Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Foto: Abdias Pinheiro/SECOM/TSE

Partidos de Centro e Direita anunciam que vão fazer forte oposição ao voto impresso

Por Redação

10 de julho de 2021 : 12h00

Os presidentes ACM Neto (DEM), Baleia Rossi (MDB), Bruno Araújo (PSDB), Eduardo Ribeiro (Novo), José Luís Penna (PV), Luciano Bivar (PSL), Paulinho da Força (Solidariedade) e Roberto Freire (Cidadania) assinaram em conjunto uma nota onde anunciam que vão fazer uma ‘firme oposição’ ao voto impresso defendido de forma doentia por Jair Bolsonaro.

“Temos total confiança no sistema eleitoral brasileiro, que é moderno, célere, seguro e auditável. São as eleições que garantem a cada cidadão brasileiro o direito de escolher livremente seus representantes e gestores. Sempre vamos defender de forma intransigente esse direito, materializado no voto. Quem se colocar contra esse direito de livre escolha do cidadão terá a nossa mais firme oposição”, ressalta o comunicado.

Nos últimos dias, Bolsonaro que está em declínio nas pesquisas eleitorais e consequentemente enfrentando uma crise profunda de impopularidade devido aos escândalos de corrupção denunciados a CPI da Pandemia, tem defendido com veemência o voto impresso, chegando a ameaçar a realização das eleições de 2022 e atacar o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, o chamando de “idiota” e “burro”.

Leia a nota dos partidos na íntegra!

EM DEFESA DOS VALORES DEMOCRÁTICOS

A Democracia é uma das mais importantes conquistas do povo brasileiro, uma conquista inegociável. Nenhuma forma de ameaça à Democracia pode ou deve ser tolerada. E não será.

Nas últimas três décadas, assistimos a muitos embates políticos, tivemos a sempre salutar alternância de Poder, soubemos conviver com as diferenças e exercer com civilidade e responsabilidade o sagrado direito do voto.

Temos total confiança no sistema eleitoral brasileiro, que é moderno, célere, seguro e auditável. São as eleições que garantem a cada cidadão brasileiro o direito de escolher livremente seus representantes e gestores.

Sempre vamos defender de forma intransigente esse direito, materializado no voto. Quem se colocar contra esse direito de livre escolha do cidadão terá a nossa mais firme oposição.

ACM NETO (DEMOCRATAS), BALEIA ROSSI (MDB), BRUNO ARAÚJO (PSDB), EDUARDO RIBEIRO (NOVO), JOSÉ LUÍS PENNA (PV), LUCIANO BIVAR (PSL), PAULINHO DA FORÇA (SOLIDARIEDADE) e ROBERTO FREIRE (CIDADANIA).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jose Rinaldo Albino

12 de julho de 2021 às 11h06

VOTO IMPRESSO, PERMANECENDO DE POSSE DO ELEITOR CONFORME QUER O GOVERNO, VAI SER A INSTITUCIONALIZAÇÃO DO VOTO DE CABRESTO OU DE OUTRAS COISAS PIORES.
Por exemplo – mera hipótese: Numa comunidade dominada pela milícia, os milicianos podem rondar as Zonas Eleitorais e exigir que os moradores mostrem o seu voto para conferir se votaram num determinado candidato, visto que sabem que o morador é ou deve ser portador do VOTO IMPRESSO.
Pior, podem exigir, ANTES DA ELEIÇÃO, que os moradoras de uma comunidade votem em determinado candidato e entreguem o voto impresso para determinadas gangues.

OBS.: sou leigo no assunto, mas pelo pouco que conheço das “regras sociais” que percolam pelo seio da Pátria Amada, acho isso possível.

José Rinaldo Albino

Responder

Deixe um comentário