Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Em entrevista ao UOL, Ciro prevê segundo turno entre ele e Lula

Por Redação

02 de julho de 2021 : 13h53

Com o declínio constante de Jair Bolsonaro tanto nas pesquisas eleitorais quanto na impopularidade devido as revelações e denúncias de corrupção na compra de vacinas contra a Covid-19 que estão sendo feitas à CPI da Pandemia, o vice-presidente Nacional do PDT, Ciro Gomes, que é pré-candidato a presidência da República aposta que a erosão de Bolsonaro vai mudar o cenário eleitoral de 2022.

“Há muito tempo acho que o Bolsonaro não estará no segundo turno. Não sei sequer se estará na eleição. Sairá da cabeça da nação brasileira essa espada que obriga a esquecer todas as contradições do Lula e do PT só para se livrar do mal maior, mais emergente, mais doído, que é a tragédia do genocida e corrupto Bolsonaro”, afirmou ao UOL.

Com essa avaliação, o pedetista prevê que o segundo turno de 2022 será entre ele e o ex-presidente Lula (PT). “É meu cálculo, minha avaliação, e acredito francamente que o segundo turno é muito provável que seja eu contra o Lula, o que permitirá o país discutir as coisas em outro plano”, cravou.

Ciro também ressaltou que a divisão da sociedade entre esquerda, centro e direita é feita somente pela imprensa e os analistas políticos. “O povo brasileiro tem uma inclinação progressista em matéria de economia, e uma tendência mais conservadora em matéria de costumes. Não dá para entender o povo brasileiro com esses critérios tão rasos”, observou.

Sobre a situação política do Brasil, o ex-governador ressaltou que nada estará posto até abril de 2022.

“Você tem o Bolsonaro derretendo e o STF (Supremo Tribunal Federal) que devolveu as franquias eleitorais ao Lula. Os partidos foram forçados a antecipar suas decisões e nada está posto. Tudo que parece hoje é muito mais luz do que fogo”.

Assista a entrevista completa!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

marco

03 de julho de 2021 às 09h47

Ciro desta vez fará o que devia ter feito na eleição de 2018, expor a verdade sobre o ” consórco” neoliberal que governou o Brasil nos governos fhc, Lula e dilma.,depois temer e agora o bozo.
Mostrar o que o ex-presidente Lula não faz parte da resolução dos problemas, inclusive porque esta visivelmente sofrendo algum tipo de persecução do judiciário acordado certamente com departamento de justiça dos Yankees”.
Aliás , não apenas o ex-presidente, mas também seus filhos e irmão.
Todos eles “reféns” da “confraria”, mas quem tem que pagar o “resgate é o Povo brasileiro com a entrega. de suas riquezas ao capital transnacional.

Responder

RICARDO MARINHO DE AQUINO

02 de julho de 2021 às 18h15

Esse aí morreu e seu corpo está azedo faz tempo.
O PDT conseguiu chegar ao fundo do poço, o Brizola já falava em barriga de aluguel e hoje o PDT virou essa barriga de aluguel com um inquilino que vai levando cada vez mais o partido para o buraco e se apequenanado.

Responder

Alexandre Neres

02 de julho de 2021 às 18h08

A derrota acachapante de Bolsonaro já no primeiro turno seria tudo de bom para o Brasil. Despachar o facistazinha genocida dessa forma seria de lavar a alma.

Em tese, a melhor forma de sair dessa situação dantesca seria um segundo turno propositivo e progressista disputado entre Ciro é Lula.

Porém, na prática, infelizmente temo que essa hipótese não seria nada boa para o campo progressista. As verrinas, as catilinárias que Ciro arremete contra Lula o tempo inteiro, suas acusações do naipe das elaboradas pelas Organizações Globo, seu discurso agressivo e sua retórica moralista me causam engulhos, a ponto de em um país conservador cono o nosso apelar para o fundamentalismo cristão. Posso estar enganado, mas suponho que após um segundo turno beligerante assim o campo progressista sairia esgarçado como nunca, sem possibilidade de religar os fios e refazer a trama. Tomara que esteja equivocado.

Responder

Heleno Álvares

02 de julho de 2021 às 18h03

Esta possibilidade é ínfima. Mas, caso o Ciro chegue lá Lula lhe meterá uma trolha em sua tarraqueta. Desta forma, o Ciro iria à Paris para descansar da derrota sofrida. Que este Cirotário vá para bem longe junto com os bolsonaristas.

Responder

Heleno Álvares

02 de julho de 2021 às 17h58

Esta possibilidade é ínfima. Mas, caso o Ciro chegue lá Lula lhe meterá uma trolha em sua tarraqueta. Desta forma, Ciro iria à Paris para descansar da derrota sofrida. Que este Cirotário vá para bem longe, junto com os bolsonaristas.

Responder

EdsonLuiz.

02 de julho de 2021 às 17h46

Bom.! Muito bom!
Ciro 2022!

Mas esquecer contradições do PT se Ciro não estiver no segundo turno e não houver outra opção que não Lula para derrotar bolsonaro, NÃO!

Posso muito sofridamente apoiar quase qualquer outro candidato se for para derrotar bolsonaro, mas a primeira condição que vou me impor é exatamente não esquecer as contradições desse outro.

Se esse outro contra bolsonaro for Lula e o PT, o sofrimento em apoiar Lula para derrotar bolsonaro será o maior de todos, apoio só justificado pelo perigo institucional que significa bolsonaro, que é um perigo institucional bem maior que o PERIGO-PT.

