora em toda a mídia corporativa de “direita”. é a informação que foi efetuado o cancelamento, pelo Facebook, das contas, unicamente, do Bozzonarismo. Essa informação casadinha, do cancelamento das contas do Bozzorismo junto com às do PT. Só vi mesmo aqui no site de “esquerda” :
    O Cafezinho.

    Responder

    Alan C

    09 de julho de 2020 às 12h17

    Que passada de pano sensacional, heim Batista?? Relativizando feito bolsominion… Depois nego fica histérico quandobolsonarismo e lulopetismo são comparados…

    Responder

      Batista

      09 de julho de 2020 às 19h29

      Gostou do lustro?
      Ficou com ela brilhando, o destinatário, né?

      Quanto ao combo pra juntar e misturar, ‘Bozzo’ com ‘Barba’, sabe-se ser brevemente datado e fracassado, desde que tentaram iludir o povo, juntando e misturando, ‘Barra’ com ‘Barba’, há mil novecentos e oitenta e sete anos.

      Durou pouco e ‘Barba’ e seus discípulos continuam durando e ‘incomoandando’ por aí, até hoje, talquei, (pra tu poder ‘manter’ o combo em pé)?

      Responder

        Alan C

        10 de julho de 2020 às 09h13

        Seu comentário ficou parecido com o poste “respondendo” as perguntas no Roda Viva.

        Haja malabares!

        Responder

Alexandre Neres

08 de julho de 2020 às 20h04

Esse blogue continua com sua sina de querer ser caixa de ressonância da vênus platinada, repecurtindo a tese global da polarização simétrica.

Se Ciro, de uns tempos para cá começou a criticar Bolsonaro e passou a querer juntar amplos espectros políticos em favor da democracia, é nítido que sempre foi mais enfático ao criticar o PT do que o Bozo. Utiliza-se de um suposto lugar de fala na esquerda para semear a cizânia e o antipetismo, o que prejudica toda a esquerda. Ciro é o Cabo Anselmo do campo progressista, não passa de um quinta-coluna.

Também recentemente passou a chamar Lula de corrupto, ao passo que atrai FHC, Rodrigo Maia, ACM Neto, Freire, Marina Silva, Cristóvam Buarque, o eterno mentor Tasso Jereissati, todos para junto de si. Usa de moralismo contra seus aliados deste século e passa pano para os demais, justo ele que sempre disse que o PSDB marca-se pela decência, evidenciando-se que se trata de um oportunismo ignominioso.

Junto com a crítica da extrema-direita, sua especialidade e marca pessoal é derramar sua ira sobre o PT e sobre a esquerda, de forma geral. Vê-se isso recorrentemente neste blogue, que é o único lugar que já vi tecer críticas e mais críticas ao PCO. Agora está tentando aliviar para o PSOL, já que aderiram à campanha alvissareira do bom deputado Edmilson Rodrigues de Belém, porém passou este ano inteiro detonando a candidatura do Freixo, chamando o PSOL de puxadinho do PT, a única que tinha possibilidade de vitória do campo progressista no Rio de Janeiro. Ficou satisfeito quando o Freixo retirou a candidatura, pra ficar com a insossa e apagada Martha Rocha que não chegará a lugar nenhum.

Não dá pra aguentar calado tamanha desfaçatez. Se a matriz de Ciro ainda fosse de esquerda, vá lá, mas o que ele pretende é criar um agrupamento, já que sempre teve dificuldades com construções coletivas, nos mesmos moldes do PSDB, se bobear com o velho parceiro DEM, que na hora agá vai trair como de costume.

Responder

    Alan C

    09 de julho de 2020 às 17h40

    Caro Alexandre! Com vc vale conversar.
    Tenho visto as lives do Ciro e ele só fala do PT e do Lula quando perguntado, e ele é perguntado sobre isso a todo momento pq nego quer mais é lacrar na live e bombar na audiência.

    Importante dizer que Ciro não xinga o PT (exceção de quando mandou à pqp e eu achei feio, não importando o que a malukete do PR disse), ele apresenta argumentos sólidos, alguns exemplos: fala da turma pró-impeachmento que Lula se juntou um ano depois, do Palocci réu confesso e devolvendo 100 milhões, das trapalhadas da Dilma (estelionato eleitoral, a falta de comunicação com o próprio eleitorado, Levy, conta de luz, a história da vaca que tossiu, ter ficado ao lado do Cunha quando Cid o chamou de ladrão, etc).

    Ciro nunca se juntou às personalidades que vc citou, ele dialoga com elas. Ciro não é eswuerda, Ciro é CENTRO-esquerda, por isso tem certo acesso à essas pessoas, por isso cconseguiu do Maia uma promessa de seguir à risca o regimento da câmara dos deputados, e isso está sendo seguido. Dizer que só por isso Maia e Ciro são aliados é uma conclusão torta.

    Sobre o Freixo, tenho ressalvas mas de forma geral gosto da atuação dele e acho que se precipitou em largar a candidatura, ele não precisa da aliança com o PDT no Rio, ele é mais forte do que a Martha Rocha. Se fosse ao 2º turno, naturalmente herdaria os votos dela, portanto acho que foi uma precipitação grosseira do PSOL. A direita adorou…

    Sobre o PSDB, ele foi co-fundador, todo mundo sabe o que significa o SD da sigla. Se o partido se virou à direita, a culpa não foi do Ciro, que aliás, se retirou exatamente por causa disso. Ciro tinha razão? Basta ver onde estão Aécio, Serra, Alckmin e outros figurões tucanos, no ostracismo e com problemas na justiça.

    No PPS todo mundo viu o que o Roberto Freire virou, aí lá foi o Ciro sair de novo por não concordar.

    Ciro sempre foi fiel à sua ideologia política de centro-esquerda, é o único presidenciável que tem um projeto sólido de verdade, inclusive descaradamente copiado em diversas partes por mais da metade dos candidatos em 2018.

    Responder

      Alexandre Neres

      10 de julho de 2020 às 13h36

      Caro Alan, só vi agora. Hoje tô no ralo, mas depois continuamos o diálogo. Não tenho raiva do Ciro Gomes, respondo de forma virulenta porque o blogue fica cutucando Lula e o PT o tempo inteiro depois de a direita e a grande mídia terem partido com tudo antes. Sem o PT, ficaremos completamente entregues, por mais defeito que o partido tenha e os têm em demasia. Por exemplo, o Zé da Justiça, que acreditava que o FBI estava tratando de questões acadêmicas com a LJ. O que me preocupa é que para governar, somos poucos e precisaremos do outro campo. Se de saída já tivermos que partilhar com eles, não conseguiremos mudar nada, como de costume. No caso do PT, que resistiu para compartilhar o núcleo duro, teve que fazer concessões a rodo, desmobilizar as bases, para produzir pequenas mudanças ao longo de um grande período para serem revertidas em um prazo curto. Se não contarmos nem com o campo progressista unido, podemos esquecer, vai ter fisiologismo e conservadorismo em áreas-chave e não conseguiremos alterar uma vírgula. Estou descrente. O Brasil é um país autoritário, uma piada pronta, vide a decisão do STJ ontem. O rato nem procura disfarçar. Prisão domiciliada pra uma foragida. Abraço

      Responder

Valdeci Elias

08 de julho de 2020 às 19h52

Como qualquer empresa, o Facebook visa o Lucro.

Responder

Deixe uma resposta