Cafezinho 5 minutos: o conceito de autocrítica

PSB defende “frente ampla” pela democracia

Por Miguel do Rosário

10 de outubro de 2018 : 09h19

No site do PSB

PSB aprova apoio a Haddad e defende “frente ampla” em defesa da democracia

09/10/2018
Os integrantes da Executiva Nacional do PSB aprovaram nesta terça-feira (9) resolução em apoio ao candidato do Partido dos Trabalhadores, Fernando Haddad, no segundo turno das eleições presidenciais.

Pela decisão, os diretórios do Distrito Federal, de São Paulo e de Sergipe, onde o partido disputa o segundo turno, poderão se posicionar de forma independente, levando em consideração as alianças locais.

Durante a reunião, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, defendeu a necessidade de se formar uma frente “ampla e democrática”, composta por “todos os democratas e nacionalistas”, instituições partidárias e da sociedade civil para um “projeto de desenvolvimento soberano e inclusivo”.

A Executiva também aprovou uma agenda mínima com diretrizes para um projeto de desenvolvimento nacional necessário “à realização de um governo efetivamente democrático e popular”.

O documento, que será entregue a Haddad, defende a recuperação de um planejamento nacional de curto, médio e longo prazo, investimentos “massivos” em ciência, tecnologia e inovação, universalização da educação de qualidade, e aproveitamento do potencial energético, principalmente de energias limpas.

A resolução também sustenta a necessidade de recuperação e ampliação da infraestrutura nacional – portos, aeroportos, telefonia, mobilidade e transporte – ampliação da economia criativa, fortalecimento da micro e pequena empresa e o novo federalismo.

O texto ainda aponta para a “a defesa intransigente” da pluralidade e da diversidade, a defesa das minorias, para combater “ameaças que tem recorte de natureza fascista”.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

16 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

REGINALDO

11 de outubro de 2018 às 09h33

O notório advogado THOMÁS TURBANDO BUSTAMENTE já está “TRABALHANDO?

Responder

Alexandre Gomes

10 de outubro de 2018 às 22h38

“PSB DEFENDE ‘FRENTE AMPLA’ PELA DEMOCRACIA”

HAHAHAHA…
Um pouco tarde, não é?

Responder

Francisco

10 de outubro de 2018 às 18h18

Acho que o PSB está cumprindo o acordo tenebroso feito com os dirigentes petistas, acordo esse que decepou algumas cabeças. Se o partido vai mesmo se engajar na defesa da democracia, é outro papo. Transfere alguns votos para Haddad no Nordeste. Fora dali, não apita muito.

Responder

Ultra Mario

10 de outubro de 2018 às 14h51

Lá vem esse papo de defesa de minorias de novo.

14 anos e o PT não fez nada pelos indígenas. Encarcerou negros mais do que qualquer outro governo. Sob o PT, o Brasil virou campeão de assassinatos de pessoas transexuais. A homofobia continua impune.

Eu sou 100% a favor de minorias mas quero ver ações efetivas e não só papo furado.

E outra coisa… não adianta ficar falando de democracia enquanto faz acordões anti-democraticos, como o PT e o PSB fizeram.

Responder

Jeferson

10 de outubro de 2018 às 13h58

Agora o França perde de vez o segundo turno.

Responder

maria do carmo

10 de outubro de 2018 às 12h30

Tem que ser rapido, infelizmente os brasileiros nao conhecem a historia, todos sabem que o louco Hitler matou seis milhoes de judeus, mas poucos sabem a fundo como o maior assassino do mundo chegou a fuerer, foi numa situacao analoga a politica brasileira atual, apoiada pelos alemaes desquilibrados, o facismo e um caminho cruel, em que morrerao muitos brasileiros, homem com arma fica valente libera os demonios, vide o coiso estamos entre a democracia e a barbarie e o tempo urge e necessario rapidez o louco esta solto, esta se achando so nao ve quem nao quer!…

Responder

Alice

10 de outubro de 2018 às 11h38

Essa turma fica discutindo o sexo dos anjos enquando o satanás fascista da extrema direita vai tomando conta.

Responder

Jorge Vieira

10 de outubro de 2018 às 11h31

Pergunta: eles querem é uma defesa ampla pela democracia na visao da Esquerda ( ex Cuba, K.N., Venezuela e Stalin) ou na visao da Direita (Ex Suica, EUA, Alemanha)
É importante eu ter a resposta para decidir meu voto

Responder

    Paulo Figueira

    10 de outubro de 2018 às 11h38

    Certamente não queremos para o nosso País o destino de Paraguai, Honduras,Filipinas, Chile de Pinochet, Argentina de Videla.
    Todos de direita, capitalistas.
    Em que a Suíça e Alemanha se assemelham a candidatura Bolsonaro?, Ele é repudiado em toda a Europa

    Responder

Renato

10 de outubro de 2018 às 11h30

Frente ampla pela impunidade e pela continuação do saque aos cofres públicos !

Responder

    Paulo Figueira

    10 de outubro de 2018 às 11h41

    Deve ser por isso que a filha do Cunha e toda a legião de corruptos apoia Bolsonaro.
    Todos contra a corrupção.

    Responder

Alan Cepile

10 de outubro de 2018 às 11h16

Esse PSB é muito curioso…. Vejam bem:

“Pela decisão, os diretórios do Distrito Federal, de São Paulo e de Sergipe, onde o partido disputa o segundo turno, poderão se posicionar de forma independente, levando em consideração as alianças locais.”

Então não é uma ação de interesse nacional, é uma ação que, antes de qualquer coisa, leva em conta os interesses do partido.

Entendo que a política é assim, mas não deixa de ser curioso.

E mais, defender uma “frente ampla, democrática e nacionalista” com um “projeto soberano” falando em “desenvolvimento nacional em C&T” não tem certa semelhança com o programa de um certo candidato derrotado no 1º turno???

Pq diabos o PSB então não apoiou este candidato no 1º turno????
Ahh… Pq queria o governo de Pernambuco, não é??

Na boa… O CAMPO PROGRESSISTA NÃO TEM O DIREIRO DE RECLAMAR!

Responder

Paulo

10 de outubro de 2018 às 11h16

E outra coisa: um tiro no pé expor o Márcio França dessa forma, exatamente quando ele está prestes a derrotar o escória-Dória…

Responder

Paulo

10 de outubro de 2018 às 11h14

“O texto ainda aponta para a ‘a defesa intransigente’ da pluralidade e da diversidade, a defesa das minorias, para combater ‘ameaças que tem recorte de natureza fascista’ “. A “pluralidade e a diversidade” seriam, por exemplo, o direito ao aborto legalizado e custeado pelo SUS e à livre adoção de crianças por casais gays? As “minorias” seriam os negros e os pobres?

Responder

Elias

10 de outubro de 2018 às 10h46

É HORA DE AÇÃO.

Responder

    Antônio neto

    11 de outubro de 2018 às 07h04

    É a velha esquerda discutindo o sexos dos anjos.
    É hora da ação.

    Responder

Deixe uma resposta