Sabatina de Manuela na Carta Capital

Bolsonaro não se cria em Pernambuco. Lula tem 60% no estado

Por Miguel do Rosário

13 de junho de 2018 : 11h25

A pesquisa eleitoral em Pernambuco, feita pelo instituto Datamétrica entre os dias 8 e 9 de junho, mostra que Lula é o candidato todo-poderoso no estado, com 59% das intenções de voto. No cenário com sua presença, apenas um concorrente, Bolsonaro, tem pontuação expressiva: 11%.

Segundo o quadro estratificado, Lula domina todos os segmentos sociais de Pernambuco, com uma força impressionante entre pessoas com mais de 60 anos, onde tem 74% e com instrução até o ensino fundamental, onde tem 68%.

A força de Bolsonaro, por sua vez,  concentra-se no eleitorado masculino, onde tem 14% (contra 8% entre mulheres) e entre eleitores na faixa etária de 45 a 59 anos, onde tem sua melhor pontuação: 17 pontos.

O  mesmo quadro mostra Ciro pontuando à frente de Marina Silva em alguns segmentos: entre homens, Ciro tem 4 pontos (contra 3 de Marina); entre eleitores com ensino médio, tem 4 pontos (contra 2 de Marina); entre eleitores na faixa etária de 35 a 44 anos, Ciro tem 5 pontos (contra 2 de Marina).

Marina se destaca entre jovens com idade de 25 a 34 anos, onde tem 6 pontos e entre eleitores que não passaram do ensino fundamental, onde tem 4 pontos.

Geraldo Alckmin fica em segundo lugar no ranking das pessoas com mais de 60 anos: 3 pontos.

Sem Lula no páreo, os votos nulos sobem para 45% e sobram apenas 3 candidatos, Marina à frente, com 15%; seguida de Bolsonaro, com 12%, e Ciro Gomes, com 6%.

Marina Silva herda 21% dos votos lulistas, Ciro herda 6%. Esta situação, todavia, tende a se inverter, na medida em que o eleitor for informado/lembrado que Marina apoiou Aécio em 2014, o golpe em 2016, e a condenação de Lula. Ciro Gomes, por sua vez, participou da campanha de Dilma, liderou uma cruzada contra o golpe em 2016, e se posicionou de maneira firme, nos últimos anos, em defesa do ex-presidente.

Bolsonaro e Alckmin levam 2%, cada um, dos votos lulistas.

Uma observação curiosa é que as intenções de voto de Bolsonaro nos cenários de segundo turno são muito parecidas com seu tamanho no primeiro turno.

Bolsonaro tem um teto de 14% em Pernambuco.

No segundo turno, Bolsonaro perde de todos os candidatos. Com Lula, nem tem graça: 69 X 14.

Mas Bolsonaro também perde feio de Marina (34X16) e Ciro (22X14), no segundo turno.

O eleitor pernambucano ainda acredita, em sua maioria, que Lula será candidato. Mas 35% já acham que não, que Lula não será candidato.

***

No Diário de Pernambuco

Lula lidera com folga em Pernambuco

Força do ex-presidente no estado é ratificada junto a perfis diferentes de eleitores, mas em disputa sem o petista quem ganha é Marina Silva (Rede)

Publicado em: 13/06/2018 09:44 Atualizado em: 13/06/2018 10:29

As intenções de voto espontâneas para presidente sinalizam a força do ex-presidente Lula em Pernambuco. Lula aparece em primeiro lugar, com 41% das intenções de votos, seguido distantemente por Jair Bolsonaro com 9%, Ciro Gomes, com 2%, e os demais com 1% ou menos. Os resultados são da pesquisa Datamétrica, realizada nos dias 8 e 9 de junho.

Nas intenções de voto estimuladas, foram feitos dois exercícios: com Lula e sem Lula. Na simulação com Lula (PT), o ex-presidente aparece com 59%, Jair Bolsonaro (PSL) com 11%, Marina Silva (Rede) com 3%, Ciro Gomes (PDT) com 3%, Geraldo Alckmin (PSDB) com 2% e o restante com 1% ou menos. Avaliando os estratos da pesquisa, vê-se que Lula é forte em todos os cortes. Na camada até o ensino fundamental, ele aparece com 68% das intenções. Entre os que têm 60 anos ou mais, ele atinge 74%.

E, por outro lado, no segmento de menor frequência de intenções de voto, que é de eleitores com até o ensino médio, ainda assim as intenções de voto no ex-presidente são elevadas: 46%. Do ponto de vista da distribuição geográfica, sua força é bem distribuída: 59% das intenções de voto da Região Metropolitana do Recife e 58% dos votos das demais mesorregiões agrupadas.

Na simulação sem a opção de Lula, branco/nulo/ninguém cresce de 16% para 45%. Marina, dentre os pré-candidatos, é quem mais se beneficia, crescendo de 3% para 15%. Ciro Gomes sobe de 3% para 6%. Os demais crescem 1% ou menos.

Observada a migração dos votos em Lula na estimulada de primeiro turno, entre o cenário com ele e sem ele, 21% dos que apontaram Lula como opção migraram para Marina Silva e 6% escolheram Ciro Gomes. São os pré-candidatos percebidos hoje como de maior capacidade de substituí-lo. Metade dos eleitores de Lula, exatos 50% dos entrevistados, afirmam que, na falta de opção com Lula, votam branco/nulo/ninguém.

SEGUNDO TURNO

Nas simulações de segundo turno, os resultados mostram um pré-candidato sem concorrentes, praticamente. Entre o pré-candidato do PT, Lula, e o pré-candidato do PSL, Jair Bolsonaro, Lula aparece com 69% e Bolsonaro com 14%. Na simulação entre Lula e Geraldo Alckmin, o ex-presidente apareceu com 71% o ex-governador de São Paulo com 7%.

O cenário entre Marina Silva e Jair Bolsonaro mostra Marina com 34% e Bolsonaro com 16%. Quando se substitui Bolsonaro por Alckmin nesta simulação, Marina permanece com 34% e Alckmin mostra ainda menos força, 10%. Na possibilidade de Ciro Gomes enfrentar Jair Bolsonaro ou Geraldo Alckmin, os resultados hoje não seriam mais expressivos. No primeiro caso, Ciro Gomes aparece com 22% e Jair Bolsonaro com 16%; entre Ciro Gomes e Geraldo Alckmin, temos 20% a 12%.

A pesquisa tem margem de erro de 4 pontos percentuais. Foi realizada com 600 pessoas e registrada no TRE-PE sob a numeração BR-03658-2018.

EXPECTATIVA

Hoje, 49% dos pernambucanos acreditam que Lula será eleito presidente nestas eleições, outros 16% acreditam que Bolsonaro vencerá. Os demais pré-candidatos são citados em 1% ou menos dos casos. Esta expectativa de vitória é um indicador curioso. Quando os entrevistados são perguntados se acham que Lula será realmente candidato, 58% disseram que sim e 35% disseram que não. Dos 58% que acreditam na candidatura dele, 67% acham que ele se elegerá. Entre os 35% que acreditam que ele não será candidato, ainda assim, 18% afirmaram que ele será eleito presidente. Dentre esses mesmos 35% que não acreditam na viabilidade da candidatura de Lula, 32% disseram que não sabem quem será eleito presidente.

O eleitor de Lula, ao ser perguntado sobre a intenção de voto para governador, não apresenta até o momento um viés de favorecimento à pré-candidata do PT, Marília Arraes. Na pesquisa publicada ontem pelo Diario, viu-se que Paulo Câmara teria 20%, Marília Arraes 17% e Armando 14%. Demais votos somam 49%.

Dentre os 59% dos eleitores entrevistados que revelaram intenção de voto a presidente em Lula, os votos para governador se distribuiriam da seguinte forma: 24%, 22% e 16%, para Paulo Câmara, Marília Arraes e Armando Monteiro, respectivamente. Não há, dentre os três, um que seja particularmente preferido do eleitor de Lula neste momento.

“O que parece ser um erro de pesquisa, é na verdade uma contradição real que demonstra que muitos eleitores ainda não internalizaram a possibilidade de Lula não ser candidato. Ele (o eleitor entrevistado) cai em contradição ao reconhecer que é improvável a candidatura do ex-presidente mas, ao mesmo tempo, diz que acredita que ele será eleito”, afirma Analice Amazonas, sócia-diretora da Datamétrica Pesquisa e Consultoria Econômica.

Cenários

Intenção de voto espontânea para Presidente da República (% em relação ao total de cada coluna)

Pergunta: Neste ano vai haver eleições para Presidente do Brasil. Se as eleições fossem hoje, em quem o(a) sr(a) votaria?

Lula 41
Jair Bolsonaro 9
Ciro Gomes 2
Marina Silva 1
Geraldo Alckmin 1
Álvaro Dias 1
Manuela D´Ávila 0
Flávio Rocha 0
Branco/Nulo/Ninguém 23
Não sabe/Indeciso 21
Não opinou 2

Intenção de voto estimulada para Presidente da República – Cenário 1 (% em relação ao total de cada coluna)

Pergunta: Se as eleições para Presidente fossem hoje, e os candidatos fossem estes, em qual deles o(a) sr(a). votaria?

Lula 59
Jair Bolsonaro 11
Marina Silva 3
Ciro Gomes 3
Geraldo Alckmin 2
Álvaro Dias 1
Manuela D´Ávila 1
Henrique Meirelles 0
Flávio Rocha 0
Guilherme Boulos 0
Branco/Nulo/Ninguém 16
Não sabe/Indeciso 5
Não opinou 1

Intenção de voto estimulada para Presidente da República – Cenário 2 (sem Lula)

Pergunta: Se as eleições para Presidente fossem hoje, e os candidatos fossem estes, em qual deles o(a) sr(a). votaria?

Marina Silva 15
Jair Bolsonaro 12
Ciro Gomes 6
Geraldo Alckmin 3
Álvaro Dias 1
Manuela D´Ávila 1
Flávio Rocha 1
Guilherme Boulos 0
Henrique Meirelles 0
Rodrigo Maia 0
João Amoêdo 0
Branco/Nulo/Ninguém 45
Não sabe/Indeciso 15
Não opinou 2

Migração dos votos de Lula – cenário de primeiro turno (% em relação ao total de cada coluna)

Pergunta: Se as eleições para Presidente fossem hoje, e os candidatos fossem estes, em qual deles o(a) sr(a). votaria?

Marina Silva 21
Ciro Gomes 6
Geraldo Alckmin 2
Jair Bolsonaro 2
Flávio Rocha 1
Rodrigo Maia 0
Manuela D´Ávila 0
João Amoêdo 0
Guilherme Boulos 0
Branco/Nulo/Ninguém 50
Não sabe/Indeciso 16
Não opinou 2

Cenário 5

Intenção de voto segundo turno: Jair Bolsonaro x Lula (% em relação ao total de cada coluna)

Lula 69
Jair Bolsonaro 14
Branco/Nulo/Ninguém 15
Não sabe/Indeciso 1
Não opinou 1

Cenário 6

Intenção de voto segundo turno: Geraldo Alckmin x Lula (% em relação ao total de cada coluna)

Lula 71
Geraldo Alckmin 7
Branco/Nulo/Ninguém 20
Não sabe/Indeciso 2
Não opinou 1

Cenário 7

Intenção de voto segundo turno: Jair Bolsonaro x Marina Silva (% em relação ao total de cada coluna)

Marina Silva 34
Jair Bolsonaro 16
Branco/Nulo/Ninguém 41
Não sabe/Indeciso 7
Não opinou 2

Cenário 8

Intenção de voto segundo turno: Geraldo Alckmin x Marina Silva (% em relação ao total de cada coluna)

Marina Silva 34
Geraldo Alckmin 10
Branco/Nulo/Ninguém 46
Não sabe/Indeciso 7
Não opinou 2

Cenário 9

Intenção de voto segundo turno: Ciro Gomes x Jair Bolsonaro (% em relação ao total de cada coluna)

Ciro Gomes 22
Jair Bolsonaro 14
Branco/Nulo/Ninguém 51
Não sabe/Indeciso 8
Não opinou 2

Cenário 10

Intenção de voto segundo turno: Ciro Gomes x Geraldo Alckmin (% em relação ao total de cada coluna)

Ciro Gomes 20
Geraldo Alckmin 12
Branco/Nulo/Ninguém 56
Não sabe/Indeciso 10
Não opinou 2

Expectativa de vitória para Presidente da República (% em relação ao total de cada coluna)

Pergunta: Quem o(a) sr(a) acha que vai ganhar as eleições para Presidente este ano?

Lula 49
Jair Bolsonaro 16
Ciro Gomes 1
Marina Silva 1
Geraldo Alckmin 1
Álvaro Dias 0
Flávio Rocha 0
Henrique Meirelles 0
Branco/Nulo/Ninguém 8
Não sabe/Indeciso 22
Não opinou 2

Expectativa em relação à candidatura de Lula (% em relação ao total de cada coluna)

Pergunta: Pelo o que o(a) sr(a) tem ouvido ou lido, o(a) sr(a) acha que Lula será candidato a Presidente?

Sim 58
Não 35
Não sabe/Não Respondeu 7
Não opinou 0

 

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

ARIELTON GOMES DA SILVA

14 de junho de 2018 às 13h13

Só um DETALHE, um CRIMINOSO presidiário não pode ser candidato, a não ser presidente da PAPUDA ou CHEFE de facção, o que já é de fato…

Responder

GIULLIANO PICCININI

13 de junho de 2018 às 16h32

Isso mostra como o povo do nordeste é em sua maioria! Chega ser triste ver um pais em que pessoas votam em bandidos! Em chefes de organização criminosa ! O povo se contenta em ser escravo da ignorância, oq de fato, partidos como PT, PSOL, PCdoB, ETC, ETC, fazem com o país. O Brasil é um país operário, escravo, onde não produz tecnologia interna… é um país que depende de importações para ter produtos!
Querem mudança de verdade?? Esqueçam a “esquerda”! Votem apenas na “direita”! Somente a direita poderá tornar o país forte um dia e com povo inteligente! Se querem continuar a serem burros, ignorantes, votem em bandidos! Continuem sendo miseráveis, ignorantes!

Responder

Gustavo Horta

13 de junho de 2018 às 15h22

“FARINHA DO MESMO SACO”, VOCÊS
> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/06/13/farinha-do-mesmo-saco-voces/

… …Vocês são cúmplices, e se mantêm cumplices, do juíz e da Justiça que mantém preso um cidadão sobre o qual foram imputados crimes inexistentes, como sistematicamente vem sendo provado. Vocês são cúmplices da Justiça institucionalizada que se mostra cega e impotente diante de crimes consagrados com provas daqueles que vocês escolheram com seu apoio e com suas panelas assumir o poder sobre toda a nação brasileira.

Vocês são cúmplices, falsos patriotas traidores. Vocês são cúmplices quando não são coautores e partícipes de toda a sacanagem deste bordel Brazil. Não. Não está errado. É mesmo com “z”, tendo uma bandeira que agora sim é vermelha: vermelha, azul e branca. … …

gustavohorta.wordpress.com

#LULALIVRE
#LULA2018

Responder

Alan Cepile

13 de junho de 2018 às 13h06

“Bolsonaro e Alckmin levam 2%, cada um, dos votos lulistas.”

Alguém pode me explicar essa orientação política bizarra de lulistas votando na EXTREMA direita???

Ou sou apenas eu que acho isso incompreensível??

Responder

    Miguel do Rosário

    13 de junho de 2018 às 13h09

    Esses 2% tá na margem de erro. Pode ser zero. O preocupante é a transferência maciça para Marina Silva, apoiadora do golpe da primeira a última hora.

    Responder

      Alan Cepile

      13 de junho de 2018 às 14h18

      Essa transferência para a Marina é mais por desconhecimento, muitos simpatizantes da esquerda consideram a Marina uma opção, e isso deve ser sumariamente desconstruído com informação. Essa gente deve ser alertada.
      Agora, os 2% (mesmo podendo ser zero) simplesmente não se explica…

      Responder

      Vitor

      14 de junho de 2018 às 10h56

      Besteira, Miguel. É óbvio que eles existem. A grande maioria dos eleitores de Lula não são ideológicos. O cara pode mudar de Lula pra Bolsonaro fácil, fácil. Pro PSDB tb, ou vcs já esqueceram do Lulécio, para citar apenas um exemplo?
      Não é à toa que petistas ganharam as últimas 4 eleições presidenciais e o Congresso está cada vez mais conservador. Esse é um assunto que a esquerda finge que não tá vendo, simplesmente pq não quer reconhecer que o eleitorado é muito mais conservador que as eleições presidenciais deixam transparecer…

      Responder

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com