Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Escândalo é a maior cidade do país não ter água!

Por Miguel do Rosário

24 de outubro de 2014 : 02h26

Não quero acreditar que o brasileiro é um trouxa, obediente à mídia.

O paulista, sobretudo, tem que acordar.

Não é possível que seja tão enganado.

Ficar sem água no estado que mais chove no Brasil é muita incompetência do governo do PSDB.

Rebelem-se, paulistas!

1901769_739931696030584_186660733_n


 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

32 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Surreal

09 de janeiro de 2015 às 12h05

O POVO QUER SABER… SE NÃO QUEREM OU NÃO PODEM CHEGAR NOS VERDADEIROS MAFIOSOS TUCANALHAS, CORRUPTOS SECULARES, VERDADEIROS LESA PÁTRIA, QUALQUER OPERAÇÃO DA PF CONTRA A CORRUPÇÃO SERÁ APENAS OPERAÇÃO POLÍTICA SEM SENTIDO E A JUSTIÇA CONTINUARÁ SENDO UMA BALANÇA MUITO DESEQUILIBRADA. O POVO QUER SABER… E OS MAFIOSOS CORRUPTOS TUCANALHAS SOLTOS??? SOLTOS DE INÚMERAS CPIS. ATÉ QUANDO??? ATÉ QUANDO OS CORRUPTOS TUCANALHAS VÃO CONTINUAR SENDO BLINDADOS PELOS JUÍZES E MÍDIA CÚMPLICE MERCENÁRIA??? O POVO QUER SABER. ATÉ QUANDO??? ATÉ QUANTO??? OU MUITAS EMPRESAS E POLÍTICOS VÃO PAGAR AS PENAS, MENOS O LÍDER DAS CORRUPÇÕES: O PSDB E SEUS PROTEGIDOS? E ATÉ QUANDO A MÍDIA ENTREGUISTA VAI TRAIR O BRASIL???

Responder

karine

14 de novembro de 2014 às 01h58

Estou preocupada é com o aquifero guarani, li que o governador de SÂO PAULO pretende alem das obras, utilizar o recurso do aquifero guarani. Isto é um absurdo, um crime de lesa pátria, entregar uma reserva estratégica para que acionistas internacionais ainda lucrem em cima. Ou seja, os paulistas ainda teriam que pagar pelo que o governo vai doar , reserva estratégica brasileira deste líquido cada vez mais precioso que é a água. È um entreguismo total, como ficam os brasileiros? Os acionistas só pensam no lucro, não estão interessados na sede dos paulistas. O governo federal deve emprestar o dinheiro necessário e descontar dos próximos lucros dos acionistas e não a fundo perdido como pretendem, o investimento era uma obrigação e deve haver apuração criminal da responsabilidade pelos danos causados no estado além de indenização.Os gestores e acionistas tem que ter responsabilidade.

Responder

Alexandre

24 de outubro de 2014 às 18h14

ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.
ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.
ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.ESCÂNDALO TUCANO.

PORQUE SERÁ QUE A REVISTA VEJA, ESTADÃO, FOLHA DE SP, GLOBO, SBT, BAND BLINDARAM O GOVERNO ALCKMIM. UMA ESTELIONATO ELEITORAL INCONTESTE?

– TODOS ELES POSSUEM GRANDES EMPRESAS NA CAPITAL PAULISTA E TÊM SUAS AÇÕES NA BOLSA DE SP.
SERÁ MERA COINCIDÊNCIA???

Responder

marcelo

24 de outubro de 2014 às 11h53

Revista Fórum Escândalo na Sabesp: vaza áudio em que diretores admitem estelionato eleitoral.

O blogue teve acesso a um áudio vazado de uma reunião da diretoria da Sabesp em que a presidenta da empresa, Dilma Pena, admite que a população deveria ter sido comunicada da crise hídrica, para que economizasse água. Porém, segundo ela, seus “superiores” não permitiram. Em outras palavras, o governador Geraldo Alckmin não foi honesto com a população para não prejudicar sua candidatura à reeleição.

