Hangout com Miguel do Rosário 17 de abril de 2019

Ineep: vender ativos não é solução

Por Miguel do Rosário

18 de março de 2019 : 14h40

Reproduzimos abaixo texto publicado no blog do Ineep, think tank de petróleo criada pela FUP.

Os números da Petrobras provam que vender ativos não é a solução

No sábado, 16 de março de 2019

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou essa semana que a empresa pretende arrecadar US$ 10 bilhões com vendas de ativos até abril e espera atingir ao menos US$ 30 bilhões em ativos em 2019. A proposta já é quase US$ 3 bilhões a mais do previsto para os próximos cinco anos pela companhia.

Embora o presidente não tenha detalhado quais ativos serão colocados à venda, o presidente avisou que a projeção inclui recursos que poderão ser obtidos com a venda da rede de gasodutos TAG, cujo processo de alienação está nas etapas finais e já recebeu uma oferta avaliada em cerca de US$ 8 bilhões de um grupo liderado pela francesa Engie. Só neste ano a companhia já anunciou a venda da refinaria de Pasadena para a Chevron, do campo de Maromba para a BW Offshore, e a conclusão da negociação de ativos de distribuição no Paraguai – além, é claro, do anúncio de intenção de desinvestimento em 70% das 254 concessões em campos maduros em terra e águas rasas.

Os números divulgados por Castello Branco essa semana superam, portanto, consideravelmente as projeções do último plano de negócios da Petrobras (PNG 2019-2023), realizado ainda sob a gestão Ivan Monteiro, cuja expectativa no plano de desinvestimentos era arrecadar US$ 26,9 bilhões até 2025.

Anunciado pelo próprio presidente como um plano “mais agressivo”, Castello Branco justificou a medida como forma de ajudar a empresa a melhorar as suas finanças reduzindo o endividamento da Petrobras, além de diminuir custos operacionais e melhorar o retorno para os acionistas.

A agressividade da nova gestão, contudo, é contestada pelos números da própria Petrobras. De acordo com os dados do quarto trimestre, a empresa registou lucro líquido de R$ 25,8 bilhões em 2018, o melhor resultado da companhia desde 2011.

O principal motor desse resultado foi a elevação do preço do barril do petróleo em reais, que passou de R$ 173,3 em 2017 para R$ 260,2 em 2018, uma expansão de 50% em dois anos, e que teria ocasionado o lucro de R$ 44 bilhões somente no segmento de exploração e produção (E&P), número 97% superior comparado ao ano anterior.

Paradoxalmente, no entanto, a produção da empresa caiu 5,5% em 2018 na comparação com o ano anterior, a maior queda anual desde 2003. Nesse sentido, a redução na produção está relacionada a política de desinvestimentos realizada nos campos de Lapa, Sururu, Berbigão, Oeste de Atapu e Roncador e a redução acelerada da produção nos campos maduros do pós-sal, principalmente na Bacia de Campos. De acordo com os economistas e pesquisadores do INEEP, Rodrigo Leão e Eduardo Costa Pinto, “os ganhos com o aumento do preço do petróleo poderiam ter sido ainda maiores se a Petrobras, ao invés dos desinvestimentos, tivesse expandido os investimentos nos campos maduros com o objetivo de aumentar o fator de recuperação de óleo dos poços”.

Outro dado importante é que houve saldo positivo até mesmo nos setores tidos como pouco lucrativos para a Petrobras, como o abastecimento (refino, transporte e comercialização), cuja receita de vendas cresceu 26% em 2018 e registrou lucro de R$ 8,4 bilhões.

Quando relacionado esses números ao endividamento, é possível notar que desalavancagem (relação entre o endividamento líquido e o lucro operacional) decresceu em 33% (de 3,67 em 2017 para 2,34 em 2018), em virtude do crescimento do lucro operacional (antes de juros, impostos, depreciação e amortizações) decorrente sobretudo dos resultados positivos operacionais com o aumento dos preços do petróleo.

Do lado dos desinvestimentos, contudo, os resultados são bem mais tímidos. A venda de ativos e participações registrou uma entrada em caixa de apenas US$ 6,1 bilhões (R$ 23,2 bilhões) em 2018, um valor demasiadamente inferior quando comparado aos setores produtivos da petrolífera.

Os números ajudam a ilustrar, portanto, que embora a atual gestão da Petrobras esteja sugerindo de que a melhora no seu desempenho financeiro está relacionada à venda de ativos, os próprios dados da empresa a contradizem, demonstrando que a falta de investimento nos setores produtivos da companhia restringiu o potencial ainda maior de lucro da empresa – uma tendência que pode se agravar ainda mais caso a empresa leve a diante esse programa “agressivo” de desinvestimentos.

