Fundador do Instituto Ideia vê chance de Lula vencer no 1° turno

O golpe expulsa brasileiros – e capital nacional – para o exterior

Por Miguel do Rosário

22 de agosto de 2018 : 09h40

O golpe segue destruindo o Brasil. Os brasileiros que ainda tem algum dinheiro, estão transferindo-o para o exterior, antes deles mesmos, junto com suas famílias, se mudarem para outros países.

A Folha publicou hoje uma reportagem sobre o aumento expressivo de transferências em dinheiro de brasileiros, como pessoas físicas, para o exterior.

Nunca os brasileiros enviaram tanto dinheiro para o exterior, e isso num dos momentos mais dramáticos da nossa crise econômica e social.

Para ficar mais completa, a matéria deveria acrescentar informações sobre as transferências corporativas e empresariais, que naturalmente são muito maiores.

Os EUA continua sendo o principal destino, mas caiu em relação ao ano passado, provavelmente porque o país está se fechando para imigração.

Os brasileiros estão elevando suas transferências para Portugal e Canadá, que tem sistemas de imigração onde se permite “comprar” um visto permanente.

 

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Chauke Stephan Filho

24 de agosto de 2018 às 15h48

Meus primos de Campo Grande estão indo embora do Brasil. Alegam que aqui seus filhos não teriam emprego, que as universidades federais estão reservadas para negros e índios e que as particulares eles não podem pagar.

Responder

Gustavo

24 de agosto de 2018 às 14h26

Acho o título sensacionalista demais. Ninguém foi expulso do país e “recorde” de remessa de dinheiro não é indicador de expulsão. No governo Dilma em 2011, houve um recorde de gastos de brasileiros no exterior, ou seja, mais dinheiro saindo daqui e indo pra fora e nenhuma conclusão nesse sentido foi realizada (até porque não faria nenhum sentido também).

A evolução dos meios de pagamento (a exemplo do paypal e demais) possibilita envio de dinheiro ao exterior com muito mais facilidades e taxas mais competitivas. Hoje vemos uma infinidade de ofertas de lojas e pessoas no exterior que só trabalham com pagamentos nessa linha (nada de cartão de crédito) e isso ajudaria a explicar essa remessas todas de pessoas físicas.

Adicionalmente não é o golpe que está fazendo com que pessoas avaliem ir embora com suas famílias (esse temor já era repetido como mantra na reeleição da Dilma). O que assusta é o grau de incerteza do que serão essas eleições (e isso é observado quando vemos a descrença na política por conta das pesquisas).

Responder

Nelson

22 de agosto de 2018 às 23h51

Concordo, Cepile, mas tenho que fazer um reparo. O “cambaleante governo Dilma” esteve, já desde o início do segundo mandato, submetido ao golpe. Ficou evidente por demais o conluio formado pela maioria do Congresso Nacional no sentido de inviabilizar o governo dela.

Com isso não estou aqui a querer defendê-la cegamente. Ela não deixou de cometer barbeiragens aos quilos.

Responder

Alan Cepile

22 de agosto de 2018 às 09h59

O golpe agravou bastante, mas eu diria que esse cenário começou ainda no cambaleante governo Dilma.

Responder

Deixe um comentário

O Xadrez para Governador do Ceará Lula ou Bolsonaro podem vencer no 1º turno? O Xadrez para Governador de Santa Catarina