Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Golpistas de 64 não fizeram de graça

Por Miguel do Rosário

02 de junho de 2014 : 17h34

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]
Leitores, uma vez ao dia, farei um post fechado apenas para assinantes, para estimular os internautas a comprar uma assinatura. Obrigado pela compreensão.

O Cafezinho Espresso – Análise Diária de Mídia e Política – 02/06/2014

Segue a edição de hoje do Cafezinho Espresso, com análise diária de mídia e política.

Quanto custou o golpe de 64

Há alguns meses, um militar na reserva informou que testemunhou o general Amaury Kruel, até então fiel a Jango, receber seis malas cheias de dólares, antes de trair o presidente.

Agora, uma matéria na Folha revela que os empresários que apoiaram o golpe ganharam contratos milionários do Exército. Todos eram paulistas, ligados a Fiesp. Muitos pertenciam à Câmara de Comércio Brasil – EUA.

A seguir, uma revelação documental sobre uma grande empresa de mídia nacional, e sua relação financeira com os EUA.

[/s2If]
[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (no alto à direita). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho.[/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

Então iniciei algumas pesquisas junto ao wikileaks para saber se encontrava novidades sobre essa promiscuidade entre golpistas, ditadura e Estados Unidos.

Descobri um telegrama interessante, da época de Kissinger, em 1975, tratando de uma ajuda financeira do Eximbank, o banco do governo para financiamentos à importação e exportação, à Rede Globo. A Globo precisava importar máquinas rotativas e equipamentos para impressão de jornais, no valor de US$ 12 milhões. O Eximbank entraria com 3,6 milhões de dólares. Outros empresários norte-americanos emprestariam o resto.

O império, na segunda metade da década de 70, antevendo o fim da ditadura, tratava de montar um bunker midiático poderoso no país, para manter a hegemonia política e cultural.

Mais uma prova de que a Globo sempre foi financiada pelo capital norte-americano. É um braço do Tio Sam no Brasil.

Vou seguir o fio dessa história mais um pouco. Pode ser que isso revela outras surpresas. Quanto mais a gente revira essa história, mais suja ela fica. A Comissão da Verdade terá que sair da zona de conforto, a qualquer hora, e investigar também as emrpesas e mídias que apoiaram a ditadura.

Os-militares-no-poder
[/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Adma Viegas

02 de junho de 2014 às 23h45

José Roberto, generais não morreram milionários (o que não absolve a ditadura deles de nada), mas os setores civis que apoiaram,incentivaram e financiaram o golpe e a ditadura estão bilionários, como a família Marinho, por exemplo. A classe política e empresarial que se beneficiou a ditadura se deu muito bem, enquanto os militares fizeram o trabalho sujo.

Responder

Adma

02 de junho de 2014 às 23h41

General não morreu milionário. Mas os civis (classe política e empresarial) que apoiaram,incentivaram, financiaram e enriqueceram com a ditadura ficaram bilionários, como a família Marinho, por exemplo.

Responder

    Miguel do Rosário

    03 de junho de 2014 às 02h03

    quem disse que general não morreu milionário? os empresários que apoiaram o golpe, de qq forma, com certeza sim.

    Responder

ramoom

02 de junho de 2014 às 23h06

Curtam: facebook.com/Brasilantipig

Responder

Janisson Silva

02 de junho de 2014 às 22h24

Acho que não José Roberto, agora fala quantos políticos atualmente estão TRIlhonários…

Responder

Jose Roberto

02 de junho de 2014 às 21h17

Algum general morreu milionário?

Responder

Deixe um comentário