Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Dilma enfrenta direita e aumenta salário mínimo para R$ 880

Por Miguel do Rosário

29 de dezembro de 2015 : 15h09

Agora a coisa está ficando interessante…

Com essa medida, Dilma assumiu ares de um Getúlio Vargas de saias.

Só que desta vez, não haverá tiro no coração.

Esta sim, é a Dilma da campanha eleitoral de 2014!

Sinal de que o governo decidiu, efetivamente, dar uma guinada progressista, ampliando investimentos públicos, crédito e salários.

Ufa!

Falta agora desenvolver uma política nacional de comunicação, sobretudo na questão da banda larga, que é cara e ruim em todo país.

É fazer isso com urgência, antes que a mídia consiga destruir o Brasil, com suas campanhas apocalípticas e suas conspirações judiciais.

***

No blog do Planalto.

Terça-feira, 29 de dezembro de 2015 às 13:57
Dilma define valor do mínimo em R$ 880 para 2016

A presidenta Dilma Rousseff assinou, nesta terça-feira (29), decreto que define o valor de R$ 880,00 para o salário mínimo, de acordo com nota publicada pela Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

A nova quantia, que entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2016, é R$ 92,00 maior do que o piso pago em 2015, que é de R$ 788,00.

A decisão beneficia cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional.

Confira a nota na íntegra:

Decreto assinado nesta terça-feira (29/12) pela presidenta da República, Dilma Rousseff, fixa o salário mínimo que entrará em vigor a partir de 1º de janeiro de 2016: R$ 880,00 (oitocentos e oitenta reais). O decreto será publicado no Diário Oficial da União de quarta-feira (30/12).

Com o decreto assinado hoje pela presidenta Dilma Rousseff, o governo federal dá continuidade à sua política de valorização do salário mínimo, com impacto direto sobre cerca de 40 milhões de trabalhadores e aposentados, que atualmente recebem o piso nacional.

O ministro Miguel Rossetto falará à imprensa às 15h na sede do Ministério do Trabalho & Previdência Social.

Secretaria de Imprensa
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

290 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Eli Gustavo Lyra

31 de dezembro de 2015 às 14h02

Esse cara que fez o post é um jumento! Vc tem ideia do impacto negativo econômico q vai ter esse aumento do salário mínimo agora? O empresário resolve o problema dele mandando embora p equalizar as contas e o q foi demitido faz o q?

Responder

André Osowiec

31 de dezembro de 2015 às 09h47

se vc projetar a curva da inflacao – que eh uma pg -0sobre essa ai que eh uma pa – verah que o sm estah caindo, emtermos reais…

Responder

Michelangelo Santini

30 de dezembro de 2015 às 20h46

Dilma 13.

Responder

Oto Hengist

30 de dezembro de 2015 às 22h30

Meu Deus ! O que vou fazer com todo este dinheiro?

Responder

Lisa Gatti

30 de dezembro de 2015 às 15h25

Sempre pondo culpa em alguém, os ricos tem recursos próprios para pagar seus compromissos ,!

Responder

Freitas Freitas

30 de dezembro de 2015 às 14h53

Salário mais do que injusto…pra tanto dinheiro desviado dos cofres públicos… Se o nosso País não fosse tão roubado, extorquido e entregue a ganância de nossos líderes políticos … Com certeza não seria esse o salário mínimo…POVO SEM DIGNIDADE…É TUDO GADO MARCADO JOGADO A UMA FALSA LIBERDADE.

Responder

Filipe Guimarães

30 de dezembro de 2015 às 14h50

Grande bosta.

Responder

Angelica Xavier de Oliveira

30 de dezembro de 2015 às 14h48

Dilma13

Responder

Sergio Luis Richice Moreira Moreira

30 de dezembro de 2015 às 14h47

hahahahahah e acham que um baita salario quero ver vcs que apoiam viver com este salario seus hipocritas.

Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 13h43

Fabio Monteiro, esse texto é bem conhecido, viralizou. Mas vale a pena reler: http://www.pragmatismopolitico.com.br/2015/07/apesar-da-crise-o-texto-que-viralizou-nas-redes-sociais.html

Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 19h06

    me oriento pelos indicadores. Como o PIB. é mais fácil… Veja o PIB querida. Veja a projeção do governo de crescimento.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h28

    Fabio Monteiro Me oriento pelo PIB, mas não só por ele. Vejo outros indicadores que, ao meu ver, são mais relevantes para o bem estar coletivo. “Nas últimas décadas houve avanços importantes nos indicadores sociais. Avançou-se no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), nos indicadores de saúde, de educação, de pobreza, ensaiaram-se indicadores de felicidade, de gestão pública e privada. Enfim, o país aprendeu a medir e a avaliar.

    Trata-se de uma etapa na modernização de uma sociedade que em um segundo momento tem implicações políticas relevantes.

    No caso brasileiro, à medida que foram sendo desenvolvidos e conhecidos os indicadores sociais, acabou a monocultura do PIB (Produto Interno Bruto), como indicador exclusivo do sucesso de políticas econômicas.” (http://www.ebah.com.br/content/ABAAAgOzwAB/crescimento-economico-x-distribuicao-equitativa-renda)

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h30

    Fabio Monteiro É bem fácil colocar qualquer baboseira sem fundamento na internet. Mas não é tão fácil entrar numa discussão com quem se informa em várias fontes. Seja mais moderado nos seus discursos, é o que eu sugiro pra vc.

    Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 13h40

Fabio Monteiro, sobre seu comentário “não investimos em infraestrutura, apenas em populismo”… Concordo plenamente q investimos pouco e devemos investir mais. Mas a sua fala vai contra tudo que leio sobre infraestrutura. Exemplo: “Os investimentos em infraestrutura no país durante o governo Dilma Rousseff devem crescer em comparação com anos anteriores, segundo estimativas feitas pela consultoria Inter.B. O levantamento aponta também que a alta INTERROMPE UMA QUEDA de três décadas consecutivas dos investimentos na área.” ( http://m.folha.uol.com.br/mercado/2014/09/1519231-cresce-investimento-em-infraestrutura.shtml?mobile)

Responder

Marcelo Drumstick

30 de dezembro de 2015 às 13h13

Aumentar o salário mínimo é simples, qualquer energúmeno pode dar uma canetada e fazer um salário mínimo de US$ 1000,00 se quiser. O problema é pagar esse salário mínimo pra todo mundo, é ter arrecadação compatível, não quebrar a previdência… Eu adoraria ser presidente pra aprovar um salário mínimo de R$ 4.000,00 mas se vai existir Brasil depois disso eu não sei…

Responder

Marcelo Drumstick

30 de dezembro de 2015 às 13h13

Aumentar o salário mínimo é simples, qualquer energúmeno pode dar uma canetada e fazer um salário mínimo de US$ 1000,00 se quiser. O problema é pagar esse salário mínimo pra todo mundo, é ter arrecadação compatível, não quebrar a previdência… Eu adoraria ser presidente pra aprovar um salário mínimo de R$ 4.000,00 mas se vai existir Brasil depois disso eu não sei…

Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 13h13

Fabio Monteiro, vc escreveu em letras garrafais q o “Brasil não produz nada”. Onde vc leu isso, menino? Na Veja??? Olha, q pena q seu comentário “esperando o Eduardo” foi irônico, pq acho q vc devia de verdade esperar o Eduardo Nunes Loureiro e tentar aprender alguma coisa com ele , pq pelo q vi o rapaz só escreveu coisa sensata e fundamentou suas posições. Gostaria q vc explicasse (e justificasse com dados) essa sua afirmação de que o Brasil não produz nada. Essa informação é bem nova pra mim. Gostaria de compreender vc, mas está difícil. Me ajude. Argumente.

Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 13h13

Fabio Monteiro, vc escreveu em letras garrafais q o “Brasil não produz nada”. Onde vc leu isso, menino? Na Veja??? Olha, q pena q seu comentário “esperando o Eduardo” foi irônico, pq acho q vc devia de verdade esperar o Eduardo Nunes Loureiro e tentar aprender alguma coisa com ele , pq pelo q vi o rapaz só escreveu coisa sensata e fundamentou suas posições. Gostaria q vc explicasse (e justificasse com dados) essa sua afirmação de que o Brasil não produz nada. Essa informação é bem nova pra mim. Gostaria de compreender vc, mas está difícil. Me ajude. Argumente.

Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h31

    o que o Brasil produz?

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h32

    ME diga na ponta do lápis uma tecnologia que o Brasil produza que não seja commodities… sério Marcelle.. Nosso país depende do vento das outras economias.. e isso é uma pena…

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h37

    Exemplo: veja quanto vale o preço do minério de ferro e veja quanto vale o Aço. Veja nossa produção de ferro e veja nossa importação de Aço. Não vale a pena produzir o aço aqui. requer mais investimento e CRESCIMENTO. Ou seja, nós PAGAMOS pelo aço que a China produz com o nosso FERRO.
    É algo bem resumido. Mas aqui tudo é caro.. a energia do Brasil é a terceira mais cara do mundo, sendo que 90% de nossa energia é renovável.. Como explicar isso? NOssa transmissão é absurdamente cara e ainda os impostos são desviados…

    Tem tanta coisa que eu poderia dizer porque o Brasil não produz nada.. obviamente que ele produz. Mas é pífio perto da nossa grandeza. Um país do tamanho do nosso. Veja quantos países estão na nossa frente com um potencial bem menor..
    Eu tenho muitos argumentos aqui.. se quiser te mando mais.

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h43

    Sabia que a indústria automobilística no brasil utiliza muito o aço vindo da exportação?

    é um dos motivos para o carro ser mto caro no Brasil..(além também do lucro que as montadoras tem que é exorbitante)
    Mas quando dizemos que o Brasil não vai crescer o pessoal acha que “apesar da crise”

    gente, recessão é coisa séria. não é briguinha de facebook não. é coisa séria mesmo.

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h53

    você quer argumentos. aqui estão. Mas dizer que é coisa da mídia corporativista burgues não mudará o que está aqui…

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h58

    Veja lá Marcelle Moreira, quanto valia a tonelada do minério de ferro em 2011 e veja quanto vale hoje..
    Veja o preço do Petróleo e veja nossa produção.. Nem mesmo o pré sal está valendo a pena produzir…

    Você quer mais argumentos?

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 17h02

    “A pergunta básica consiste em saber até quando o Brasil ficará dependente do rol de bens primários vendidos à China para sustentar o superávit comercial, contrabalançar a desaceleração da economia doméstica e superar o surto inflacionário que onera os custos de produção.

    — Mauro Laviola
    VICE-PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL (AEB)”

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 17h02

    Antes da eleição, a economia não era importante né?
    agora todos estão preocupados com ela né?

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h07

    Que o Brasil depende de alguns itens, como muitos países dependem (inclusive os mais ricos!!!!) não é novidade. Não pedi q me mostrasse um item que o Brasil precisa importar, mas q VC me explicasse de onde tirou a ideia ou como chegou a conclusão de que “o Brasil não produz nada”. Isso é um grande absurdo. Não é pq um país está em recessão que eu vou pintar uma imagem terrível e mentirosa dele. Temos é que olhar para os aspectos ruins e os avanços tbm sobre o risco de, nas próximas eleições, entregar nosso país a oportunistas que querem entrar no lugar de um governo que fez pouco e roubou para fazer menos ainda e roubar mais! Não vou deixar que ganhe força esse discurso de que o país está uma droga. Ele não está. O Brasil ganhou notoriedade e prêmios internacionais por causa das políticas de transferência de renda e diminuição da pobreza. Não sei se as pessoas não tem memória ou informação ou não querem ter. Basta ler noticiários dos períodos anteriores ao governo PT. Teve coisa boa? Teve! Sempre tem! E tem no governo PT tbm (e eu vou sempre desmentir quem disser q não), mas de uma forma geral estava bem, bem, bem pior. Pra todo mundo. VC está preocupado e leva à sério a recessão e eu tbm. Então leve a sério a discussão tbm e seja razoável: é um desfavor veicular frases como essa de que o Brasil não produz nada. Essa é uma frase mentirosa. O Brasil é um grande produtor.

    Sobre a indústria automobilística… VC mesmo já colocou sobre o lucro exorbitante. Nem é preciso dizer mais nada!

    E sobre sua pergunta a respeito do que o Brasil produz, responderei no próximo post para que eu possa incluir as fontes.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h35

    Fabio Monteiro , por favor, organize suas informações. Vc saiu “jogando um monte de informação desconectada”. vou tentar comentar por partes: 1- “Antes da eleição, a economia não era importante, né? agora todos estão preocupados”. Qual a relação desta frase q vc escreveu com o meu pedido que vc justificasse sua afirmação de que “O BRASIL NÃO PRODUZ NADA”? Não vi relação. Me explique, por favor. 2- “Veja lá o quanto valia a tonelada…”. Qual a relação disso com a minha com o meu pedido que vc justificasse sua afirmação de que “O BRASIL NÃO PRODUZ NADA”? Não vi relação. Me explique, por favor. 3- “nem o pré-sal está valendo a pena produzir”. P q vc diz isso??? A Petrobrás é uma empresa altamente lucrativa! Se o dinheiro dela não chega ao povo por causa de roubalheira (que não é só do PT!!!!!!!!!) e de concessões e privatizações é outra história. A culpa disso não é a “nula produção brasileira” (que até onde eu me lembro é o ponto central da minha discussão com vc!) 4- “Me diga na ponta do lápis um tecnologia que o Brasil produza que não seja commodities”: a) “A ciência e a tecnologia do Brasil conseguiram nas últimas décadas uma posição significativa no cenário internacional.
    O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina, com recursos significativos para veículos de lançamento, e fabricação de satélites.[3] [4]” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%AAncia_e_tecnologia_do_Brasil a fonte não é das mais confiáveis, mas como a sua tbm não é a minha vai ter q valer kkk) ; b) “Com tecnologia pioneira na produção de vacinas, o Brasil é destaque mundial na fabricação de substâncias imunobiológicas, que abastecem o sistema público de saúde e são exportadas para mais de 70 países.(http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2010/12/brasil-e-referencia-mundial-na-fabricacao-vacinas)

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h35

    Fabio Monteiro , por favor, organize suas informações. Vc saiu “jogando um monte de informação desconectada”. vou tentar comentar por partes: 1- “Antes da eleição, a economia não era importante, né? agora todos estão preocupados”. Qual a relação desta frase q vc escreveu com o meu pedido que vc justificasse sua afirmação de que “O BRASIL NÃO PRODUZ NADA”? Não vi relação. Me explique, por favor. 2- “Veja lá o quanto valia a tonelada…”. Qual a relação disso com a minha com o meu pedido que vc justificasse sua afirmação de que “O BRASIL NÃO PRODUZ NADA”? Não vi relação. Me explique, por favor. 3- “nem o pré-sal está valendo a pena produzir”. P q vc diz isso??? A Petrobrás é uma empresa altamente lucrativa! Se o dinheiro dela não chega ao povo por causa de roubalheira (que não é só do PT!!!!!!!!!) e de concessões e privatizações é outra história. A culpa disso não é a “nula produção brasileira” (que até onde eu me lembro é o ponto central da minha discussão com vc!) 4- “Me diga na ponta do lápis um tecnologia que o Brasil produza que não seja commodities”: a) “A ciência e a tecnologia do Brasil conseguiram nas últimas décadas uma posição significativa no cenário internacional.
    O Brasil tem o mais avançado programa espacial da América Latina, com recursos significativos para veículos de lançamento, e fabricação de satélites.[3] [4]” (https://pt.wikipedia.org/wiki/Ci%C3%AAncia_e_tecnologia_do_Brasil a fonte não é das mais confiáveis, mas como a sua tbm não é a minha vai ter q valer kkk) ; b) “Com tecnologia pioneira na produção de vacinas, o Brasil é destaque mundial na fabricação de substâncias imunobiológicas, que abastecem o sistema público de saúde e são exportadas para mais de 70 países.(http://www.brasil.gov.br/ciencia-e-tecnologia/2010/12/brasil-e-referencia-mundial-na-fabricacao-vacinas)

