Cafezinho 5 minutos – comentários diários de Miguel do Rosário

Michel assalta os cofres públicos para se manter no cargo de síndico

Por Denise Assis

04 de agosto de 2017 : 11h54

(Foto: Marcos Corrêa/PR)

Por Denise Assis, colunista do Cafezinho

Não. Michel não é um grande político. É um político burocrata, de gabinete, de obas, olas, e jantares para angariar fundos para quermesses. O que ele sempre soube fazer bem foram conversinhas e arranjos de corredores.

Sabíamos que deixá-lo com a cadeira e a caneta, enquanto está sendo investigado, desembocaria nesse festival de gastança, que já alcança a casa dos dois bi, unicamente para manter-se no poder (que ele pensa que tem), e executar as reformas encomendadas pela FIESP, que não quer, nunca quis, e vai continuar não querendo “pagar o pato”. Este quem paga somos nós.

De onde será tirada a bolada que comprou os votos proferidos em horário nobre? Da saúde, do Bolsa Família – no momento sem o aumento prometido -, e das bolsas de iniciação do CNPQ. A Instituição desmentiu oficialmente que o fará, mas não dou 15 dias para anunciar o corte. É só deixar passar o calor dos clamores.

Todas essas manobras hediondas giram em torno de um só tema: “a economia, estúpidos”. Houve quem confessasse ao microfone estar votando pelos empresários, apertados para pagar funcionários dentro das regras trabalhistas atuais. Foi quase comovente. A bordo dos 5% de popularidade (???) de que dispõe Michel não se faz de rogado. Não vacila. Está tendo ajuda para se manter onde se aboletou. Dinheiro não falta. Falta para nós, população expropriada em seus direitos, mas não para a compra deslavada de votos.

Não por acaso, ontem, dia da fatídica votação que deu continuidade ao ante mandato de Michel, um indivíduo em desespero “acessou indevidamente os trilhos do metrô”. Enquanto o deputado Wladimir Costa transpirava dentro do terno de mau gosto, borrando a tatuagem de hena que estampou no ombro, em homenagem àquele que o pagou, emitindo seu voto favorável aos gritos, um pobre diabo se estatelava na estação, atrapalhando o tráfego.

Deus queira que não aconteça, mas outros virão acessar indevidamente os trilhos, as janelas e as pontes, em desespero, tragados pela impossibilidade de pagar as contas acumuladas em casa, enquanto Michel sangra os cofres para garantir o seu cargo de síndico da elite e do mercado.

Denise Assis

Denise Assis é jornalista e autora dos livros: "Propaganda e cinema a Serviço do Golpe" e "Imaculada". É colunista do blog O Cafezinho desde 2015.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Jairo Gomes Viana

05 de agosto de 2017 às 00h06

Enalteço a coragem e o desprendimento com que 33 caras de paus mineiros afrontaram e desrespeitaram o desejo de milhões de mineiros ao votarem pela opção sim. Dentre os 33 espúrias estavam dois deputados de Divinópolis, MG, o dep. Domingos Sávio e o Dep. Jaime Martins Filho (jaiminho). A atitude dos dois foi prevista, porque ambos nadam a favor da maré, ficam ao sabor da brisa, para onde sobra o vento, é para lá que eles vão e foi assim no processo de impeachment da presidenta Dilma. Domingos Sávio e Jaime Martins Filho contrariam os eleitores de Divinópolis, quando em nome da estabilidade financeira, votam no Sim, para a permanência de um corrupto no poder. Quero ver se no ano de 2018, eles vão ter coragem de pedir votos aos eleitores da minha querida Divinópolis, porque cara de pau eles tem. Como divinopolitano, como mineiro e como eleitor, mim senti enojado com a atitude destes dois golpistas. # Não voto em golpista.

Responder

Jario Gomes Viana

04 de agosto de 2017 às 23h48

Eu enalteço a “coragem” e o “desprendimento” com que 33 cara de paus mineiros desrespeitaram o desejo de milhões de eleitores de Minas ao se venderem para a opção Sim. Dentre os 33 espúrias, estavam dois deputados de Divinópolis, MG, dep. Domingos Sávio e dep. Jaime Martins Filho, que traíram seus eleitores, ao votarem pelo Sim. A atitude destes dois já era prevista, pois sempre acompanham a maré e ficam ao sabor da brisa. Para onde sobra o vento, é para lá que os dois vão. Assim foi com o processo de impeachment da presidenta Dilma. Quero ver se em 2018, estes dois golpistas terão coragem para pedir votos aos eleitores de Divinópolis, por que cara de pau eles tem. Eu, como divinopolitano, mineiro e eleitor mim senti enojado de ver os dois deputados da minha querida Divinópolis (MG), votando pela permanência de um corrupto no poder em nome da estabilidade financeira. # Eu não voto em golpista.

Responder

João Ostral

04 de agosto de 2017 às 14h51

Agora sim, tá ai o que são crimes de responsabilidade fiscal cometidos por um ocupante da presidência do Brasil. Não precisa de subterfúgios ou mutretas.

Responder

LUIZ TAVE

04 de agosto de 2017 às 14h04

JANOT, TEMER, EDUARDO CUNHA , AECIO , SERRA , MORO , DOLLAGNOL , ROMERO JUCA` E` TUDO FARINHA DO MESMO SACO , LESA PATRIA ! O ADVOGADO TEM RAZAO ; DE CHAMAR O DESEMBARGADOR DE VAGABUNDO E LADRAO POR COBRAR 750 MIL PELO PARECER FAVORAVEL AO CLIENTE DO ADVOGADO ! CANALHAS CANALHAS CANALHAS ,

Responder

emerson57

04 de agosto de 2017 às 12h52

treme de síndico? …..Phora Treme!
Sou mais o Maia.
Não o famigerado Rodrigo Maia.
Mas o Tim Maia.
Ai siiiiiiim!

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com