Ciro Gomes ao vivo na Band

Ipsos: 73% dos brasileiros consideram Lula um preso político

Por Miguel do Rosário

14 de abril de 2018 : 14h41

A pesquisa Ipsos, como era de se esperar, é interpretada de maneira completamente distorcida pelo Estadão, e talvez pelo próprio Ipsos.

O tweet do Estadão é um escárnio. A foto de Francisco Proner (acima), que a ilustra, ajuda a contrariar, visualmente, o próprio título.

O título da matéria diz que a “maioria da população vê culpa em Lula e 95% quer que a Lava Jato continue”.

É exatamente o contrário do que os números mostram.

Saímos da era das Fake News para o tempo da “Mentira Total”, que é dar uma informação inteiramente contrária à verdade.

A pesquisa mostra que 55% dos brasileiros acham que a Lava Jato faz “perseguição política contra Lula”. É isso que está no gráfico.

Segundo a mesma pesquisa, 47% das pessoas acham que a Lava Jato não conseguiu provar nada contra Lula. Ora, depois do massacre midiático, sem paralelo no mundo, contra Lula, é impressionante que metade da população se mantenha rebelde, quase insurgente, em relação à narrativa oficial, chapa branca, da grande imprensa.

Todas as perguntas da Ipsos mostram que a maioria da população, ou uma grande parte, vê a Lava Jato como uma operação enviesada politicamente, que persegue Lula e deixa outros de fora.

O título da matéria, portanto, se quisesse seguir a verdade, teria de ser assim: “maioria da população NÃO vê culpa em Lula; maioria vê perseguição”.

As perguntas sobre apoio à Lava Jato, por sua vez, são capciosas e autoritárias. É como uma dessas pesquisas feitas em ditaduras, em que se pergunta à pessoa se apoia o ditador. Ora, todo mundo vai dizer que apoia!  Além de alguns intelectuais como este blogueiro, que teve a oportunidade (por motivos profissionais) de mergulhar no estudo dos autos dos processos da Lava Jato, conversar com advogados e juristas célebres, ler clássicos do direito, o que nos levou à conclusão que a Lava Jato é uma operação profundamente antijurídica, inconstitucional, movida por ódio de classe, além de vinculada a claros interesses imperialistas, além dessa minoria, quem possui tempo, coragem e conhecimento para se posicionar de maneira independente contra a operação?

O que a maioria das pessoas (91%) respondeu, segundo o gráfico da pesquisa, é que  a Lava Jato deveria investigar todos os políticos. Ou seja, as pessoas querem que haja combate à corrupção, mas não é preciso, naturalmente, que seja a partir da Lava Jato.

É incrível como o país naturalizou essa bizarria.

Ao invés de perguntar se a Polícia Federal e o Ministério Público deveriam investigar todos os políticos, pergunta-se se a “Lava Jato” deveria fazê-lo.

Será que as pessoas não percebem quanto isso é doentio? A Lava Jato é tratada como uma instituição à parte da república.

A pesquisa Ipsos, por isso mesmo, é contaminada pela lógica lavajateira.

Mesmo assim, não é preciso ser grande analista para entender que todas as respostas são negativas para a Lava Jato.

Veja a seguinte questão: “Agora que Lula foi condenado à prisão, os políticos vão tentar acabar com a Lava Jato”. Você concorda ou discorda? 66% responderam que concordam. O que isso quer dizer? A pergunta é meio confusa, mas creio que o principal significado da resposta é que a Lava Jato é uma farsa, que visava apenas prender Lula; terminado o serviço sujo, agora a Lava Jato pode terminar.

A chave de toda a pesquisa, e que ajuda a entender todas as outras questões, está nos 73% dos entrevistados que acham que “os poderosos querem tirar Lula das eleições”.

O que significa essa resposta?

Significa que a maioria esmagadora da população está vendo a prisão de Lula como uma prisão política.

Dentre as sentenças abaixo, aquela em que o Lula aparentemente parece em pior posição é a última: A Lava Jato só condenou Lula porque ele vem de origem humilde. É uma asserção exagerada, binária, que compromete a honestidade da pesquisa. Mesmo assim, 37% responderam que concordam com a sentença.

Ou seja, todas as questões mostram o derretimento da narrativa lavajateira.

 

Atualização 17:41: O Estadão usou apenas a primeira parte da pesquisa, que traz perguntas sobre culpa X inocência, apoio ou não à prisão.

Este é “sentimento social” de Barroso. A inocência de uma pessoa é definida em pesquisas de opinião. Observe, no entanto, uma coisa curiosa. Se 57% dos entrevistados consideram Lula culpado, e ao mesmo tempo 73% consideram que ele está preso por interesse dos “poderosos”, então a gente se depara com um cenário aparentemente esquizofrênico, mas que é explicado, todavia, pela verdadeira operação de intimidação da opinião pública. As pessoas sabem que Lula é preso político, sabe que há interesse de poderosos em tirá-lo das eleições, e mesmo assim o consideram um culpado. Aliás, um preso político, em geral, é quase sempre considerado “culpado” pela opinião pública, pela razão simples de que o mesmo tipo de regime que prende seus adversários políticos, também controla a opinião pública, pela censura, pela autocensura ou, como é o caso do Brasil hoje, pela cumplicidade da grande imprensa.

Observe que 44% dos entrevistados afirmam que a prisão de Lula é injusta. Esse é o seu eleitorado.

É preciso atentar ainda para outro fato: posicionar-se contra a prisão de Lula é uma postura insurgente nos dias de hoje. Vai contra o Judiciário, contra a Polícia Federal, contra o Ministério Público, contra o governo federal, contra a Globo e grande mídia em geral. É nessa perspectiva que devemos avaliar esses 44% que consideram injusta a prisão de Lula.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gustavo

15 de abril de 2018 às 08h32

Bom dia,

Saiu hoje a pesquisa do Data Folha e a princípio parece-me que os números não estão favoráveis ao Lula (pouco mais da metade encara a prisão como justa).

Se fosse possível gostaria de uma análise à respeito.

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com