Mas como esquecer a imundície moral que significam Lula e o PT? Como esquecer as consequências por o PT ter engendrado a maior recessão da história da nossa economia, com rebate em desemprego, perda de recursos para educação (menos R$15.000.000.000,00 só no orçamento de 2015 – xaropada?), perda de recursos para saúde, para investimentos, para tudo. E as consequências perduram e vão continuar : perdemos uma década (mais uma) e vamos perder mais. Como esquecer?
E como esquecer os 40 anos em que o PT espalhou ódio a toda a política e ainda fez tecnologia e escola para o ódio. Ainda hoje li manifestação de ódio ao governador Eduardo Leite por parte de Jean Willis. Jean Willis disparar uma cusparada em bolsonaro dentro da Câmara, como fez, eu não entendo como ódio. Seria melhor não ter acontecido, para ele não se igualar a bolsonaro, mas considerando a ofensa de bolsonaro à dignidade dele, se eh fosse guey (ou negro, ou mulher) e a ofensa de bolsonaro fosse comigo, eu acho que faria a mesma coisa: cuspia no corpo maldito do homofóbico, racista e misógino bolsonaro.

Mas o que o Jean Willis fez hoje com o governador Eduardo Leite foi por puro ódio. Pela cultura de ódio que lhe está incrustrada, aprendida no PT.

Aliás, quando o PT vai pedir desculpa pelo ódio que espalhou e ainda espalha, e parar
de disfarçar que sempre espalhou e espalha ódio acusando os outros de fazer isso contra o PT? Muitos que realmente hoje odeiam o PT o fazem em reação ao ódio sofrido primeiro.

A escola de ódio de bolsonaro é outra, tão venal quanto a petista, mas o ódio petista atrapalha muito o combate ao ódio bolsonarista.

E não foram só contradições do PT não, foram coisas piores.

Derrotar bolsonaro, sim!
Esquecer a imoralidade e a incompetência que é o PT, não! Esquecer o ódio e as divisões que o PT espalhou e espalha, também não!

Responder

    Alexandre Neres

    02 de julho de 2021 às 21h56

    Ou seja, estamos em 2022 e a tese desposada por supostos progressistas é a dos extremos equivalentes, ou pior, a de uma escolha difícil. Sei que é difícil para quem acompanhava as notícias em primeira mão trazidas por Merval Pereira, Míriam Leitão, Vera Magalhães, William Bonner et caterva. É penoso ter que abstrair desse ódio que foi instilado paulatinamente. Como cobrar de quem não consegue decifrar o enigma ou não tem feeling como FHC ou Maia, correndo o risco de ser devorado? O pior é constatar que nossos supostos progressistas são conservadores, iliberais e antidemocráticos.

    Responder

      EdsonLuiz.

      03 de julho de 2021 às 23h27

      Vá ganhar um pouco de cultura política, alexandre bolsoneres, em vez de repetir agressões bobas.

      O Merval, a Vera, a Míriam, e a imprensa profissional em geral tem muito mais preparo, compromisso e seriedade que você ou bolsonaro, que vivem de agressões à imprensa.

      Responder

        Alexandre Neres

        04 de julho de 2021 às 17h16

        Como era de se esperar, esse suposto progressista que defende o quinta-coluna Roberto Freire, o velhaco Cristóvam e o corrupto Sergio Morto, o qual em um país cuja polícia mais mata no mundo inteiro se dá ao luxo de querer dar licença para matar essa mesma polícia, tal qual executou à risca em Jacarezinho. Este é o suposto progressista, como sempre só com argumentos ad hominem. Aproveite o anonimato dos teclados, senão te poria no seu devido lugar, seu rato!

        Responder

      EdsonLuiz.

      03 de julho de 2021 às 23h30

      Pare de se fazer de progressista, alexandre regressista!

      Responder

    Francisco

    03 de julho de 2021 às 12h06

    Depois não entendem por que Lula se torna cada vez mais imbatível e o PT mantém-se ainda mais, vivo, firme e forte, mesmo com a tremenda aceleração na eterna campanha para criminaliza-los e destruí-los, nos últimos 7 anos, à base do ‘custe o que custar’, via a multinacional operação lavajateira, operada pelos braços, jurídico e midiático, da golpista classe dominante.

    Com a farsa jurídica-midiática utilizada para tirar Lula da eleição em 2018, putrefata e vergonhosamente esfarelando-se à luz do dia, com o TRF-3, ontem, acabando por suspender um dos últimos processos da farsa, o forçado processo da Guiné Equatorial, e com o condenado marreco parcial acoitado fora do país pelo patrocinador do lawfare contra Lula, ‘catiliniordinários como o em questão, cumprem o papel de cabos eleitorais ‘do contra, a favor’, sem perceberem cumprir o papel do ‘melhor inimigo’ desejado na política, o do sem noção, raivoso e besuntado deslizante em contumazes narrativas que, além de não se sustentarem no ar, desmancham-se diante dos fatos disponíveis ao alcance de alguns clicks.

    Fala cabra, que o povo te ‘entende’, e como entende!

    Responder

Pedro

02 de julho de 2021 às 17h00

Tomara que Ciro seja o próximo presidente! Chega de picaretagem, politicagem, disputa pelo poder… esses outros estão se lixando para o país, querem o poder pelo poder.

Responder

Marcus Padilha

02 de julho de 2021 às 15h43

Alguém avisa o Ciro pra acordar pra realidade?

Responder

Daniel

02 de julho de 2021 às 14h50

Esse sujeito é cômico.

Responder

Deixe um comentário