Debate entre presidenciáveis na RedeTV! 22 horas

Moro toma champanhe com Doria em NY, Ciro Gomes denuncia o golpe na Suécia

Por Miguel do Rosário

16 de maio de 2018 : 10h43

O quadro está se definindo.

Enquanto Sergio Moro e Rosângela, sua esposa, estão em Nova York, tomando champagne e comendo caviar junto com João Dória, Ciro Gomes está na Suécia, denunciando o golpe, em português e inglês, e conversando com brasileiros, incluindo militantes de esquerda.

Um dos militantes, um jovem de camisa vermelha chamado Bruno, levantou-se para fazer pergunta. Ele cumprimentou Ciro pela denúncia do golpe, mas objetou que vivemos uma “ditadura judicial”, que havia prendido Lula, principal candidato nas pesquisas, e pergunta se Ciro Gomes daria um indulto ao ex-presidente.

Ciro responde que gostaria de conversar com o rapaz reservadamente. Mas, como a pergunta havia sido feita em público, ele tinha o dever de respondê-la. O rapaz levanta a voz para falar em ditadura judicial, ao que Ciro rebate, subindo o tom:

“Não temos uma ditadura judicial, e sim um problema de vazio de poder”.

Esta é a tese de Ciro Gomes, a de que o judiciário ocupou o vácuo deixado pelo Executivo, em especial a partir de 2013, quando a aprovação de Dilma começa a cair de maneira muito forte.

Sobre o indulto, Ciro explica que falar sobre o indulto agora é contraproducente para a estratégia jurídica ou política da defesa do ex-presidente, porque pressupõe que Lula não obterá nenhum resultado positivo na terceira e quarta instância.

Se eu falar aqui que vou indultar o Lula, eu imagino o ex-presidente me xingando lá de dentro da cela: “Vá para puta que pariu, Ciro, eu sou inocente”.

A nova armadilha imposta a Ciro é esta pergunta do indulto a Lula. É uma pergunta interessante, porque o que está em jogo aqui não é apenas o indulto de Lula, mas o próprio mérito de sua condenação. A condenação é “injusta”, tem dito Ciro Gomes em diversas entrevistas, ajudando a consolidar a narrativa de que Lula é uma vítima de Lawfare, de uma orquestração política do poder judiciário.

Entretanto, há um problema político complicado para o PT resolver, lembra Ciro: dos 11 ministros, ele indicou 9.

Uma internauta reagiu, numa dessas polêmicas que a gente faz por aqui, a esse argumento, com um outro argumento que eu mesmo já usei algumas vezes para defender o PT pelo processo de escolha de ministro do STF: não se pode culpar uma mulher se o marido bate nela, com o argumento de que ela “o escolheu”. Esse argumento, porém, não é tão bom assim: porque qualquer um pode rebater com o seguinte raciocínio: “tudo bem, um marido violento, vá lá, acontece, mas nove maridos?”

Por outro lado, o judiciário parece ter perdido completamente a vergonha, como mostra a participação de Moro num rebabofe em Nova York promovido por João Dória.

A situação serve de contraste. De um lado, a turma do golpe, os amigos de Moro, e que parecem não ter nenhuma agenda social; de outro, as forças políticas que estão tentando costurar uma solução para fazer o judiciário voltar à ter um papel democrático no país. Essas últimas ainda não conseguiram se unir, mas o processo eleitoral vai forçar uma simplificação do quadro, de maneira que, perto da eleição, tenhamos um candidato da Lava Jato, ligado ao PSDB, a Temer e ao golpe, e outro bebendo suas energias de todos os setores prejudicados pela Lava Jato e pelo golpe: os movimentos sociais, a esquerda, a indústria nacional.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tânia M.G.M.

17 de maio de 2018 às 12h33

Vivenciamos democracia imperfeita, no Brasil. Eu nunca votei no presidiário Lula, por sua ignorância; nunca prestou nem pra deputado ! Abaixo o Comunismo, papo furado de esquerda. Exijo justiça cabal, devolução de recursos públicos – Capitalismo não selvagem (participação nos lucros, a trabalhadores de empresas privadas). Sérgio Moro tem o direito de ir e vir, com quem quiser. Vamos cuidar de nossas vidas, “cada macaco no seu galho.” Democracia em breve !

Responder

HIDERLAN DOUDEMENT

16 de maio de 2018 às 23h52

COMCORDO COM O TAL “VAZIO DE PODER.” BASTA UMA AK NAS MAÕS DE CADA BRASILEIRO. ESTE PAIS JAMAIS SERAR UMA NAÇÃO. SIMPLES ASSIM.

Responder

Paulo José

16 de maio de 2018 às 20h17

Mexer com o poder da Globo está nos planos de Ciro? Ele não me parece capaz disso. Portanto não interessa

Responder

    Antonio de Carvalho

    17 de maio de 2018 às 07h01

    Então o PT também não pode ter seu apoio pois com 13 anos de governo e não fizeram nada contra a Globo!

    Responder

Régis

16 de maio de 2018 às 19h19

Você acha que estamos em uma ditadura judicial? Ciro gostaria de falar reservadamente com o interlocutor da pergunta? Como assim? Ele não quer ofender os digníssimo golpistas do judiciário? Vácuo? Não quer apontar os bois da direita golpista? Jogo duplo? Cavalo de Tróia? Cada vez me convenço que esse Ciro é um grande engodo, uma mentira bem montada para confundir a esquerda, uma furada para nossa soberania. Só por Deus!!!

Responder

    Denyse

    17 de maio de 2018 às 09h29

    Concordo Régis. Além do mais, sua verborragia é irritante, parece que quer manipular as pessoas. E outra, não passa dos 5-6% de intenções de voto. Porque tanta defesa da sua candidatura?

    Responder

Allain Silva

16 de maio de 2018 às 18h40

Fazer campanha para Ciro é de um oportunismo impressionante. Daria para entender se isso ocorresse bem lá pra frente, depois do PT perder todas as chances de defender Lula e manter ele vivo respirando como candidato. Eu entenderia mas não sei se aceitaria. Porque Ciro fala com voz grossa, diz merda para parecer macho, e homem seguro que tem um projeto. Mas acreditar isso é só para imbecis ou para oportunistas. Se você é imbecil vai acontecer que descobrirá, logo que o patife chegue ao poder, que ele não é firme, que vai rebolar no poder para cair no colo justamente das forças que estão estraçalhando a democracia brasileira. É o que o canalha faria se chegasse ao poder. Ele é irmão gêmeo do canalha Collor de Mello e todos já assistimos a essa pornochanchada com Cláudia Arraia. Até nisso o babaca do Ciro imitou casando com a atriz da Globo Patrícia Pillar. Lula? O que ele vai fazer por Lula? O que ele vai fazer para rever a reforma trabalhista? *Sonoras gargalhadas*. Mas tá, você não é imbecil, você só é oportunista, e tem um blog, e está olhando para o futuro. Você pode ficar preparado para se ele chegar ao poder, e se você estiver precisando de uns milhões de financiamento , você pode fazer dinheiro. Mas vai se acanalhar mais que ele, porque em três meses vai ter que publicar artigos defendendo o PSDB, que vai ser uma aliança preferencial quando ele chegar lá. Você vai ter que dizer que agrotóxico eh bom. Vai defender que a reforma agrária pode esperar muito ainda. E que os aumentos para o judiciário são necessários e urgentes! Lula? Que Lula???? *Sonoras gargalhadas*.

Responder

Ricardo

16 de maio de 2018 às 18h33

Vai dizer que Ciro não bebe champanha e nem come caviar ?? Esquerdista , que de bobo só tem a cara, também gosta do que é bom !

Responder

foo

16 de maio de 2018 às 18h14

“tudo bem, um marido violento, vá lá, acontece, mas nove maridos?”

Não são 9.

Lula e Dilma erraram feio em várias de suas indicações no STF.

Mas basta um ou dois votos para transformar uma vitória apertada em derrota.

Responder

Valci

16 de maio de 2018 às 17h32

#SomostodosOtários.

Responder

Flávio

16 de maio de 2018 às 17h27

Eu vi o discurso do coronel Ciro na Suécia, em um inglês digno de Joel Santana, rsrsrsrs, mas deu para entender que ele acha que induto ao Sr Lula preso por corrupção e lavagem de dinheiro em Curitiba seria uma loucura, depois tentou corrigir e ai ficou pior, com relação ao Moro não quer dizer muita coisa, apesar que Lula tirou foto como maluf e ambos estão em cana, então se eu fosse o moro ficava esperto.

Responder

    Miguel do Rosário

    16 de maio de 2018 às 18h09

    Flavio, não distorça. Ele defendeu Lula. Que vergonha isso, meu Deus.

    Responder

      Paulo Figueira

      16 de maio de 2018 às 19h01

      Cada vez que Ciro abre a boca, mais distante fica a possibilidade de ter algum apoio dos petistas, simpatizantes ou admiradores do Presidente Lula.

      Responder

      Flávio

      17 de maio de 2018 às 11h20

      Fala Miguel, cara vou assistir de novo com mais calma, confesso que entender o inglês dele é complicado.

      Responder

      LUIZ KREMPEL

      17 de maio de 2018 às 18h48

      ROSINHA VOCE MANDOU TIRAR MEU COMENTÁRIO SABE O QUE DE AGORA EM DIANTE EU PENSO VOCE É UM TREMENDO FDP PUXA SACO DE FASCISTAS E VOU DIFUNDIR QUE ,SEU CAGÃO ,BUNDA MOLE TRAIDOR…

      Responder

      LUIZ KREMPEL

      17 de maio de 2018 às 18h54

      ROSINHA VOCE MANDOU TIRAR MEU COMENTÁRIO SABE O QUE DE AGORA EM DIANTE EU PENSO VOCE É UM TREMENDO FDP PUXA SACO DE FASCISTAS E VOU DIFUNDIR ,SEU CAGÃO ,BUNDA MOLE TRAIDOR…CAFEZINHO JAMAIS …

      Responder

Ilma Cordeiro de Macedo

16 de maio de 2018 às 17h01

Primeiro : é triste que qualquer candidato para ter uma mínima chance de ganhar, precise deletar o outro.
Segundo: Ciro não fala coisa com coisa, é pedante e distante do povo. duvido muito que eleito vá governar “com o povo”.
Terceiro: NÃO TEM O CURRICULUM DO LULA.
Quarto: Precisa ter voto por seus próprios méritos, comprovados.

Responder

Nilson

16 de maio de 2018 às 16h24

Relembrando a arrogancia golpista.
ttps://www.youtube.com/watch?v=FHumXWhJZBk

Responder

Pedro Vieira

16 de maio de 2018 às 13h34

É grande momento para o juiz supere star se informar com sua grande amiga dória com estar à campanha tucana no estado de SP!
Poderia perguntar estar à situação do Paulo Preto operador do PSDB, partidos de ambos! Depois o Moro vai dizer que estar muito arrependido por estar ao lado de seu amigo e fazendo campanha para o seu partido PSDB.

Responder

André Caldas

16 de maio de 2018 às 13h15

O PT não ter escolhido petistas para ocupar o supremo deveria ser visto como MÉRITO, e não como algo que pese ainda mais na condenação de Lula.

Responder

Luiz F Velho

16 de maio de 2018 às 12h40

Corrigindo post anterior: ou invés de lua, luta. Mas lua também serviria: sonhos não podem morrer.

Responder

Luiz F Velho

16 de maio de 2018 às 12h38

Cirou “evoluiu”. Há pouco mais de um mês dizia aos quatro ventos que não havia golpe de Estado no Brasil. Na verdade, como político profissional que é, abriu uma janela para pegar uns votinhos do PT, já que o campo liberal-conservador, onde tem transitado nos seus oportunísticos vaivéns, tem pouco voto. Do alto dos seus 5% (históricos, parece ser seu teto nacional), o apoio dos petistas e, em especial, de Lula, é essencial para a sua ambição – pessoal – de ser presidente. Como sempre, arrogante e despeitado em respostas quando confrontado em sua vontade e no seu estrelismo infantil. Lula ou nada. Prosseguindo na lua para derrotar o golpe.

Responder

    Cezar R M

    16 de maio de 2018 às 16h38

    Nunca disse isso meu caro. Ciro denuncia o golpe desde 2015!

    Responder

JOÃO TOLENTINO

16 de maio de 2018 às 12h32

Ciro, na Suécia, declarou em alto e bom tom que não concederia indulto a Lula. Isso pra somar a outras punhaladas que sorrateiramente proferiu contra Lula, quando disse que: “Seria um desserviço ao Brasil o Lula candidato”; “Imaginar conspiração política [contra Lula] ofende a inteligência média do país”; “Não se pode fazer a afirmação de que eleição sem Lula é fraude”; “Não fui a São Bernardo do Campo porque não sou um puxadinho do PT”; “Lula não é um preso político”. Com Ciro, Lula não precisa de inimigo. O que se espera ainda em tempo é que Miguel do Rosário tome logo a vacina contra o vírus Cirófago que corre em suas veias.

Responder

    Cezar R M

    16 de maio de 2018 às 16h45

    Quanta má vontade! Seja um pouco mais generoso! Ciro se dissesse que concederia indulto estaria sendo contrário a própria estratégia do Lula que o Miguel critica, além do que estaria trazendo para si um enorme problema na campanha. Quanto a ele dizer que é um desserviço a candidatura do Lula, pode-se concordar ou não, mas jamais dizer que é um ataque barato, é uma critica.

    Responder

    LUIZ KREMPEL

    17 de maio de 2018 às 18h39

    SE A DERREITA ESTÁ SEM CANDIDATO A SOLUÇÃO É SIMPLES DEPENDE DE UMA GRANINHA NA ALGIBEIRA DO CIROLANDA PORQUE NO BORSO ELE VIRA BICHO(a)JAMAIS ACEITOU MAS SE NO BORNAZIM SOB A CU ECA!PRONTO TAI CLARO TUDO RESORVIDO CADIDATO FEITO E ELE NEM QUER GANHAR ELEIÇÃO VAI DAR TRABAIO DIMAIS PRELE ELE SE SATISFAIS COM OS TICOTICO MEMO QUE INCOMODE UM POUCO O PICHAROLO DELES,,,

    Responder

Francisco de Assis

16 de maio de 2018 às 12h13

Ciro Gomes tucanou a ditadura e o regime de exceção: “Não temos uma ditadura judicial, e sim um problema de vazio de poder”. E, quem diria, Miguel do Rosário assina embaixo: quem te viu, quem te vê.

Responder

Nilson Moura Messias

16 de maio de 2018 às 11h42

Miguel do Rosário, temporariamente suspende suas funções de jornalista e……..passa a fazer parte de torcida organizada. Boa sorte na sua nova função.

Responder

Ferreti

16 de maio de 2018 às 11h29

Ciro só quer os votos dos petistas. Ele está feliz com a prisão de Lula. Com Lula na cadeia, Ciro pode chegar ao segundo turno.

Responder

    Paulo Figueira

    16 de maio de 2018 às 19h07

    Ele acha que somos todos idiotas

    Responder

Curió

16 de maio de 2018 às 10h59

Por prudência, diante do surto… Sem comentários! Nada detém a vontade! Enlouqueceram!

Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com