Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Imagem: Divulgação

Com ampla participação dos petroleiros, assembleias rejeitam acordo da Petrobrás e aprovam greve contra privatização

Por Redação

11 de julho de 2022 : 13h23

Após duas semanas de consulta aos petroleiros, os 12 sindicatos filiados à Federação Única dos Petroleiros (FUP) concluíram neste final de semana, assembleias da categoria e rejeitaram por unanimidade contraproposta da Petrobrás de acordo coletivo de trabalho (ACT).

Os sindicatos da FUP, que reúnem cerca de 24 mil petroleiros da Petrobrás, aprovaram também o indicativo de greve, por tempo indeterminado, com data a ser definida pela Federação, caso o governo Bolsonaro encaminhe ao Congresso Nacional projeto de lei de privatização da Petrobrás, como tem cogitado desde o ano passado.

Nesta segunda-feira, 11, a FUP comunicará a decisão da categoria petroleira à direção da Petrobrás, ao Ministério de Minas e Energia (MME) e aos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco.

“A FUP vem alertando que, se o governo e o Congresso Nacional derem andamento a qualquer proposta de privatização da Petrobrás, o país enfrentará a maior greve da história da Petrobrás”, destaca o coordenador-geral da entidade, Deyvid Bacelar.

Mais de 90% dos trabalhadores que participaram das assembleias foram favoráveis à greve. Em várias bases, o indicativo também foi aprovado por unanimidade.

Em dezembro, a categoria petroleira já havia aprovado estado de greve, sinalizando a possibilidade de uma forte reação nacional às ameaças do governo de privatizar a Petrobrás.

ATO EM DEFESA DA PETROBRÁS

Na terça-feira, 12, a partir das 13h30,  será realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília, o Ato Público em Defesa da Petrobrás e das Empresas Públicas, para debater consequências das privatizações das empresas estatais, principalmente as do setor energético e as altas tarifas de combustíveis, energia elétrica e gás de cozinha.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luiz Cláudio Pedroso da Fonseca

11 de julho de 2022 às 21h56

A sociologia do trabalho recomenda a greve.

Responder

Fanta

11 de julho de 2022 às 18h32

COM AMPLA PARTICIPAÇÃO DOS PETROLEIROS…ja pode saber que nao tinha ninguem.

Responder

Deixe um comentário

Viaje no Universo Profundo com o Telescópio James Webb O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno?