Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

‘Senado se convence da inocência de Dilma. Impeachment é arquivado.’

Por Bajonas Teixeira

29 de agosto de 2016 : 15h06

(Foto: Edilson Rodrigues)

Por Bajonas Teixeira de Brito Junior, colunista de política do Cafezinho

As doces ilusões, como as expressas no título desse artigo, estão condenadas a tornarem-se amargas. Quem dera que, decorridas todas essas etapas de defesa e acusação, estivesse formada no Senado uma clara compreensão de que as acusações contra Dilma são infundadas. Mas é claro que isso não aconteceu nem acontecerá. No entanto, a condução de todo o processo, a aplicação com que a própria defesa tem procedido, chega a fazer com que muitos se convençam de que é possível livrar-se do cerco do impeachment simplesmente através de provas e argumentos.

O circo jurídico faz crer na legitimidade constitucional e, com isso, ter esperanças em um veredito justo, ao fim do julgamento. No fundo, sem que se saiba, essa esperança, tem um quê de cumplicidade com as elites judiciárias brasileiras ou, ao menos, de apego às antigas ilusões que, decorridos os últimos meses, já podiam estar enterradas.

Vimos nos últimos meses a perseguição implacável a Lula, com decisões e omissões as mais descaradas, indo desde tentativas sumárias de prisão (pedida pelo MP de São Paulo), até vazamento de conversas pessoais gravadas e divulgadas de forma ilícita, por Sérgio Moro. No STF, tivemos um jogo que funcionou como um ataque em pinça: de um lado, o julgamento do pedido de afastamento de Eduardo Cunha levou meses até que tivesse uma decisão, o que permitiu que ele atuasse como o principal arquiteto do impeachment, enquanto, do lado contrário, Lula, que poderia ser, como ministro da Casa Civil, um negociador capaz de refazer as alianças em torno de Dilma, foi, com escândalo e indignação de alguns ministros, vilipendiado e impedido de assumir pelo STF.

Engana-se, portanto, redondamente quem acredita que argumentos, provas e contraprovas tenham o mínimo efeito para mudar o destino de Dilma em seu julgamento no Senado. Terão de fato, no Senado Federal, tão pouca efetividade quanto tiveram na Câmara Federal.

Não queremos dizer, evidentemente, que Dilma deveria ter renunciado ao seu direito de defesa, e se limitado a denunciar, de fora, todo o processo como uma farsa. Isso seria entregar a faca e o queijo nas mãos dos golpistas. Por outro lado, se fizesse isso, teria sido possível agir com maior liberdade em relação ao viés bem comportado, legalista, de seus defensores mais próximos.

Em muitas ocasiões, como na oportunidade que teve ao falar na ONU, Dilma poderia ter sido mais explícita sobre a parcialidade completa da justiça brasileira. E, portanto, por extensão, do STF brasileiro. Ao fazer agora uma denúncia mais contunde do golpe no seu discurso de hoje no Senado, Dilma ainda poupou o STF. E o fez para não irritar o Supremo, já que pretende ir a ele como a última instância após uma decisão negativa do Senado.

A defesa teve o mérito de documentar, de acumular provas contundentes, nas inúmeras peças de defesa que produziu, de que o que vivemos hoje é um golpe. Ou seja, um mérito que será para o futuro, e talvez para um futuro não muito distante, uma arma nas mãos das forças progressistas. Contudo, justamente a obediência à legalidade e aos ritos do impeachment, abriram o espaço para legitimar o processo por inteiro.

Ou seja, findo o último ato no STF, com um julgamento pelos ministros que conclua que todos os procedimentos no Congresso foram regulares e obedientes à Constituição, o que restará à defesa? Aceitar como legítimo o resultado inteiro e, desse modo, entrar em contradição com o próprio discurso das ruas, que denuncia o golpe.

A maioria dos Senadores, que vai votar contra Dilma, está muito satisfeita com todos os argumentos, provas, contraprovas, testemunhas e perícias favoráveis à presidente. Elas são muito bem vindas porque servem para a legitimação que, ao fim, nos dirá que tudo transcorreu dentro de rigorosa submissão à Constituição. Assim, quanto mais argumentos a favor de Dilma, quanto mais a defesa se esforce para provar sua inocência, melhor, porque o processo ganha mais aparência de legitimidade.

Além do interesse da maioria dos senadores de ver o PT pelas costas, e ter seus partidos colocados no centro do poder, há também desejos mais laterais, mas não menos efetivos. Um deles, como vimos com todos os detalhes nas gravações de Sérgio Machado, é costurar um novo pacto, nacional, com todos os vitoriosos que, congregados pelo “renascimento do Brasil” pós-PT, pós-Lula e pós-Dilma – ou seja, fim dos programas sociais, imposição à ferro e fogo de um super-agenda neoliberal, desmonte das leis trabalhistas, saque do estado, etc. – concederá uma anistia geral para todos os crimes, desde que praticados pela direita golpista.

Ou seja, o enterro sem lágrimas e sem velas da Lava Jato.

Tendo, como esse grupo tem, ideias muito claras sobre o que pretendem conquistar, e contando com uma sólida cumplicidade em suas fileiras, os argumentos contrários ao golpe são todos muito bem vindos. Quem se importa com eles? Quando no Brasil – o país do “Manda quem pode, obedece quem tem juízo” – alguém se importou com argumentos ou com provas?

No Brasil, desde sempre, a cultura nunca foi intelectual e argumentativa, mas sempre baseada em duas faces que jogam articuladas: 1. Ideias, instituições e práticas ostensivas para Inglês ver (por exemplo, a adoção de Constituições muito modernas copiadas de países avançados) e, 2) as práticas dissimuladas que fazem o contrário do que pregam as Constituições, ideias e instituições modernas que o país abraça.

Por exemplo, a Constituição enumera até cansar os ideais de igualdade social, de direitos iguais, de acessos, de promoção, etc. Não obstante, o funcionamento normal das instituições, em seu dia a dia, impõe, ao contrário, as práticas desiguais: nepotismo, favorecimento, arbítrio, patriarcalismo, apadrinhamento, pistolão, racismo institucional, etc. etc.

Isso que acontece no Brasil acontece também em outros lugares. Não é exclusividade desse país. Mas aqui, tem-se que admitir, a cultura da dissimulação chega ao extremo. Não é só um método da política ou das relações sociais, é uma espécie de fixação psicótica, de tara psíquica. Tudo que é feito escondido, por trás da visibilidade, e que entra no esquema do “isso fica entre nós dois, não diga nada para ninguém”, ou do “isso morre aqui”, tem um peso muito maior, uma realidade muito mais decisiva, do que as coisas feitas para serem vistas.

E se, para tudo ficar completo, um rebanho de ovelhas inocentes acredita naquilo que se faz para todo mundo ver – coisas como leis e constituições – , enquanto os lobos conspiram e dividem o butim atrás das cortinas, então estamos no Jardim de Éden à brasileira.  Aliás, para finalizar: Rui Barbosa, cujo feio busto estampa o Senado Federal, do qual é patrono, era um belo de um dissimulado.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

49 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Rodrigo Costa

03 de setembro de 2016 às 10h59

Vejam a manifestação anti-Temer aqui!
https://www.youtube.com/shared?ci=pRQ64yWcbu4

Responder

Rodrigo Costa

30 de agosto de 2016 às 07h49

A associação (e modelação) com países subdesenvolvidos pela ditadura e bolivarianismo populista, bem como o aparelhamento do Estado, nos rendeu o atraso e, de brinde, a maior crise econômica da história. Mentiram em tudo, até em forçar os estratos socioeconômicos para “tirar milhões da pobreza”. Que bom que as classes sociais e estratos socioeconômicos são agora balizados pelo método de Mazzon & Kamakura e nos revelam que o brasileiro é mais pobre do que se pregava na era petista.

Tomara que seja um adeus às “palestras” de representação comercial de empreiteiras na América Latina e África, que tinham como base o prestígio político do ex-presidente Lula.

Tomara que não tenhamos mais decretos de sigilo para o uso do dinheiro público como o Mega Porto de Mariel, em Cuba e outros tantos decretos. Esse foi o governo dos decretos.

Falando em decretos, tomara que não sejam liberadas, de forma descarada e desesperada, as emendas parlamentares que deu R$ 750 mil a cada parlamentar para “investir” em seu reduto eleitoral em troca do silêncio das pedaladas contra a CAIXA e outros foras…

Se eu for ficar citando as fraudes e crimes, não terminará hoje… Então…

Tomara que sirva de exemplo!!!

Bom, tchau, querida!!!

Responder

    Alexandre Abreu

    30 de agosto de 2016 às 10h43

    INACREDITÁVEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    “Tomara que seja um adeus às “palestras” de representação comercial de empreiteiras na América Latina e África, que tinham como base o prestígio político do ex-presidente Lula.”
    Isso foi maneira de TRAZER DIVISAS para o BRASIL, Ô infeliz!!!!!!!!!!!!!

    “Tomara que não tenhamos mais decretos de sigilo para o uso do dinheiro público como o Mega Porto de Mariel, em Cuba e outros tantos decretos. Esse foi o governo dos decretos.”
    http://www.viomundo.com.br/politica/patricia-campos-mello-brasil-marcou-um-golaco-ao-financiar-o-porto-mariel-em-cuba.html

    ACORDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

      Saldanha

      30 de agosto de 2016 às 12h41

      Deixa de ser idiota o coxinha imbecil e encabrestado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      Responder

        Rodrigo Costa

        30 de agosto de 2016 às 20h23

        Não sou coxinha e muito menos encabrestado. Cuidado com suas palavras, rapaz. Sua pseudo-agressividade só mostra fraqueza.

        Responder

      Rodrigo Costa

      30 de agosto de 2016 às 20h21

      Infeliz não, graças ao Bom Jesus! Não lhe dei intimidade pra se dirigir à mim assim. Por favor, nos respeitemos aqui como adultos e homens, Alexandre.

      Responder

        Alexandre Abreu

        01 de setembro de 2016 às 11h29

        Ao invés de ficar magoadinho com o termo utilizado, procure ler a matéria que postei acima PROVANDO que o porto de Mariel não foi ruim para o Brasil e argumente se for capaz. Seja mais objetivo.

        Responder

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 07h16

          Seus diminutivos não me magoam.

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 07h25

          Artigo superficial. Só vi vantagens pra família Fidel e pra quem tem ligação (que pode ser palestras fantasmas, p.ex.) com a empreiteira. Em momento nenhum cita alguma contrapartida, algum benefício claro de retorno do dinheiro público que foi utilizado com sigilo de 20 anos assinado pelo atual governador de MG, Fernando Pimentel. Se foi tão bom assim, me responda duas coisas:

          1. por que o sigilo com o SEU, o nosso dinheiro???
          2. O que mudou na sua vida depois disso???

          Alexandre Abreu

          02 de setembro de 2016 às 08h40

          O Brasil não deu dinheiro pra eles, pô! Tá difícil de entender? Não sabe o que é negócio com o intuito de trazer divisas para o BRASIL? Qual o seu problema? Me diga o que sua “maravilhosa” direita fez melhor do que Lula e Dilma pelo POVO brasileiro, e não apenas os rentistas!

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 17h01

          As expressões “tá difícil de entender?” e “qual o seu problema?” denotam sua incapacidade de aceitar que as pessoas discordem de você.

          A expressão “sua ‘maravilhosa’ direita” também é equivocada. Volto a sublinhar aqui que não me afirmo de direita. E nem o PSDB, é de direita. O PSDB é de esquerda, é social-democrata. Mas sei que você, como ser humano, pode ter enganos ou falhas de memórias.

    Pizza Parker

    30 de agosto de 2016 às 17h32

    Houve uma articulação pra usurpar o poder. O governo ilegítimo de Temer nada mais é do que uma conspiração organizada para um golpe de Estado. Vocês que agora aplaudem essa inconsequência, muito cuidado: hoje é a vez da esquerda ser escorraçada, amanhã serão vocês, PELOS MESMOS CRITÉRIOS IMUNDOS QUE VOCÊS, IMUNDOS, APLAUDEM.

    Responder

      Rodrigo Costa

      30 de agosto de 2016 às 20h19

      Golpe com direito de defesa? Não concordo.

      Separando esquerda e “vocês”? Eu sou adepto de uma centro-esquerda liberal. Não sou direitista ou liberalista. Não suponha as coisas, por favor.

      Responder

        Pizza Parker

        31 de agosto de 2016 às 19h28

        O que vai acontecer agora é que todo presidente eleito com voto popular vai ficar com o cu na mão de fazer qualquer coisa que desagrade o Congresso. E, dando uma olhada na composição do Congresso, podemos dizer “adeus” a várias conquistas populares alcançadas nos últimos 14 anos.

        Responder

          Rodrigo Costa

          31 de agosto de 2016 às 23h20

          Conquistas populares?!? Quais?!?

          Alexandre Abreu

          01 de setembro de 2016 às 11h27

          Bolsa Família, ENEM, PRONATEC, Ciências sem Fronteiras, Minha Casa minha Vida, salário mínimo aumentando todo ano acima da inflação, etc.

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 06h58

          E o que te faz pensar que esses benefícios acabarão? Baseado em que o governo atual faria isso?!? Não faz sentido. Isso já foi dito por eles e é argumentação populista para inflamar maiorias menos instruídas. Nenhum governo faria isso. Nenhum! O mais liberal, direitista dos partidos não faria isso. A pobreza no Brasil é maior do que o último governo pregava. Somos um país de proporções continentais, com muito a se resolver no lado social (não com socialismo cru é utópico). Isso não permite cortar, “dar adeus” à benefícios. O que tem que se fazer é regular e fiscalizar os benefícios. Só isso. Pensar que qualquer governo acabaria com os benefícios sociais é acreditar em lorota, isso é desespero do PT ao afirmar isso, é medo de largar o osso! Isso não existe.

          Alexandre Abreu

          02 de setembro de 2016 às 08h37

          SÓ PRA COMEÇAR… TEM MUITO MAIS…:

          Governo Temer suspende programa Brasil Alfabetizado

          http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/mundo/brasil/noticia/2016/08/28/governo-temer-suspende-programa-brasil-alfabetizado-250533.php

          Governo interrompe bolsas do Ciência sem Fronteiras no exterior

          http://www1.folha.uol.com.br/ciencia/2016/06/1785680-governo-interrompe-bolsas-do-ciencia-sem-fronteiras-no-exterior.shtml

          Temer ignora relatório do Senado e exclui graduandos do Ciência sem Fronteiras
          http://www.redebrasilatual.com.br/educacao/2016/07/governo-temer-ignora-recomendacoes-do-senado-e-tira-graduandos-do-ciencia-sem-fronteiras-3520.html

          Para frear gastos em saúde, Temer estuda rever SUS

          “O atual ministro da Saúde, Ricardo Barros, já afirmou que o país não conseguirá mais sustentar os direitos que a Constituição garante, como o acesso universal à saúde.”

          http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/08/1808906-para-frear-gastos-em-saude-temer-estuda-rever-sus.shtml

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 13h12

          Ele acabou com o nome e com a péssima gestão do “minha casa, minha vida”, mas o programa social ainda existe, mas com menos verba para nao afundar ainda mais o barco furado que Dilma deixou pra trás. Só o nome do programa acabou. Não precisamos ser sensacionalistas e repassar informações distorcidas para ficarem convenientes com a ideologia populista defensiva.

          O Ciência Sem Fronteiras é, em partes, um fracasso! A esmagadora maioria dos alunos vão apenas como “férias” e torram o SEU dinheiro lá fora. Eu mesmo conheço um monte “desses”, infelizmente.

          Suspender o Brasil alfabetizado não é “acabar”.

          Bom, bola fora de novo. Pura distorção de fatos para conveniência ideológica. É só pensarmos imparcialmente. Se deixaram um buraco de R$ 170 BILHÕES não há curandeiro ou “milagreiro” que dê jeito. Fizeram a m**** agora deu nisso. Essa é a herança do PT

          Alexandre Abreu

          02 de setembro de 2016 às 13h41

          Não adianta. NEM SE Jesus Cristo descer aqui agora e te provar por A+B que Lula e Dilma foram N VEZES melhor do que esses lastimáveis presidentes pós ditadura (o melhorzinho foi o Itamar) você acredita. PROVE que o Minha casa NÃO entregou o que apresentou ter entregado e também o Ciências.

          Engraçado… Você fica espalhando esses 170 bilhões como se fossem verdade absoluta SÓ porque o PIG publicou e você parece crer neles piamente. Me explica então COMO o Temer irá dar aumento para o judiciário agora que significará um aumento de BILHÕES no orçamento se o rombo é esse mesmo. Explique melhor, gênio…

          A herança do PT é um Brasil MENOS desigual, e SÓ não se tornou melhor ainda por culpa da maldita direita que você veladamente defende. Se o povo brasileiro fosse mais UNIDO e menos egoísta, estaríamos muito melhores do que estamos.

          Ah, e me mostre UM presidente que tenha feito PELO MENOS UM DÉCIMO do que Lula e Dilma fizeram. Estou aguardando.

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 15h13

          Obrigado pelo “gênio”, mas não me vejo assim.

          Uma coisa, o governo de Lula houve uma diplomacia mais peregrina por parte dele, isso foi positivo. Houve ênfase nos programas sociais, o que acho bom. Não sou (nem nunca fui) contra o Bolsa Família, por exemplo, mas contra como ele é utilizado. Ao mesmo tempo em que os estados do nordeste crescem acima da média nacional e o governo atual afirma que tirou 36 milhões de pessoas da pobreza, as coisas não batem.

          Se o nordeste tem 53 milhões de pessoas e recebe 52% de todo o bolsa família distribuído no país, cerca de aproximadamente 25 milhões de pessoas, que representam 47% dos nordestinos, recebem o bolsa família. Contraditoriamente, afirma-se que se está tirando as pessoas da pobreza* mas o Bolsa Família cresce num ritmo de 17% ao ano com enfoque no Nordeste, crescimento esse (muito) maior que o PIB brasileiro. Bom, depende então do que é pobreza para quem a está classificando. PIB NÃO É PROGRESSO SOCIAL!!!

          Resumindo, se eu posso comprar liquidificador e ter uma TV nova, mas não tenho estudo nem infraestrutura com saneamento ou calçamento, eu sou Classe Média, Classe C, C1, C2, sei lá. É isso?!? Não concordo, mas tenho de ter esperança que isso mude. Que eles enxerguem a realidade e tomem decisões democráticas e modernas.

          Lembro e ressalto que entendo perfeitamente o impacto do programa BF na vida de pessoas na linha de pobreza extrema, mas outros programas devem gravitar ao entorno –principalmente a EDUCAÇÃO– para que essas pessoas evoluam e andem com as próprias pernas, sentindo o gosto do que é ser livre numa democracia e ter orgulho de mudar de vida por conta própria, alcançar sonhos pessoais. O governo ficaria por conta de coisas como transporte, saúde pública, auditoria dos gastos públicos, infraestrutura, etc.

          ***PS 1***: Eu não concordei em nenhum momento com o aumento da remuneração do judiciário. Eu consultei o site do STF e depois de rodar 15 telas (375 servidores) apenas um tinha o salário de R$ 880 (0.26%), três com salário na faixa de R$ 2mil (0,8%) e 1 com R$ 3mil (0,26%)… o resto ganha que chega a R$ 30 mil. Achei absurdo (e podre)!

          ***PS 1***: a desigualdade não cai no Brasil, mesmo com queda de renda depois das duas crises (1999 e 2003), desde 1992. Então não foi Lula e Dilma que fizeram isso. O que eles deixaram foram recordes de desemprego, pior desempenho do comércio em décadas, inflação alta, rebaixamento em vários níveis nas agências de classificação de risco do país, etc.

          Alexandre Abreu

          02 de setembro de 2016 às 16h08

          Se você não sabe ATÉ HOJE, o BF obriga a mãe a manter os filhos NA ESCOLA com BOA FREQUÊNCIA E RESULTADOS senão eles perdem o benefício. Se você TAMBÉM não sabe, trocentas famílias já abriram mão do BF por já terem melhorado de vida o suficiente para “andar com as próprias pernas”. Mas lendo o PIG você não saberá disso e de outras notícias alvissareiras JAMAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

          Toma jeito, rapaz… O Brasil estava em 2002 com o 2º MAIOR DESEMPREGO DO MUNDO por culpa do seu muso Fernandinho e seu ministro Arminio Fraga, que quando entrou pro ministério em 1999, jogou os juros que JÁ ESTAVAM a 39% AO ANO (39% !!!!!!!!!!!!!!!!) PARA 45% A.A!!!!!!!! (45!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!). NÃO ESTAMOS NEM PERTO DISSO!!!!! Você IGNORA SOLENEMENTE que o governo da Dilma foi sabotado desde o primeiro dia do 2º mandato. Só não vê quem não quer ou tem interesse nisso.

