Câmara discute privatização da Eletrobras

Globo exige obediência canina do STF

Por Bajonas Teixeira

27 de abril de 2018 : 11h26

Por Bajonas Teixeira

Como quem está treinando um cãozinho afável, mas ainda um pouco rebelde e inconsequente, a Globo deu lições ao STF. Foi ontem, num editorial de O Globo. Mais especificamente, as lições foram destinadas à Segunda Turma, que recentemente tomou decisão contrária a Moro e favorável a Lula. Se trata, é claro, da retirada dos  trechos das delações da Odebrecht das mãos de Moro e de seu envio para a justiça de São Paulo.

A Globo avalia que as decisões da Segunda Turma, tem algo que não está como deveria. Na verdade, tendo “beneficiado” a Lula, essa turma está fazendo o contrário do que o adestrador ensinou. É como se, instada a dar a patinha, ela mostrasse o rabinho.

A Globo suspeita que seu totó ainda não tem certeza se a Constituição serve para brincar, para rasgar ou para algum outro fim menos nobre. Por isso, em seu editorial, Em nome da segurança jurídica, a Globo se propõe ao adestramento intensivo.

Foi para ensinar ao pet sobre “segurança jurídica”, isto e, sobre como manter bem presos entre os dentes os ossinhos de Lula, que a Globo fez ontem o tal editorial. Poderia até ser chamado de tutorial de adestramento jurídico supremo.

A Globo diz que esse seu cãozinho (a segunda turma, a de Gilmar, Marco Aurélio, etc.) tem que treinar com o seu gêmeo (a Primeira Turma, a de Cármen Lúcia, de Fachin, de Rosa Weber, etc.). Que já se encontra em estado mais avançado de submissão canina.

Como bom adestrador que é, a Globo não gostou de ver esse seu pet desajeitado, a Segunda Turma, deixar cair o osso que já estava preso nos dentes. Segurar e não soltar, pelo menos até receber um comando para isso, é um aprendizado básico do manual de ética para fucinhos afoitos.

Para aprimorar é preciso ensaiar melhor, treinar mais. A Globo incentiva com carinho o seu filhote atrapalhado nesse edital muito carinhoso. Ela acredita que o bichinho tem tudo que precisa para ser obediente, pegar o ossinho e dar a patinha. Ele e seu irmão gêmeo, a Primeira Turma, são ágeis, espertos e inteligentes. Diz o editorial:

“Não pairem dúvidas de que este jornal considera as turmas do STF aptas para julgarem os processos que lhes chegam de maneira isenta, independente e de acordo com a Constituição, como têm feito.”

Então. Já estando bom, o que falta para ficar perfeito? Muito pouco. Falta apenas o cãozinho, tendo os ossos de Lula, isto é, os seus direitos constitucionais, bem presos entre as mandíbulas, os estraçalhe sem clemência até ao fim. Só isso. Diz o ditado que não se põe dentadura de ouro em boca de cachorro. Mas, se for para funcionar como soco inglês, por que não? Que mal há?

É por isso que a Globo diz que, em nome da “segurança jurídica”, a Segunda Turma tem que aceitar a revisão da sua decisão, levando-a para o plenário para que, junto com a Primeira Turma, possa corrigir o seu erro. Mas tudo isso não com o rabo entre as pernas e a cabeça baixa, postura feia até para um sabujo vira-latas, mas “com sensibilidade e altivez”. Ou seja, com o peito estufado, o focinho erguido e rabinho espetado para cima.

 

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Victor Suarez

27 de abril de 2018 às 16h45

Estou de saco cheiou desse povo que ainda assiste Globo. PQP.

Responder

Maria Thereza

27 de abril de 2018 às 16h21

Perfeito, Miguel do Rosário. Contundente, direto ao ponto. Mas acho que a emissora golpista também tem quem a adestre.

Responder

João Batista

27 de abril de 2018 às 14h16

A Globo é o poder moderador. Poder esse que está acima dos demais poderes. E como no império, é de uso exclusivo do imperador. E imperador absolutista é como se comporta a Globo golpista.

Responder

BERNARDO

27 de abril de 2018 às 13h57

alguém sabe o que anda pensando ou fazendo o EDIR MACEDO, dono da RECORD, sobre essas influências na política……eles te até um partido político, o PRB……….estão agindo contra os interesses petistas ou a favor ? sim, por que o edir sempre quis imitar o roberto marinho, influenciando o país, soube de boatos que ele está meio gagá……………ou então eles não tem a influência que julgam que dispõe……………

Responder

    BERNARDO

    27 de abril de 2018 às 14h03

    só pra ajudar…………………….no governo dilma eles foram da base de apoio, e quando o barco começou a virar estavam entre OS PRIMEIROS a cair fora.depois incrivelmente foram se encaixar no governo TEMER, como se nada tivesse acontecido

    agora que o vampirão tá nos últimos espasmos mesmos, já tão começando a desembarcar PRA QUALQUER COISA QUE ESTEJA NO PODER……

    o gente finíssima, essa, hem ?

    Responder

Fernando

27 de abril de 2018 às 12h26

E o PT e Lula fazem o quê ? Exigem que agradecimentos eternos dos indicados pelo PT ao STF e à PGR !

Responder

    Fehnelon

    27 de abril de 2018 às 13h18

    Pois é Fernando… O PT luta, é isso que o PT faz. Luta do jeito que da, veladamente, desde 2005.

    * Ouvindo explicações de uma liderança, percebi o quão inocente, até por não conhecer o quadro todo, e consequentemente injusta, era minha visão. Isso foi uma lição para mim, não sabemos o quadro todo, nem o que de real motiva uma ou outra decisão. Não é hora de critica, é hora de união e luta.

    Estamos do mesmo lado, e estão mentindo para a gente.

    Responder

Deixe uma resposta