“A gente tem que seguir orientação…A orientação não tem sido essa, mas é um erro. Tenho consciência absoluta e falo para pessoas com quem converso sobre esse tema, mesmo meus superiores, acho um erro essa administração da comunicação dos funcionários da Sabesp, que são responsáveis por manter o abastecimento, com os clientes”, afirmou Dilma Pena.

A presidenta da Sabesp, durante todo o áudio, faz questão de demonstrar que estaria em desacordo com o que os “superiores” estão fazendo. “A Sabesp tem estado muito pouco na mídia, acho que é um erro. Nós tínhamos que estar na mídia, com os superintendes locais, nas rádios comunitárias, Paulo [Massato] falando, eu falando, o Marcel falando, todos falando, com um tema repetido, um monopólio: ‘Cidadão, economize água’.”

Também participou da reunião o diretor metropolitano da Sabesp, Paulo Massato, que causou polêmica quando disse, no último dia 25 de maio, na Câmara Municipal de São Paulo, que ia “distribuir água de canequinha em São Paulo.”

Massato é mais alarmista e prevê o pior, caso não chova. “Essa é uma agonia, uma preocupação. Alguém brincou aqui, mas é uma brincadeira séria. Vamos dar férias [inaudível]. Saiam de São Paulo, porque aqui não tem água, não vai ter água pra banho, pra limpeza da casa, quem puder compra garrafa, água mineral. Quem não puder, vai tomar banho na casa da mãe lá em Santos, Ubatuba, Águas de São Pedro, sei lá, aqui não vai ter.”

Com as declarações de Dilma Pena, cai por terra todo o discurso do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que sempre afirmou não haver racionamento e nem motivo para tanto. Fica absolutamente claro que o tucano não foi honesto com a população para não se prejudicar nas urnas, alienando os paulistas que lhe confiaram o voto da tragédia que provavelmente vão viver.

Segue o áudio com a fala de Dilma Pena:

Áudio de Paulo Massato:

Comentários

Responder

Maria Helena

24 de outubro de 2014 às 11h44

Revista fórum apresenta áudio- bomba sobre a forma eleitoreira que Alckmin tratou a crise de água em SP

http://www.revistaforum.com.br/blogdorovai/2014/10/24/por-ter-que-seguir-orientacao-sabesp-nao-revelou-crise-da-agua-antes-da-eleicao/#sthash.Dcclgi7T.dpuf

Responder

Gilda Azevedo

24 de outubro de 2014 às 11h43

#MenosVejaMaisDilma

Responder

henrique de oliveira

24 de outubro de 2014 às 09h16

A única cidade do estado de São Paulo que merece respeito é Hortolândia o resto eu quero mais é que se foda.Serão mais quatro anos de aumento de pedágios e falta d’água.Parabéns aos paulistas essa gente bem informada.

Responder

Ramos Coelho

24 de outubro de 2014 às 11h08

Vejam que espetáculo: NATAL EM PESO COM A DILMA! https://www.facebook.com/video.php?v=10153621222079625&set=vb.530374624&type=2&theater

Responder

Gerson Costa

24 de outubro de 2014 às 11h06

#Dilma13

Responder

Henrique from Curitiba-Pr

24 de outubro de 2014 às 09h05

“– Enquanto Lula e Dilma tiraram o Brasil do mapa da fome, os tucanos colocaram São Paulo no mapa da sede” (Dep. Carlos Minc – RJ).

Responder

maria nadiê rodrigues

24 de outubro de 2014 às 08h56

E FHC diz que nordestino, ou quem mais vota em Dilma é desinformado e pobre, querendo dizer pobre e burro, ou vice-versa, tanto faz. Nem é desinformado, tão pouco burro; pode até ser mais pobre. Prova de informado é que no Nordeste sempre foi comum em épocas de seca a gente falar nos flagelados da seca, pessoas que, por não suportarem ficar em suas cidades, delas fugir como única opção para não morrer ou não ter que enterrar seus entes queridos, mortos à fome. Também comum eram os saques em mercadinhos, por exemplo. Não eram bandidos saqueando, mas pais de família, no desespero, para darem algum para seus filhos comerem. O mundo girou, o Brasil votou no PT, e hoje essa miséria, mesmo na seca, não mais existe. Foram os programas do Governo Federal que tiraram essas pessoas da miséria. Com o pouco que percebem do Governo, elas tem podido se safar. Dilma até distribuiu cisternas em vários municípios da seca braba, que hoje estão fazendo a diferença.
Esse povo nordestino, antes tão esquecido, vota em Dilma por ter percebido nela alguém que o vê, e o sente. E o paulista, pelo menos aqueles que nunca souberam respeitar essa gente, talvez esteja hoje pensando melhor nos seus atos passados, sentindo na pele o que representa viver sem água.
ÀS vezes é preciso sentir na pele o sofrimento alheio para saber respeitar o outro.