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h53

    5- Sobre a matéria que vc colocou do Estadão: “Com uma pauta baseada, principalmente, em minério de ferro, soja e petróleo” (trecho da matéria). Esta frase já desconstrói sua afirmativa de que “O Brasil não produz nada”! Como vc usa esse texto para defender o que disse??? Se vc dissesse dissesse em seu post inicial que o Brasil precisa aumentar sua produção, especialmente de produtos que não sejam “commodities”, ok! Concordo! Precisa mesmo! E sempre precisou, em todos os governos. O PT não recebeu um país superprodutor e o transformou em um dependente! Esse governo aumentou a produção! Releia a matéria que VC mesmo postou e veja os gráficos: mesmo as quedas, só são quedas se comparadas a períodos recentes. Quando comparamos os dados com o período anterior ao governo PT, são menores! Ou seja, o país cresceu bastante em produção (demonstrando que o governo não foi um fracasso nesse aspecto), mas agora é preciso adotar outras estratégias. Só não podemos sair dizendo na internet que o Brasil não produz nada, dando a impressão que os últimos 12 anos foram de fracasso… Como já disse, isso só vai servir pra ajudar oportunistas que querem tirar o PT pra fazer pior. Não sirva a essa gente! Vc é povo! Tome cuidado com suas palavras… não adote nem dissemine esses discursos radicais de ataque à política do PT… Tenha razoabilidade! Eu tbm não gosto do PT. Há muita coisa errada. Eles estão no poder a muito contragosto da minha parte, mas com minha ajuda, sim, pq a outra opção era BEM pior por defender estratégias que historicamente já se mostraram mal sucedidas e de pouco ganho para a população geral.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h53

    5- Sobre a matéria que vc colocou do Estadão: “Com uma pauta baseada, principalmente, em minério de ferro, soja e petróleo” (trecho da matéria). Esta frase já desconstrói sua afirmativa de que “O Brasil não produz nada”! Como vc usa esse texto para defender o que disse??? Se vc dissesse dissesse em seu post inicial que o Brasil precisa aumentar sua produção, especialmente de produtos que não sejam “commodities”, ok! Concordo! Precisa mesmo! E sempre precisou, em todos os governos. O PT não recebeu um país superprodutor e o transformou em um dependente! Esse governo aumentou a produção! Releia a matéria que VC mesmo postou e veja os gráficos: mesmo as quedas, só são quedas se comparadas a períodos recentes. Quando comparamos os dados com o período anterior ao governo PT, são menores! Ou seja, o país cresceu bastante em produção (demonstrando que o governo não foi um fracasso nesse aspecto), mas agora é preciso adotar outras estratégias. Só não podemos sair dizendo na internet que o Brasil não produz nada, dando a impressão que os últimos 12 anos foram de fracasso… Como já disse, isso só vai servir pra ajudar oportunistas que querem tirar o PT pra fazer pior. Não sirva a essa gente! Vc é povo! Tome cuidado com suas palavras… não adote nem dissemine esses discursos radicais de ataque à política do PT… Tenha razoabilidade! Eu tbm não gosto do PT. Há muita coisa errada. Eles estão no poder a muito contragosto da minha parte, mas com minha ajuda, sim, pq a outra opção era BEM pior por defender estratégias que historicamente já se mostraram mal sucedidas e de pouco ganho para a população geral.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h59

    Fabio Monteiro vc perguntou se eu queria “mais argumentos”. Quero sim, mas por favor, tenha em mente que argumento significa ”
    1.
    razão, raciocínio que conduz à indução ou dedução de algo.
    2.
    prova que serve para afirmar ou negar um fato.” Não adianta colocar qualquer frase que faça sentido racionalmente mas não sirva para justificar a frase que foi pedida para ser defendida! Lembre-se: minha pergunta foi: “De onde vc tirou a ideia de que O BRASIL NÃO PRODUZ NADA” ? Vou te dar um exemplo do que é usar informações que até tem um sentido racional mais não justificam o que foi dito: Os perigos do pão!

    Pesquisadores mexicanos encontraram diversas evidências de que o pão (principalmente o cheiro) é muito maléfico para a sua saúde! Veja algumas:

    – 98% dos criminosos comem pão.

    – 50% das crianças que crescem comendo pão apresentam baixo desempenho escolar.

    – No século XVIII, quando a maior parte do pão era assado em casa, a espectativa de vida era de menos de 50 anos, a mortalidade infantil era extremamente elevada e muitas mães morriam durante o parto.

    – Mais de 90% dos crimes violentos são cometidos no intervalo de 24 horas após o assassino ingerir pão.

    – Sociedades primitivas, onde o pão não fazia parte da dieta, apresentavam baixos índices de câncer de pulmão, tendinite e stress.

    – O pão vicia! Indivíduos privados de pão, ingerindo somente água, em poucos dias começaram a implorar por um pedaço de pão.

    – Os presos que viviam a “pão e água” acabavam ficando com a saúde debilitada e até morriam. Se é mais que sabido qua a água não faz mal, então o que faz mal é o pão! ( enviado por Francisco Roberto)

    – Recém nascidos engasgam ao comer pão.

    – O processo de fabricação do pão é um devorador de energia e aumenta tremendamente a entropia do universo, contribuindo fortemente para a escassez energética e para o colapso gravitacional pela redistribuição térmica acelerada no cosmo. (enviado por Mario Cimbalista Jr )

    – Se pôr um indivíduo a “pão e laranja” é considerado castigo, só pode ser porque o pão faz mal, uma vez que as laranjas são produtos naturais e altamente vitaminados. (enviado por Ana Santos)

    – O pão nosso de cada dia nos dai hoje.Um dia antes de morrer crucificado, Jesus havia injerido pão em sua última ceia. (enviado por Lívia)

    – A casca de pão é comprovadamente a área de maior concentração de toxinas, devido à isso muitas pessoas, que não conseguem abandonar o vício do pão, a retiram a fim de diminuir os malefícios causados por esse alimento. (enviado por Caroline)

    – O pão é feito de leite, o leite vem da vaca, a vaca é louca. Logo, o pão é louco e perigoso! (enviado por Daniel )

    – É comprovado também que todo mundo que come pão morre um dia. E além disso banana não tem nem caroço… (enviado por “prios”)

    – Pão tem ovo, e o ovo saindo da galinha causa enorme dor a esse pobre animal, que mesmo depois de fazer tanto esforço não recebe nem pão seco. (enviado por maria)

    – Quero ver quando descobrirem os perigos do circo, principalmente quando misturado com pão!!!! (enviado por jesuswal)

    – Meu cachorro ficou doente e regorgitou após comer pão! (enviado por mazolli)

    – 24h depois que como pão fico burra é 1h da manhã , por isso não acreditei em nada sobre o pão. (enviado por Sueli)

    – Outro grande malefício moderno é o de correr na praia. Correr engorda! Uma observação atenta revela que a maioria dos praticantes desta odalidadede exercício (sic) são gordinhos. (enviado por Ceglima)

    – Porque o pão preto é o menos consumido e quase não se ouve falar dele, hein? Isso é preconceito… Vamos acabar com esse alimento racista! (enviado por Anderson Schultz)

    – O pão é tão prejudicial que eu já briguei uma vez com minha mãe por causa de um pão!! (enviado por Eu mesma)

    – As abelhas sofrem muito para produzir o mel que delas é arrancado a força para passarmos no pão, isso significa que o pão é um alucinógeno que pode até fazer uma pessoa ir pegar mel desprotegida contra uma colmeia de abelhas raivosas. (enviado por ultimoxdox)

    – Quem come pão tende a se tornar egoísta e avarento. Um verdadeiro Pão-Duro. (enviado por maquiavel79)

    – No japão emquanto não se comia pão, os japoneses so morriam de suicidio. Agora com o advento macdonald morem tambem de colesterol alto. (enviado por sallgueiro)

    – Comprovado, Jesus morreu no dia em que não comeu pão, isso quer dizer que a carência de pão pode ser letal (enviado por Alexandre)

    – Mais uma prova de comunhão entre o pão e as ordens iniciáticas que junto com os ET’s querem dominar o mundo. Onde aparecem os famosos crops circles (circulos em plantações)?… nos campos de trigo…trigo= pão. (enviado por aldomet)

    – Pão é viciante, minha irmã disse que o vizinho é um pão e não seu por que ela não sai da casa dele. (enviado por jeff.monteiro)

    – Normalmente, os ladrões que roubam as padarias, não levam pão. Somente dinheiro. Mais uma comprovação de que o pão é nocivo. (enviado por rossato)

    – Estudos comprovados mostram que um ambiente com pão exposto ao ar opr muitos dias apresenta um odor forte de bolor, mais um forte indício das maleficências do pão. (enviado por abilio)

    – O meu periquito come pão todo dia, acho que por isso ele não cresce e não engorda… (enviado por tati2.1)

    – Para pescar lambarís você usa miolo de pão. Altamente tóxico mata o peixe,bastando ao pescador puxar a vara. Pesquisas mostram que este mesmo peixe contaminado com o miolo frito em gordura velha causa desarranjo intestinal terrível. (enviado por edsonvlh)

    – Pão é feio, tenho medo. biço paPAPÃO… kiko (8 anos)

    – Ministério da saúde adverte: pão causa pneuzinhos se vc não malhar.

    – Após ler essas afirmações, constatei que sou um paoólatra. Ajudem-me. (enviado por Mel Lisruim )

    O pão é tão ruim que até o diabo amassou. :) “O pão que o diabo amassou”. (enviado por Alexandre Loyola)

    Recentes estudos indicam que um dos principais constituintes do pão é o famigerado monóxido de dihidrogênio! A combinação das duas substâncias pode ter resultados extremamente negativos como inchaço dos adipócitos e perda de apetite!!!

    Você já deve ter notado que em muitas embalagens de pão está escrito ‘contém glúten’, este é um alerta, praticamente inútil devido a desinformação, de que o pão é realmente um vilão para a saúde pública.

    Medidas imediatas devem ser tomadas, sugerimos algumas:
    – Proibir a venda de pão para menores de idade.
    – Propaganda de pão não deve ser permitida a menos de 100 metros de escolas.
    – Imagens de humanos ou animais não devem ser usadas em propaganda de pão.

    Lembre, a indústria panificadora é poderosa e não vai ceder tão facilmente. Precisamos agir rápido e de forma enérgica!

    O alerta está começando a ter efeito! Protestos já estão sendo organizados por todo o mundo. (http://www.humornaciencia.com.br/miscelanea/pao.htm)

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 17h59

    Fabio Monteiro vc perguntou se eu queria “mais argumentos”. Quero sim, mas por favor, tenha em mente que argumento significa ”
    1.
    razão, raciocínio que conduz à indução ou dedução de algo.
    2.
    prova que serve para afirmar ou negar um fato.” Não adianta colocar qualquer frase que faça sentido racionalmente mas não sirva para justificar a frase que foi pedida para ser defendida! Lembre-se: minha pergunta foi: “De onde vc tirou a ideia de que O BRASIL NÃO PRODUZ NADA” ? Vou te dar um exemplo do que é usar informações que até tem um sentido racional mais não justificam o que foi dito: Os perigos do pão!

    Pesquisadores mexicanos encontraram diversas evidências de que o pão (principalmente o cheiro) é muito maléfico para a sua saúde! Veja algumas:

    – 98% dos criminosos comem pão.

    – 50% das crianças que crescem comendo pão apresentam baixo desempenho escolar.

    – No século XVIII, quando a maior parte do pão era assado em casa, a espectativa de vida era de menos de 50 anos, a mortalidade infantil era extremamente elevada e muitas mães morriam durante o parto.

    – Mais de 90% dos crimes violentos são cometidos no intervalo de 24 horas após o assassino ingerir pão.

    – Sociedades primitivas, onde o pão não fazia parte da dieta, apresentavam baixos índices de câncer de pulmão, tendinite e stress.

    – O pão vicia! Indivíduos privados de pão, ingerindo somente água, em poucos dias começaram a implorar por um pedaço de pão.

    – Os presos que viviam a “pão e água” acabavam ficando com a saúde debilitada e até morriam. Se é mais que sabido qua a água não faz mal, então o que faz mal é o pão! ( enviado por Francisco Roberto)

    – Recém nascidos engasgam ao comer pão.

    – O processo de fabricação do pão é um devorador de energia e aumenta tremendamente a entropia do universo, contribuindo fortemente para a escassez energética e para o colapso gravitacional pela redistribuição térmica acelerada no cosmo. (enviado por Mario Cimbalista Jr )

    – Se pôr um indivíduo a “pão e laranja” é considerado castigo, só pode ser porque o pão faz mal, uma vez que as laranjas são produtos naturais e altamente vitaminados. (enviado por Ana Santos)

    – O pão nosso de cada dia nos dai hoje.Um dia antes de morrer crucificado, Jesus havia injerido pão em sua última ceia. (enviado por Lívia)

    – A casca de pão é comprovadamente a área de maior concentração de toxinas, devido à isso muitas pessoas, que não conseguem abandonar o vício do pão, a retiram a fim de diminuir os malefícios causados por esse alimento. (enviado por Caroline)

    – O pão é feito de leite, o leite vem da vaca, a vaca é louca. Logo, o pão é louco e perigoso! (enviado por Daniel )

    – É comprovado também que todo mundo que come pão morre um dia. E além disso banana não tem nem caroço… (enviado por “prios”)

    – Pão tem ovo, e o ovo saindo da galinha causa enorme dor a esse pobre animal, que mesmo depois de fazer tanto esforço não recebe nem pão seco. (enviado por maria)

    – Quero ver quando descobrirem os perigos do circo, principalmente quando misturado com pão!!!! (enviado por jesuswal)

    – Meu cachorro ficou doente e regorgitou após comer pão! (enviado por mazolli)

    – 24h depois que como pão fico burra é 1h da manhã , por isso não acreditei em nada sobre o pão. (enviado por Sueli)

    – Outro grande malefício moderno é o de correr na praia. Correr engorda! Uma observação atenta revela que a maioria dos praticantes desta odalidadede exercício (sic) são gordinhos. (enviado por Ceglima)

    – Porque o pão preto é o menos consumido e quase não se ouve falar dele, hein? Isso é preconceito… Vamos acabar com esse alimento racista! (enviado por Anderson Schultz)

    – O pão é tão prejudicial que eu já briguei uma vez com minha mãe por causa de um pão!! (enviado por Eu mesma)

    – As abelhas sofrem muito para produzir o mel que delas é arrancado a força para passarmos no pão, isso significa que o pão é um alucinógeno que pode até fazer uma pessoa ir pegar mel desprotegida contra uma colmeia de abelhas raivosas. (enviado por ultimoxdox)

    – Quem come pão tende a se tornar egoísta e avarento. Um verdadeiro Pão-Duro. (enviado por maquiavel79)

    – No japão emquanto não se comia pão, os japoneses so morriam de suicidio. Agora com o advento macdonald morem tambem de colesterol alto. (enviado por sallgueiro)

    – Comprovado, Jesus morreu no dia em que não comeu pão, isso quer dizer que a carência de pão pode ser letal (enviado por Alexandre)

    – Mais uma prova de comunhão entre o pão e as ordens iniciáticas que junto com os ET’s querem dominar o mundo. Onde aparecem os famosos crops circles (circulos em plantações)?… nos campos de trigo…trigo= pão. (enviado por aldomet)

    – Pão é viciante, minha irmã disse que o vizinho é um pão e não seu por que ela não sai da casa dele. (enviado por jeff.monteiro)

    – Normalmente, os ladrões que roubam as padarias, não levam pão. Somente dinheiro. Mais uma comprovação de que o pão é nocivo. (enviado por rossato)

    – Estudos comprovados mostram que um ambiente com pão exposto ao ar opr muitos dias apresenta um odor forte de bolor, mais um forte indício das maleficências do pão. (enviado por abilio)

    – O meu periquito come pão todo dia, acho que por isso ele não cresce e não engorda… (enviado por tati2.1)

    – Para pescar lambarís você usa miolo de pão. Altamente tóxico mata o peixe,bastando ao pescador puxar a vara. Pesquisas mostram que este mesmo peixe contaminado com o miolo frito em gordura velha causa desarranjo intestinal terrível. (enviado por edsonvlh)

    – Pão é feio, tenho medo. biço paPAPÃO… kiko (8 anos)

    – Ministério da saúde adverte: pão causa pneuzinhos se vc não malhar.

    – Após ler essas afirmações, constatei que sou um paoólatra. Ajudem-me. (enviado por Mel Lisruim )

    O pão é tão ruim que até o diabo amassou. :) “O pão que o diabo amassou”. (enviado por Alexandre Loyola)

    Recentes estudos indicam que um dos principais constituintes do pão é o famigerado monóxido de dihidrogênio! A combinação das duas substâncias pode ter resultados extremamente negativos como inchaço dos adipócitos e perda de apetite!!!

    Você já deve ter notado que em muitas embalagens de pão está escrito ‘contém glúten’, este é um alerta, praticamente inútil devido a desinformação, de que o pão é realmente um vilão para a saúde pública.

    Medidas imediatas devem ser tomadas, sugerimos algumas:
    – Proibir a venda de pão para menores de idade.
    – Propaganda de pão não deve ser permitida a menos de 100 metros de escolas.
    – Imagens de humanos ou animais não devem ser usadas em propaganda de pão.

    Lembre, a indústria panificadora é poderosa e não vai ceder tão facilmente. Precisamos agir rápido e de forma enérgica!

    O alerta está começando a ter efeito! Protestos já estão sendo organizados por todo o mundo. (http://www.humornaciencia.com.br/miscelanea/pao.htm)

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 18h57

    Marcelle, eu já expliquei, você não viu o link?
    O Brasil é um PRODUTOR DE commodities. vou começar bem devagar. Você sabe o que são commodities?

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 18h59

    Quando eu falo “o brasil não produz” é óbvio que não é verdade né minha filha? se eu disser nem que a vaca tussa você vai ficar esperando el tossir ?
    O meu ponto de vista é em relação a produção do Brasil que é voltada para os commodities, achoq ue eu fui BEM claro no texto acima. acho que você não entendeu mesmo o ponto..

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 19h02

    Marcelle Moreira E você está enganada, o PT recebeu SIM o melhor cenário econômico da história para crescer. seja pelo cenário externo e interno com o PAC, tanto é que a própria eleição da Dilma era voltada para isso. e porque não crescemos.
    Você saberia me dar a explicação?

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 19h04

    Marcelle Moreira e sim, volto a dizer, nosso PIB DEPENDE do vento e nosso país não produz nada se comparado com outros países pequenos.. é simples. somos sim improdutivos… Só ver a taxa de juro..

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 19h07

    PEtrobras, uma refinaria que custaria 2 bilhões custou 40 e nem entrou em funcionamento.. Isso ai não é corrupção apenas. é incompetência mesmo..

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 19h07

    ALém de tudo era utilizada para comprar deputados para que projetos fossem aprovados. SUPER DEMOCRÁTICO.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h17

    Por que vai explicar bem devagar?? Acha que sou burra? Não sou e não é vc que vai me convencer disso kkk . Além disso, se usei a palavra commodities e citei no meu exemplo algo que não se inclui nessa categoria, o que o leva a imaginar que eu não sei o significado da palavra? Acho que vc quer jogar baixo na discussão com indiretas e dúvida sobre mesus conhecimentos… Não perca seu tempo, pq não vai me fazer parecer burra… Além disso, ainda que eu não soubesse o significado da palavra, buscaria a informação ou perguntaria, já que além de inteligente, tenho a humildade de saber que não sei de tudo. Humildade essa que vc não foi capaz de ter e CORRIGIR a sua frase inicial. No lugar desse seu comentário, alguém “elegante” responderia que se expressou mal ao dizer que “O BRASIL NÃO PRODUZ NADA” e na verdade, queria dizer que a produção brasileira de produtos fora da categoria “commodities” tem pouca expressão. Mas em vez disso, preferiu sugerir que tenho dificuldades de compreensão… ok. Foi a estratégia que restou pra vc. Bem, ainda não li seus outros comentários (que o face sinalizou), mas já adianto que estou satisfeita com sua correção indireta (mesmo que feita de forma soberba). Era exatamente o que eu queria. Q vc reformulasse aquela frase ilógica de o Brasil não produz nada. HJ em dia falta moderação e razoabilidade nos discursos e sempre que eu me deparar com trechos como o q vc escreveu, irei retrucar. O bom é que a pessoa que ler seu comentário vai tbm ler um outro ponto de vista, o meu. E caberá a cada um tirar suas conclusões.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h33

    Fabio Monteiro Nós crescemos. Agora estagnamos, ora! Isso não ocorreu só no Brasil! País ricos e superprodutores tbm passam por isso! O capitalismo tem esse nó: chega uma hora que a questão fica saturada!

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h38

    Fabio Monteiro Nisso concordo com vc. Mas não acredito que nesse essa atitude (que não é apenas do governo PT, mas foi amplamente utilizada no governa anterior) é falta de incompetência não… quem fez isso sabia no que ia dar. fez para atender seus interesses mesmo! Nisso concordo e em nenhum momento do meu discurso insinuei que penso o contrário. Como já disse (já algumas vezes), iniciei esse diálogo porque me incomodou a sua falta de moderação (que até já foi corrigida por vc, mas de forma pouco humilde e com soberba!).

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h43

    Fabio Monteiro “O PT recebeu sim o melhor cenário econômico”. Estou custando a acreditar nessa frase! Nossa, quando o FHC terminou o seu mandato o Brasil estava tão ferrado que o partido não conseguiu colocar um sucessor! Acho q vc confundiu…

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 19h47

    Fabio Monteiro Tbm não concordo com isso, mas não vejo relação com a nossa discussão.

    Responder

    Marcelle Moreira

    30 de dezembro de 2015 às 20h10

    Fabio Monteiro “nem que a vaca tussa” é uma expressão idiomática bem conhecida e bem comum nos discursos orais e informais. a questão é que, como vc bem colocou, este é um assunto sério e apesar do uso de hipérboles não ser um erro, é inadequada para esse tipo de discussões, ainda mais sobre política. Pessoas de várias idades e níveis de profundidade em relação ao conhecimento sobre a situação política do Brasil leem essas coisas. Para colaborar com a qualidade das discussões, deveríamos evitar o uso das hipérboles e sermos mais claros e objetivos. Como eu já disse, iniciei essa discussão por causa da falta de moderação e razoabilidade do seu comentário. O que eu queria, consegui: uma pessoa que ler esse absurdo “hiperbolístico” q foi seu comentário, ao se dar ao trabalho de acompanhar a discussão, vai ser lembrado de que Brasil não foi só fracasso como alguns comentários desse post sugerem (que é sobre o aumento do salário mínimo) e . Ao contrário. Tivemos grandes avanços e continuamos sendo grandes produtores, mesmo que seja de commodities. E é lógico que não podemos nos contentar com isso. A própria Dilma já reconheceu isso (segundo a matéria que vc mesmo postou. está lá!). Essa discussão toda foi gerada a partir de um post sobre o aumento do salário mínimo… só para tirar algumas dúvida… vc é contra o aumento? Vc é empregado que ganha salário mínimo? Vc é um empregador que paga salário mínimo aos seus funcionários? “De que lugar/posição” vc fala? Talvez isso me ajude a entender seu ponto de vista sobre a política atual… se puder responder, fico grata!

    Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 12h54

http://www.humornaciencia.com.br/miscelanea/pao.htm (tirei o texto “os perigos do pão” dessa página)

Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 12h54

http://www.humornaciencia.com.br/miscelanea/pao.htm (tirei o texto “os perigos do pão” dessa página)

Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 12h53

Jason Gabriel, li seu comentário “a mídia não inverta números. .”, “a mídia não tem culpa. ” Não penso assim. Não se trata de apenas divulgar o ruim, mas fazer uma interpretação tal q põe tudo como negativo e culpa do governo. Se tiver tempo, leia esse texto sobre “os perigos do pão” (vou copiar e colar abaixo). Quando eu leio ele, lembro do que a mídia faz com os dados.

Os perigos do pão!

Pesquisadores mexicanos encontraram diversas evidências de que o pão (principalmente o cheiro) é muito maléfico para a sua saúde! Veja algumas:

– 98% dos criminosos comem pão.

– 50% das crianças que crescem comendo pão apresentam baixo desempenho escolar.

– No século XVIII, quando a maior parte do pão era assado em casa, a espectativa de vida era de menos de 50 anos, a mortalidade infantil era extremamente elevada e muitas mães morriam durante o parto.

– Mais de 90% dos crimes violentos são cometidos no intervalo de 24 horas após o assassino ingerir pão.

– Sociedades primitivas, onde o pão não fazia parte da dieta, apresentavam baixos índices de câncer de pulmão, tendinite e stress.

– O pão vicia! Indivíduos privados de pão, ingerindo somente água, em poucos dias começaram a implorar por um pedaço de pão.

– Os presos que viviam a “pão e água” acabavam ficando com a saúde debilitada e até morriam. Se é mais que sabido qua a água não faz mal, então o que faz mal é o pão! ( enviado por Francisco Roberto)

– Recém nascidos engasgam ao comer pão.

– O processo de fabricação do pão é um devorador de energia e aumenta tremendamente a entropia do universo, contribuindo fortemente para a escassez energética e para o colapso gravitacional pela redistribuição térmica acelerada no cosmo. (enviado por Mario Cimbalista Jr )

– Se pôr um indivíduo a “pão e laranja” é considerado castigo, só pode ser porque o pão faz mal, uma vez que as laranjas são produtos naturais e altamente vitaminados. (enviado por Ana Santos)

– O pão nosso de cada dia nos dai hoje.Um dia antes de morrer crucificado, Jesus havia injerido pão em sua última ceia. (enviado por Lívia)

– A casca de pão é comprovadamente a área de maior concentração de toxinas, devido à isso muitas pessoas, que não conseguem abandonar o vício do pão, a retiram a fim de diminuir os malefícios causados por esse alimento. (enviado por Caroline)

– O pão é feito de leite, o leite vem da vaca, a vaca é louca. Logo, o pão é louco e perigoso! (enviado por Daniel )

– É comprovado também que todo mundo que come pão morre um dia. E além disso banana não tem nem caroço… (enviado por “prios”)

– Pão tem ovo, e o ovo saindo da galinha causa enorme dor a esse pobre animal, que mesmo depois de fazer tanto esforço não recebe nem pão seco. (enviado por maria)

– Quero ver quando descobrirem os perigos do circo, principalmente quando misturado com pão!!!! (enviado por jesuswal)

– Meu cachorro ficou doente e regorgitou após comer pão! (enviado por mazolli)

– 24h depois que como pão fico burra é 1h da manhã , por isso não acreditei em nada sobre o pão. (enviado por Sueli)

– Outro grande malefício moderno é o de correr na praia. Correr engorda! Uma observação atenta revela que a maioria dos praticantes desta odalidadede exercício (sic) são gordinhos. (enviado por Ceglima)

– Porque o pão preto é o menos consumido e quase não se ouve falar dele, hein? Isso é preconceito… Vamos acabar com esse alimento racista! (enviado por Anderson Schultz)

– O pão é tão prejudicial que eu já briguei uma vez com minha mãe por causa de um pão!! (enviado por Eu mesma)

– As abelhas sofrem muito para produzir o mel que delas é arrancado a força para passarmos no pão, isso significa que o pão é um alucinógeno que pode até fazer uma pessoa ir pegar mel desprotegida contra uma colmeia de abelhas raivosas. (enviado por ultimoxdox)

– Quem come pão tende a se tornar egoísta e avarento. Um verdadeiro Pão-Duro. (enviado por maquiavel79)

– No japão emquanto não se comia pão, os japoneses so morriam de suicidio. Agora com o advento macdonald morem tambem de colesterol alto. (enviado por sallgueiro)

– Comprovado, Jesus morreu no dia em que não comeu pão, isso quer dizer que a carência de pão pode ser letal (enviado por Alexandre)

– Mais uma prova de comunhão entre o pão e as ordens iniciáticas que junto com os ET’s querem dominar o mundo. Onde aparecem os famosos crops circles (circulos em plantações)?… nos campos de trigo…trigo= pão. (enviado por aldomet)

– Pão é viciante, minha irmã disse que o vizinho é um pão e não seu por que ela não sai da casa dele. (enviado por jeff.monteiro)

– Normalmente, os ladrões que roubam as padarias, não levam pão. Somente dinheiro. Mais uma comprovação de que o pão é nocivo. (enviado por rossato)

– Estudos comprovados mostram que um ambiente com pão exposto ao ar opr muitos dias apresenta um odor forte de bolor, mais um forte indício das maleficências do pão. (enviado por abilio)

– O meu periquito come pão todo dia, acho que por isso ele não cresce e não engorda… (enviado por tati2.1)

– Para pescar lambarís você usa miolo de pão. Altamente tóxico mata o peixe,bastando ao pescador puxar a vara. Pesquisas mostram que este mesmo peixe contaminado com o miolo frito em gordura velha causa desarranjo intestinal terrível. (enviado por edsonvlh)

– Pão é feio, tenho medo. biço paPAPÃO… kiko (8 anos)

– Ministério da saúde adverte: pão causa pneuzinhos se vc não malhar.

– Após ler essas afirmações, constatei que sou um paoólatra. Ajudem-me. (enviado por Mel Lisruim )

O pão é tão ruim que até o diabo amassou. :) “O pão que o diabo amassou”. (enviado por Alexandre Loyola)

Recentes estudos indicam que um dos principais constituintes do pão é o famigerado monóxido de dihidrogênio! A combinação das duas substâncias pode ter resultados extremamente negativos como inchaço dos adipócitos e perda de apetite!!!

Você já deve ter notado que em muitas embalagens de pão está escrito ‘contém glúten’, este é um alerta, praticamente inútil devido a desinformação, de que o pão é realmente um vilão para a saúde pública.

Medidas imediatas devem ser tomadas, sugerimos algumas:
– Proibir a venda de pão para menores de idade.
– Propaganda de pão não deve ser permitida a menos de 100 metros de escolas.
– Imagens de humanos ou animais não devem ser usadas em propaganda de pão.

Lembre, a indústria panificadora é poderosa e não vai ceder tão facilmente. Precisamos agir rápido e de forma enérgica!

O alerta está começando a ter efeito! Protestos já estão sendo organizados por todo o mundo.

