Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

090/03/2016- Brasília- DF, Brasil- O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante caf'w da manhã com o senador Renan Calheiros. Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

New York Times: Acusações contra Lula são “obscuras”

Por Redação

10 de março de 2016 : 12h14

Foto: Ricardo Stuckert / Instituto Lula

Matéria publicada hoje no New York Times fala da perseguição política contra Lula e quando tenta descrever de que o presidente é acusado, limita-se a dizer: "It is unclear what the specific charges are." Não está claro quais são as acusações.

Claro, porque as acusações, em nossa ditadura Globo/Moro vem apenas depois! Primeiro vem a violência, a execração midiática, a prisão preventiva perpétua. Depois vem as acusações, a investigação e, por fim, uma sentença que é apenas uma formalidade inútil.

***

Ex-President of Brazil, Luiz Inácio Lula da Silva, Faces Charges

by Simon Romero, for New York Times

RIO DE JANEIRO — Prosecutors filed charges on Wednesday against former President Luiz Inácio Lula da Silva, one ofBrazil’s most prominent political figures, shaking the country’s already anxious political establishment.

The charges, brought by prosecutors in São Paulo State, are connected to claims of money laundering and misrepresentation of assets involving a luxury apartment in the beachfront city of Guarujá. It is unclear what the specific charges are.

Federal investigators say that Mr. da Silva effectively acquired the property, a claim he denies, and that O.A.S., a construction company, paid for improvements at the apartment with funds that may have come from the giant graft scheme at Petrobras, the national oil company.

The charges came after Mr. da Silva, 70, was held for questioning and his home raided by the police last week.

While a judge still needs to decide whether to accept the charges and put Mr. da Silva on trial, the positioning of the former president at the center of the Petrobras scandal is focusing scrutiny on him — and his handpicked successor, President Dilma Rousseff. Mr. da Silva, who was president from 2003 to 2010, still wields unrivaled sway in the governing leftist Workers Party. Mr. da Silva’s supporters have condemned the legal maneuvering against him, contending it is part of a media conspiracy to oust Ms. Rousseff and prevent Mr. da Silva from running again in 2018.

In a statement, Mr. da Silva’s lawyer questioned whether the lead prosecutor in the case, Cássio Conserino, harbored political motivations.

The lawyer, Cristiano Zanin Martins, also said Mr. da Silva had never concealed paying installments toward buying the apartment but decided against taking control of the property last year.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Antonio Donizeti Nodari Nodari

09 de maio de 2016 às 14h40

SE HOUVE-SE JUSTIÇA (STJ) O POVO os 54 milhões de estaria tranquilo ,mas o acordo do STJ ,nos faz crer ,que a justiça sendo chantageada pela cúpula do PSDGLOBO.

Responder

Deixe um comentário