Genial/Quaest: Veja os números da corrida pelo governo da Bahia

Deputado do PP diz que Isa Penna teve “sorte” em ter sido assediada

Por Redação

21 de abril de 2022 : 12h45

Durante sua participação no podcast Inteligência Ltda, o deputado estadual Delegado Olim (PP-SP), disse que sua colega, a deputada estadual Isa Penna (PCdoB-SP), teve “sorte” em ter sido assediada pelo deputado Fernando Cury.

Além disso, o apresentador do podcast deu risada ao dizer que “o cara deu uma apalpada nas tetas da mulher”. Na sequência, o pepista emendou: “Isa Penna, que sorte a dela. Ela vai se eleger por causa disso. Sim, ela só fala nisso”.

Vale lembrar que a parlamentar foi apalpada pelo colega parlamentar durante sessão na Alesp no ano passado. Mas segundo Olim, Fernando Cury é um “cara do bem”.

“Foi um dia, final de ano. Acho que ele [Cury] estava lá dentro dos gabinetes, ele bebeu. Porque ele é um cara do bem, todo mundo adora ele. Eu acho que o que ele fez ali ele também nunca mais vai esquecer na vida dele. Eu não queria estar no lugar dele, ficou ruim para ele e nunca vão esquecer. É como o próprio Arthur, ele pode fazer o que quiser, [e não vão esquecer]”.

Nas redes sociais, Isa Penna pediu a retirada do pepista do Conselho de Ética da Alesp. Vale lembrar que Olin é o relator do processo contra o deputado estadual Arthur do Val (União Brasil-SP).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

22 de abril de 2022 às 21h54

Entendo seu ponto, Édson Luiz, você é um dos poucos comentaristas coerentes e um verdadeiro humanista, neste Blog. Mas eu ainda acho que é uma questão de gradação. A pena deve corresponder à medida exata do crime, ao estrago que ele causa na sociedade, ao mal social que institui. E, neste aspecto, eu ainda odeio mais a corrupção…Muito embora condene ambos os crimes, achando, entretanto, que um merece a cassação, e outro (ao menos quando não reiterado), uma providencial advertência pública…

Responder

Renato

22 de abril de 2022 às 10h06

Trata-se do mesmo deputado – a propósito: inicialmente delegado de polícia – que diz “misogíno”, “misogíndrio”. Isso explica a fala dele neste podcast. Segue a pergunta que não quer calar: e se a “sortuda” fosse filha dele?

Responder

EdsonLuiz

21 de abril de 2022 às 21h26

Antes cabe chamar atenção para o nome do podcast…

“Inteligência LIMITADA’.

A deputada Isa Penna pediu a saída do pusilânime deputado do Conselho de Ética. É o mínimo que tem que acontecer! Coisas do tipo do que fizeram o deputado Mamãe Falei, do que fez o deputado Fernando Cury e do que fez agora esse também deputado Delegado Olim não podem ficar impunes. Coisas assim não podem ser naturalizadas.

Alguns, diante desses fatos podem pensar : “Em um país de tanta corrupção, nem as câmaras nem assembleias punem seus corruptos e expulsam; por que então punir parlamentares por esses deslizes?

Eu acho simples : alguém pode ver uma coisa como grave e a outra não : uns podem ver assédio moral como grave e não achar a mesma coisa sobre corrupção; outros podem se escandalizar por causa de corrupção e achar que assédio moral é um problema menor. Cada lado acha que punir o que eles não condenam é moralismo. O fato é que tanto um lado como outro, quando defendem os seus, estão organizando argumentos de justificativa para proteger os erros daqueles que ele quer proteger, mas é hávido em punir os outros!

Nada disso pode ser naturalizado! Não pode naturalizar corrupção! Também não pode naturalizar assédio moral!

Responder

carlos

21 de abril de 2022 às 13h54

Será que na alesp existe comissão de ética, se é hora de começar a pensar em enquadrar, o deputado Olim , que não tem um pingo de caráter, não tem como aparecer, e faz esse tipo de assédio , criminoso cometeu no mínimo 2 crimes por ameaça de assédio com dolo eventual de vuneravel. Enquanto não se der uma dose de remédio pra ser curado definitivamente , ou vão continuar, o fato de ser policial não lhe dá o direito de ficar imune, pq faltou com decoro.

Responder

Deixe um comentário

Novo Presidente da PETROBRAS defende preços altos Cadê o churrasco do povo, Bolsonaro? Preço explodiu! Conservadores? A atual juventude brasileira O Indulto sem Graça de Bolsonaro Os Principais Eleitores de Lula Os Principais Eleitores de Ciro Gomes Os Principais Eleitores de Bolsonaro Janela Partidária 2022: Quem ganhou, quem perdeu? Caro? Gasolina, Gás e Diesel: A atual política de preços da Petrobrás As Maiores Enchentes do Brasil