Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

CPI convoca diretores do BNDES, Odebrecht e JBS

Por Redação

09 de abril de 2019 : 20h32

CPI convoca diretores do BNDES, da Odebrecht e do grupo J&F

A comissão que investiga possíveis irregularidades nos investimentos do BNDES aprovou a convocação de Joesley e Wesley Batista, entre outros

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar possíveis irregularidades nos investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) entre 2003 e 2015 aprovou nesta terça-feira (09) a convocação dos executivos da J&F Joesley Batista e Wesley Batista, do empresário Eike Batista, e do ex-presidente da Odebrecht Marcelo Odebrecht.

Eles são alvos da investigação dos parlamentares por compor os grupos empresariais objeto da chamada “política de campeões nacionais” que dirigiu a concessão de empréstimos do banco no período investigado.

Ex-ministro da Fazenda e atual presidente do BNDES, Joaquim Levy, também foi convocado a prestar esclarecimentos. Entre os 24 requerimentos aprovados nesta terça-feira (9) também está a convocação de ex-diretores do BNDES, da JBS, e também da Odebrecht.

Os deputados também aprovaram quebra do sigilo de contratos firmados pelo BNDES entre 2003 e 2015 e de informações sobre os empréstimos concedidos para a construção do Porto de Mariel, em Cuba.

A CPI é presidida pelo deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), autor do requerimento que solicitou a investigação. O relator é o deputado Altineu Côrtes (PR-RJ).

O objetivo da CPI do BNDES é investigar contratos firmados pelo banco de fomento entre 2003 e 2015, com ênfase nos acordos internacionais. São projetos em países como Gana, Guiné Equatorial, Venezuela, República Dominicana e Cuba. Empreiteiras brasileiras obtiveram financiamento para obras no exterior. A justificativa para o investimento seriam contrapartidas que colaborassem para o desenvolvimento econômico e social do país.

Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Geórgia Moraes

Publicado na Agência Câmara de Notícias

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Marcelo

10 de abril de 2019 às 07h15

Já está passando da hora dessa CPI para passar essa historia a limpo. O dinheiro do financiamento so é liberado depois que o material comprado no Brasil ja foi exportado reembolsando o gasto que as construtoras ja tiveram. O valores devem ser os mesmos pagos aos fornecedores do Brasil, sem nenhum lucro. Portanto isso fomenta sim o desenvolvimento do Brasil.

Responder

Alan C

09 de abril de 2019 às 22h54

A JBS vai falar que deu 200 mil pro bozo??

Responder

    Brasileiro da Silva

    10 de abril de 2019 às 00h46

    Já falou que deu 300 milhões para Dilmanta. Vc acredita?

    Responder

      Alan C

      10 de abril de 2019 às 08h19

      Pq ñ?

      A diferença é que não houve aquele circo ridículo de repassar ao partido e receber de volta no dia seguinte.

      Responder

Brasileiro da Silva

09 de abril de 2019 às 22h22

Acho correto desvendarmos para onde foi nosso dinheiro. Principalmente, os recursos do FAT, que estão pagando os calotes de Venezuela e Cuba. Mas, infelizmente, não acredito em CPI.

Responder

Paulo

09 de abril de 2019 às 21h05

Esses empréstimos do BNDES foram um escândalo, uma sinecura bilionária comandada pelo PT! Mas essa CPI a gente já imagina o que pretende. Ou alguém tem dúvida? Aliás, o próprio Bolsonaro cobrou o Levy por mais transparência, na entrevista concedida a JP…

Responder

Sérgio Araújo

09 de abril de 2019 às 21h02

Não façam isso por favor, não abram a tampa desse esgoto.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?