Paris Café: O PT tem um projeto de governo? Qual é?

Foto: Getty Images

Pazuello, Queiroga e outros 12 serão investigados pela CPI

Por Redação

18 de junho de 2021 : 14h01

Nesta sexta-feira, 18, a CPI da Pandemia no Senado decidiu os nomes que devem sair da condição de testemunhas para investigados pela comissão. A lista inclui o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e o atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga. Além desses dois, outros 12 também estão na lista. Confira:

Elcio Franco – ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde, braço direito de Pazuello;

Arthur Weintraub – ex-assessor de Jair Bolsonaro e suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Carlos Wizard – empresário bolsonarista e apontado como membro do “gabinete paralelo”;

Eduardo Pazuello – general da ativa e ex-ministro da Saúde;

Marcelo Queiroga – atual ministro da Saúde;

Ernesto Araújo – ex-ministro das Relações Exteriores;

Fábio Wajngarten – ex-secretário de Comunicação do governo Bolsonaro;

Francieli Francinato – coordenadora do PNI (Programa Nacional de Imunizações) do Ministério da Saúde;

Hélio Angotti Neto – secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde;

Marcellus Campêlo – ex-secretário de Saúde do Amazonas;

Mayra Pinheiro – Médica, bolsonarista e secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde;

Nise Yamaguchi – Médica, bolsonarista e suspeita de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Paolo Zanotto – virologista suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”;

Luciano Dias Azevedo – anestesista suspeito de integrar o chamado “gabinete paralelo”.

A lista foi divulgada pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), e disse que a decisão de investigar não foi tomada antes para facilitar os depoimentos.

“Quando nós decidimos no início, coletivamente, não investigar ninguém foi exatamente para facilitar o depoimento dessas pessoas. Então, nós tomamos como critério para a definição da relação dos investigados o fato de já terem prestado depoimento à comissão parlamentar de inquérito”, disse em entrevista coletiva.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

dcruz

18 de junho de 2021 às 15h15

Lá vem o Gordinho de novo, esse gordinho é levado da breca, só vive metido em enrascada, não adianta o perdão do glorioso exército por 100 anos, aquela história que lembra o ditado ladrão que rouba ladrão tem cem anos de perdão. A foto aí em cima parece que ele está fazendo força, vocês já imaginaram pra quê…

Responder

Ronei

18 de junho de 2021 às 14h23

Quadrilheiros assassinos, pena não haver pena de morte pra esses bandidos.

Responder

Deixe uma resposta