Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

Brasília -O presidente do Senado, senador Renan Calheiros, recebe o vice-presidente da República, Michel Temer e o senador Aécio Neves (Antonio Cruz/Agência Brasil)

Síndrome de Maranhão: Gilmar Mendes suspende investigação sobre Aécio um dia depois de autorizá-la

Por Miguel do Rosário

13 de maio de 2016 : 10h45

Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

Gilmar Mendes suspende investigação sobre Aécio um dia após autorizá-la

No El País Brasil

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou suspender a investigação sobre o suposto envolvimento do senador Aécio Neves (PSDB) no esquema de propina ligado a estatal de energia Furnas menos de 24 horas depois de autorizá-la. Segundo o ministro, o senador e seus advogados conseguiram provar nesta quinta-feira que não há novos elementos que justifiquem a abertura de inquérito. Gilmar também enviou o inquérito de volta para o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que deve reavaliar o caso.

Na quarta-feira, o ministro havia autorizado a abertura de investigação com base na delação premiada feita pelo ex-senador Delcídio do Amaral (sem partido), que citou Aécio como pessoa próxima a Dimas Toledo, apontado como operador do esquema de corrupção em Furnas. Anteriormente, o senador mineiro já havia sido mencionado no esquema de Furnas em outra delação premiada, do doleiro Alberto Yousseff, mas na época Janot considerou insuficientes as informações do delator.

Janot justificou o novo pedido dizendo que existem elementos na delação de Delcídio que comprovam fatos narrados por Youssef. No pedido de investigação, o procurador dizia ainda que Aécio é suspeito de possuir contas em um paraíso fiscal por meio de uma fundação que estava vinculada à mãe dele, Inês Maria Neves Faria. A defesa de Aécio sustenta que, além de não haver novidade, o ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato, já havia arquivado a investigação sobre o caso. Os argumentos foram acolhidos nesta quinta por Gilmar. “A petição do parlamentar pode demonstrar que a retomada das investigações ocorreu sem que haja novas provas”, escreveu o ministro em sua decisão.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Elizabete Rodrigues Oliveira

13 de maio de 2016 às 20h44

Enquanto o Gilmar não estiver na cadeia o Brasil não será uma pátria livre e soberana.

Responder

JOHN J.

13 de maio de 2016 às 15h59

TEMER JAMAIS.
RESISTIR E LUTAR SEMPRE
EM DEFESA DOS DIREITOS

Responder

Ronaldo Xavier

13 de maio de 2016 às 15h14

Com a suspensão das investigações Gilmar Mendes do STF assina embaixo os crimes de Aécio. É pena que não estamos mais num Estado Democrático de Direito e sim numa ditadura da toga.

Responder

Helena

13 de maio de 2016 às 11h47

É o tipo de artigo ridículo que nada traz num debate que não pode se dar a esse luxo. Não acrescenta coisa nenhuma, nada ao que a gente leu na mídia golpista, nem uma linha de análise ou crítica. O pior é que perdemos tempos lendo isso.

Responder

    eto

    13 de maio de 2016 às 11h52

    Não entendi, o artigo não presta pois a notícia já foi publicada no PIG?

    Responder

    renato andretti

    13 de maio de 2016 às 13h37

    Um texto de tres linhas.
    Com conexões entre duas ou tres palavras.
    Mudaram o discurso.
    Agora não tem mais coisas como.
    Vai toma no.., seu FdP, petistas nojento.
    Tão querendo fazer as pazes com os comentaristas.
    Vai Morder seu pai na bunda, é uma coisa que jamais
    eu escreveria para um coxinha nas épocas em que eles
    existiam, agora eles são GOLPISTAS.
    O coxinha ainda sobrevivente, será execrado pelos GOLPISTA
    não entrarão no rol deles. desaparecerão, porque eles não querem ser
    vistos com coxinhas ( só nas eleições)..
    Quanto aos golpistas, não vão entrar no salão de festa…
    Ficarão do lado de fora..
    E se,comportarem-se, poderão ganhar pão com presunto na porta
    dos Grandes Clubes da Sociedade ..
    É uma verdade cruel..Mais é..
    Como disse (arrgg) Temer, ” temos que voltar a LITURGIA DO CARGO”.

    Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina