Dallagnol foi intimidado pelo legislativo. Imagine quando apanhar da polícia - O Cafezinho

O Cafezinho

quarta-feira

30

novembro 2016

19

COMENTÁRIOS

Dallagnol foi intimidado pelo legislativo. Imagine quando apanhar da polícia

Escrito por , Postado em Exclusivo!, Lava-Jato, Tadeu Porto

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Por Tadeu Porto*, colunista do Cafezinho

Eu te entendo Daltan, na boa.

Eu também fui atingido diretamente pelos parlamentares brasileiros. Não só pelo Golpe de Estado que jogou fora meu voto de 2014, mas também por que sonhei em ver dezenas de plataformas da Petrobrás produzindo o Pré-Sal e, graças a esses deputados, acabei acordando num pesadelo patrocinado pela Shell.

E olha, sinto muito lhe avisar mas se o senhor está achando ruim assim se prepare pois pode piorar. Acredite em mim, tenho certa experiência no assunto: se quer mesmo combater os verdadeiros poderosos no país (fala a verdade, tava fácil demais prendendo só gente do PT, não é?) a lei do papel é só o começo. Existe, ainda, a lei do cassetete, do gás de pimenta, das bombas de efeito moral e das balas de borracha que entram em campo toda vez que tentamos combater o status quo.

Loading...

A CUT foi ao planalto combater o PL 4330 (da terceirização) e o pau cantou, como se diz lá em Minas. O Senador José Serra esteve em Macaé para palestrar sobre o PLS 131 (da entrega do Pré-Sal) e apanhamos da polícia na primeira brecha que abriu. Assim foi, ainda, nas nossas visitas na câmara onde tivemos petroleiros preso e nas ruas contra as perda de direitos e a favor da democracia: Porrada, porrada e mais porrada, sob os olhos do seu MP que estava mais preocupado com o pedalinhos dos netos do Lula do que com em proteger o direito básico e legal da livre manifestação.

Esse país de exceção, sinto muito lhe informar, foi criado pela política fascista na qual o senhor surfou como se fosse o Gabriel Medina. É legal utilizar a opinião pública alienada para fazer slides vazios e midiáticos que sequer condizem com a denúncia que seu órgão é responsável por fazer, não é? Pois foi essa mesma massa de manobra manipulada que deu força e moral para 400 achacadores tirarem uma Presidenta da República, inventando um crime de responsabilidade somente para aplicarem um projeto derrotado nas urnas.

Oras, doutor, alguém que alimenta corvos não pode esperar ser cercado por borboletas fofinhas. Portanto, se o senhor estiver mesmo do lado quem quer enfrentar a desigualdade (uma luta bem mais difícil do que combater a corrupção), se prepare, pois o peso da lei é só o começo.

Tadeu Porto é diretor do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense

Loading...
Tadeu Porto
Pra seguir:

Tadeu Porto

Editor Sênior do Cafezinho e integrante do conselho editorial dos sites Brasil Debate e Diálogo Petroleiro. É, também, mineiro de sonhos eternos, petroleiro de alma barulhenta e diretor do Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense.
Tadeu Porto
Pra seguir:

quarta-feira

30

novembro 2016

19

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 COMENTÁRIOS

  1. Johne Wayne Oliveira
  2. Ronaldo Oliveira
  3. Marcvs Antonivs
  4. Carlos Tod
  5. Ocomentarista Tcomment
  6. Ocomentarista Tcomment
  7. Ben Alvez
  8. Ben Alvez
  9. Esmeraldo Cabreira
  10. 17Abril2016
  11. Igor Gonçalves De Macedo
  12. js
  13. Simone de Beauvoir
  14. Luiz Augusto Gonçalves Barroso
  15. Pedro Silva
  16. Hilario Muylaert
  17. marco
  18. Gilberto Alves