Genial/Quaest: Veja os números da corrida pelo governo da Bahia

Foto: Divulgação

Novo presidente da OAB diz que entidade está aberta para dialogar com Moro

Por Redação

01 de fevereiro de 2022 : 10h16

O novo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti, que vai assumir o cargo nesta terça, 1°, no lugar de Felipe Santa Cruz, disse que a entidade pode receber o ex-juiz e pré-candidato Sérgio Moro para uma conversa.

Simonetti assume a OAB com a promessa de comcilaical com todas as lideranças políticas do país. Ele tem 43 anos e é natural do estado do Amazonas. Ele se diz crítico da Lava Jato, mas diz que a ordem vai conversar “até mesmo com Sergio Moro”.

“Apesar de ele ter feito o que fez com a advocacia brasileira, eu o receberia na Ordem como advogado, o respeitando e aberto para o debate”, declarou em entrevista a Folha.

Em outro momento, ele fala que pretende conversar com todas as autoridades do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário em prol da advocacia.

“O que eu quero implementar nessa gestão é o diálogo permanente com todos os atores políticos do Brasil. Quero dialogar em prol da advocacia. [Vamos] conversar com o chefe do Poder Judiciário, com o chefe do Executivo e com o chefe do Congresso Nacional, mas em busca de construção de benefícios para a advocacia”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

03 de fevereiro de 2022 às 02h18

Pianca, eu te peço, não me faça rir!

É o cúmulo do deboche. Nessa altura do campeonato tu vir me falar para que não se aparelhem instituições públicas, depois de tudo que a Lava Jato fez, inclusive com o beneplácito do fischer alemão e da Rússia do Russo, isto é, a oitava turma do TRF-4, instrumentalizando o sistema judicial para perseguir adversário político por meio de lawfare, esquadrinhando cada pequeno detalhe da vida do “nine”, sob orientação do DoJ .Se tivessem encontrado algo, Lula teria sido trucidado, mas Delta assumiu que as provas eram frágeis, por isso foi preciso de PowerPoint, de pedalinho e de atos indeterminados, além de delação forjada.

Hoje, o jogo virou. Conto o milagre, mas não o nome do santo. Marreco tava todo todo, pensando que iria ter tempo e verba partidária, migrando do Podemos para o União Brasil, porém, ah porém. Ministro do STF ligou para caciques do partido alertando-os que seria uma tremenda roubada. Literalmente. Marreco murchou. Nem grasnou em falsete. Tá só. Merval e Diogo Mainardi não contam.

Sou mais o Paulo. Não se deixou iludir com as privatizações oportunistas e ultraliberais do amigo do porco Guedes. Além disso, citou o ínclito jurista Márcio Thomaz Bastos. Pierpaulo Bottini e Augusto de Arruda Botelho são discípulos dele e não deixarão a peteca cair.

Por fim, mas não menos importante, quero deixar uma lição do grande Pedro Serrano ao anti-humanista Pianca: “Qualquer estudante de primeiro ano de Direito sabe que advogado nenhum defende corrupto ou bandido; defende os direitos da pessoa – veja, nem a conduta e nem a pessoa, mas os direitos dela. Direitos que qualquer um, mesmo tendo cometido crime, possui, pelo simples fato de que é um ser humano. Relacionar a advocacia à defesa de crimes revela uma interpretação anti-humanista do Direito, que Moro reproduziu enquanto juiz, atuando contra os direitos dos acusados que julgou.”

Responder

EdsonLuíz.

02 de fevereiro de 2022 às 00h53

A OAB; o motorista doidão da linha de ônibus mais aporinhada do Rio de Janeiro; o mendigo pescador que pesca com vara sem anzol e sem isca sempre na mesma pedra embaixo da ponte que liga o município de Vila velha com a capital, Vitória, e que eu encontro quando resolvo levar-lhe comida; o Botafogo de Futebol e Regatas, que para o molequinho aqui do meu prédio é o “time da ixtrela”; o próprio molequinho botafoguense; o timinho de bolinha de gude que um dia o molequinho por ventura tiver; eu; o atual presidente da OAB; você, chame-se você Kleiton, Edson, Miguel ou tenha outro nome; o anterior presidente da OAB, e todos e todas…

…Temos a ver com política!

Todos temos, sempre, a ver com política! Até quando não queremos ter! Até quando dizemos que não temos!

A pergunta que eu faço não é para saber o que a OAB tem a ver com política, não. Qualquer instituição da sociedade civil sempre tem a ver com política! A pergunta que eu faço, porque acho mais pertinente, é: Por que o presidente atual eleito da OAB nem assumiu ainda e já partidariza a OAB?

E pergunto também: Por que o anterior presidente da OAB a partidarizava também?

Será que depois de tantos caminhos andados pela democracia, mesmo presidentes de Órdens de Advogados não entenderam que Instituições são instâncias da democracia, são instâncias do progressismo, e não devem ser instrumentalizadas para interesses e desejos de pessoas, de grupos particulares e de forças e atores políticos, sejam quais forem?

Isso de não aparelhar ou instrumentalizar instituições vale para OAB, ABI, time de futebol, escolas, salas de aula, igrejas, aparelhos de Estado em geral, empresas públicas ou quaisquer instituição política que seja!

Pela democracia, não permita que aparelhem instituições da sociedade, sejam instituições públicas ou privadas!

Por muita política em todas as instituições! Por nenhum partidarismo em instituições da sociedade civil!

Responder

Paulo

01 de fevereiro de 2022 às 23h16

A OAB já foi grande, fundamental, até…Hoje quer representar a “grandeza da advocacia”. É muito pouco, até porque não há mais grandes advogados, só “adevogados”, que estão inclusive no STF…Esperar que surja um novo Afonso Arinos, Rui Barbosa, Clóvis Beviláqua, Pontes de Miranda, Márcio Thomaz Bastos, etc, atualmente, parece mais um devaneio…

Responder

Kleiton

01 de fevereiro de 2022 às 20h37

O que tem a ver uma ordem profissional com a Política….?

Onde já se viu isso além da bananolandia ?

Responder

Rafiusk

01 de fevereiro de 2022 às 10h45

Isso dialoga bem, não esquece de perguntar pq ele fez tanta atrocidade com a toga

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil