Mais de 70% dos eleitores já estão decididos sobre o voto presidencial, diz DataFolha

Investimentos estrangeiros diretos somam R$ 262 bilhões em 12 meses

Por Miguel do Rosário

26 de novembro de 2015 : 17h40

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1) OR current_user_can(access_s2member_level1)]
É uma luta de gigantes.

De um lado, aqueles que, inclusive a pretexto de combater a corrupção, tentam destruir o Brasil a qualquer custo. Ou seja, o Brasil perde investimentos e empregos por causa da corrupção, e depois mais ainda por causa da irresponsabilidade das autoridades que combatem a corrupção, que usam o Estado para vendetas políticas.[/s2If]

[s2If !current_user_can(access_s2member_level1)]
Atenção, você não está logado. Para continuar a ler, você precisa fazer seu login como assinante (na coluna da direita; ou abaixo da seção de comentários, se você estiver lendo pelo celular). Confira aqui como assinar o blog O Cafezinho. Se já foi um assinante, temos promoções especiais. Entre em contato com a Flavia, no assinatura@ocafezinho.com. [/s2If]

[s2If current_user_can(access_s2member_level1)]

De outro lado, aqueles que tentam, efetivamente, salvar o Brasil de seus urubus internos e externos.

Publico abaixo, alguns trechos do relatório do Banco Central divulgado hoje, sobre as contas externas do Brasil.

Por incrível que pareça, mesmo na conjuntura apocalíptica que vivemos, as notícias são boas. Os investimentos estrangeiros cresceram, as reservas internacionais subiram e a dívida externa caiu.

“Os investimentos diretos no país propiciaram ingressos líquidos de US$6,7 bilhões, dos quais US$5,8 bilhões em participação no capital, incluídos US$1,1 bilhão decorrentes de reinvestimento de lucros; e US$941 milhões em operações intercompanhias. Em doze meses, os ingressos líquidos dos investimentos diretos no país somaram US$70,7 bilhões, equivalentes a 3,84% do PIB.”

(…)

As reservas internacionais no conceito liquidez totalizaram US$371 bilhões em outubro de 2015, aumento de US$360 milhões em relação ao mês anterior. No mês, o estoque de linhas com recompra atingiu US$9,7 bilhões, acréscimo de US$500 milhões em relação à posição de setembro. A receita de remuneração das reservas somou US$224 milhões. As variações por preços reduziram o estoque em US$329 milhões e as variações por paridades o elevaram em US$507 milhões. No conceito caixa, o estoque de reservas atingiu US$361,2 bilhões em outubro, redução de US$140 milhões em relação ao mês anterior.

III – Dívida externa

A posição da dívida externa bruta estimada para outubro totalizou US$350,3 bilhões, redução de US$355 milhões em relação ao montante estimado para setembro. A dívida externa estimada de longo prazo atingiu US$286,5 bilhões, aumento de US$233 milhões, enquanto o endividamento de curto prazo somou US$63,8 bilhões, redução de US$588 milhões no mesmo período.

***

Os estrangeiros têm uma visão do Brasil bem diferente de nossos vira-latas. Os números do Banco Central revelam que, nos últimos 12 meses, os investimentos diretos, aqueles que se direcionam à produção e não à especulação em bolsa, atingiram US$ 70 bilhões, ou R$ 262 bilhões.

O Banco Central parou de elevar os juros. A última informação que se tem de inflação são os preços ao produtor, divulgados há pouco pelo IBGE:

ScreenHunter_184 Nov. 26 17.17

A inflação para o produtor caiu de setembro para outubro, sinalizando que poderá declinar para o consumidor no mês corrente.

O último IGP-10, índice da Fundação Getúlio Vargas que mede os 10 primeiros dias do mês, registrou 1,64% para novembro, uma suave desaceleração sobre o mês anterior, quando chegou a 1,88%.

Nesta sexta-feira 27, sai o IGP-M, também da FGV, um índice importante para a inflação no país.

Os dados que mais preocupam referem-se ao desemprego, que está crescendo, embora o processo tenha desacelerado no terceiro trimestre do ano, segundo o IBGE.

ScreenHunter_185 Nov. 26 17.26

Quanto à crise política, é inacreditável que, após todo os esforço dos movimentos sociais, centrais, partidos, pessoas comuns, na luta contra o golpismo, o maior golpe contra o governo tenha vindo de dentro do governo, na figura de um senador corrupto que pertencia ao próprio partido do governo. Mais, que era líder do governo no Senado!

É muito difícil analisar o quadro político neste momento. A tendência é que, após uma ou duas semanas de turbulência, a situação se acalme no Congresso Nacional, mas evidentemente tudo dependerá da habilidade do governo para gerir uma crise que não é mais política, e sim uma profunda crise ética instalada no seio do Executivo e do próprio partido dos trabalhadores.

Não basta apenas rechaçar o senador preso. É preciso oferecer respostas inteligentes à sociedade, no campo da transparência financeira de cada filiado ao partido, de cada parlamentar. Transparência nas verbas usadas dentro do partido. Democracia interna. Enfim, a reforma política, a luta pela ética, a chamada democratização da democracia, conceitos tão em voga ultimamente, deveriam ser aplicadas ao PT.