Responder

Marcelle Moreira

30 de dezembro de 2015 às 12h53

Jason Gabriel, li seu comentário “a mídia não inverta números. .”, “a mídia não tem culpa. ” Não penso assim. Não se trata de apenas divulgar o ruim, mas fazer uma interpretação tal q põe tudo como negativo e culpa do governo. Se tiver tempo, leia esse texto sobre “os perigos do pão” (vou copiar e colar abaixo). Quando eu leio ele, lembro do que a mídia faz com os dados.

Os perigos do pão!

Pesquisadores mexicanos encontraram diversas evidências de que o pão (principalmente o cheiro) é muito maléfico para a sua saúde! Veja algumas:

– 98% dos criminosos comem pão.

– 50% das crianças que crescem comendo pão apresentam baixo desempenho escolar.

– No século XVIII, quando a maior parte do pão era assado em casa, a espectativa de vida era de menos de 50 anos, a mortalidade infantil era extremamente elevada e muitas mães morriam durante o parto.

– Mais de 90% dos crimes violentos são cometidos no intervalo de 24 horas após o assassino ingerir pão.

– Sociedades primitivas, onde o pão não fazia parte da dieta, apresentavam baixos índices de câncer de pulmão, tendinite e stress.

– O pão vicia! Indivíduos privados de pão, ingerindo somente água, em poucos dias começaram a implorar por um pedaço de pão.

– Os presos que viviam a “pão e água” acabavam ficando com a saúde debilitada e até morriam. Se é mais que sabido qua a água não faz mal, então o que faz mal é o pão! ( enviado por Francisco Roberto)

– Recém nascidos engasgam ao comer pão.

– O processo de fabricação do pão é um devorador de energia e aumenta tremendamente a entropia do universo, contribuindo fortemente para a escassez energética e para o colapso gravitacional pela redistribuição térmica acelerada no cosmo. (enviado por Mario Cimbalista Jr )

– Se pôr um indivíduo a “pão e laranja” é considerado castigo, só pode ser porque o pão faz mal, uma vez que as laranjas são produtos naturais e altamente vitaminados. (enviado por Ana Santos)

– O pão nosso de cada dia nos dai hoje.Um dia antes de morrer crucificado, Jesus havia injerido pão em sua última ceia. (enviado por Lívia)

– A casca de pão é comprovadamente a área de maior concentração de toxinas, devido à isso muitas pessoas, que não conseguem abandonar o vício do pão, a retiram a fim de diminuir os malefícios causados por esse alimento. (enviado por Caroline)

– O pão é feito de leite, o leite vem da vaca, a vaca é louca. Logo, o pão é louco e perigoso! (enviado por Daniel )

– É comprovado também que todo mundo que come pão morre um dia. E além disso banana não tem nem caroço… (enviado por “prios”)

– Pão tem ovo, e o ovo saindo da galinha causa enorme dor a esse pobre animal, que mesmo depois de fazer tanto esforço não recebe nem pão seco. (enviado por maria)

– Quero ver quando descobrirem os perigos do circo, principalmente quando misturado com pão!!!! (enviado por jesuswal)

– Meu cachorro ficou doente e regorgitou após comer pão! (enviado por mazolli)

– 24h depois que como pão fico burra é 1h da manhã , por isso não acreditei em nada sobre o pão. (enviado por Sueli)

– Outro grande malefício moderno é o de correr na praia. Correr engorda! Uma observação atenta revela que a maioria dos praticantes desta odalidadede exercício (sic) são gordinhos. (enviado por Ceglima)

– Porque o pão preto é o menos consumido e quase não se ouve falar dele, hein? Isso é preconceito… Vamos acabar com esse alimento racista! (enviado por Anderson Schultz)

– O pão é tão prejudicial que eu já briguei uma vez com minha mãe por causa de um pão!! (enviado por Eu mesma)

– As abelhas sofrem muito para produzir o mel que delas é arrancado a força para passarmos no pão, isso significa que o pão é um alucinógeno que pode até fazer uma pessoa ir pegar mel desprotegida contra uma colmeia de abelhas raivosas. (enviado por ultimoxdox)

– Quem come pão tende a se tornar egoísta e avarento. Um verdadeiro Pão-Duro. (enviado por maquiavel79)

– No japão emquanto não se comia pão, os japoneses so morriam de suicidio. Agora com o advento macdonald morem tambem de colesterol alto. (enviado por sallgueiro)

– Comprovado, Jesus morreu no dia em que não comeu pão, isso quer dizer que a carência de pão pode ser letal (enviado por Alexandre)

– Mais uma prova de comunhão entre o pão e as ordens iniciáticas que junto com os ET’s querem dominar o mundo. Onde aparecem os famosos crops circles (circulos em plantações)?… nos campos de trigo…trigo= pão. (enviado por aldomet)

– Pão é viciante, minha irmã disse que o vizinho é um pão e não seu por que ela não sai da casa dele. (enviado por jeff.monteiro)

– Normalmente, os ladrões que roubam as padarias, não levam pão. Somente dinheiro. Mais uma comprovação de que o pão é nocivo. (enviado por rossato)

– Estudos comprovados mostram que um ambiente com pão exposto ao ar opr muitos dias apresenta um odor forte de bolor, mais um forte indício das maleficências do pão. (enviado por abilio)

– O meu periquito come pão todo dia, acho que por isso ele não cresce e não engorda… (enviado por tati2.1)

– Para pescar lambarís você usa miolo de pão. Altamente tóxico mata o peixe,bastando ao pescador puxar a vara. Pesquisas mostram que este mesmo peixe contaminado com o miolo frito em gordura velha causa desarranjo intestinal terrível. (enviado por edsonvlh)

– Pão é feio, tenho medo. biço paPAPÃO… kiko (8 anos)

– Ministério da saúde adverte: pão causa pneuzinhos se vc não malhar.

– Após ler essas afirmações, constatei que sou um paoólatra. Ajudem-me. (enviado por Mel Lisruim )

O pão é tão ruim que até o diabo amassou. :) “O pão que o diabo amassou”. (enviado por Alexandre Loyola)

Recentes estudos indicam que um dos principais constituintes do pão é o famigerado monóxido de dihidrogênio! A combinação das duas substâncias pode ter resultados extremamente negativos como inchaço dos adipócitos e perda de apetite!!!

Você já deve ter notado que em muitas embalagens de pão está escrito ‘contém glúten’, este é um alerta, praticamente inútil devido a desinformação, de que o pão é realmente um vilão para a saúde pública.

Medidas imediatas devem ser tomadas, sugerimos algumas:
– Proibir a venda de pão para menores de idade.
– Propaganda de pão não deve ser permitida a menos de 100 metros de escolas.
– Imagens de humanos ou animais não devem ser usadas em propaganda de pão.

Lembre, a indústria panificadora é poderosa e não vai ceder tão facilmente. Precisamos agir rápido e de forma enérgica!

O alerta está começando a ter efeito! Protestos já estão sendo organizados por todo o mundo.

Responder

Vinicius FIg

30 de dezembro de 2015 às 12h38

Ela pode enfrentar a direita, pode ganahr da direita opressora, ela pode enganar a direita, mas a matemática é lógica, exata e o preço será cobrado cedo ou tarde!

Responder

Vinicius FIg

30 de dezembro de 2015 às 12h38

Ela pode enfrentar a direita, pode ganahr da direita opressora, ela pode enganar a direita, mas a matemática é lógica, exata e o preço será cobrado cedo ou tarde!

Responder

Agrônomo De Goiás Fesurv Unirv

30 de dezembro de 2015 às 12h33

Será que a presindenta vai pagar os 57 bilhões ???? Ha vai né … vamos entrar no 2016 as mil maravilhas! Um ótimo salário, R $ 880 tô rico, somos todos ricos… ops. Classe média kkkk

Responder

Agrônomo De Goiás Fesurv Unirv

30 de dezembro de 2015 às 12h33

Será que a presindenta vai pagar os 57 bilhões ???? Ha vai né … vamos entrar no 2016 as mil maravilhas! Um ótimo salário, R $ 880 tô rico, somos todos ricos… ops. Classe média kkkk

Responder

Ivan Nascimento

30 de dezembro de 2015 às 12h30

Qual direita? A do Collor, Maluf , Renan, Sarney que apoiam o pT ? Auxílio reclusão: 980,00 . Um preso traficante vale mais que um trabalhador honesto. VERMES !!

Responder

Ivan Nascimento

30 de dezembro de 2015 às 12h30

Qual direita? A do Collor, Maluf , Renan, Sarney que apoiam o pT ? Auxílio reclusão: 980,00 . Um preso traficante vale mais que um trabalhador honesto. VERMES !!

Responder

Marcio Fagundes

30 de dezembro de 2015 às 12h19

Quero ver aumentar o nosso salario e diminuir o deles vergonha brasil

Responder

Marcio Fagundes

30 de dezembro de 2015 às 12h19

Quero ver aumentar o nosso salario e diminuir o deles vergonha brasil

Responder

Leonardo Landeira

30 de dezembro de 2015 às 11h48

Eliandro C. Henrique e Robert William Mendes da uma olhada nesses comentários kkk

Responder

Leonardo Landeira

30 de dezembro de 2015 às 11h48

Eliandro C. Henrique e Robert William Mendes da uma olhada nesses comentários kkk

Responder

    Eliandro C. Henrique

    30 de dezembro de 2015 às 17h59

    Chega dar dó, mano! Muito falatório para pouco conhecimento real! kkkk Happy New Year HUEHUEH

    Responder

    Eliandro C. Henrique

    30 de dezembro de 2015 às 17h59

    Chega dar dó, mano! Muito falatório para pouco conhecimento real! kkkk Happy New Year HUEHUEH

    Responder

    Robert William Mendes

    30 de dezembro de 2015 às 20h16

    A ignorância é uma benção, benção que pode manter muitos na pobreza para o resto de suas vidas. Foda, cara. Não dá pra acreditar e olha que nem precisa cursar economia para entender essas coisas básicas. hueahuehauhe

    Responder

    Robert William Mendes

    30 de dezembro de 2015 às 20h16

    A ignorância é uma benção, benção que pode manter muitos na pobreza para o resto de suas vidas. Foda, cara. Não dá pra acreditar e olha que nem precisa cursar economia para entender essas coisas básicas. hueahuehauhe

    Responder

    Eliandro C. Henrique

    30 de dezembro de 2015 às 20h52

    Olha o mano ai debaixo dizendo que inflação é luta de classes! UAHUEHAUheuahu

    Responder

    Eliandro C. Henrique

    30 de dezembro de 2015 às 20h52

    Olha o mano ai debaixo dizendo que inflação é luta de classes! UAHUEHAUheuahu

    Responder

Ermindo Castro

30 de dezembro de 2015 às 09h48

ONTEM NA VOZ DO BRASIL EU ESCOTEI O SENADOR FLEXA RIBEIRO , DO PSDB DIZER QUE NÃO SE PODE AUMENTAR O SALARIO MINIMO POIS O BRASIL ESTA EM CRISE E É DEMOGOGIA AUMENTAR O SALARIO MINIMO . !! SÓ PODIAM VIR DE UM TUCANO,ISSO. !!ASSIM É QUE ELES GOSTAM DOS ASALARIADOS.

Responder

Regis Serpa

30 de dezembro de 2015 às 09h42

Próximo passo, mandar o Cardozo pastar.

Responder

Brasilmar Nunes

30 de dezembro de 2015 às 09h06

A decisão da presidenta foi super oportuna. Mas temos que lembrar que o SM ainda é insuficiente. Ou seja o PT tem que continuar pressionando e aproveitar a condição de “poder “.

Responder

Rafael Rabello

30 de dezembro de 2015 às 07h47

Segue o populismo pra enganar os ignorantes que a elegeram.
Mais uma medida pra afundar ainda mais a economia do país. Socorro!!

Responder

Alex Souza de Assis

30 de dezembro de 2015 às 06h31

Enfrenta direita? Como assim?
O aumento gradativo do salario minimo esta defino de longa data, já a inflação e variável nao e mesmo.

Eu prefiro o poder de compra dos que atualizaçao de valores.

Responder

Lucas Explozones

30 de dezembro de 2015 às 04h22

Mais com tudo alto ainda é pouco 880 Ganha esse valor é tem q gastar o dobro que adianta

Responder

Jone Lavorat

30 de dezembro de 2015 às 03h07

Que bosta

Responder

Sílvia Eugênia Galli

30 de dezembro de 2015 às 02h45

#DilmaFica

Responder

Maria Lampreia

30 de dezembro de 2015 às 02h30

Me lembro de um tempo em que o salario mínimo aumentava no máximo $20,00,e os preços não eram tão estáveis como agora.

Responder

Tonismar Martins

30 de dezembro de 2015 às 01h48

kkkkk c tah d brinkadeira kkkk e sem graça, fala 880 c a boka cheia… cheia d q!?
pague a ela 880 pra v se ela se candidataria ou qualker outro…

cs querem babar mas n sabem como neh!?
hehehehh

Responder

Ralph Bortolotto

30 de dezembro de 2015 às 01h33

Vamos deixar de facismo e fanatismo e ser realista ela e uma incompetente que nao tem comando nenhum sobre ninguem e uma bode espiatorio coitado inutil pede pra sair dilma por favor

Responder

Carmem Stewart

30 de dezembro de 2015 às 01h16

E ja tem insatisfeitos com o aumento, ou expert em economica que fizeram analises, ou gurus que viram na bola de cristal.

Responder

Laninha Barreto

30 de dezembro de 2015 às 00h44

Confio em Dilma e coxinha e os golpista e a elite que preparem as emoções, a poderosa só tá começando a fazer mais uma das suas histórias Pt 13 Dilma fica.

Responder

Laninha Barreto

30 de dezembro de 2015 às 00h44

Confio em Dilma e coxinha e os golpista e a elite que preparem as emoções, a poderosa só tá começando a fazer mais uma das suas histórias Pt 13 Dilma fica.

Responder

Davidson Fernandes Mota

30 de dezembro de 2015 às 00h23

Pena q nao enfrentou a si própria e seu governo corrupto para dar a reposição dos servidores do Judiciário com salário congelado desde 2006… 9 anos !!!

Responder

Davidson Fernandes Mota

30 de dezembro de 2015 às 00h23

Pena q nao enfrentou a si própria e seu governo corrupto para dar a reposição dos servidores do Judiciário com salário congelado desde 2006… 9 anos !!!

Responder

Nivaldo Silva

30 de dezembro de 2015 às 00h11

Muito justo o aumento do salario mínimo, até porque a inflação passou dos 10%, mas não entendi aonde entra o termo “DIREITA” , porque a atitude da Presidenta foi correta e justa com o trabalhador . A “DIREITA” , nesse caso não tem nada a ver, pois não manda em nada….
Espero que outras medidas também sejam tomadas, para que as Micros , Médias e pequenas empresas, continuem mantendo os empregos….

Responder

Alexandre Pinto

30 de dezembro de 2015 às 00h07

Isso não é aumento, é reposição e só vai receber esse valor aqueles que NÃO PERDERAM O EMPREGO POR CULPA DA MESMA PESSOA QUE ESTÁ REPONDO AS PERDAS.

Responder

    Anônimo

    29 de dezembro de 2015 às 22h43

    Fazer este povo distinguir entre aumento e reposicao vai ser dificil

    Responder

Gabriella Almeida

29 de dezembro de 2015 às 23h54

Claudia Rocha

Responder

Murillo Arcuri

29 de dezembro de 2015 às 23h34

Grande aumento

Responder

Leonardo Norio Yamanashi

29 de dezembro de 2015 às 23h33

Fora dilma, lula (pixuleco) e lulinha !!! Cadeia pros três…

Responder

    Anônimo

    30 de dezembro de 2015 às 04h54

    Vá estudar história social do Brasil antes de vomitar merda e passar vergonha! RETARDADO!

    Responder

Nascimento Jarlei

29 de dezembro de 2015 às 23h05

Buenas, trocando em miudos, esta eh uma excelente medida. espero que a proxima medida seja diminuir impostos.

Responder

Nascimento Jarlei

29 de dezembro de 2015 às 23h05

Buenas, trocando em miudos, esta eh uma excelente medida. espero que a proxima medida seja diminuir impostos.

Responder

Nascimento Jarlei

29 de dezembro de 2015 às 23h05

Buenas, trocando em miudos, esta eh uma excelente medida. espero que a proxima medida seja diminuir impostos.

Responder

Anderson Santos Leal

29 de dezembro de 2015 às 23h03

“Dilma enfrenta direita…”

Muito imbecil junto dá nisso. Quando acabar a mamata, acaba o amor…

Responder

Anderson Santos Leal

29 de dezembro de 2015 às 23h03

“Dilma enfrenta direita…”

Muito imbecil junto dá nisso. Quando acabar a mamata, acaba o amor…

Responder

Anderson Santos Leal

29 de dezembro de 2015 às 23h03

“Dilma enfrenta direita…”

Muito imbecil junto dá nisso. Quando acabar a mamata, acaba o amor…

Responder

Mauricio Bellini

29 de dezembro de 2015 às 22h59

E o rombo na previdência? Quem paga a conta? Isso é jogar para a platéia…fazer média! De tanto fazer isso quebrou o País!

Responder

Mauricio Bellini

29 de dezembro de 2015 às 22h59

E o rombo na previdência? Quem paga a conta? Isso é jogar para a platéia…fazer média! De tanto fazer isso quebrou o País!

Responder

Mauricio Bellini

29 de dezembro de 2015 às 22h59

E o rombo na previdência? Quem paga a conta? Isso é jogar para a platéia…fazer média! De tanto fazer isso quebrou o País!

Responder

Mauricio Espeçoto

29 de dezembro de 2015 às 22h42

nossa esse aumento vai tirar tanta gente da miséria kkkkk

Responder

Mauricio Espeçoto

29 de dezembro de 2015 às 22h42

nossa esse aumento vai tirar tanta gente da miséria kkkkk

Responder

Mauricio Espeçoto

29 de dezembro de 2015 às 22h42

nossa esse aumento vai tirar tanta gente da miséria kkkkk

Responder

Roberto

29 de dezembro de 2015 às 20h34

Será que há respeito a constituição do Brasil, a carta magna, todos sabemos que não, então, porque esta constituição ainda existe, diz a carta magna:
“Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social:
IV – salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim”.
Com R$ 880,00 dá para realizar todas esta prioridades, se os governantes conseguirem, me digam aonde, em que país.
Getúlio Vargas criou e eles apenas destruíram este benefício feito aos trabalhadores, uma garantia que deveria ser respeitada, pois está na lei, mas quem respeita lei neste país.

Responder

Fabio Monteiro

29 de dezembro de 2015 às 22h34

porque ele não colocou o salário de 2 mil reais?

Responder

Wilson Trajano Siqueira Trajano

29 de dezembro de 2015 às 22h19

Quer matar os golpistas, puxe pra 1000,00!

Responder

Wilson Trajano Siqueira Trajano

29 de dezembro de 2015 às 22h19

Quer matar os golpistas, puxe pra 1000,00!

Responder

Wilson Trajano Siqueira Trajano

29 de dezembro de 2015 às 22h19

Quer matar os golpistas, puxe pra 1000,00!

Responder

Rafael Salles

29 de dezembro de 2015 às 22h17

Grande coisa. Aumentar salário e destruir o poder de compra. É só morde e assopra.

Responder

Rafael Salles

29 de dezembro de 2015 às 22h17

Grande coisa. Aumentar salário e destruir o poder de compra. É só morde e assopra.

Responder

Rafael Salles

29 de dezembro de 2015 às 22h17

Grande coisa. Aumentar salário e destruir o poder de compra. É só morde e assopra.

Responder

Andressa Camargo

29 de dezembro de 2015 às 22h02

Lucas Camargo leia isso

Responder

Marcela Morais

29 de dezembro de 2015 às 21h59

Quero ver o Cafezinho agora explicar para a Dona Maria pq o salário dela apesar de aumentar não vai conseguir pagar o pão, a escola, a luz, o aluguel, o transporte…é mta burrice esse blog aqui, até seguia para entender a cabeça de vocês e agora entendi: vcs são burros mesmo, não tem o q entender…

Responder

    Rafael Rabello

    30 de dezembro de 2015 às 07h44

    O governo paga um “cafezinho” pra soltarem essas idiotisses diarias…

    Responder

Thaís Helena

29 de dezembro de 2015 às 21h58

Tá sacrificando o país só pra se permanecer no poder. E o Palácio do Planalto dá essa notícia de uma forma bem empolgante, como se 880,00 reais fosse muito dinheiro com a nossa política do governo federal de desvalorização do Real. NÃO QUERO MAIS QUANTIDADE, QUERO MAIS VALOR!!!!
Tem que haver valorização do salário mínimo porque com isso não da nem pra água, luz e gás.
Por conta disso o desemprego irá disparar ainda mais…
A Maria comprava 1 chinelo “Pedroanas” por 15 reais no começo do ano, agora o mesmo chinelo custa 18. Justa a reposição. Já o Zé que trabalha fabricando chinelos, faz 100 chinelos por mês, custava 766 reais (7,66 por chinelo). A partir de janeiro irá continuar produzindo os mesmos 100 chinelos, só que agora vai custar 880 reais, ou R$ 8,80 por chinelo. A “Pedroanas” então vai vender cada chinelo por 19,99. E assim a roda vai girando. E dá-lhe inflação
Queria ver um politico ganhar isso por mes, o brasil é uma piada.
Viva! Enfim chegou! O grande aumento de salário!!!
Mas pera aí; de quanto é mesmo? 880,00? Oba! Vou comprar um carrão, um casa bonita, e vou viajar muito!!! Ah! Era um sonho, acordei pra realidade! Que pena!!! Acho que é muito pouco pra fazer tudo isso! Mas eu confio na Dilma nela e em tantos outros que estão no poder; ano que vem tem mais, mais roubalheira.

Responder

Ivan Carvalho

29 de dezembro de 2015 às 21h43

Enfrentamento? Onde? Se o reajuste salarial anual é quase que automático.

Responder

José Marceliano

29 de dezembro de 2015 às 21h42

A piada do ano, só ptista fanático pra saudar este aumento. Deixa de ser cego, cai na real

Responder

Vera Lu Cruz

29 de dezembro de 2015 às 21h41

Muitos ‘analistas econômicos’, a essa hora está desmaiado de raiva. As mulheres comentaristas de economia estáo arrancando suas unhas, em crise de nervos babam e se contorcem de raiva.

Responder

Nando Leandro

29 de dezembro de 2015 às 21h39

E TEM GENTE QUE AINDA CRITICA ,E AECIO FALA EM SIMPOSIO PARA EMPRESÁRIOS MINEIROS QUE ESTE SALÁRIO E ERRADO MUITO ALTO TEM QUE REVER EU OUVI E ESCUTEI POR ASSISTIR PALESTRA E TER CNPJ PUDE CADASTRAR E ASSISTIR

Responder

Gf Andrezão

29 de dezembro de 2015 às 21h17

E isso aí Dilma…

Responder

J Roberto Moura Silva

29 de dezembro de 2015 às 21h16

Com R$70,00, se não me engano, o Governo diz que tira o sujeito da miséria, mas só o deixa trabalhar por R$800,00. Vai entender…
Quem define o valor do seu trabalho?

Responder

Jorge Goulart

29 de dezembro de 2015 às 21h06

A Dilma tinha era que dobrar o salário mínimo, aí é que eu queria ver a gritaria da elite. 880 é muito pouco teria era que dobrar.

Responder

Albertina Santos

29 de dezembro de 2015 às 21h02

E o povo ainda reclama nunca um governo valorizou tanto o salário mínimo..

Responder

Aparecida Casseb

29 de dezembro de 2015 às 21h01

A oposição quer esculachar, falar mal etc. Mas pelo gráfico os governos anteriores não se preocupavam com o salário mínimo e olha que a inflação sempre estava acima. “Vão te catar coxinhas invejosos”.

Responder

Andre Pires Carvalho

29 de dezembro de 2015 às 20h52

Antes do aumento do salário mínimo a Dilma deu aumento para o s ministros do STF. Foi na mesma proporção?

Responder

Andre Pires Carvalho

29 de dezembro de 2015 às 20h51

Porque não aumentar o salário mínimo para 25 mil reais e declarar que todos são ricos?

Responder

Antonio Renato

29 de dezembro de 2015 às 20h47

Garantir as próximas eleições

Responder

Kíssila Santos

29 de dezembro de 2015 às 20h45

Já veio a Globonews dizendo que de nada adianta lá a inflação está em 11%

Responder

Diogo Oliveira

29 de dezembro de 2015 às 20h40

a conta de luz aumentou 300% a cesta básica 150% a água 98% vcs estão tentando enganar quem com esse aumento?

Responder

    Joaquim Vaz

    30 de dezembro de 2015 às 08h12

    Garoto, cobre o reajuste desproporcional dessas contas do seu governador, eleito por ti ou por maioria no seu estado. O aumento (do salário mínimo) não está enganando ninguém, o post diz que em relação a aumentos anteriores, na atual situação política e econômica, é um aumento que enfrenta os empresários que dizem que o salário mínimo atual está muito alto, inclusive o seu eterno candidato que não aceitou a derrota.

    Responder

Paulo Henrique

29 de dezembro de 2015 às 20h39

Legal.. Inflação la no Alto , o combustível um absurdo , quando vou ao supermercado gasto mais e compro menos sem falar em conta de água e Luz que está um absurdo e ela dá esse aumento para quem é alienado ficar feliz .

Responder

    Rafael Rabello

    30 de dezembro de 2015 às 07h50

    Só os ignorantes petistas pra se empolgarem com mais uma medida populista.

    Responder

Igor SB

29 de dezembro de 2015 às 20h27

João Bosco Cavalcanti Ramalho

Responder

Protásio Vargas

29 de dezembro de 2015 às 20h10

A MAIS ANTIGA LEI DE IMPRENSA DO BRASIL É DA ÉPOCA DO REINADO DE D. JOÃO VI ESTABELECIDO NO BRASIL. Posto o texto oficial de 02/03/1821

DECRETO DE 2 DE MARÇO DE 1821.

Sobre a liberdade da imprensa.

Fazendo-se dignas da Minha Real consideração as reiteradas representações que as pessoas doutas e zelosas do processo da civilisação e das lettras tem feito subir á Minha Soberana Presença, tanto sobre os embaraços, que a prévia censura dos escriptos oppunha á propagação da verdade, como sobre os abusos que uma illimitada liberdade de imprensa podia trazer á religião, á moral, ou publica tranquilidade; Hei por bem ordenar: Que, enquanto pela Constituição Commettida ás Côrtes de Portugal se não acharem regulares as formalidades, que devem preencher os livreiros e editores, fiquem suspensa a prévia censura que pela actual Legislação se exigia para a impressão dos escriptos que se intente publicar: observando-se as seguintes disposições:

Todo o impressor será obrigado a remetter ao Director dos Estudos, ou quem suas vezes fizer, dois exemplares das provas que se tirarem de cada folha na imprensa, sem suspensão dos ulteriores trabalhos; afim de que o Director dos Estudos, distribuindo uma dellas a algum dos Censores Regios, e ouvido o seu parecer, deixe proseguir na impressão, não se encontrando nada digno de censura, ou a faça suspender, até que se façam suspender, até que se façam as necessarias correcções, nocaso unicamente de se achar, que contém alguma cousa contra a religião, a moral, e bons costumes, contra a Constituição e Pessoa do Soberano, ou contra a publica tranquilidade: ficando elle responsavel ás partes por todas as perdas e danos, que de tal suspensão e demoras provierem, decidindo-se por arbitros tanto a causa principal de injusta censura, como a secundaria das perdas e damnos: e escolhendo o Director dos Estudos os arbitros por parte da Justiça, bem como o julgador, salvas as excepções de pejo ou suspeição, que á parte possam competir, na fórma de direito.

Do mesmo modo deverão os livreiros mandar successivamente ao Director dos Estudos, ou quem suas vezes fizer, listas dos livros que tiverem de venda, e que se não achem em precedente lista, remettendo os que pelo mesmo Director lhes forem pedidos para serem examinados; e caso nelles se encontre cousa, que offenda algum dos mencionados pontos, deverá o Director dos Estudos mandar prohibir a ulterior venda, entregando-se na Livraria Publica, a menos que, sendo de importação, seu dono não prefira reexporta-los.

O impressor ou livreiro, que faltar em cumprir com o disposto neste Decreto, incorrerá na pena pecuniaria, que não será menos de 100$000, nem mais de 600$000; e além disso na correccinal de custodia, de oito dias ao menos, ou de tres mezes ao mais, nos casos de maior gravidade; confiscados em ambos os casos os livros apprehendidos.

E como pelo acto espontaneo da Minha Soberania, com que Hei por bem suspender até a promulgação da Constituição, a censura prévia, que prende e retarda a publicação e circulação dos escriptos, não é bem podia ser Minha Intenção abrir a porta á libertina dissolução no abuso da imprensa; hei por expressamente declarado que se por algum modo, se introduzirem no publico, apezar das cautelas acima ordenadas, ou pela falta da sua observancia, escriptos sediciosos ou subversivos da religião e da moral, fiquem responsaveis ás Justiças destes Meus Reinos, pela natureza e consequencias das doutrinas ou asserções nelles contidas, em primeiro logar seus autores, e quando estes não sejam conhecidos, os editores, e a final os vendedores ou distribuidores, no caso que se lhe prove conhecimento e complicidade na disseminação de taes doutrinas ou asserções.

A Mesa do Desembargo do Paço o tenha assim entendido e faça executar.

Palacio do Rio de Janeiro aos 2 de Março de 1821.

Com a rubrica de Sua Magestade.

Este texto não substitui o publicado na CLBR, de 1821

http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/decreto/Historicos/DIM/DIM-2-3-1821.htm

Responder

Walter Guerrero Sagardoy

29 de dezembro de 2015 às 20h10

Valorização do salario minimo? Só pode ser piada…

Responder

Egisto Franceschi Neto

29 de dezembro de 2015 às 20h05

Quanta bobagem se escreve atualmente!

Responder

Elidio Nonato

29 de dezembro de 2015 às 20h02

KKKKKKKKKKKKKKKKK Getúlio de saia conta outra KKKKKKKKKKKK piada de muito mal gosto. Se informe lei a lei que getulio consolidou.

Responder

Ricardo Botelho Silva

29 de dezembro de 2015 às 19h54

Esqueceram de colocar o gráfico da inflação ao lado. Kkk

Responder

Gessimar Luiz Botta

29 de dezembro de 2015 às 19h49

E alguém sabe me dizer quanto vai ser o aumento para quem ganha acima do salário mínimo? ??

Responder

    Anônimo

    29 de dezembro de 2015 às 19h27

    Assim que sair o acordo coletivo da sua categoria você terá essa informação.

    Responder

Luiz Gomes

29 de dezembro de 2015 às 19h44

A única coisa certa que faz na economia.

Responder

Carlos Cavalcante

29 de dezembro de 2015 às 19h40

CORRUPÇÃO . MARCA PRINCIPAL DO PT

Responder

Yu Pa

29 de dezembro de 2015 às 19h35

Miguel Junior Gasparoni Álvaro Demartini Maria Alicia Lemes

Responder

Luciara Caldas

29 de dezembro de 2015 às 19h31

Dilma neles!

Responder

Miriam Araujo Simoes

29 de dezembro de 2015 às 19h25

Não adianta ter esse aumento e os empresários pensarem que o salário dobrou…Afinal nós os menos favorecidos é que sofreremos com o impacto da inflação.

Responder

Daniel Ferreira

29 de dezembro de 2015 às 19h23

A saída sempre foi pela esquerda olha o Welfare State, onde essa medida foi da direita?

Responder

Gugu Mello

29 de dezembro de 2015 às 19h16

Agora a coisa está ficando interessante…
Com essa medida, Dilma assumiu ares de um Getúlio Vargas de saias.
Só que desta vez, não haverá tiro no coração.
Esta sim, é a Dilma da campanha eleitoral de 2014!
Sinal de que o governo decidiu, efetivamente, dar uma guinada progressista, ampliando investimentos públicos, crédito e salários. -copiado

Responder

Dionis Cunha

29 de dezembro de 2015 às 19h10

É o fim de dilma na politica

Responder

Eduardo Santtos

29 de dezembro de 2015 às 19h05

Com este estrondoso aumento real de 1% acima da inflação, ou seja, R$8,80, quando chegar nos contra-cheques, a inflação (isso não é coisa tucana) já terá corroído esse 1%.

Responder

Christian Perez de Abreu

29 de dezembro de 2015 às 18h47

quanto custava um pãozinho em 94 ? 0,09 centavos … isso deve ser levado em conta !!!!!!!

Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h44

    Se esse comentário fosse escrito por um “esquerdista” reclamando da inflação no período de governos de direita, já imagino o q os “direitistas” diriam: “nem só de pão viverá o homem!”. Está nesse nível o diálogo em alguns posts. O pão era mais barato sim. Ok. Mas não podemos pensar ” separadinho”, só no pão agora… A população mais pobre teve muitas conquistas nesse período de PT: casa própria, mais universidades, mais médicos, aumento do salário mínimo…

    Responder

    Christian Perez de Abreu

    29 de dezembro de 2015 às 22h08

    Nem vou discutir com vc … o custo de vida hj está muuuito maior q antes … mas eu não estou falando bem nem mal , só acho q um assunto deve ser sério a abranger tudo , não só o q interessa . Ludibría o leitor …

    Responder

      Joaquim Vaz

      30 de dezembro de 2015 às 08h22

      Menina(o), não se deixe ludibriar, apenas pesquise o valor do salário mínimo em 94 e quantos pãezinhos conseguiria comprar com o mesmo e, proporcionalmente, quantos dólares valiam o de 94 e quanto vale o de hoje, simples assim. Antigamente, seus eternos candidatos de bico grande e emplumados sempre enganavam(ludibriavam) os pobres e os trabalhadores prometendo o salário a $100,00 dólares e nunca chegavam a $50,00, pesquise e não se deixe ludibriar.

      Responder

Jay Varty

29 de dezembro de 2015 às 18h43

aos poucos as empresas perdem lucratividade por falta de demanda e/ou por custos incontrolaveis, e fecham as portas…o desemprego cresce… ( o capitalista defende-se e paga as contas ate nao poder mais, e ai fecha) veremos ate aonde o desgaste chegará…

Responder

Maurício Vallente

29 de dezembro de 2015 às 18h42

Dá – lhe Dilma!

Responder

Carvalho Bruno

29 de dezembro de 2015 às 18h41

Que bobagem…

Responder

Jorge Carvalho

29 de dezembro de 2015 às 18h37

Lascou ! Os irmãos Marinhos vão dar um INFARTO com essa decisão e o povão se FARTAR com esse maná da Dilma !!!

Responder

Luiz Gabriel Cury

29 de dezembro de 2015 às 18h37

OI? ISSO JÁ ERA PRECISTO CAMPEAO, LEI DO MÍNIMO TINHA SIDI APROVADA JÁ. ELA TERIA ENFRENTADO, SE TIVESSE SUBIDO O MÍNIMO ACIMA DO PREVISTO NA LEI, PARA PELO MENOS 900 REAIS. DICA.

Responder

Maria Da Conceição Mendonça

29 de dezembro de 2015 às 18h24

Também, com a inflação que seu governo irresponsavel criou, nao poderia ser menor. Na verdade, não houve ganho real, somente a reposição no salário.

Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h37

    Por muito tempo nem a “reposição” o povo teve. Estou muito feliz com essa notícia e os comentários não fundamentados não me tirarão essa alegria!!!

    Responder

Marcus Vinicius Meschini

29 de dezembro de 2015 às 18h23

O que a Direita tem a ver com aumento do mínimo, alguém pode me explicar essa asneira ???

Responder

Amanda Carvalho

29 de dezembro de 2015 às 18h20

Gostei. Justo.

Responder

Dario Lenza

29 de dezembro de 2015 às 18h11

Rita Velloso bom sinal

Responder

Leonardo Rabelo Teixeira

29 de dezembro de 2015 às 18h05

Isso é obrigação do governo, não um objeto de disputa

Responder

Val de Lima

29 de dezembro de 2015 às 18h01

Edevaldo Navega olha q eu falei do real , no PSDB era bom o salário

Responder

Protásio Vargas

29 de dezembro de 2015 às 17h57

1 – Uma economia de mercado é muito sensível à imprensa de massa, pois o empresariado se guia pelas informações que recebe através dela; se o quadro apresentado é o pior possível e aponta o governo como o único culpado, então a tendência é aumentar os preços na expectativa de reduzir os custos e aumentar os lucros enquanto der. Isto leva a uma onda de aumentos e a economia desacelera.

2 – Para impedir a inflação, aumenta-se a taxa de juros bancários e se diminui o valor do real em relação ao dólar para diminuir as importações, aumentar as exportações e, com isso, equilibrar o balanço de pagamentos. O efeito disso é a diminuição dos investimentos, o estancamento da abertura de novos postos de trabalho e, no limite, o fechamento de empregos e aumento do desemprego. Este é o modo de controle da economia de mercado pelo Governo de qualquer país capitalista e todos o fazem, exceto quem tem o poder de emitir dólares no mercado, como os EUA, que controlam a inflação internacional ocidental.

3 – Há uma recessão no mundo ocidental desde 2008, quando ocorreu a maior Crise Econômica dos últimos 100 anos. O Brasil começou a sentir os seus efeitos mais fortes somente a partir de 2015, enquanto a maior parte do mundo já o sofre desde 2009-2010.

4 – A diferença é que na maior parte dos países a imprensa de massa tenta ajudar a melhora da economia para aumentar a competitividade no exterior e melhorar a condição de vida dos nacionais, enquanto no Brasil ocorre o inverso: uma imprensa que aposta na melhora dos países estrangeiros e na piora da economia brasileira – e forçam e reforçam isso todos os dias ao longo dos anos, para que o pior sempre aconteça e, em 2015, parece que quase conseguiram.

5 – Uma LEI DE MÍDIAS é necessária e urgente para melhorar a situação do Brasil para todos os brasileiros e não apenas para aqueles que se beneficiam da piora do nosso mercado interno. Uma mídia panfletária é uma doença e precisamos de vacina urgente.

Responder

    Diogo Scobee Marra

    29 de dezembro de 2015 às 19h20

    E como ou que seria uma lei de mídias?

    Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h32

    (Aplausos)

    Responder

    Protásio Vargas

    29 de dezembro de 2015 às 19h44

    Marcelle, respondo assim ao seu questionamento.

    1 – Já foi apresentado um projeto no passado, mas gerou tanta polêmica que foi retirado da Câmara dos Deputados pelo seu apresentador. Vou ver se encontro o projeto de lei e posto aqui para todos terem acesso.

    2 – O problema deste projeto é que era para criar uma lei que regulamantava a profissão de jornalista, no entanto, os autores do projeto colocaram como atividade exclusiva do jornalista inúmeras que pertenciam ao serviço social, ao relações públicas, e tornava obrigatória a assinatura de qualquer publicação de artigo de jornal por um jornalista credenciado pelo conselho nacional dos jornalistas, que seria criado pela mesma lei. Além disso, tornava obrigatório que o dono de jornal, revista e tv fosse jornalista com curso superior e registrado no conselho, o que fez os donos das mídias brasileiras se revoltarem e fazerem lobby na Câmara para não aprovarem o projeto. Também criava a responsabilidade do jornalista por matéria sem fonte fidedigna e criava tipos penais de crimes de imprensa. A parte polêmica era essa.

    3 – O Brasil tinha uma lei de imprensa da época da ditadura militar, mas o STF, pela ADPF 130, julgou que ela era inteiramente inconstitucional. O link oficial da lei: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L5250compilado.htm.

    4 – A Inglaterra, em agosto do ano passado, criou uma nova lei de mídias, extensa e severa. Os EUA têm uma lei de imprensa (Statute) há muitos anos e que regula o direito de dispor de concessão de meios de comunicação como rádio, tv, jornal e internt. Lá ninguém pode ser dono de mais de um meio no mesmo Estado federado e a concessão é temporária, podendo ser renovada. A Argentina criou no ano passado também a sua Lei de Medios. Quase todos os países do continente americano e da Europa possuem sua própria lei de meios de comunicaçao, mas, curiosamente, o Brasil não possui a sua.

    5 – Recentemente foi aprovada e está em vigor uma lei de imprensa setorizada e só para o direito de resposta como desagravo de mídia, mas isso é evientemente insuficiente. Eis o texto oficial da lei: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13188.htm

    Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h49

    O questionamento foi do Diogo Scobee Marra. Eu só aplaudi. Concordo com sua posição sobre a lei de mídias e já havia me informado sobre o assunto. De qualquer forma, valeu a postagem!

    Responder

    Protásio Vargas

    29 de dezembro de 2015 às 20h02

    Obrigado. É verdade. Redireciono, então, a resposta ao Diogo. Em acréscimo, Diogo, posso dizer que:

    1 – a parte que mais me interessa na Lei de Meios brasileira é a temporalidade, limitação e condicionalidade da concessão de rádio e tv, comercial e comunitária, aberta e fechada, bem como a imprensa na internet. Acho que a concessão deve ser pelo prazo de 5 anos e renovável, sob a condição de avaliação pública do veículo e o pagamento dos tributos em dia e cumprimento das leis sociais de seus empregados; deve haver jornalista responsável pelo jornal, com nível superior comprovado e registro no órgão de classe, que responde administrativa, civil e criminalmente pelo conteúdo de todas as matérias, solidariamente com o autor do conteúdo publicado.

    2 – Não pode ter, a meu ver mais do que um meio por Estado (um a só rádio ou tv) e não pode ter mais do que 2 meios em todo o país. Só pessoa jurídica pode ter concessão e seus jornalistas e proprietários não podem ocupar cargo público de nenhum tipo, concursado ou eletivo. Todas as matérias tem que ter fonte comprovada e explicitada no texto jornalístico, sob pena de falsidade ideológica.

    3 – Não pode haver fonte secreta e todo entrevistado deve ter o nome revelado publicamente. A fonte secreta, supostamente para proteger a fonte de eventuais ataques, é a forma de justificar todas as matérias falsas publicadas nos jornais da atualidade.

    4 – Todos os jornalistas têm que ter curso superior, inclusive radialistas e donos de mídia, com formação na área de comunicação (não necessariamente jornalismo); para os que exercem a profissão sem serem jornalistas deve-se conceder o prazo de 10 anos para adquirirem a formação, sob pena de impedimento do exercício profissional.

    5 – Uma informação preciosa e conhecida, a primeira lei de imprensa brasileira data de 2/03/1821, da época em que o Brasil tinha rei e a lavra é de D. João VI. O texto oficial é este: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/decreto/Historicos/DIM/DIM-2-3-1821.htm

    6 – Em alinhavo geral, penso que o essencial é isso. Há outras reflexões, mas deixo de lado.

    Responder

    Jason Gabriel

    29 de dezembro de 2015 às 23h50

    Concordo quando você fala que a mídia em sua maior parte se aproveita do mal momento e só divulga os números ruins. Mas a mídia não inventa números, muitos dos dados vêem das instituições do governo, principalmente números da economia. A culpa não é da mídia, ela alardeia, jogando para a grande massa as informações (ruins). Mas a culpa é do desgoverno, de uma política de balcão de negócios, loteamento de ministérios, estado inchado, pessoas desqualificadas (sem expertise) assumindo cargos técnicos importantes, apenas alocadas para dar apoio total ao governo. Veja o exemplo do governo se alinhando com o Renan presidente do senado. Quando fala-se que a mídia é a grande vilã, parece que não houve petrolão (mesmo que isto não seja novidade, governos interiores tb faziam o mesmo), mas nós “quebramos” a maior empresa do país. Sabemos que a corrupção não é invenção do PT, mas os caras criaram um projeto de propina e roubo, passando pela Petrobras, BNDES, criando uma rede, os bilhões são usados para campanhas e compra de partidos, parlamentares e etc. É o maior plano de corrupção já visto na história deste país. Não dá para por a culpa só na mídia. Seu que a mídia é seletiva, e nesta guerra ela tem seu lado (aquele que mais lhes intere$$a).

    Responder

    Thiago Capucci Macruz

    30 de dezembro de 2015 às 02h29

    PIB -4pct com inflação de 10pct é dificil de encontrar nos livros de economia, amigo. Acho que um momento difícil como o que estamos vivendo deveria servir para que pensassemos o que fizemos de errado, não para negarmos a realidade.
    Discordo de tudo o que você disse amigo, mas obrigado pelo comentário. Abs

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 04h09

    o mercado se antecipa a imprensa, pode apostar.

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 04h11

    uma notícia influência o mercado? claro que sim.
    Mas qualquer pessoa no início do ano preveria por exemplo o dólar na casa dos 4 reais. no final de 2014 jpa era previsto que a energia subiria pelo menos 40% assim como a gasolina. Não é a notícia em si que é a causadora. Os indicadores econômicos estão ai.. só não vê quem quer ser enganado.

    Responder

    José Oliveira Rodrigues

    30 de dezembro de 2015 às 16h01

    Verdade

    Responder

Meire Souza

29 de dezembro de 2015 às 17h53

Agora, é preciso cobrar os impostos sobre as grandes fortunas. Os ricos debocham da classe média, ridiculariza e ainda pagam menos impostos relativamente. O salário mínimo sobrecarregar a classe média, mas tem que ser reajustado, sim.

Responder

Lurdes Azeve

29 de dezembro de 2015 às 17h50

Isso não é aumento ! É esmola !

Responder

Lucas Vigário

29 de dezembro de 2015 às 17h50

Café pequeno…

Responder

Denis Carneiro

29 de dezembro de 2015 às 17h48

Notícia sem muita importância. Ela seguiu a regra predeterminada por lei de aumentar pelo INPC do ano somado ao PIB do ano retrasado ( Lei nº 12.382/2011 ), e acrescentou um extra de menos de 1% , para agradar as bases sindicais. O mercado já previa isso. Diferença de uns 8 reais a mais pro que a gente já sabia. Não fede nem cheira. Quanto impulsionar o ciclo da inflação, vai sim. Todo mundo sabe, até ela. Mas não se faz omelete sem quebrar ovos. E que escolha ela tinha? os 872 era previsto em lei, ela só acrescentou 8 reais.

Responder

    Alvaro Piton

    29 de dezembro de 2015 às 18h15

    Aecio disse que o SM estava muito alto, lembra?

    Responder

    Cleiton Souza

    29 de dezembro de 2015 às 18h49

    Detalhe que a lei que estabelece este cálculo foi feita por governos petistas

    Responder

    Jorge Menezes

    29 de dezembro de 2015 às 19h13

    O Deus mercado.

