Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

PT lidera em votos nas cidades com mais de 500 mil habitantes

Por Redação

20 de novembro de 2020 : 11h32

A eleição municipal de 2020 também trouxe uma boa notícia para o Partido dos Trabalhadores (PT). O partido liderado pelo ex-presidente Lula teve um desempenho excelente nas grandes cidades, com mais de 500 mil habitantes.

O PDT e o PSB ficaram atrás do PSOL nesses municípios. PT, 6,6%; PSOL, 4,8%; PDT, 4%; PSB, 3,8%; PCdoB, 2%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

13 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

carlos

20 de novembro de 2020 às 19h01

Esse cidadão so6 entende m…da quer entender de política, misericórdia!

Responder

Alexandre Neres

20 de novembro de 2020 às 12h44

Guardem ao final a assertiva do aNalfabetho político que não entende bulhufas de análises eleitorais e estufa o peito para arrotar nonsense, que frequentemente manifesta opiniões desprovidas de qualquer fundamento e simplórias O grande inimigo político desse asno, à la Carl Schmitt, é o PT e não a extrema-direita. Por aí se vê o naipe da figura. Vai ser pregada na sua testa: “O PT não elegerá nenhum prefeito em nenhuma capital; nem em cidades com mais de 200.000 habitantes.”

Responder

    carlos

    20 de novembro de 2020 às 18h58

    Essa pitoniza que falou eu queria que ela divulgasse os números da mega Sena pra mim poder jogar e ganhar, porque não sabe analisar, a notícia fala de cidades com mais de 500 mil habitantes, entulho.

    Responder

    WFO

    22 de novembro de 2020 às 00h48

    Alexandre Neres,Eu discordo de você ,o PT pode sim eleger prefeito na capital ,mas pode eleger apenas em Recife com Marília Arraes está na frente do João Campos no segundo turno nas pesquisas ,em Vitória está complicado ,João Coser já foi prefeito provavelmente tem poucas chances de vencer segundo turno ,o PT tem chance de eleger apenas em Recife ,PSDB e MDB vão eleger mais prefeitos nas capitais ,o Bolsonaro é o grande derrotado nas urnas ,o PT saiu mais fortalecido do que 2016 após desastre e impeachment da Dilma , nesta eleições de prefeito o PT sai enfraquecido nas capitais.

    Responder

Faraó

20 de novembro de 2020 às 12h40

A esquerda brasileira precisa urgentemente começar a trabalhar mais com a realidade dos fatos e menos com as fanfarronices ideologicas que nada interessam aos brasileiros.
Precisa sair de casa e ouvir mais a voz das pessaos e menos as asneiras de Marx e cia.

Responder

Tony

20 de novembro de 2020 às 12h29

A esquerda està agonizando…qual o sentido dessas materias infantiloides ?

Responder

    Gilmar Tranquilão

    20 de novembro de 2020 às 15h34

    mostrar o dedespero aos bolsoretardados kkkkkkkkkkkkkkkk

    Responder

    Garrincha

    20 de novembro de 2020 às 14h21

    O pico de rejeição foi justamente no ápice da pandemia quando as pessoas foram insufladas de medo por parte da imprensa e da esquerda torcedora do virus, do caos e de olho no proveito político e nada mais, o interesse nunca foi “salvar vidas”.

    Bolsonaro nunca mudou o próprio discurso, foi coerente e com o passar do tempo os brasileiros perceberam que os danos colaterais do #fiquemcasa eram muito maiores que a pandemia…foi premiado.

    Ao contrário do Brásil as eleições americanas caíram pela esquerda ” como uma benção de Deus” (Jane Fonda) em plena pandemia e Trump perdeu as eleições mais fácil da história devido exclusivamente a isso.

    Vale ressaltar que a maior rejeição continua sendo entre os mais pobres que são os que ganharam o auxílio emergencial…mais uma narrativa sobre o aumento da popularidade devida ao auxílio que cai no chão.

    Como dizemos aqui mesmo era suficiente um mínimo de vivência para perceber isso claramente.

    Os nossos “analistas políticos” da grande mídia e da alternativa falharam novamente…menos que nós.

    Responder

    Efrem Ventura

    20 de novembro de 2020 às 19h29

    Bolsonaro entro na pandemia com X de aprovaçào junto ao Moro…saiu sem Moro e com X de aprovaçào + 10%.

    Responder

Hilario

20 de novembro de 2020 às 11h53

O PT jà foi interrado e o resto da esquerda se nao zerar tudo e recomeçar com caras jovens e novas vai descer junto….fica a dica.

Responder

    Batista

    20 de novembro de 2020 às 14h38

    Hilário, né?

    Responder

    Gilmar Tranquilão

    20 de novembro de 2020 às 15h36

    “interrado” foi o weintraub que escreveu pra vc??? kkkkk

    Responder

Deixe uma resposta