Bahia: Refinaria privatizada provoca desabastecimento de Gás de Cozinha

AP PHOTO

Defesa russa diz que EUA estão preparando provocação na Ucrânia com uso de substâncias tóxicas

Por Redação

28 de fevereiro de 2023 : 09h20

Sputnik – O Ministério da Defesa da Rússia informou que Washington espera que, com os combates em curso na Ucrânia, sua provocação não seja investigada de maneira eficaz.

Os EUA pretendem realizar uma provocação na Ucrânia com o uso de substâncias tóxicas para acusar a Rússia, informou o tenente-general Igor Kirillov, chefe das Tropas de Defesa Radiológica, Química e Biológica do Ministério da Defesa da Rússia.

“Eles esperam que, nas condições das ações militares, a comunidade internacional não seja capaz de organizar uma investigação eficaz”, afirmou Kirillov.

Com isso, segundo ele, os verdadeiros mandantes das ações podem evitar a responsabilidade e esta será atribuída à Rússia.

“O Ministério da Defesa da Rússia recebeu a informação de que, no dia 10 de fevereiro de 2023, um trem chegou à Ucrânia e em um dos vagões havia uma carga de produtos químicos, acompanhada por um grupo de estrangeiros. O vagão foi desacoplado e rebocado para o território da usina metalúrgica de Kramatorsk, onde os produtos químicos foram descarregados sob a supervisão do Serviço de Segurança da Ucrânia e representantes do comando do Exército ucraniano”, declarou Kirillov.

Ele também afirmou que a carga era composta por 16 caixas metálicas lacradas, oito das quais com sinal de risco químico, a inscrição BZ, com duas linhas vermelhas, o que corresponde a substâncias tóxicas de efeito temporário. Cinco caixas estavam rotuladas com a inscrição “CS-Riot” e três com “CR-Riot”, com uma única linha vermelha correspondente a substâncias de ação irritante.

Kirillov ainda informou que a carga foi colocada em veículos blindados de fabricação norte-americana que, como parte de um comboio, avançaram em direção à linha de contato.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Alexandre Neres

01 de março de 2023 às 11h32

“■Vou considerar como eras os períodos de influência de políticas econômicas implantadas e implementadas por cada presidente:
▪A era Fernando Henrique foi de 1995a2002006.
▪A era Lula foi de 2007a2016.

■Fernando Henrique pegou um país realmente destruído, herança maldita do regime militar de 1964. A inflação herdada por FHC passava de 2700 ao ano. Isso mesmo: mais de 2700ao ano!”

Sem comentários. Simples assim. Vou torturar os fatos até extrair deles o que me convém.

Além disso, alguém se lembra do governo Itamar Franco? Parece que a História foi objeto de revisionismo.

Responder

EdsonLuíz.

28 de fevereiro de 2023 às 22h43

A fome do povo não é culpa do mercado; a fomo do povo é culpa de populista que mata o mercado.

Responder

    Alexandre Neres

    01 de março de 2023 às 17h21

    Fiquei sensibilizado. Tadinho do mercado!

    Até porque me recordo de ele reagir indignado toda vez que o desgoverno promovia uma gastança desenfreada para se reeleger.

    O mercado sempre criticou também as lambanças do posto ipiranga, não é isso?

    Responder

Paulo

28 de fevereiro de 2023 às 22h20

Em uma guerra a primeira vítima é a verdade, já disseram com razão no passado (nem sei mais quem disse e não vou pesquisar agora). Mas vamos lembrar que a fase pré-guerra também é de mentiras, inclusive daqueles que dizem que não vai haver guerra, e depois tentam justificar a invasão com o nome de “operação militar especial”. Se é isso, então, supostamente, não seria guerra, mesmo sendo guerra. Então tá. Esse é o comportamento padrão que tira a credibilidade dos autoritários ensinados nas cartilhas de Lênin e Stálin, nas quais leram Fidel, Chávez, Maduro, Ortega, Kirchner, Fernandez…E Lula. Dito isto, se me perguntarem se eu tenho certeza de que a Rússia mente, eu diria que…Não. E a Guerra do Iraque é a prova mais contundente de que a mentira tem pai – que é o diabo -, nas palavras do Cristo, mas não tem um único filho…

Responder

EdsonLuíz.

28 de fevereiro de 2023 às 21h38

Quem provoca a fome do povo é populista, como Lula e como Bolsonaro, que destrói a economia para conseguir votos.
■Vou considerar como eras os períodos de influência de políticas econômicas implantadas e implementadas por cada presidente:
▪A era Fernando Henrique foi de 1995a2002006.
▪A era Lula foi de 2007a2016.