    Responder

    Denis Carneiro

    29 de dezembro de 2015 às 19h23

    Sim, foi criada pelo PT mesmo. Era mais facil seguir essa lei num ambiente de PIB positivo, que era o caso quando foi criada.

    Responder

    Denis Carneiro

    29 de dezembro de 2015 às 19h23

    Quanto ao que o Aécio disse , não entendi a relação do Aécio com a notícia

    Responder

    Fabrício Furtado

    29 de dezembro de 2015 às 19h53

    É que se fosse Aécio o salário mínimo teria um aumento de uns 10 reais se muito…

    Responder

    Denis Carneiro

    29 de dezembro de 2015 às 20h45

    Não creio que ele pudesse, a lei em questão não permitiria. Ele poderia tentar mudar, mas teria de passar pelo congresso , é improvável que tal ocorresse.

    Responder

    Bruno Campos

    29 de dezembro de 2015 às 20h53

    Novidade ver a dilma cumprindo a lei…

    Responder

    Celso Juliano De Souza Souza

    29 de dezembro de 2015 às 20h54

    O QUE IMPORTA É O DINHEIRO A MAIS PARA O TRABALHADOR QUE PODERÁ SE ALIMENTAR UM POUCO MELHOR …FORA ISSO A PRESIDENTE ESTÁ DE PARABÉNS…MUITOS CRITICAM MAS SE COMPARARMOS AO PODER DE GANHO NA ÉPOCA FHC ESTAMOS BEM MELHOR…ENTÃO VIVA NÓS TRABALHADORES…SABEMOS QUE AINDA É MUITO POUCO…MAS GALGAMOS VÁRIOS DEGRAUS…

    Responder

    Denis Carneiro

    29 de dezembro de 2015 às 21h06

    Tenho como resolução de ano novo não discutir política. Economia ta liberado . Considerações sobre se era melhor na era FHC ou se Dilma está de parabéns foge desse escopo. Mas talvez com o termo ” poder de ganho” você queira dizer “poder de compra” . A avaliação do poder de compra vai depender do indexador utilizado. Se você considerar só a inflação, há um ganho aí correspondente a uns 2,5 a 3%. Mas tem de lembrar 3 coisas: primeiro, a inflação está na casa de 1% ao mês agora. Segundo, se utilizar o dólar como indexador, houve uma queda do poder de compra em relação ao ano passado. Terceiro, a inflação incidente na classe mais baixa, que inclui cesta básica, energia e transporte, foi muito mais alta que o IPCA. Se considerar isso, houve queda também. Não quero com isso colocar agua na fervura, nem criticar o governo; só aponto que o fato noticiado provavelmente está superestimado, não tem muito significado. No noticiário econômico, nem se deu muita bola .

    Responder

    Fabrício Furtado

    29 de dezembro de 2015 às 21h24

    Carneiro me parece uma pessoa muito inteligente… Mostrou muito conhecimento… Conhecendo Aécio como conheço, acredito que ele faria de tudo para não aumentar o salario mínimo, haja visto que ele mesmo já falou em eventos que o mínimo no Brasil subiu muito, isso é típico do Partido dele… No quesito economia acho que vc tá certo mesmo, nem me atrevo a debater pois vejo que vc explicou muito bem, porem ainda acho que num governo Tucano poderia ser pior…

    Responder

João Pedro Barra

29 de dezembro de 2015 às 17h46

E VAMOS QUE VAMOS, INCLUSÃO SOCIAL E AUMENTO SALARIAL NELES!!! PT NELES!!! PT NELES!!!.. SE NÃO DÁ AUMENTO É CRITICADA, SE DÁ AUMENTO É CRITICADA!!!…. O QUE QUERES TU DE MIM???…….. KKKKKKKKKKKKKKK…

Responder

José Oliveira Rodrigues

29 de dezembro de 2015 às 17h45

A direita e muito burra para ver e entender que distribuindo renda tdos ganham

Responder

    Carvalho Bruno

    29 de dezembro de 2015 às 18h48

    Aproveita a oportunidade e nos de uma aula , senhor professor.

    Responder

    Dudu Filho Inacio

    29 de dezembro de 2015 às 20h46

    Oxi o mestre da inteligência xumil

    Responder

    José Oliveira Rodrigues

    29 de dezembro de 2015 às 21h05

    De historia sr. Ignorante politico?

    Responder

    Nilton Aranda

    29 de dezembro de 2015 às 23h45

    Jose’, os coxinhas adoram “admirar” os países de primeiro mundo e reclamar de “distribuição de renda” as se eles soubessem como e’ nesses países ……

    Responder

Solidão Perdão

29 de dezembro de 2015 às 17h44

Salário mais alto, mais consumo.Comércio e industrias vendem mais.Certa Dilma agradar aos mais pobres, esses são gratos, por minha casa minha vida, mais médicos, farmácia popular. Deixa essa elite se virar, chorar de barriga cheia. O que importa é o apoio do povão. Ficar bajulando elite,que odeiam o PT. Mesmo com dolar alto, juros altos, ganhando rios de dinheiro. Vão estar sempre do lado dos FHC da vida. Porque Lula ficou 8 anos levando borrada da mídia.E não caiu, e saiu com a popularidade alta. Porque governou para o povo. Só ir no nordeste para ver como as coisas mudaram. Fata muita coisa ainda. Mais melhorou a vida de muita gente Luz, telefone, cisternas no sertão.Não dá para agradar a todos.

Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h35

    (Aplausos)

    Responder

    Rafael Rabello

    30 de dezembro de 2015 às 08h04

    Mais consumo? Comercio vende mais???
    Maior salario = maior custo por trabalhador.
    Consequentemente, esse custo vai ser transferido pro preço dos produtos. Com os produtos mais caros, vc já não teve aumento algum. E assim, diminui a venda no comercio, que demite mais, e com o desemprego maior consome-se menos e vira uma eterna bola de neve.
    Para de acreditar em papai noel.
    Nao adianta botar o salario minimo a 10 mil reais se vc chegar no mercado e o kilo do feijao custar 50 reais, do arroz 60, do litro do leite 80 e etc..

    Responder

Eduardo Nunes Loureiro

29 de dezembro de 2015 às 17h44

A inflação nada mais é do que luta de classes. O trabalho e o capital lutando entre si para ficar com uma maior parte do espólio produzido.

Quando há capacidade ociosa e demanda reprimida, há possibilidade de crescimento de lucros e renda. Foi o que aconteceu nos mandatos de Lula, principalmente no segundo.

A partir do momento em que chega-se a um ponto em que a demanda fica maior que a oferta, ou seja, a capacidade de produzir fica menor que a exigência por produção, começa a inflação. Ela ocorre porque os salários, para se manterem em crescimento, precisam afetar a margem de lucro do empresariado. Este, por sua vez, não se dispõe a reduzi-la, aumentando seus preços, gerando um círculo vicioso onde vence quem tem mais força.

Colocar a culpa nos salários ou na produtividade nada mais é que assumir o discurso de que o lucro é sacrossanto. Até porque “aumento de produtividade” é um nome bonitinho para aumento da mais-valia.

Não me furto a me colocar ao lado dos trabalhadores, que não podem se dobrar ao falso discurso técnico da economia, que nada mais é que um libelo capitalista. Se alguém deve pagar a conta da crise, que sejam os mais ricos.

Responder

    Ramon Schroeder

    29 de dezembro de 2015 às 17h55

    Entendo seu ponto de vista Eduardo, mas oq vc tem a dizer em relação ao nível de produtividade do trabalhador brasileiro que é considerado baixo. Exemplo, não conheço as fontes, porém rendemos 4 vezes menos que os americanos, e algumas vezes menos que coreanos e alguns europeus.

    Responder

    Eduardo Nunes Loureiro

    29 de dezembro de 2015 às 17h59

    Tenho a dizer que:

    1) Quanto ganha o trabalhador americano, o coreano e os europeus? Porque você diz que deve-se pagar mais a eles pelo que eles produzem; eu digo que eles produzirão mais se ganharem – e viverem – melhor.

    2) Repito: produtividade = mais lucro para o patrão. Enquanto houver mais lucro, o patrão não chia. Basta o lucro começar a cair – e isso acontecerá SEMPRE que houver recomposição salarial sem acompanhamento devido de aumento da oferta agregada – para começar a conversa de “baixa produtividade”. Só dá para levar a sério a reclamação de produtividade se, juntamente com ela, estiver colocada a discussão sobre os lucros praticados no Brasil.

    Responder

    Paulo Alves

    29 de dezembro de 2015 às 19h03

    Sr.Eduardo Nunes Loureiro, parabens pelo comentário muito bem embasado e também pelos didáticos”Tenho a dizer que”.Agora prepare-se para ter que explicar sexo dos anjos a interlocutor, que nunca tendo estado na Finlandia ou na Noruega vai, a guisa de erudição, aventar comparações desprezando logicamente as realidades completamente distintas daqueles países e do Brasil.

    Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h27

    Eduardo! Que maravilhoso ler seu comentário no meio de tantos absurdos!!!! Cara, obrigada por gastar um pouco do seu tempo para escrever algo tão claro e didático!

    Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h30

    Sobre o comentário do Ramon… “Não conheço as fontes, porém…” puxa, se não conhece as fontes, não compre o discurso, não. Saber a fonte é algo importantíssimo.

    Responder

    Luiz Gomes

    29 de dezembro de 2015 às 19h49

    Eduardo Nunes Loureiro , não só sobre o lucro, mas na tributação que hoje é maior que o lucro. o Estado é hoje o maior patrão e um mal patrão, pois é quem mais emprega, quem tem o maior lucro e ainda é sócio majoritário via tributação de todas as empresas.Disse todas e majoritário.

    Responder

    Gerson Pompeu

    29 de dezembro de 2015 às 20h15

    Esse “estado” deve ser traduzido para “municípios, estados e governo federal” .

    Responder

    Souza Sid

    29 de dezembro de 2015 às 22h11

    Até agora nenhum fascista veio agredir… Estranho! Ou Deve ser porque o comentário do Eduardo Nunes é demolidor! Kkk

    Responder

    Fabio Monteiro

    29 de dezembro de 2015 às 22h35

    Discordo, o que ocorreu no governo lula foi a exportação de commodities =)

    Responder

    Fabio Monteiro

    29 de dezembro de 2015 às 22h35

    Souza Sid eu tenho vários argumentos que contrariam eles..

    Responder

    Fabio Monteiro

    29 de dezembro de 2015 às 22h40

    O que aconteceu quando o governo estava exportando ferro para China a valores altíssimos? Renda e prosperidade, semelhante, mas não igual a situação da Venezuela com o petróleo.
    Nossa inflação é basicamente flutuante em relação aos commodities. Porque a gasolina aumentou? porque a energia aumentou? você sabe me dizer a resposta?

    Simples, porque as obras do PAC não ficaram prontas, porque nossos portos não estão prontos, nossa capacidade de escoar hoje é complementada por países da ÁFRICA.

    O Brasil foi incompetente para fazer o básico que era investir em infra-estrutura. Não fizemos isso e sabe aqueles benefícios que o governo vendeu ao brasileiro? Ele ainda nem começou a pagar a conta.

    Responder

    Fabio Monteiro

    29 de dezembro de 2015 às 22h47

    Quando existe uma recessão mundial, quem não produz seus próprios produtos geralmente se da mal.
    E é o caso do Brasil. O nosso país DEPENDE dos OUTROS países para conseguir ter uma estabilidade econômica. E detalhe, em 2008 o Brasil nunca esteve em um cenário tão positivo em TODA A SUA HISTÓRIA, tanto do ponto de vista político ou econômico. E o que aconteceu?
    O que aconteceu com o PAC o PAC meu amigo?
    Você entende porque ” a demanda fica maior que a oferta”? PORQUE NÃO PRODUZIMOS NADA.

    Responder

    Fabio Monteiro

    29 de dezembro de 2015 às 22h48

    E porque não produzimos nada?

    Nossa gasolina é cara,
    Nossa energia é cara.
    Porque? porque não investimos em infra estrutura, investimos apenas em populismo e agora a conta vai chegar para os mais pobres, porque rico continua viajando de avião de primeira classe.

    Responder

    Joel R. Da Silveira

    29 de dezembro de 2015 às 23h40

    Baita IDIOTA

    Responder

    Rogério Diógenes

    29 de dezembro de 2015 às 23h40

    Kkkkkkkkkkkk. Nossa, Fábio falou tudo!

    Quero ver o que o Eduardo vai inventar agora…

    Responder

    Bruno Mendonca

    30 de dezembro de 2015 às 00h38

    Se o empresário não lucra, não tem como investir. Sem investimento privado, ficamos dependentes do estado, que prova dia após dia que não tem capacidade para tal.

    Se o ambiente de investimento privado não é sustentável, o empresário vai evitar dobrar apostas em momentos de ajuste como o atual, onde o vento global das commodities parou de soprar a favor.

    A conta chega, como está chegando agora. E se o governo insiste em mudar regras no meio do caminho e não ter uma política clara para reformas, o investimento fica cada vez mais escasso.

    Por isso que a demonização do lucro e o sonho do estado provedor são utopias no Brasil.

    Achar que os “ricos” vão pagar a conta é um discurso raso e populista que passa longe da realidade que nos espera.

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 04h08

    aguardando o eduardo rs

    Responder

    Eduardo Nunes Loureiro

    30 de dezembro de 2015 às 11h39

    “Se o empresário não lucra, não tem como investir. ”

    Ninguém está dizendo que o empresário não tem que ter lucro, mas sim que as margens de lucro são exorbitantes. E que qualquer discussão sobre salário que não englobe as margens de lucro é incompleta, porque os dados sobre os salários são transparentes e os do lucro não.

    Repito: estão “atacando” como se eu estivesse defendendo o governo. Defendo o governo no que ele é defensável e, em última instância, “é um governo de merda, mas é o meu governo”, como diria um militante comunista da época do Allende. Mas não é isso o que coloquei.

    Aliás, não vi contra-argumentação contra o seguinte: Inflação é luta de classes. Todas as defesas contra o aumento salarial se dão sem tocar na margem de lucro EXORBITANTE da maioria da RENDA do empresariado brasileiro. E ninguém apresentou dados sobre isso, apenas tentou me desqualificar apontando erros do governo – uns certos, outros injustos.

    Aguardo apresentação não de baixa de lucros, mas do valor ABSOLUTO dos mesmos.

    Responder

    Eduardo Nunes Loureiro

    30 de dezembro de 2015 às 11h39

    “Se o empresário não lucra, não tem como investir. ”

    Ninguém está dizendo que o empresário não tem que ter lucro, mas sim que as margens de lucro são exorbitantes. E que qualquer discussão sobre salário que não englobe as margens de lucro é incompleta, porque os dados sobre os salários são transparentes e os do lucro não.

    Repito: estão “atacando” como se eu estivesse defendendo o governo. Defendo o governo no que ele é defensável e, em última instância, “é um governo de merda, mas é o meu governo”, como diria um militante comunista da época do Allende. Mas não é isso o que coloquei.

    Aliás, não vi contra-argumentação contra o seguinte: Inflação é luta de classes. Todas as defesas contra o aumento salarial se dão sem tocar na margem de lucro EXORBITANTE da maioria da RENDA do empresariado brasileiro. E ninguém apresentou dados sobre isso, apenas tentou me desqualificar apontando erros do governo – uns certos, outros injustos.

    Aguardo apresentação não de baixa de lucros, mas do valor ABSOLUTO dos mesmos.