          De novo: me mostre UM presidente que tenha feito PELO MENOS UM DÉCIMO do que Lula e Dilma fizeram. Estou aguardando.

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 16h36

          Não há fiscalização rigorosa do BF. E que “trocentas” são essas?

          Pesquise os números de inflação antes e depois do FHC, pra então tentar comparar. Economia é processo e não algo estático, ainda que o comportamento de alguns parâmetros pareçam latentes.

          Outro detalhe, porque sai linha chamando FHC de meu “muso”? É difícil pra você ler e respeitar a opinião dos outros quando é diferente da sua? Não faça isso, sei que você é inteligente e sabe conversar. Expressões de insulto não levam a lugar nenhum.

          Os argumentos que usa são tendenciosos e populistas. Não posso mudar sua cabeça a força, mas posso lhe dizer que precisa de fontes mais seguras de informação

          Alexandre Abreu

          02 de setembro de 2016 às 16h47

          Se não houvesse fiscalização (rigorosa no Brasil é utopia. O único que está sendo “fiscalizado” com rigor é o Lula pelo Moro e MP). Matérias até do próprio PIG já relatam famílias deixando o BF. Pesquise. O povo mais pobre é N VEZES mais solidário do que o rico desse país, o que o leva a ceder seu lugar a outros que mais precisam. Pesquise também.

          O país numa desgraça danada na triste época do Fernandinho e você AINDA preocupado em comparar a inflação do tempo dele com a de Lula???? Aquele inútil quebrou o Brasil 3 VEZES e um apagão de 8 LONGOS MESES, além do afundamento da plataforma P36 com a morte de técnicos altamente especializados. Com Lula o país deixou de ser “país do futuro” para ser do PRESENTE e se tornar a 7ª MAIOR ECONOMIA DO MUNDO. Dá uma “lidinha” no best seller “A privataria tucana” pra ver como bilhões tomaram caminhos “estranhos”, ao invés de ajudar o país que estava afundando com o, de novo, 2º MAIOR DESEMPREGO DO MUNDO. É EXTREMAMENTE DIDÁTICO.

          De novo: me mostre UM presidente que tenha feito PELO MENOS UM DÉCIMO do que Lula e Dilma fizeram. Aliás, já perdi as esperanças de você me mostrar, rs rs rs…

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 17h56

          Como Zumbis…

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 18h05

          BRASIL, a nova década perdida

          Mansueto Almeida, do IPEA, especialista em finanças públicas do país.

          Disse à revista ÉPOCA, em 25 de dezembro de 2015.

          Gastos na área social e com subsídios deixaram as finanças federais em uma situação insustentável.

          Desemprego (caminhando para 2 dígitos): depois de usar o FGTS as pessoas vão procurar emprego no mercado formal e não encontrarão. Partirão para o informal onde a maioria vai ganhar menos. O impacto social será grande.

          PIB 2016 expectativa de crescer 1% agora é realidade de retração próxima de 4%.

          Impostos aumentaram ao mesmo passo que a arrecadação caiu…

          Contas atrasadas e não pagas do Governo com BNDES, BB, CEF, etc. na ordem de R$ 50 Bilhões! As pedaladas, inclusive a redução de impostos trabalhistas em alguns setores endividou ainda mais o governo (R$ 18 Bi em 2015 e R$ 25 Bi em 2016).

          As dívidas do passado ainda estão sendo pagas., Com o BNDES, por exemplo, um dos empréstimos feito há 5 anos, terá de ser pago pelo Tesouro. Em 2016, será de R$ 28 bilhões (valor equivalente ao do Bolsa Família).

          O déficit fiscal está em torno de R$ 60 bilhões (arrecadação – gastos). Em 2016 os gastos aumentarão em R$ 75 bilhões. R$ 55 bilhões para Previdência e R$ 20 bilhões para seguro-desemprego. A única redução do governo foi nos investimentos (!). Eles atingiram patamares inferiores ao de 2010.

          Houve uma queda de R$ 32 bilhões em gastos nos 10 primeiros meses de 2015. Mas… foram R$ 29 bilhões em investimentos… Houve uma redução enorme em investimentos como saúde e educação, enquanto aumentaram as despesas com Previdência e subsídios. É preciso o ajuste fiscal urgente para que haja mudança de regras. Por exemplo, o governo quer chegar os gastos em educação para o equivalente a 10% do PIB. Para que isso aconteça precisamos de um aumento de 3 a 4 pontos percentuais do PIB. E isso não acontecerá. Só aumentará 2% os gastos com Previdência e saúde, devido a questões demográfica. Teríamos de ter, no mínimo, 2% de superávit primário para conter o crescimento da dívida. Mas para tudo isso, teria de se aumentar (ainda mais) a arrecadação tributária em 8% (dos atuais 35% para 43%), o que seria insustentável no nosso estágio atual de desenvolvimento.

          O impacto para a sociedade será retração da produtividade e queda do crescimento do PIB, geradas por aumento de impostos e redução de investimentos. Os serviços públicos ficarão deteriorados. Uma consulta que levava 3 meses para ser agendada, agora levará 6 meses. Na educação, escolas técnicas reduzirão cursos e outras fecharão. etc.

          Do jeito que está vamos acabar pagando mais impostos! Precisa de uma reforma na previdência, cortar os subsídios para setores específicos (porque o BNDES aumentou a dívida pública em R$ 500 bilhões enter 2008 e 2014). O BNDES emprestava R$ 90 bilhões por ano, tranqüilamente, sem aportes do Tesouro. Mas o governo achou pouco e dobrou essa quantia. Transferiu recursos e se endividou para que o banco pudesse liberar ainda mais recursos (para empreiteiras “companheiras”?).

          Não houve avanço nenhum na simplificação da carga tributária com reformas graduais. Não se fortaleceu as agencias reguladoras para prover estabilidade de regras nos investimentos em infraestrutura. Os estrangeiros não se queixam das leis, mas das mudanças e incertezas.

          O Brasil tem um gasto muito maior que o seu nível de desenvolvimento. Quanto mais os países ficam ricos, mais eles gastam no social, e não o inverso. Não dá para promover crescimento e desenvolvimento por decreto. Mas o Brasil ainda sonha com o “milagre econômico”. Não houve milagre nos EUA ou Inglaterra. Os EUA nunca tiveram taxas de crescimento anuais na casa de 10%. Tudo foi resultado de um avanço constante ao longo de anos. O Brasil estava nesse caminho, mas a partir de 2008 aderiu a esse modelo maluco de PROTEÇÃO DE SETORES E CONCESSÃO DESENFREADA DE SUBSÍDIOS. O mundo hoje é integrado. Modelos do passado não funcionam mais.

          A crise é positiva porque a população está culpando o governo como responsável pelos problemas e cobrando dele uma solução. SE A OPOSIÇÃO TIVESSE VENCIDO AS ELEIÇÕES PASSADAS, O PT PORIA A CULPA NO NOVO GOVERNO.

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 18h10

          Sem mais

    Adriano

    30 de agosto de 2016 às 18h33

    Rodrigo você parece que prefere pagar de submisso para o Pato da Fiesp. Vá em frente. O u melhor, continue, de Costas. Mas pode ter certeza que quando tiver sendo empalado pelo Meirelles no porão do BC, com um trolha de juros monumentais, vai gritar: “Ai queria, volta, querida!!”

    Responder

      Rodrigo Costa

      30 de agosto de 2016 às 20h18

      São afirmações suas. Tens o direito de fazê-las. Eu te respeito, Adriano, mas não pago de submisso.

      Responder

        Rodrigo Costa

        30 de agosto de 2016 às 20h25

        Juros monumentais? Isso economicamente não aparece da noite para o dia. O buraco foi causado antes. Foi até bom o Aécio ou a Marina não ter ganho. O PT jogaria toda a culpa em quem quer que ganhasse! É típico de populista inflamar o povo jogando a culpa nos outros. Mas ainda acredito em melhoria e que o PT pode melhorar

        Responder

          Alexandre Abreu

          01 de setembro de 2016 às 11h25

          Ué, você votou num desses dois “maravilhosos” candidatos? Me fale mais sobre isso…

          Rodrigo Costa

          02 de setembro de 2016 às 06h41

          Pra informação, eu já votei —por várias vezes— na chapa completa do PT. Mas não o faço mais, a não ser, não posso ser hipocrita, que o partido se renove, entrem cabeças pensantes, que não sonhem com um socialismo distorcido que não certo em 70 anos em nenhum lugar do planeta Terra e nem dará. Se começarem em uma linha tênue entre o socialismo é o capitalismo, sendo aquele, este melhorado, podemos começar a pensar em retomar a admiração pela bandeira do PT. Conheço pessoas que fundaram (isso mesmo, fundaram) o PT, eram próximas de Lula, Dirceu, etc, mas não se falam mais porque perceberam o projeto paralelo que estava em curso. Não as cito aqui por preservação do nome e por não ter permissão. Mas voltando ã sua pergunta, que apesar do seu tom de ironia eu levo a sério, por mim eu votaria no Senador Antônio Reguffe, ficha-limpa e que apresenta com regularidade bons projetos no Senado, mas que infelizmente não vingam porque é um honesto no meio de um bando de ratos. Mas todos sabemos que ness e em todas as eleições não existe candidato ideal. O que existem são piores e melhores dentro de um contexto de avaliação inclinada para projetos de desenvolvimento. Eu escolhi um candidato que, disse que nos despregaria desses países sul-americanos e africanos e nos conectaria com laíses desenvolvidos. Isso é um grande passo, porque ficar bancando a ilha-presídio de Cuba, babando ovo para ditadura porca da Venezuela, acolhendo narcotraficantes da Colômbia, perdoando dívidas de ditaduras violentas africanas, etc não nos levará a absolutamente nada. Se houvesse uma eleição hoje, eu não saberia em quem votar se o Senador Antônio Reguffe não estivesse como candidato.

    Maria Lucia Cardoso

    30 de agosto de 2016 às 21h46

    É. Bom p/ vc que não parece ser aposentado…ou melhor parece não precisar se aposentar. Vai ver possui até vários imóveis para locar em locais nobres. Já fez sua vida acadêmica, não deve ter filhos em universidade pública…por não precisar, claro. Resta saber até quando sua vida confortável sobreviverá. Boa sorte!

    Responder

      Rodrigo Costa

      30 de agosto de 2016 às 22h26

      Errou todas! Supor é o pior prognóstico. Venho de origem humilde e ainda não tenho absolutamente nada material. Minha vida confortável gravita ao entorno de felicidade espiritual e subjetiva. Estou em fase de estudar os filhos. E para isso abri mão de todas as coisas que, não posso afirmar, mas pela sua escrita, define conforto. Só anseio por um país justo socialmente. Uma social-democracia, providencial como nos países nórdicos, por exemplo, ainda é utópico por aqui. Lá paga-se altíssima carga tributária, mas o retorno em benefícios para a sociedade acontece (pesquise o IRBES). Mas é um sonho meu. O povo aqui ainda tem um grau de consciência coletiva muito baixo comparado aos nórdicos (vide índice de progresso social —não vai comparar com PIB, como a presidente afastada porque PIB não é progresso social) e não daria certo em solo tupiniquim.
      Mas sonho com um Brasil melhor pra meus filhos e pros seus filhos e netos, assim como para você também, Srta. Maria Lúcia.

      Responder

        Maria Lucia Cardoso

        31 de agosto de 2016 às 13h29

        Uai Sr. Rodrigo, então o Sr. está do lado errado! O que vem por ai não remete a esse seu sonho, lamento informar.

        Responder

          Rodrigo Costa

          31 de agosto de 2016 às 23h19

          E o que vem por aí, que você antevê?!? (é baseado em quê?)

Andre_Gotha

30 de agosto de 2016 às 07h31

Enfim um artigo que merece aplausos: golpe é golpe, se defender é inútil, trata-se de mero circo para dar um quê de “legalidade”

Responder

Rafael

29 de agosto de 2016 às 21h19

Choraaa esquerdinha mimimi!

Responder

Fábio Brito

29 de agosto de 2016 às 20h11

O jogo só acaba quando termina e não serão eles que vão apitar seu final.
Como a Fênix, RETORNAREMOS MAIS FORTES!!!
https://rebeldesilente.wordpress.com/2016/08/28/estes-todos-que-ai-estao/

Responder

Adriano

29 de agosto de 2016 às 19h17

Achei muito interessante nesse artigo o estilo balde de água fria. No fundo, todos temos esperança, é a última que morre mesmo não tem jeito. Mas o problema é que papai Noel não existe. O que podemos esperar se ficamos torcendo nervosamente por Dilma? Vamos esperar um cenário de ficção e, depois, vamos cair em depressão e ficar nos arrastando por ai feito barata esmagada, pisoteada pelos golpistas. Se a gente, porém, não se ilude bobamente, vai ser mais fácil levantar a cabeça no dia seguinte ao golpe e não ficar abatido e depressivo. Quem se entregar às ilusões agora irá também se deixar arrastar pela depressão depois. Pra continuar lutando a melhor coisa é não se iludir mesmo.

Responder

Welington Schweinsteiger

29 de agosto de 2016 às 18h55

Elite, herois da liberdade, PT, PMDB, PSDB. Não se pode fazer distinção de qualquer coisa nos termos acima. Corruptos q se ali existem, se aproveitam da ingenuidade de um povo sofrido pelas mazelas do imenso Brasil. Senhora e senhores o bom serviço q essa corja tem o dever de apresentar, como dito, É DEVER. Assim como é dever zelar pra que corruptos não metam a mão no dinheiro do povo. Pra isso há de se ter Competência e pulso firme, o q falta e muito à presidenta, que mais parece um fantoche. Há de ressaltar contudo que, aproveitando logicamente de tal incompetência, oportunista lhe tomarão o poder, pois cavou sua própria cova e esses espertalhões que lá chegarem não farão diferente quanto ao nosso dinheiro. Louco de quem defende qualquer das corjas, aliás louco não, é muito do esperto pq algum interesse deve ter em que um dos lados seja vitorioso e lhe sobre uma migalha do poder.

Responder

Diana Nascimento

29 de agosto de 2016 às 18h18

A delação do Machado trouxe denúncias graves, mostrou a verdadeira face de muitos políticos e por isso fizeram de tudo para abafar essa delação. Agora, estamos vendo acontecer tudo o que foi falado nas gravações do Machado. É lamentável ver a que ponto o nosso país chegou.

Responder

Pablo Cesar

29 de agosto de 2016 às 18h07

E alguém ainda tinha dúvida de que está farsa tem apenas a função de dar uma aparência de legalidade a um golpe da elite? Ok, alguns ainda podiam acreditar que criaturas como Cristóvão Buarque ainda colocariam a mão na consciência, mas fora isso, favas contadas. E neste contexto, não sei se concordo que o certo a fazer era compactuar com a encenação toda. O PT compactuar e encenou por mais de uma década, e olha onde chegamos? E nem neste momento existe coragem para romper o cerco hipócrita e gritar bem alto que isso tudo é uma mentira, que podemos ter que engolir, mas não calados, não sem deixar claro para o povo o que está acontecendo? Eu confesso que depois disso tudo perdi todas as esperanças. Não sei se consigo, mas vou me esforçar para viver a vida de forma alienada e o mais feliz possível. Este país está morto. A inteligência está morta. A moral está morta. Vamos aplaudir…