Miguel do Rosário

Miguel do Rosário é jornalista e editor do blog O Cafezinho. Nasceu em 1975, no Rio de Janeiro, onde vive e trabalha até hoje.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

LUPE

18 de março de 2019 às 18h48

Caros leitores
Volto a dizer que esta diretoria não veio para construir nada
para a melhoria de vida das pessoas.
Foi posta lá pela ação da Grande Mídia que,
com a farsa da Lava Jato envenenou fortemente
a cabeça das pessoas com um terrível e fortíssimo
ódio contra o PT. e o petismo.
Tudo que cheire a anti petismo é bom, é amigo.
E foi o anti petismo que o povo
(principalmente a classe média)
elegeu quem tá lá.
Genial manobra de nossos inimigos,
mentes altamente capazes
e inteligentes,
que controlam e dominam a Grande Mídia.
E eles na diretoria
tão cumprindo sua missão, bem regada a dU$::::::::: >>>>>>>>>>>>, :
>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>DESTRUIR O BRASIL>>>>>>>>>>>
Povo massacrado não reage às constantes pilhagens , (
>>>>>>>>>>>que a Grande Mídia, obviamente, esconde,
não noticia,
as pessoas não ficam sabendo.)
SORRY, muitos milhões de dólares
estão correndo para muitas mãos……
Mas, isto a Grande etc. etc.

Responder

Loris

18 de março de 2019 às 18h20

Bozonaro disse que pretende destruir tudo.

Responder

    LUPE

    18 de março de 2019 às 22h41

    Caro Loris
    Em uma entrevista na internet o todo respeitável guru da trupe
    disse Ipsis literis em uma entrevista na internet:
    (desculpem)
    MEU NEGÓCIO É FUDER COM TUDO
    (não estou mentindo, procurem na internet)
    O cara é agente da TIA, mora na Virginia.
    Gente , precisa dizer mais procês entenderem a missão da trupe,
    que contratados e trabalhando para nossos inimigos
    é a de destruírem o Brasil?
    massacrar o povo?
    Povo massacrado não vai reagir aos roubos
    e pilhagens
    (pré sal,, Reforma da Previdência, etc,)
    E a Grande Mídia sempre quieta. Esconde, não informa, não comenta.
    E quando fala brada aos ares que
    sem Reforma o Brasil vai à falência,
    Equilíbrio das Contas do Governo,
    salvem o deficit Público com a Reforma da Previdência.
    Etcetera.
    E os bancos e banqueiros
    amiguinhos da Grande Mídia,
    defenderão seus lucros sem fazer força.
    À custa da desgraça
    de TODOS os brasileiros.
    Principalmente aqueles com 50 anos ou menos………………
    SORRY………………..

    Responder

      LUPE

      18 de março de 2019 às 22h51

      Tou falando do Olavo do Carvalho
      Personagem criada pelo Globo, pela Veja, e pelo Estadão
      que lhes deram espaço para suas colocações
      (nojentas)
      contra o petismo.
      E, como a Grande Mídia , através da Lava Jato ,
      colocou violento ódio contra o petismo no consciente
      ( e no inconsciente) das pessoas ,
      suas imbecilidades passaram a ter fundamentos sábios.
      Golpe de gênio, esse dos nossos inimigos.
      Cabeças altamente inteligentes e poderosas……..
      Que tem como objetivo aqui por essas bandas,
      DESTRUIR O BRASIL

      Responder

A solução é alugar o Brasil!...

18 de março de 2019 às 18h07

A solução pro nosso povo
Eu vou dá
Negócio bom assim
Ninguém nunca viu
Tá tudo pronto aqui
É só vim pegar
A solução é alugar o Brasil!…

Nós não vamo paga nada
Nós não vamo paga nada
É tudo free!
Tá na hora agora é free
Vamo embora
Dá lugar pros gringo entrar
Esse imóvel tá prá alugar
Ah! Ah! Ah! Ah! Ah! Ah!…

Os estrangeiros
Eu sei que eles vão gostar
Tem o Atlântico
Tem vista pro mar
A Amazônia
É o jardim do quintal
E o dólar dele
Paga o nosso mingau…

Nós não vamo paga nada
Nós não vamo paga nada
É tudo free!
Tá na hora agora é free
Vamo embora
Dá lugar pros gringo entrar
Pois esse imóvel está prá alugar
Alugar! Ei!
-Grande Solução!…

Nós não vamo paga nada
Nós não vamo paga nada
Agora é free!
Tá na hora é tudo free
Vamo embora
Dá lugar pros outro entrar
Pois esse imóvel tá prá alugar
Ah! Ah! Ah! Ah!
Nós não vamo paga nada
Nós não vamo paga nada
Agora é free!
Tá na hora é tudo free
Vamo embora
Dá lugar pros gringos entrar
Pois esse imóvel
Está prá alugar…

Está Prá Alugar Meu Deus!
Nós não vamo paga nada!
Nós não vamo paga nada!
É tudo free!
Vamo embora!

Responder

Deixe uma resposta

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com