Marina Silva na Jovem Pan

PCdoB decide lançar Manuela D’Ávila como pré-candidata a presidência da república

Por Miguel do Rosário

05 de novembro de 2017 : 13h34

(Foto: Caroline Ferraz/Sul21)

O Cafezinho reproduz email que acabou de receber da assessoria da presidenta nacional do PCdoB, Luciana Santos.

Nota à Imprensa

1. O Partido Comunista do Brasil decidiu na data de hoje lançar a pré-candidatura de Manuela d’Ávila à presidência da República.

2. Trata-se de uma pré-candidatura que tem como algumas de suas linhas programáticas mais gerais a retomada do crescimento econômico e da industrialização; a defesa e ampliação dos direitos do povo, tão atacados pelo atual governo; a reforma do Estado, de forma a torna-lo mais democrático e capaz de induzir o desenvolvimento com distribuição de renda e valorização do trabalho.

3. Manuela d’Ávila é jornalista, tem 36 anos e é deputada estadual desde 2014, a mais votada naquele pleito. Cumpriu dois mandatos como deputada federal, tendo sido, nas duas ocasiões, a mais votada do Rio do Grande do Sul. Em 2010, teve mais de 400 mil votos, o que representou 8,06% dos sufrágios. Foi líder do PCdoB na Câmara dos Deputados, indicada três vezes pelo DIAP como uma das 100 “Cabeças” do Congresso e cinco vezes ao Prêmio Congresso em Foco, que premia os melhores parlamentares do Brasil. Na Câmara Federal, Manuela foi autora da Lei do Estágio e relatora do Vale-Cultura e do Estatuto da Juventude, presidiu a Comissão de Direitos Humanos e foi coordenadora da bancada gaúcha.

4. Será convocada uma entrevista coletiva com a deputada Manuela d’Ávila e a presidenta do PCdoB, Luciana Santos, na qual mais detalhes serão oferecidos à imprensa.

São Paulo, 5 de novembro de 2017

Luciana Santos
Presidenta Nacional do PCdoB

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nilson Moura Messias

05 de novembro de 2017 às 23h48

Sério! Conhecendo o pragmatismo do PC do B: Vaga na chapa de Bolsonaro ou será o PPS do B.

Responder

Marcelo Santos

05 de novembro de 2017 às 22h51

Para mim, tudo isto não passa de uma boa estratégia.
Diversificando para conquistar eleitores indecisos, e num segundo turno se unirem em torno de um candidato que poderá ser Lula ou Ciro.
Mais candidatura de esquerda, mais espaço nos horários eleitorais, e debates, para baterem na direita golpista.

Responder

Omar Telada

05 de novembro de 2017 às 19h24

O Aldo Rebelo preferiu morrer politicamente a ficar no PCdoB., e se aliou, quem diria, ao partido do cara que foi morto quando era candidato a presidencia, no avião que não tinha dono porque era vergonhoisamente resultado de caixa dois. Porque ein? O que se passa nesse partido, que eu sempre apoiei e votei?
Agora o PCdoB lança candidata a presidencia, fugindo antecipadamente dos outros partidos de esquerda.
O APOCALIPSE DO PCdoB CHEGOU.
Vão todos morrer na polçitica por falta de votos.

Responder

Messias Franca de Macedo

05 de novembro de 2017 às 15h21

Se o eterno e honrado presidente Lula “perdoar os golpistas”, eu vou de Manuela!
Grande sacada, PC do B!

Responder

Val

05 de novembro de 2017 às 13h58

Quantos prefeitos, vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores Eleitos o PCdoB , PSOL, PT, PDT, PCO, Tem.

Responder

Sérgio C. Cardiano

05 de novembro de 2017 às 13h57

Seria muito bem vinda esta candidatura. É uma militante importante da esquerda brasileira e carrega o simbolismo de mais uma forte pretendente feminina. Porém, tenho sérias dúvidas se a fragmentação da esquerda, com várias candidaturas, neste momento, seria a solução mais inteligente.

Responder

    Luiz Pereira

    05 de novembro de 2017 às 17h57

    Esse é o problema ao meu ver, a estratégia da Lava Jato de prolongar a situação indefinida do Lula, força os aliados tradicionais do PT a firmarem alianças e caminhos alternativos. No final, mesmo que o Lula seja inocentado, será tão tardiamente, que as alianças e as candidaturas já estarão consolidadas e dificilmente serão revertidas. Ao invés da tão sonhada frente ampla, o que teremos serão várias candidaturas do centro para a esquerda, uma disputando o eleitorado da outra. Gosto do PC do B, mas não creio que tenha estrutura partidária para participar de uma eleição presidencial com chances reais de vitória.

    Responder

      jose carlos vieira filho

      06 de novembro de 2017 às 08h41

      dividir para controlar.
      arruma um entrevero entre os caras, deixa eles se comerem a ferro.
      e assim os chimangos não precisam gastar pólvora em maragato.

      Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com