Responder

Dulce

29 de agosto de 2016 às 17h45

Bajonas, sou sua leitora e gosto muito dos seus textos. Hoje quando vi a manchete tive um sobressalto, mas logo comecei a ler e compreendi (acho que eu compreendi) o que você
pretende. Foi bom ser sacudida da minha ingenuidade, ou melhor, da minha
vontade de acreditar a qualquer custo. Realmente estamos afundados num pântano
de ilusões e, por mais os fatos nos desmintam, muito têm mesmo a ilusão de que
tudo será refeito e acertado no Senado. Até quando vamos nos enganar? Talvez no
dia em que pararmos de ler só as manchetes. E deixarmos de, no fundo, continuar
a acreditar na ‘Justiça’ brasileira. Por mais paulada na cabeça, ainda estamos
torcendo cegamente, como um desesperado que acha que vai ganhar na mega-sena e
sair do buraco depois do sorteio. Depois ainda perde o que apostou, fica na m..
federal! E isso que nos espera! Sua cabeça fria não vai ser entendida por gente de cabeça quente! Gente que pensa que o julgamento no senado é igual uma partida de futebol que pode sofrer uma
virada no final. E vão (como a mídia nos tornou imbecis) querer culpa-lo como se fosse o responsável e ao invés de ser quem avisou.

Responder

marco

29 de agosto de 2016 às 17h45

E o mais trágico,e que meia dúzia de CANALHAS ,que vivem de votos,estão anulando mais de 54 milhões de votos.E depois querem que o povo,vá votar.

Responder

Maria Amaral

29 de agosto de 2016 às 16h35

Só não entendi porque colocar um título desses!

Responder

    Israel C. Arantes

    30 de agosto de 2016 às 02h33

    Pra atrair gente, pq o site não sabe improvisar, daí cria uma notícia falsa para ganhar uma graninha extra

    Responder

Cesar Saldanha

29 de agosto de 2016 às 16h27

Fim da linha… estamos no ultimo novelo, e a peça é mexicana que acabou num teatro pastelão tudo por causa de um bufão chamado Cunha a serviço do mago Aecim.

Responder

JOHN J.

29 de agosto de 2016 às 16h02

Quem é o garoto prodígio da patifaria na política brasileira?
http://nailharga.blogspot.com.br/2014/10/prodigio-da-patifaria-aecio-foi-o-mais.html
• Pai de Aécio: http://www.viomundo.com.br/denuncias/pco-apoiador-da-ditadura-pai-de-aecio-recebeu-da-cia.html
• DELATOR YOUSSEF DENUNCIA O TUCANO AÉCIO NEVES VÁRIAS VEZES:
https://www.youtube.com/watch?v=BCNwX-jnru8
https://www.youtube.com/watch?v=bQHk5evO9VE
• AÉCIO : desde os 19 anos foi ‘funcionário fantasma’ em Brasília morando no RJ.
http://nailharga.blogspot.com.br/2014/10/prodigio-da-patifaria-aecio-foi-o-mais.html
http://www.cartamaior.com.br/?%2FEditoria%2FPolitica%2FAecio-foi-CC-da-Camara-por-4-anos-enquanto-morava-no-Rio-%2F4%2F31977
• AÉCIO: vergonha internacional: https://www.facebook.com/PlantaoBrasil.com.br/videos/323626201156036/
• AÉCIO ELOGIA ARRUDA, O LADRÃO DE BRASÍLIA: https://www.youtube.com/watch?v=83GSRNdvIcg
• AÉCIO ELOGIA CAPEZ O LADRÃO DE MERENDA ESCOLA DE SP: https://www.youtube.com/watch?v=tjw3RG9JvBE
• AÉCIO É O MAIOR BENEFICIÁRIO DE DOAÇÕES FEITAS ATRAVÉS DE CONTAS FANTASMAS DO HSBC ; https://www.facebook.com/Falandoverdadesbr2/videos/734878543294135/
https://www.youtube.com/watch?v=bdzCgv2MG3Y
http://www.viomundo.com.br/denuncias/policial-que-denunciou-aecio-e-encontrado-morto-a-versao-oficial-e-de-suicidio-mas-nao-se-descarta-retaliacao.html
• Policial Lucas Gomes denunciou Aécio Neves e apareceu morto: https://www.facebook.com/lucas.gomesarcanjo/videos/1149031345109955
• LISTA DE FURNAS – https://www.youtube.com/watch?v=13AS0HJDmWE
• MORTE DA MODELO MULA DE FURNAS. – http://www.midiaindependente.org/pt/red/2013/12/527556.shtml
• COM ESSES BANDIDOS NÃO SE PODE BRINCAR. JUSTIÇA NELES.
* MATARAM O POLICIAL QUE DENUNCIOU AÉCIO NEVES VÁRIAS VEZES.
ASSIM COMO MATARAM A MODELO MINEIRA QUE ERA A MULA QUE TRANSPORTAVA AS MALAS DE DINHEIRO DE FURNAS PARA OS ELEMENTOS DA QUADRILHA TUCANALHA.
LISTA DE FURNAS – https://www.youtube.com/watch?v=13AS0HJDmWE
– MORTE DA MODELO MULA DE FURNAS. – >>http://www.midiaindependente.org/pt/red/2013/12/527556.shtml
COM ESSES BANDIDOS NÃO SE PODE BRINCAR. JUSTIÇA NELES.
ELES TEM ATÉ MINISTRO DO STF COMO ELEMENTOS QUE GARANTEM SUAS AÇÕES.

Responder

Deixe um comentário

O 2021 de Bolsonaro O 2021 de Ciro Gomes O 2021 de Lula Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade