Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Ciro aposta no fracasso eleitoral de Moro

Por Redação

18 de novembro de 2021 : 13h45

O ex-ministro e pré-candidato a presidência pelo PDT Ciro Gomes demonstrou que de fato não quer proximidade com nenhum dos nomes da chamada “terceira via”.

Em entrevista a CNN, o pedetista apostou no fracasso eleitoral do ex-juiz Sérgio Moro que recentemente se filiou ao Podemos e já se apresenta como pré-candidato ao Executivo Federal.

“Qual é a compreensão que o Sergio Moro tem do drama brasileiro, do desemprego em massa, da informalidade, da queda da renda, da desvalorização da moeda, da inflação e da destruição da indústria? Qual a proposta, vivência e experiência que ele tem para oferecer aos brasileiros?”, questionou.

Além disso, o ex-ministro diz que duvida que Moro resista a pré-campanha e que o mesmo aí desistir de ser candidato antes mesmo da corrida eleitoral começar de fato.

“Mas qual a proposta, visão e experiência que o Sergio Moro tem para oferecer ao povo brasileiro? Eu duvido, francamente, que ele resista a essa pré-campanha”.

Só que apesar da aposta negativa de Ciro, a pesquisa Genial/Quaest divulgada no último dia 10 mostra que Sergio Moro ultrapassou numericamente o próprio pré-candidato do PDT. O ex-juiz aparece numericamente à frente do pedetista com 8% ante 6% de Ciro. Na margem de erro, os dois estão empatados.

Veja a entrevista!

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marco Vitis

18 de novembro de 2021 às 21h31

Ciro tem um Projeto Estratégico documentado para tirar o Brasil do abismo em que estamos. Moro tem algum projeto ? Esta é a crítica de Ciro na CNN. Ciro já desafiou Moro para um debate e o jornalista Glen Greenwald poderia ser o mediador. Alguém acha que Moro aceitará ?
É verdade que, na pesquisa Quaest, Moro aparece na frente de Ciro. Mas na pesquisa da Exame, Ciro aparece na frente de Moro. Esta última informação O Cafezinho OMITE porque não se trata de bem informar, mas de propaganda partidária.. Acho que a luta de O Cafezinho faz todo sentido: já imaginou Ciro levando para a TV tudo o que ele conhece dos bastidores dos governos de Lula ? Tienes que tener miedo…

Responder

Patrice L

18 de novembro de 2021 às 19h52

Precisamos falar do Olavo de Carvalho…do PDT

https://revistaforum.com.br/politica/lider-de-ciro-gomes-nas-redes-chama-adversarios-de-retardados-e-cria-crise/

Responder

EdsonLuiz.

18 de novembro de 2021 às 16h24

Hoje, as candidaturas de Sérgio Moro, de Bolsonaro e de Lula são preventivas, para se protegerem de ataques e formarem uma rede de proteção no parlamento e assim contrabalançarem os ataques de seus inimigos.

bolsonaro terá, ao final do atual mandato, um passivo de responsabilidades a que terá de responder em juízo. Para continuar contando com interpretações mais generosas no judiciário todo político soma proteção política, incluindo troca de proteção mesmo com inimigos, para garantir impunidade. A parte séria do judiciário não tem conseguido superar esses arranjos para conseguir a punição de abusos os mais diversos praticados por esses políticos de causas particulares e ainda sofrem carga pesada de cúmplices dos malfeitores em diversas áreas. Até de moralistas os bons do judiciário são taxados, quando o que buscam é a moralidade pública, ao contrário de seus detratores, que estes, sim, são moralistas mesmo, no sentido pejorativo do termo ‘moralista’, de desculparem e até negarem os malfeitos daqueles que eles apoiam e, fazendo completas inversões, carimbarem de malfeitores aqueles que tentam fazer vigorar alguma moralidade no Brasil.

E a forma apressada como o brasileiro avalia o homem público o leva a se iludir com essas inversões. Exemplos dessa cegueira é um número muito expressivo de brasileiros não identificarem as ligações e manobras de atores políticos populistas, como Bolsonaro e Lula, que tanto mal causam aos brasileiros.

Lula tem o passivo de ter engendrando no Brasil a maior recessão de nossa história econômica, recessão essa que, além de ser a maior, também está se mostrando a mais difícil de ter as suas consequências resolvidas e é a causa da estagflação que estamos vivendo, mesmo descontado o efeito pouco esperado da pandemia de Covid-19 e descontado também a incapacidade do governo atual de dar solução para os problemas que foram sendo gestados no Brasil a partir de 2006.

Alėm do passivo econômico e seus desdobramentos sociais de desemprego, inflação, perda de recursos para educação, saúde, para tudo – o PT retirou R$15.000.000.000,00 do orçamento de 2015 da saúde, que não pode financiar com emissão de dívida e pedaladas, como vinha fazendo em anos anteriores, por estar sob os faróis da Operação Lava Jato, em um raro momento em que o eleitor esteve mais atento aos movimentos do poder, mas sem preparo suficiente para identificar outra impostura, que era bolsonaro querer ser presidente. E a decepçåo com a política que o PT causou acabou levando o povo a eleger bolsonaro.

