Cafezinho 2 minutos: Posse de Bolsonaro e alegações finais contra Lula

Parabéns Folha, Estadão, Globo, Lava Jato: Bolsonaro tem 30% dos votos paulistas

Por Miguel do Rosário

19 de setembro de 2018 : 20h19

O Brasil dança perigosamente à beira do abismo… A última muralha da civilização é o nordeste.

***

Ibope: Em São Paulo, Bolsonaro se isola com 30% das intenções de voto

Veja números da corrida presidencial em São Paulo nas eleições 2018

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2018 | 18h54

Pesquisa Ibope/Estado/TV Globo feita apenas com eleitores paulistas e divulgada nesta quarta-feira, 19, mostra que o candidato do PSL à Presidência nas eleições 2018, Jair Bolsonaro, se isolou na liderança da corrida presidencial em São Paulo, com 30% das intenções de voto, tendo crescido sete pontos porcentuais em relação ao levantamento anterior, divulgado no dia 10. O petista Fernando Haddad subiu seis pontos e, com 13%, ficou com a mesma taxa do tucano Geraldo Alckmin, que caiu cinco pontos.

Ciro Gomes (PDT) oscilou para baixo, de 11% para 8%, assim como Marina Silva (Rede), de 8% para 6%.

Os movimentos de ascensão de Bolsonaro e Haddad, e de enfraquecimento dos adversários, já haviam sido captados pela pesquisa nacional do Ibope, divulgada na terça-feira, 18.

No levantamento anterior em São Paulo, Bolsonaro e Alckmin estavam empatados tecnicamente, quase no limite da margem de erro (23% a 18%), que é de três pontos porcentuais. Agora, o candidato do PSL abriu 17 pontos de vantagem sobre o tucano.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Dinis Lourenço

21 de setembro de 2018 às 15h41

É importante frizar q o coiso está com menos intenção de votos q o Aécio em 2014 em São Paulo e o Haddad já está com 13% devendo ter pelo menos de 20% a 25%, indice historico do PT no estado. Os 30% ou mais do coiso são insuficientes pra reverter a votação maciça do PT no norte e nordeste.

Responder

    onofre got

    21 de setembro de 2018 às 21h32

    so falou mer d a..
    falar de numeros historicos ..
    isso é patetico…
    o Brasil vive outra realidade…

    o Brasileiro quer ver (e verá) o Bolsonaro acabar com o fluxo financeiro advindo de estatais…
    hoje ele ja disse que vai por na mao do Exercito as obras publicas federais .. !!

    tem noção do q isso significa p empreiteiros e politicos corruptos ??
    SIGNIFICA O FIM..
    É TIPO UM APLICATIVO SER INVENTADO E DIZIMAR UMA PROFISSÃO HISTORICA..

    VC CONFIA NO EXERCITO ??
    TEM CORAGEM DE ROUBAR AS FORÇAS ARMADAS ??
    NÃO E NÃO.

    VOCES ESQUERDINHAS ALEM DE PILANTRAS SÃO CUZOES ..
    NA FRENTE DA PM TREME..

    Responder

Ataulfo Andrade

21 de setembro de 2018 às 02h05

Miguel do Rosário, costumo gostar de seus textos, mas dessa vez você mandou mal.
Bolsonaro talvez nem chegue ao segundo turno (dizem alguns especialistas em eleições que há a possibilidade dele repetir o padrão de Marina Silva em 2014) e você atiça esse regionalismo, me perdoe a palavra, imbecil.
Nutrir ódios por esse ou aquele estado da federação, por essa ou aquela região, é de um provincianismo vergonhoso, preconceituoso, digno de quem não conhece ou não aprendeu a amar o Brasil.
Além do mais, Haddad foi eleito prefeito não de Fortaleza, Salvador, Natal ou Recife, mas de São Paulo (seu único cargo político até hoje). Inclusive, apesar do Lula ter a preferência eleitoral quase unânime no Nordeste, sua base de operação política é… São Paulo, onde se fez líder político, onde fundou o PT, e onde sempre manteve residência. Ou seja, a tentativa de pintar São Paulo como um bunker fascista não prospera.

Responder

    CRITICADORDOREALMADRIDDEPIUM

    21 de setembro de 2018 às 15h17

    então, o que se explica um candidato como Bolsonaro ganhar em São Paulo ? sei que ódio pelo PT é grande, agora, hoje o que está em jogo nessa eleição acima desse ódio é a DEMOCRACIA, que foi profundamente arranhada diante do mundo com esse golpe parlamentar .

    Responder

hocuspocus

20 de setembro de 2018 às 18h55

NADA QUE SURPREENDA ,TRATA-SE DE UM ESTADO CONSERVADOR ,ATRASADO E POVOADO DE ALIENADOS QUE SE IMAGINAM CIDADÃOS DO 1° MUNDO.
O LASTRO DO BRASIL JUNTO AOS SULISTAS,AINDA BEM QUE EXISTE O NORDESTE.

Responder

André Breton

20 de setembro de 2018 às 18h29

A degeneração mental de um pais continental.
A lógica do capital.

Responder

ASTROGILDO SILVA

20 de setembro de 2018 às 16h20

SÃO PAULO,ONDE PT E PETRALHAS LADRÕES NÃO TEM VEZ

Responder

Max de Sa

20 de setembro de 2018 às 15h16

Todo tucanistão onde impera a mídia tucana e da extrema direita é transformado ligeiramente em provincias do atraso.