    Responder

    Souza Sid

    30 de dezembro de 2015 às 12h26

    Fábio Monteiro, apresente seus argumentos então, mas não me venha com filosofia de boteco …

    Responder

    Souza Sid

    30 de dezembro de 2015 às 12h26

    Fábio Monteiro, apresente seus argumentos então, mas não me venha com filosofia de boteco …

    Responder

    Fabio Monteiro

    30 de dezembro de 2015 às 16h31

    Eduardo Nunes Loureiro @eduardo, você sabia que o Brasil é um dos países do mundo com mais cargos públicos proporcionais?
    Grécia, Portugal e Espanha também.
    Pegue por exemplo a dívida pública do estado do Rio de Janeiro e veja quantas empresas estatais temos por lá.
    Petrobras, BB, energias.. Todas estão lá desde o Rio como capital nacional e por lá ficaram. É so ver a inutilidade desses cargos públicos. Vá em uma prefeitura e veja o número de pessoas que estão parados sem nada pra fazer.
    Você perguntou sobre o lucro. Cara. veja só a inflação no Brasil é CUSTO. Qual o custo do produto chegar na prateleira do mercado?

    Você tem energia, você tem trasporte e tem que pagar outros encargos, como salário e o principal, IMPOSTOS.

    Se os custos no Brasil são os mais altos do mundo, como dizer que o empresário brasileiro normal está ganhando muito? Estou me referindo a pessoas normais e não aos donos de bancos (que enriquecem mais com as altas de juros e a própria inflação.) A inflação se dá ao longo prazo porque o governo não trata de reduzir os custo básicos com o dinheiro arrecadado pelos impostos. O país tem obrigação de deixar o cenário bom para que as pessoas possam crescer. E ele não faz isso.

    Responder

Batista Barros

29 de dezembro de 2015 às 17h43

#globogolpista

Responder

Daisy Salgado

29 de dezembro de 2015 às 17h41

Denise Salgado Scartezini

Responder

Mairton Lima

29 de dezembro de 2015 às 17h40

Isso não é necessariamente uma vantagem.

Responder

Edilberto Maciel

29 de dezembro de 2015 às 17h36

Vai sonhando coxinha.

Responder

Ewerton Carvalho

29 de dezembro de 2015 às 17h36

Kkkkkkkk

Responder

Carlos Eduardo Luns

29 de dezembro de 2015 às 17h32

Tu acredita mesmo nisso Lucas? Ja viu alguma empress dar aims to apps records de produçao e vendas? Acorda parceiro.

Responder

Carlos Eduardo Luns

29 de dezembro de 2015 às 17h31

Tu acredita mesmi nisso Lucas?

Responder

Brunno Santos

29 de dezembro de 2015 às 17h31

Dilma não consegue fechar as contas do governo com o mínimo atual de R$ 788, imagine com esse aumento. Não adianta aumentar o simples se a inflação das ruas, não essa maquiada pelo governo está em quase 20%, o poder de compra é menor. É somente uma medida populista para tentar fazer durar mais esse governo que já nasceu agonizando.

Responder

    Zélia Dos Santos Lopes Martins

    29 de dezembro de 2015 às 17h33

    Pode estar agonizando mas fez muito mais pelo seu Nordeste do que qualquer governo anterior…

    Responder

    Antônio Bernardo

    29 de dezembro de 2015 às 17h36

    Toooommmaaaa…

    Responder

    Sidnei Santos

    29 de dezembro de 2015 às 17h36

    Natimorto, é o que define seu “comentário”, que apresenta “informações” desprovidas de qualquer fundamento, mas que caracterizam o típico especialista de internet de hoje.

    Responder

    Douglas Lopes Porto

    29 de dezembro de 2015 às 17h37

    toma, trouxa

    Responder

    Carlos Cavalcante

    29 de dezembro de 2015 às 17h40

    Eu pensava igual a vc, está inflação doida descontrolada, o país parando, está crise, ai passei a prestar mais atencao as notícias, apesar da crise o turístico do país tem crescimento de 35% . apesar da crise vendas em shopping crescem 1,5% , apesar da crise vendas pela internet crescem 16% , que crise e está, a que existe ou a que querem que a gente acredite.
    O Brasil e um país diferente de todos , aqui puta se apaixona pelo freguês, cafetão tem ciúme da puta, e pobre quer a volta da direita. Dita país complicado.

    Responder

    Brunno Santos

    29 de dezembro de 2015 às 17h45

    Quem mais fez pelo nordestino foi o plano real ao estabilizar a economia, quando permitiu ao pai de família com o seu trabalho sustentar sua família! Se não é natimorto explica esse rombo de 100 bi nas contas do governo, os cortes da educação, remédios faltando em hospital, explica a queda do PIB, explica o prejuízo dos fundos de pensões, a corrupção na petrobras, o rombo do setor elétrico, a corrupção e atraso na transposição do São Francisco, o aumento do desemprego. O PT faria muito mais pelo Nordestino se tivesse emprego e deixasse ele trabalhar.

    Responder

    Marcia Nazario Constant

    29 de dezembro de 2015 às 17h55

    Agonizando é o estado do teu cérebro! ;)

    Responder

    Brunno Santos

    29 de dezembro de 2015 às 17h57

    Obrigado, pelas ofensas e nenhum contra argumento baseado em dados e pelos R$ 8 de aumento real!

    Responder

    Valdinir Garcez Filho Garcez

    29 de dezembro de 2015 às 18h09

    Por acaso o Aecio faria melhor? Não sabe de nada inocente!

    Responder

    Ailton Oliveira

    29 de dezembro de 2015 às 18h39

    Essa política de aumento do salario vem desde 2003 quando o PT assumiu O governo.Dilma apenas aplicou a lei.O PSDB é contra essa politica.Ai vê quem está do lado dos pobres

    Responder

    Ailton Oliveira

    29 de dezembro de 2015 às 18h44

    Quem deveria tá natimorto é o Bruno Santos pra falar que o plano real salvou o nordeste.Ora 8 anos de plano real a fome assolava o Nordeste.Veja as reportsgens especiais do JN

    sobre a fome do nordeste

    Responder

    Carvalho Bruno

    29 de dezembro de 2015 às 18h51

    Altos canalhas aqui. Mal sabem argumentar porra nenhuma ne ??? Dai ja logo partem pra ofensa gratutita. Comportamento tipico de esquerdista mal carater

    Responder

Damacena Simone

29 de dezembro de 2015 às 17h30

Você está certinho Lucas Passos… Mais demissões a vista…

Responder

Pedro Gilberto Nichele

29 de dezembro de 2015 às 17h29

Nas coxas tudo caminha para a privatização.

Responder

Kennedy Wanderley

29 de dezembro de 2015 às 17h29

Nefelibata, não foi aumento, foi reajuste. Ela apenas repôs a inflaçâo do período, aliás, muito inferior a real.

Responder

Claudinei Arantes

29 de dezembro de 2015 às 17h28

Porque quando melhora a distribuição da renda a direita não gosta

Responder

    Kennedy Wanderley

    29 de dezembro de 2015 às 17h42

    Energúmeno; isso não é distribuição de renda, é ilusão.

    Responder

    Kennedy Wanderley

    29 de dezembro de 2015 às 17h44

    Se ela quer realmente distribuir renda, que invente um novo Plano Real, que segure os preços e os empregos, basta isso.

    Responder

      Hell Back

      04 de janeiro de 2016 às 14h21

      Sim! E doar as empresas estatais restantes (Petrobras; Banco do Brasil; Caixa Econômica; etc.)

      Responder

Lucas Passos

29 de dezembro de 2015 às 17h27

Nada de aumento real, a inflação vai continuar aumentando, os impostos também e as empresas que já estão entaladas de tanta burocracia serão obrigadas a demitir mais funcionários para se manter. Em breve verão o desemprego crescer ainda mais.

Responder

    Eduardo Nunes Loureiro

    29 de dezembro de 2015 às 17h30

    Sem essa. Empresa não está entalada de burocracia.

    Aliás, em grande medida, estamos nesta crise porque o governo foi ingênuo em acreditar na benevolência das empresas.

    Quando houve a desoneração das folhas e os incentivos fiscais, o governo esperava que as empresas investissem. Ao contrário disso, elas recompuseram suas margens de lucro e não investiram nenhum centavo.

    Menos vitimismo, por favor.

    Responder

    Anne Lima

    29 de dezembro de 2015 às 17h33

    Aumentam os preços, mas diminuem às vendas.Vejam o que aconteceu agora no Natal.No dia 26 , shoppings já reduzindo o preço o que só acontecia em janeiro.

    Responder

    Sérgio Almeida

    29 de dezembro de 2015 às 17h34

    Quais foram os incentivos fiscais?

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h36

    Anne Lima Estão diminuindo os preços porque não há consumo suficiente, e essa diminuição significa que o lucro será menor e os custos terão que ser cortados.

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h37

    Eduardo Nunes Loureiro A crise no Brasil tem a ver com o auxilio a grandes empresas comprando titulos dos bancos via financiamento com o BNDES além do excesso de burocracia e impostos abusivos. Adotar politicas protecionistas e de auxilio economico do Estado à grandes empresas vai contra as regras do livre mercado.

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h39

    O resultado dessa politica de auxilio estatal às grandes empresas resultou nessa inflação crescente e um rombo nos cofres públicos.

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h42

    E não é uma critica somente ao PT, o PSDB pode ter privatizado e ter feito algum ajuste fiscal mas foi no governo FHC que os gastos públicos cresceram, o que perdura até hoje.

    Responder

    Eduardo Nunes Loureiro

    29 de dezembro de 2015 às 17h45

    Justamente. Não acredito em “livre mercado”. Estou fazendo uma crítica a ele, não uma defesa do PT.

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h48

    Eduardo Nunes Loureiro Mas a culpa disso tudo foi justamente por causa da intromissao do governo na economia! Num sistema de livre mercado o protecionismo e auxilio à grandes empresas não pode existir. Cada empresa deve ser produtiva e ser competitiva sem ajuda do Estado via compra de titulos dos bancos.

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h49

    Essa noticia mostra que o “incentivo fiscal” nada mais é do que protecionismo e auxilio do Estado a grandes empresas nacionais: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,governo-ignorou-alerta-de-que-incentivos-fiscais-seriam-ilegais–imp-,1727654

    Responder

Magda Barros Biavaschi

29 de dezembro de 2015 às 17h27

levei.

Responder

Nilda Moreira Leite

29 de dezembro de 2015 às 17h26

E AUMENTOU A ENERGIA TBEM…. KKKKKKKKKKKKKKK

Responder

Paulo Stuck Moraes

29 de dezembro de 2015 às 17h24

Só reposição de inflação, desta vez. Nada de aumento real…

Responder

    Marcelle Moreira

    29 de dezembro de 2015 às 19h34

    Por muito tempo, nem isso o povo teve. Então deixa a gente ficar feliz com a notícia!!!

    Responder

    Paulo Stuck Moraes

    29 de dezembro de 2015 às 19h36

    Acontece que nos últimos anos, havia AUMENTO real, acima da inflação. Ou seja, Salário-mínimo foi “enquadrado”, e volta aos velhos tempos de “apenas reposição”…

    Responder

Sabrina Silvah Costa

29 de dezembro de 2015 às 17h23

aumenta o salario e o preço tbm ne

Responder

    Claudinei Arantes

    29 de dezembro de 2015 às 17h29

    Então vamo diminuir o salário pros preços caírem que tal , e difícil contentar este povo putz

    Responder

    Sabrina Silvah Costa

    29 de dezembro de 2015 às 17h30

    iiii

    Responder

    Sabrina Silvah Costa

    29 de dezembro de 2015 às 17h30

    o povoo rala p crlh pra ganha miseria e ainda aumenta precp tbm ah vai

    Responder

    Fjsantos Santos

    29 de dezembro de 2015 às 18h20

    O preço sempre vai aumentar, só muda a desculpa, a ganancia é a mesma, basta ver que quando o governo diminui um imposta, o empresário aumenta a margem de lucro e não repassa o desconto.

    Responder

Kleber Silva

29 de dezembro de 2015 às 17h21

Obrigado PresidentA.

Responder

Dorgival

29 de dezembro de 2015 às 15h20

Você parou no tempo Eduardo. Hoje para vocês darem golpe como deram no Jango precisa de muita bala agulha. Digo vocês referindo-me ao seu grupo de interesses. Não vai ter golpe porque sairemos ás ruas em defesa da Democracia. Ditadura nunca mais!!!!

Responder

Oldack Miranda

29 de dezembro de 2015 às 17h19

Aécio defende redução do salário mínimo. Deve estar fulo de raiva.

Responder

Marcelo Escobar

29 de dezembro de 2015 às 17h19

A direita quer pelo menos R$ 1.000,00

Responder

    Fjsantos Santos

    29 de dezembro de 2015 às 17h24

    Não é o que tem saído na CBN, Fraga e Aécio já disseram que nosso minimo está supervalorizado, prejudicando as empresas…..

    Responder

    Lucho Mauro Filho

    29 de dezembro de 2015 às 17h25

    A direita quer trabalho escravo, sem férias e sem décimo terceiro.

    Responder

    Claudio Machado

    29 de dezembro de 2015 às 17h27

    Rsrsrs. Alguém acredita que com a direita no poder o salário seria de 1.000,00? Quem acredita que seja internado o mais breve possível.

    Responder

    Lucas Passos

    29 de dezembro de 2015 às 17h29

    A direita quer que o salário acompanhe a produtividade. Com essa inflação e impostos excessivos o aumento do salário minimo de nada serve. Apenas fará as empresas demitir mais funcionarios para cortar gastos.

    Responder

    Lucho Mauro Filho

    29 de dezembro de 2015 às 17h38

    Mas não é aumento de salário, e sim reajuste anual de perdas, ora todos tem seus reajustes anual, e quem ganha salário mínimo tem que ficar de fora?

    Responder

    Adriano Bueno

    29 de dezembro de 2015 às 17h45

    Burgueses não estão demitindo para “cortar gastos”. Eles querem um exército de reserva precionando os salários de quem está empregado (aumento no desemprego) para recontratarem recuperando para seus lucros a valorização salarial dos últimos anos.

    Responder

    Marcelo Escobar

    29 de dezembro de 2015 às 18h22

    Salário não onera o empresário, carga tributária sim!!!! Afinal crueldade mesmo é com quem não tem forças para o trabalho como os aposentados…

    Responder

Pedro Cangussu

29 de dezembro de 2015 às 17h19

Se a produtividade não acompanhar, vamos ter um problemão.

Responder

Edilberto Maciel

29 de dezembro de 2015 às 17h16

Dilma vai começar 2016 com o pé direito.

Responder

Donizete Rodrigues

29 de dezembro de 2015 às 15h15

Getulio de saias???kkkkkkkkkk Não seja mais ridículo que de costume, aquilo é um irmão metralha de saias.

Responder

Eduardo Nunes Loureiro

29 de dezembro de 2015 às 17h13

Pouco antes do golpe, Jango DOBRARA o salário mínimo.

Responder

    Fjsantos Santos

    29 de dezembro de 2015 às 17h25

    E a direita ficou fula da vida, até os militares foram aos jornais criticar….

    Responder

    Marcia Nazario Constant

    29 de dezembro de 2015 às 17h57

    Isso mesmo. Lembro bem de ter aprendido sobre isso. Jango teria sido um excelente presidente!

    Responder

    Fjsantos Santos

    29 de dezembro de 2015 às 18h18

    Marcia Nazario Constant e com as reformas de Paulo Freire e do campo, o Brasil seria mais educado e menos violento.

    Responder

Deixe um comentário