Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Exército vai exigir que Pazuello explique sua presença em ato pró-Bolsonaro no Rio

Por Redação

23 de maio de 2021 : 19h43

O Exército Brasileiro vai exigir que o general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, explique sua participação em um ato com Jair Bolsonaro na manhã deste domingo, 23, no Rio de Janeiro.

Segundo a CNN , Pazuello não pediu autorização ao Comando do Exército para ir manifestar. O núcleo do Exército avalia que a participação do general da ativa fere o Regulamento Disciplinar do Exército que permite a punição para o militar que “manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Ronei

24 de maio de 2021 às 08h14

Como se alguém ligasse pro que o exército acha… Esses terraplanistas estão acuados, desesperados, não sabem mais o que fazer com a própria incompetência.

Responder

enganado

23 de maio de 2021 às 21h37

Ué??? O Srgto. GARCIA PEZADELLO foi na arruaça como representante do “`êzérçççykú du ___braZiU$$$A___ , penso até que o Merdanha_Intelectual viDDa$$$ bôa$$$ ficou tão alegre pela valentia. Afinal não estamos na NOVA REPÚBLICA????

Responder

Roper

23 de maio de 2021 às 21h10

Que piada é essa? Exercito vai exigir o quê? Joguinho de cena para enganar a população, o exercito apoia esse idiota e tudo o que tem feito com o povo! São todos cúmplices desse exterminio!

Responder

dcruz

23 de maio de 2021 às 21h10

O exército tem que engolir mais essa do gordinho cagarola e os generais que estão comendo na mão do capitão, “mau militar”, no dizer do general Geisel, têm que ficar caladinhos também nessa indisciplina, se não perdem a boca. O ato é indisciplina ou corrupção?Faz parte da vingança do capitãozinho que a gloriosa força verde-oliva desprezou, ficar de bico calado fazendo tudo que seu mestre mandar, é a ordem do dia, sob pena de defenestração sumária.O próximo suspense é descobrir qual os panos quentes que o glorioso exército de Caxias vai usar para conter as estrepolias do gordinho e seu piriri. Falar nisso, será que ele usou Imosec para ir à passeata?

Responder

Priori

23 de maio de 2021 às 19h58

“Lula é um caso perdido”, diz o Estadão, em editorial.

“Mesmo que, por mera estratégia eleitoral, procure se apresentar como o muito procurado candidato do ‘centro’ – responsável, democrático e moderno –, o demiurgo de Garanhuns jamais conseguirá superar sua natureza autoritária e estatólatra (…).

Parece haver um consórcio destinado a impedir a modernização do Brasil, representado pelos dois candidatos que lideram as pesquisas, Lula e o presidente Bolsonaro.”

Se esse consórcio não for desfeito, o Brasil será um caso perdido.

Responder

    Sebastião

    24 de maio de 2021 às 08h33

    O mesmo Estadão que preferiu Aécio e Bolsonaro. E o mesmo que busca a terceira via.

    Falando em terceira via, saiu uma pesquisa feita no Ceará pra presidente da República, é lá inclusive, Lula lidera com o dobro de votos dos outros candidatos. Lembra muito a eleição de Aécio contra Dilma em MG.

    Responder

Deixe um comentário