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de outubro de 2014 às 08h44

… O TSE não vai mandar recolher, imediatamente, estes exemplares panfletários subversivos da CRIMINOSA FASCIGOLPISTA e escrota revista ‘veja’?!… As redações dessa imundície dos Civitas fascigolpistas não passam de um antro de MARGINAIS do Rio Tietê! Gangsteres do mais sórdido e execrável jornalismo mundial! ‘O Policarpo Caneta DEMÓstenes Cachoeira’ que o diga!… Esses cretinos, covardes e canalhas chafurdam no lodo do ‘volume morto’ do PSDB/DEMo!…

BAN-DI-DOS! BANDIDOS! E que me perdoem os bandidos!

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de outubro de 2014 às 08h42

ESCÂNDALO? Receba, escrota ‘veja’, folhetim panfletário subversivo FASCIGOLPISTA de meia tigela!

DINAMITE! NITROGLICERINA PURA! Os DEMoTucanos são bandidos transnacionais!

##########################

O dia em que Arminio Fraga detonou a Tailândia Armínio planejou ataques especulativos para Soros Por *Pedro Paulo Zahluth Bastos QUA, 22/10/2014 – 23:34 O livro More Money Than God: Hedge Funds and the Making of a New Elite (Bloomsbury), publicado pelo jornalista inglês Sebastian Mallaby em 2010, traz uma revelação explosiva sobre a atuação de Armínio Fraga como gestor do Fundo Soros para mercados emergentes [link: http://books.google.com.br/books/about/More_Money_Than_God.html?id=JklJ0ZoJtmAC&redir_esc=y. Armínio teria obtido informações privilegiadas que o levaram a planejar e executar o ataque especulativo contra a Tailândia, que gerou lucros hoje estimados em R$2,5 bilhões de reais para George Soros e ele mesmo. (…) *Professor Associado (Livre Docente) do Instituto de Economia da UNICAMP e ex-presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em História Econômica (ABPHE).

FONTE: http://jornalggn.com.br/noticia/o-dia-em-que-arminio-fraga-detonou-a-tailandia

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de outubro de 2014 às 08h35

‘Não retiro nada daquilo que eu disse’, diz relatora da ONU sobre crise hídrica em São Paulo

Quinta, 23 de Outubro de 2014 – 09:40

‘Não retiro nada daquilo que eu disse’, diz relatora da ONU sobre crise hídrica em São PauloFoto:

ONU/Divulgação

A relatora especial para água e saneamento da ONU Catarina de Albuquerque se disse surpresa com o pedido de retratação feito pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) ao secretário-geral da entidade, Ban Ki-moon, no qual questiona o documento feito por ela sobre a crise de abastecimento de água que ocorre no estado. “Eu não retiro nada daquilo que eu disse. O que eu disse, poderia dizer sobre qualquer país do mundo [que passe por uma crise hídrica]”, afirmou a portuguesa em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. Ela rebateu a declaração de Alckmin de que teria interesse político ou partidário no Brasil. “Minhas preocupações não são os governos, são as pessoas. Isso faz parte do cargo que eu ocupo”, argumentou.