■Fernando Henrique pegou um país realmente destruído, herança maldita do regime militar de 1964. A inflação herdada por FHC passava de 2700 ao ano. Isso mesmo: mais de 2700ao ano!
▪Fernando Henrique resolveu esse buraco e resolveu muito mais: mesmo em um Brasil ainda sem dinheiro, Fernando Henrique, com políticas fiscais corretas, fez aparecer dinheiro sustentável, sem maquiagem, e criou o FIES e o Bolsa Família, por exemplo ((esse povo vai dando um monte de nome para o programa de combate à fome, mas vale mesmo quem criou o programa. O de combate à fome foi Fernando Henrique quem criou. Lula e o PT foram contra e votaram contra)). Mudam o nome para roubar o projeto, por serem ladrões de tudo e por quererem aparecer como quem combate a fome. Acabam aparecendo como mentirosos!

■Lula assumiu o 1° mandato em 2003, escreveu e assinou um documento de que manteria a política econômica e fiscal de Fernando Henrique e manteve. Ninguém acreditava que Lula fosse manter as políticas de FHC, mas ele manteve no primeiro mandato.

Assim, a era 1995a2006 foi uma era só. E entre 1995e2006, que na economia foi a era Fernando Henrique, houve relativo sucesso e as coisas foram bem melhores no Brasil. Deu até para combater a fome de forma sustentável.

Houve respeito de verdade ao mercado neste período, e não conluio e corrupção com empresas como na era Lula.

Lula assumiu o 2° mandato em 2007. Em 2006 Lula já começou a afastar a economia brasileira das políticas econômicas e fiscais de Fernando Henrique e implantar as dele.

Deu no que sabemos: na MAIOR recessão da história da nossa economia!

A era Lula, em termos de política econômica e fiscal, pode-se dizer que começou em 2007 (mas até 2008 e mais ainda havia influéncia da economia de Fernando Henrique). A era Lula continuou com Dilma, em 2011 até 2016(agosto).

Assim, a era Lula na economia foi de 2007a2016(agosto). Foi um grande DESASTRE e o Brasil caiu de barriga no chão.

A era Lula amadureceu em muita inflação, muito juros, muito desemprego, muito desinvestimento, recessão econômica gigante e, PIOR: deu no ambiente que resultou em Jair Bolsonaro. E a soma Lula+Bolsonaro na economia deu em aumento da fome no Brasil!

Querem culpar só o gastador e irresponsável Bolsonaro, mas os dois, Lula e Bolsonaro, fizeram igual, gastaram, gastaram e gastaram e deu no que estamos vendo: um país destruído. Os dois, Lula e Bolsonaro são irresponsáveis igualmente!

Para quem não acompanhou o que foi a parte de Lula no desastre econômico que deu em Bolsonaro, vou ilustrar com um pontinho: houve mês de 2014 (setembro, por exemplo) que faltou dinheiro no governo federal para pagar o programa de combate à fome e o pagamento teve que ser sacado a descoberto na Caixa Econômic Federal.

Lula fala que combate a fome. Lula só quer é voto. O que Lula faz realmente é acabar com o dinheiro que serviria para acabar com a fome e a fome continua.
E ainda rouba! E xinga e manda xingar o “mercado”, que não tem culpa nenhuma e só perde junto com todo mundo com os erros de Lula.

Responder

Alexandre Neres

28 de fevereiro de 2023 às 16h32

O que se pode esperar de um senhor de idade que tenta justificar todos os atos dos ianques e dessa entidade fantasmagórica chamada mercado, mesmo que à custa da fome do povo?

Responder

Stalingrado

28 de fevereiro de 2023 às 15h53

Puxando saco dos ianques assassinos, né?

Responder

Stalingrado

28 de fevereiro de 2023 às 15h51

Os EUA, país que invadiu mais de 50 países desde 1850, dentre os quais as Filipinas onde matou 20% da população entre 1890 e 1905, a Coreia entre 1950 e 1953 onde também matou quase 20% da população. Teve a invasão do Vietnã que terminou destruído. Mais recentemente arrasaram o Iraque, a Líbia e a Síria.
No ano passado os EUA destruíram o Nordstream.
Onde os EUA se metem, a morte e a destruição grassam.

Responder

EdsonLuíz.

28 de fevereiro de 2023 às 09h51

O que a Rússia diz, não se escreve!
▪A Rússia é uma espécie de vodka falsifica, um sputnik abusador, destes que violenta companheiras à força e as assassinam se elas desistem dos casamentos com eles por causa dos abusos.

O que esse sputnik conta na rua e fala para o vizinho nunca é a realidade e ele mente dizendo que é um pai amoroso e um companheiro respeitoso.

▪Um sputnik como a Rússia é desses que, em um papo com companheiros de trabalho, estraga o cafezinho.

Responder

Deixe um comentário