Outra necessidade que leva Lula a precisar do poder é para garantir a manutenção do entendimento da turma do STF que considerou nulidade plena do processo em que Lula estava condenado por três instâncias, o que abriu caminho para Lewiandoviski anular as provas reais de corrupção que estão no processo, inviabilizando que o julgamento de fato, que ė o julgamento das provas. Só o julgamento das provas pode inocentar Lula. No entanto, ele prefere se beneficiar do entendimento de que ritos processuais servem para anular provas reais. Lula está fugindo das provas e o poder pode ajudar nessa fuga.

Sėrgio Moro tem o ativo de se bater contra os malfeitos dos dois, de Lula e de Bolsonaro. Primeiro Sėrgio Moro se bateu contra o sistema de corrupção que envolvia o PT, o PL, o PSDB, o PP, o Republicano e outros partidos, associados a empreiteiras, empresas de petróleo e outras arruaças; depois, Sérgio Moro se deparou com malfeitos de Bolsonaro e família, com o qual havia se associado ao aceitar assumir o cargo de ministro da justiça em seu governo.

Sėrgio Moro teve o mérito de não selecionar malfeitores e, mesmo sendo ministro de bolsonaro, sustentou as investigações da polícia federal contra o chefe chefete. Mas já a associação com Bolsonaro dá argumentos para quem quer atacá-lo sem considerar um grau razoável de redenção que acho que ele deveria contar por não ter negligenciado os malfeitos de Bolsonaro. Também pesa os ataques que sofre por ter descumpridos rituais jurídicos na ânsia de combater os malfeitos. Embora ritos jurídicos, se o Brasil fosse sėrio, seriam saneadas e os processos prosseguiriam, com o devido julgamento das provas com os acusados, não é isso que acontece aqui.

O fato é que, se Sėrgio Moro não houvesse sido voluntarioso, não houvesse buscado completar falhas na legislação para conseguir cumprir o que esteve fazendo como missão, no combate à corrupção, se Sérgio Moro não houvesse incorrido em descumprimento de ritos processuais, não estaríamos com corruptos passeando pelas ruas do Brasil e do mundo. Foram os erros de Sérgio Moro que propiciaram a impunidade que vemos. O que o deveria qualificar Sérgio Moro está servindo para atacá-lo. E os motivos foi ele mesmo que deu.

Agora eles, os três, estão assim, buscando palanques e holofotes para se defenderem. Lula, bolsonaro e Sėrgio Moro têm, na eleição de 2022, mais o objetivo de se defenderem que de melhorar o Brasil.

Podemos negar os três! Os três fracassaram em seus papéis de presidentes ou juíz! Todos os três são incompetentes! Todos os três erraram!

Temos as opções de Ciro Gomes, de Alessandro Vieira, poderemos ter uma opção do PSOL, Mandeta pode ser uma opção para eleitores de certo perfil.

Não votem no passado!

Lula é o passado. O resultado que Lula construiu deu em recessão e estagflação. bolsonaro é o passado, um passado ainda mais atrasado que o PT, um passado de repressão militar e desastre econômico ainda maior que o do PT.

E Sérgio Moro significa manter o próximo momento político brasileiro a esse passado. Mesmo que haja mėritos no combate à corrupção, foi por causa dos erros de Sėrgio Moro que os políticos e empresários corruptos estão saindo impunes desse combate!

Vamos abandonar o passado e seguir em frente!

Vote Ciro Gomes em 2022! Se Ciro Gomes não o atende, vote em algum nome novo. Vote em Alessandro Vieira, do Cidadania23; vote no candidato do PSOL, se o PSOL lançar candidato; vote em Mandeta, se Mandeta atender a sua visão de mundo.

Mas não voltemos ao passado de recessão, defesa de ditaduras e malfeitos!

Responder

    Dom Chicote

    19 de novembro de 2021 às 13h00

    Além convicção que ‘contra argumentos não há fatos (mesmo sabendo-os facilmente disponíveis a um click) e dos moinhos, a realidade, nua e crua, que dói, e como dói, profundamente, em fervoroso sem capacidade, ao percebe-la, em refleti-la, considera-la e bater em retirada do pesadelo tornado possível, antes que o presente desvario paralelo espraie e leve-o ao ‘Casa Verde’, virtual ou concreto, encerrando-o no mais que provável chão.

    Trocando em graúdos, tamanho o desalinhamento factual, tá pra lá de feia a coisa pro senhor realejo que, quanto mais gira a manivela e essa a repetição narrativa divorciada da realidade, mais pelado exposto fica e mais um pouco da insana sanha que o move escorre pelo chão, desidratando-o à razão.

    Será o Benedito, não haver um só chegado responsável que impeça-o a tacanha exposição que o candidata a patusco ou histrião?

    Responder

Franco

18 de novembro de 2021 às 15h06

Mais um que vai tirar os 4 votos que Cirolipa tem e o Cabo Daciolo vem ai também….kkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Lucas

18 de novembro de 2021 às 14h10

Pq vcs não divulgam a modalmais e a pesquisa exame que mostram Ciro a frente de moro, inclusive mais recentes que a genial quaest?

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?