A resposta do PT não pode ser apenas retórica. Tem de haver mudanças mais consistentes, para salvar o pouco que resta de prestígio àquele que já foi um dos principais partidos de esquerda do mundo.
[/s2If]

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gustavo Salgado

27 de novembro de 2015 às 16h43

Não era o FHC? De quem é a privataria mesmo?

Responder

Túlio Almeida

27 de novembro de 2015 às 12h33

FIS-CA-LI-ZA-ÇÃO = verificação, policiamento, vigilância, revisão, inspeção, controle, vistoria, revista, examinação, exame, supervisionamento. Essa é a palavra. Onde há dinheiro público ou não envolvido, a fiscalização tem de ser eficaz. As operações ou obras executadas terão de serem policiadas minunciosamente, não dá mais pra conviver com tanta perda de divisas, tanto roubos, tantos paraísos fiscais. O Brasil desde sempre carece de fiscalização financeira séria, para citar apenas uma área, o que mais existe são fiscalizações distorcidas, ou seja, muita burocracia encarecedora e inútil, essa área parece muito corrompida e vem deixando o país deteriorado em contas públicas de todas as esferas: Federais, estaduais e municipais, deixando também o setor privado fracamente monitorado, onde ocorrem fugas bilionárias de divisas e sonegações, vide um dos exemplos, o caso HSBC de quase 20 BILHÕES de reais parte do valor de R$565 BILHÕES escondido pela mídia e essa muda o foco apenas para a operação Lava-jato de menor monta, mas que também precisa ser investigado em todos os lados. As falhas de fiscalizações somadas as impunidades, que é outro problema relacionado, fazem que o Brasil tenha um deficit fiscal de mais de QUASE 600 BILHÕES por ano. Com uma fiscalização mais eficiente, podíamos tornar mais fácil até a abertura e manutenção de novas empresas no Brasil, seria um crescimento enorme.

Reportagem de Abril de 2015:
http://noticias.r7.com/economia/sonegacao-de-impostos-no-brasil-ja-supera-r-128-bilhoes-em-2015-01042015

Responder

enio

27 de novembro de 2015 às 12h32

No Brasil existem duas formas de lei: Uma pros 5% de ricos e outra pros 95% de pobres, de acordo com apartheid social. Onde você se encaixa??? É mentira meoooo??? Juízes não podem ser eternos no STF. Deputados federais e senadores não podem ter reeleição. Após a saída do Cunha temos de fazer a verdadeira reforma política.

Responder

Vitor

27 de novembro de 2015 às 06h56

Miguel, estou preocupado com Dilma. Sabe se ela está bem? Nunca mais a vi ou ouvi…

Responder

    Hell Back

    30 de novembro de 2015 às 01h57

    Com isso não precisa se preocupar, pois temos o governo dirigido através do STF.
    Sim; parece que o STF incorporou todos os três poderes da república.

    Responder

Derli Ferreira

27 de novembro de 2015 às 00h50

Orçamento nós temos, são mais de três trilhões em 2015. O problema é o ralo da corrupção, aliada à incompetência de anos dos nossos governantes.

Responder

Fabio Dantas

26 de novembro de 2015 às 23h28

Somos todos Brasileiros

Responder

Adelino Elias de Moura

26 de novembro de 2015 às 22h13

ah, vai tomá banho!

Responder

    titus

    26 de novembro de 2015 às 22h09

    com dinheiro ou sem dinheiro!

    Responder

Francisco Freire

26 de novembro de 2015 às 21h57

Dos comunistas chineses. É isso que esquerda comemora?

Responder

    janio ieso

    26 de novembro de 2015 às 20h28

    Falou um BURRO,ASNO,TOPEIRA e outros bichos acéfalo.

    Responder

    titus

    26 de novembro de 2015 às 22h11

    explica qual e a diferenca!

    Responder

    titus

    26 de novembro de 2015 às 22h17

    hey chico tu ta de chico ou e burro mesmo! para com essa de comunismo. ismos esquerdas direitas meios e tudo bobagem
    so servem como manipulacao de massa o importante e pensar por si so!

    Responder

Francisco Freire

26 de novembro de 2015 às 21h57

Dos comunistas chineses. É isso que esquerda comemora?

Responder

    titus

    26 de novembro de 2015 às 22h13

    continuo pedindo explicacoes!

    Responder

Diego

26 de novembro de 2015 às 19h46

Tucanos querem sobreviver a qualquer custo, mesmo que se prenda seus amigos banqueiros, Esteves foi padrinho e pagou a lua de mel do Aécio em NY. Abandonado na beira da estrada.
Isso de prender um petista de coração tucano (Delcídio), também pode ser uma cortina de fumaça para encobrir a retomada da ZELOTES/ Carf e mudar o assunto sobre um dos maiores crimes ambientais do mundo da Vale/BHP/Samarco, não esquecendo também do Cunha que querem se livrarem a todo custo.

Responder

    avida como ele é

    27 de novembro de 2015 às 14h37

    e o remedinho, já tomou hoje?

    Responder

Deixe um comentário