Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Foto: Carlos Umberto/ STF

Gilmar Mendes: “as urnas eletrônicas são seguras”

Por Redação

12 de julho de 2021 : 11h11

Em entrevista à CBN na manhã desta segunda-feira, 12, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, afirmou que os brasileiros não precisam se preocupar com a lisura das urnas eletrônicas, pois elas são seguras e citou alguns deputados da tropa de choque de Bolsonaro que foram eleitos por elas.

“Vocês já ouviram falar do Hélio Negão? Da Bia Kicis? Nenhum de nós tinha ouvido falar deles. Não obstante, eles vieram nesse arrastão provocado pelo presidente Bolsonaro, o que prova de que a urna eletrônica é fiel aos votos que lá foram depositados”, avaliou.

Mendes também falou sobre o discurso de Bolsonaro de que há fraude nas eleições. “É um tipo de lenda urbana que galvaniza o grupo de apoiadores do presidente. Mas entendo que isso é tão consistente quanto a mensagem que diz que o homem não foi à lua”, ironizou.

Em queda livre nas pesquisas e enfrentando gravíssimas denúncias de corrupção no seu governo, Bolsonaro tem atacado às instituições democráticas e defendido de forma doentia o voto impresso e acusando, sem provas, fraude nas urnas eletrônicas.

O magistrado da Suprema Corte reiterou não há fraude no sistema eletrônico e que nenhum ministro está envolvido na missão de interferir na eleição. “Pelo contrário, havia fraude no sistema manual de votação”, lembrou.

Já sobre as ameaças contra a democracia do comandante da Aeronáutica que foram feitas em entrevista ao O Globo, Mendes foi enfático e disse que “não é função das Forças Armadas fazer ameaças à CPI ou ao Parlamento”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

paulo

12 de julho de 2021 às 13h59

Bem, a opinião do amigão do Jacob Barata Filho pouca importância tem, agora a opinião do juiz Gilmar deveria ser a de cumprir a lei (10.408 de 2002),e lembrar que pela constituição e pelo código de ética da magistratura juízes não podem fazer essa companha! vamos manter a vergonha de não ter Voto ( a maior prova de democracia) não auditavél? ficaremos ao lado de Bangladesh e Butão com essa vergonha? a impressão do voto sempre foi uma luta da esquerda! não vamos agir como birutas ao sabor do vento!

Responder

Bandoleiro

12 de julho de 2021 às 12h44

Nada é seguro.

Responder

Deixe um comentário