FONTE: http://www.bahianoticias.com.br/noticia/162195-039-nao-retiro-nada-daquilo-que-eu-disse-039-diz-relatora-da-onu-sobre-crise-hidrica-em-sao-paulo.html

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de outubro de 2014 às 08h33

DA SÉRIE ‘AGORA, ESCUTA MAIS ESTA’!…

#####################

Índio da Costa usa foto de réveillon como se fosse comício de Aécio em BH

*Ex-candidato a vice do tucano José Serra, em 2010, pegou foto do portal G1 tirada na festa de ano novo de 2011, na Praça da Estadão, em Belo Horizonte. Réveillon reuniu 150 mil pessoas e comício de Aécio, 6 mil

FONTE: http://www.pt.org.br/indio-da-

[*Relatório final do BC mostra fraudes e grampos de um banco que adorava ajudar políticos
10.Mai.13 – 20:45

O esquema montado pelo dono do banco Cruzeiro do Sul, Luis Octavio Azeredo Indio da Costa, gerou um rombo de R$ 2,2 bi. Documentos relevam que o BC foi grampeado pelos banqueiros, que doaram R$ 12 milhões a políticos. O maior beneficiário foi José Serra, Claudio Dantas Sequeira e Josie Jeronimo
(…)
O BANQUEIRO E OS CRIMES
Os auditores do BC encontraram indícios de lavagem de dinheiro e evasão de
divisas no Cruzeiro do Sul, presidido por Luis Octavio Azeredo Indio da Costa
(…)
BENEFICIÁRIOS
O banco fraudulento doou R$ 4 milhões para o PSDB e à campanha de Serra, em 2010,
cujo vice era o deputado Indio da Costa (à dir.), primo do presidente do Cruzeiro do Sul
(…)FONTE: http://www.istoe.com.br/report…]

####################

… Ah canalhas!

É a impunidade, estúpido!

Responder

Rosa Sá

24 de outubro de 2014 às 10h19

PSDB, especialista em encobrir escândalo próprio

Responder

VIRGULINO

24 de outubro de 2014 às 07h50

Lá em 2004 os técnicos previam a falta dágua em SP. Aconselhavam uma transposição da região de Itatinga mas o pessoal do PSDB não deu ouvidos. Eles se apoderaram de SP a 16 anos e abandonaram o povo vergonhosamente. O sertão vai virar mar(transp. do S.Francisco) e SP virou lama. Viva LULA e DILMA. Voto 13 sem receios.

Responder

Janaina Machado

24 de outubro de 2014 às 09h19

DILMA 13

Responder

Deborah Teixeira

24 de outubro de 2014 às 08h52

E ainda elegeram em primeiro turno o responsável por isso: governador Geraldo Alckimim.

Responder

Pedro GOmes

24 de outubro de 2014 às 08h48

Pra se manifestar por 0,20 tinha uma porção

Responder

Maria Alvina Gomes Góes Nogueira

24 de outubro de 2014 às 08h02

Irani Giassi e Pedro Giassi

Responder

Maria Alice

24 de outubro de 2014 às 06h46

Não é só a capital, mas várias cidades do interior de SP enfrentando problemas de racionamento. O caso mais grave é Itu.

Responder

Fabio Hideki

24 de outubro de 2014 às 04h25

Porque não falta água no Nordeste, se lá chove bem menos ?

Responder

Haroldo

24 de outubro de 2014 às 03h27

Infelizmente não compartilho da expectativa de que os paulistanos vão reconhecer os erros históricos do PSDB e da Sabesp neste triste episódio. Pelo contrário, não vou me surpreender se alguns radicais começarem a falar que os próprios nordestinos são culpados por levar seus problemas para São Paulo…

Responder

Bruno Bevilacqua

24 de outubro de 2014 às 05h21

inbox

Responder

Helio Balde

24 de outubro de 2014 às 04h59

Espero que a indignação seletiva tenha fim com isso especialmente qdo noticias mostram 15 milhoes no estado sem agua e FHC da entrevista dizendo que em Higienopolis na casa dele nao falta, ora, ora até quando isso?

Responder

Francisco Rêgo Monteiro Rocha

24 de outubro de 2014 às 04h33

É voto contra o PT, sem dúvida. São os vaidosos, preceituosos, burgueses sem formação cívica,e, sobretudo, que não gostam das políticas do governo federal, em favor dos mais pobres.Enfim, são privateiros!

Responder

Alex Amaz

24 de outubro de 2014 às 04h31

Para mim, isto é um caso para impeachment… Ter que esperar mais 4 anos de desgoverno será um desastre para o Estado…

Responder

Edsel Ferri

24 de outubro de 2014 às 04h29

vão ter que engolir sua arrogância à seco

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina