Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

Em defesa de candidato, Freixo afirma que pode deixar o PSOL

Por Redação

02 de outubro de 2020 : 09h40

Na noite desta quinta-feira, 1, o deputado federal Marcelo Freixo afirmou que pode deixar o PSOL se o partido punir o candidato a vereador em Duque de Caxias (RJ), Wesley Teixeira, por receber doações do ex-presidente do Banco Central, Arminio Fraga, do cineasta João Moreira Salles e da herdeira do Banco Itaú, Beatriz Brecher. Ao todo, a campanha de Wesley recebeu R$75 mil.

“Se formalizarem alguma tentativa de impugnar a sua candidatura, Wesley, eu saio do PSOL, porque não tem condições de eu ficar em um partido que não vê o tamanho do que você representa para a democracia brasileira”, defendeu Freixo.

Já o PSOL afirma que o postulante violou a resolução interna do partido de 2008 que veta doações de especuladores imobiliários, grandes empresários e pessoas que respondem por processos por danos ambientais.

Como medida, o partido defende que Wesley devolva o dinheiro.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Francisco*

02 de outubro de 2020 às 12h30

Enquanto Freixo busca uma saída do PSOL…

A mídia golpista, com exceção da Veja que hoje a publica, ignorou a decisão da ‘república judicial lavajateira de Curitiba’, de 24 de setembro, ou seja, há 8 dias, sobre mais uma acusação falsa que compõe o lawfare utilizado para tirar Lula da eleição de 2018 e eleger Bolsonaro, com a ajuda inestimada e prestimosa de auto denominados ‘líderes progressistas’, um em Paris, e outros tantos no Brasil, ajudando a descerem o cacete no PT, como sendo “o partido mais corrupto da história da humanidade”, justo aqui, Terra de Santa Cruz e de ‘gente de bens’, sabendo-se, desde sempre, o que se sabe sobre a a classe dominante e a Casa Grande que a abriga há séculos:

Veja / Radar – “Numa sentença do último dia 24, a Justiça Federal no Paraná concluiu, após quase cinco anos de investigações, que foram legais as 23 palestras de Lula a empreiteiras investigadas na Lava-Jato. Diz a juíza Gabriela Hardt: “Não houve comprovação de que os valores bloqueados possuem origem ilícita. Deve-se presumir sua licitude”.

A Lava-Jato também admitiu “ausência de prova suficiente” de crime no recebimento dos valores pelo ex-presidente…

“A justificativa para manter-se o bloqueio da integralidade dos ativos financeiros de Luiz Inácio Lula da Silva baseava-se na suspeita da prática de crimes envolvendo as palestras ministradas pelo ex-presidente. Todavia, a autoridade policial concluiu não haver indícios nesse sentido, com o que concordou o MPF. Por tais motivos, o bloqueio integral de tais valores não mais se sustenta”, escreveu Hardt.

Hoje no JN, órgão oficial do tribunal lavajateiro de condenação jurídico-midiática do PT e sobretudo Lula, as horas e mais horas utilizadas para jorrar convictas corrupções petistas daqueles canos onipresentes na Globo dos Marinho, acerca das então condenadas palestras, terá, se tiver, a graça de duas dezenas de segundos para registrar que não procediam as acusações.
Simples e curto assim, para protelarem o que sabem não ser mais protelável e para não acordarem os bovinos que ainda hoje estão a replicar convictos mais essa estúpida convicta farsa judicial-midiática. 

Não adianta correrem, dois mais dois são quatro, tanto quanto o PT, seus dirigentes perseguidos, condenados e presos, sobretudo Lula, são vítimas das instituições do estado, armadas e desarmadas, e da grande mídia, bandidas, à serviço da golpista classe dominante, mais uma vez serviçal governanta de potência estrangeira, pois isso tudo, completo e imundo, mais dia, menos dia, virá à tona para empestear de vez a estupidez ruminante vigente, de tal forma, que não haverá saída, senão recolherem-se a mediocridade reconhecida e novamente silenciosa, de onde jamais deveríamos ter permitido que democraticamente saíssem.

Não merecem, por nocivos á civilidade e a civilização.

Responder

gregorio

02 de outubro de 2020 às 12h20

o pdt é logo ali freixo, só vem.

Responder

Paulo

02 de outubro de 2020 às 12h17

Nessa o Freixo tá errado. É pra moralizar a política ou depende da ocasião e da pessoa?

Responder

Germano

02 de outubro de 2020 às 11h24

O que significa “pode deixar”…?

Ou o deixa ou não caso contrário fique calado.

Se o sujeito for expulso eu deixo o PSOL…deveria ser essa a afirmação mas como esse sujeito é um cagalhão está só falando bobagem.

Deve ser a maconha.

Responder

Deixe uma resposta