Live do Cafezinho: como trazer a classe média de volta para campo progressista?

Para Rússia eleição de Trump representa o fim da Guerra Fria

Por Redação

09 de novembro de 2016 : 16h50

Putin parabeniza Trump e diz que Guerra Fria acabou

na Agência Brasil

Maior adversário dos Estados Unidos, o presidente russo, Vladimir Putin, parabenizou na manhã de hoje (9) o magnata republicano Donald Trump por sua eleição à Casa Branca. Em pronunciamento que já era esperado, pois Putin explicitamente torcia para Trump derrotar a democrata Hillary Clinton, o líder russo comentou “que as relações entre o seu país e os Estados Unidos poderão sair da crise”. As informações são da Agência Ansa.

Putin enviou um telegrama a Trump, que foi eleito o 45º presidente dos Estados Unidos na madrugada de hoje, com 288 delegados no colégio eleitoral, 18 a mais do que o necessário para assumir a Casa Branca. O russo afirmou “estar seguro no diálogo entre Moscou e Washington, que deve se basear no respeito recíproco, atendendo aos interesses dos dois países”, divulgou o Kremlin. Os Estados Unidos e a Rússia são os maiores adversários políticos no cenário internacional, em um conflito ideológico e de interesses que perdura desde a Guerra Fria (1945-1991).

Durante toda a campanha eleitoral à Casa Branca, Putin e Trump trocaram elogios. “Ele representa os interesses das pessoas comuns, que criticam aqueles que estão há anos no poder, gente a quem não agrada a transferência do poder por herança”, disse Putin meses atrás, em uma clara referência à Hillary, mulher do ex-presidente Bill Clinton.

A candidata democrata chegou a acusar hackers russos de cometer ciberataques e vazar documentos sigilosos.

A Duma, que compõe o Parlamento russo, recebeu com aplausos a notícia da eleição de Trump. “As atuais relações russo-americanas não podem ser chamadas de amigáveis. Esperamos que se possa instaurar um diálogo mais construtitvo entre os dois países após a posse do novo presidente”, comentou o líder da Câmara Baixa russa, Vyacheslav Volodin.

“A Rússia terá um posto central na nova administração norte-americana”, disse o ex-embaixador de Moscou em Washington John Teff.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Arjay

06 de junho de 2017 às 22h04

Kewl you should come up with that. Exneellct!

Responder

Antonio Passos

10 de novembro de 2016 às 01h40

Minha o opinião sobre a eleição americana é que A vitória de Trump foi péssima e a derrota de Hillary foi uma maravilha.

Responder

Carlos Adonias

09 de novembro de 2016 às 18h49

Já vi algumas análises favoráveis à eleição de Trump e diante de posicionamentos políticos da senhora Clinton fico tentado a achar que o diabo não seria tão assombroso como o pintam, pelo menos não mais que a diaba. Hilary votou pela invasão do Iraque e foi diretamente responsável pela destruição do estado líbio com o consequente caos que hoje reina no país africano. Para os russos, especialmente, a vitória da democrata traz a possibilidade de uma escalada beligerante contra o seu país a partir da fronteira ucraniana.

Responder

Mauricio Maurente

09 de novembro de 2016 às 17h25

Isso parece “O Samba do Crioulo Doido”. Pare o mundo que eu quero descer.

Responder

Deixe uma resposta