Responder

    Toledo

    21 de setembro de 2018 às 09h47

    Viram tudo provincias para exploração neoliberal do capital nacional e internacional predador. Não foi e não é a toa que os golpista continuam com suas política entreguistas do patrimonio público que pertencia ao povo e das industrias estratégicas ligadas a area de energia, petroleo, infraestrutura, e segurança;

    Responder

    CRITICADORDOREALMADRIDDEPIUM

    21 de setembro de 2018 às 15h20

    e ainda dizem que sabem votar e condena o nordestino. o nordestino, sim, sabe escolher . a região nordeste foi a que mais cresceu no governo do PT, é por isso que o povo reconhece .

    Responder

Ricardo

20 de setembro de 2018 às 08h56

Eu diria meus pêsames de Haddad, depois de toda a roubalheiras petista, estivesse com 30% em São Paulo !

Responder

Valdeci Elias

19 de setembro de 2018 às 23h45

São Paulo, o novo Maranhão, do sec XXI . Uma terra onde falta água, e os coronéis do PSDB governam.

Responder

    Renato

    20 de setembro de 2018 às 11h19

    Eu sempre vejo o pessoal do Maranhão descer para São Paulo a fim de arranjar trabalho e matar a fome, mas nunca vi ninguém sair de São Paulo para ir atrás de trabalho no Maranhão !

    Responder

Valdeci Elias

19 de setembro de 2018 às 23h41

Que lugar mais atrasado . São Paulo é o Maranhão do Sec XXI. Se os Sarneys , dominaram o MA por décadas, os coronéis do PSDB ,ainda dominarão os currais paulistas por muitos anos .

Responder

    Ricardo

    20 de setembro de 2018 às 08h58

    Você confundiu São Paulo com o Ceará, aquilo sim é um curral e um curral bem atrasado e pobre !

    Responder

      Daisy

      20 de setembro de 2018 às 15h54

      Ceará e curral da família Gomes,

      Responder

Charles

19 de setembro de 2018 às 23h17

30% só em SP? No Texas brasileiro? Ainda com a possibilidade Haddad pegar mais uns 10% e chegar no que Lula tinha? Pensei que já iria ter uns 50%. Não acho que em segundo turno esse povo todo vai votar nele, se já não tão votando em primeiro. Bolsonaro não é um Aécio ou Alckmin ou Serra que podiam ainda pegar uns desavisados e desinformados. A maioria ou vai pra Haddad ou anula. E não achem só porque SP tem a maior população que reflete o restante do Brasil. Graças aos deuses não somos como a boa parte desses caipiras atrasados que se acham novaiorquinos.

Responder

    Paulo

    19 de setembro de 2018 às 23h31

    Então os paulistas são a retaguarda e você e os seus são a vanguarda? É isso mesmo?

    Responder

      hocuspocus

      20 de setembro de 2018 às 18h59

      Garoto,por quê vc se nega a enxergar o óbvio?.
      A provincia dos tucanalhas ,junto ao sul nazista e reacionário ,são o ATRASO do Brasil

      Responder

        Paulo

        20 de setembro de 2018 às 20h35

        Pocus Focus, você está míope!

        Responder

Dario

19 de setembro de 2018 às 22h46

O CAPITÃO CRISTÃO está subindo dia a dia nas pesquisas, só falta mais 8% para levar em primeiro turno
Antes de sofrer o atentado estava na faixa de 20%, agora já atinge os 30% mais uns 10 dias chega aos 38% e leva no primeiro turno
Agora temos que trabalhar pelo voto útil e aguardar a vitória no dia 07/10

Responder

    Paulo

    19 de setembro de 2018 às 23h38

    Cristão? No 3º casamento? Melhor chamá-lo de evangélico…

    Responder

      Ricardo

      20 de setembro de 2018 às 18h08

      Evangélico não é CRISTÂO por acaso????

      Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

19 de setembro de 2018 às 22h17

Só 30% em São Paulo? Tadinho… assim ele vai perder de lavada no segundo turno. Melhor “jair comprando” a passagem (só de ida, por favor) para a Itália. Aproveita e curta o túmulo do seu ídolo, Mussolini.

Responder

gN

19 de setembro de 2018 às 21h24

O interessante é apontar o Nordeste como a região “civilizada” do Brasil (e SP como cidade da barbárie)! Olha os níveis de criminalidade, educação e Idh das cidades nordestino e compara com SP

Responder

degas

19 de setembro de 2018 às 21h00

E vai crescer muito mais conforme ficar claro que – como parece – é ele ou a barbárie da volta da gang bolivariana comandada da cadeia, agora ainda mais rancorosa e disposta a censurar até novela de TV. E isso não só em SP, mas no Brasil todo. Pode perder só entre os semianalfabetos desinformados dos grotões, que ainda caem na conversa do demagogo que quebrou o país.

Responder

ari

19 de setembro de 2018 às 20h37

24 anos de PSDB aliados a uma imprensa sórdida…
Mas os paulistas são curiosos: cultivam a memória de verdadeiros serial killers que perseguiram, escravizaram e mataram milhares de índios, os bandeirantes. E com se não bastasse, ainda fizeram uma estátua de péssimo gosto na Av. Santo Amaro (se é que ainda está lá, faz anos que não vou a SP).
Comemoram no 9 de julho um golpe para tentar devolver o poder às oligarquias derrotadas por Getúlio. Golpe que apelidaram de “Revolução”
Colocam na linha de frente pela disputa do governo dois verdadeiros inimigos do povo, Dória e Skaf.
Esperar o que dessa gente?

Responder

Paulo

19 de setembro de 2018 às 20h30

A questão, em SP, não é Bolsonaro. É o anti-petismo. E ainda vai subir, pro 2º turno. Em 2014, deu 63% para Aécio, contra 37% da Dilma…se fosse o Alckmin o adversário de Haddad, teria o mesmo percentual de votos válidos…

Responder

Deixe uma resposta