28.03 Coletiva com Ministro da Saúde, Luiz Mandetta,

Bolsonaro promete R$ 40 a 80 milhões a deputado que votar em favor da reforma da Previdência

Por Redação

29 de maio de 2019 : 13h42

Matéria publicada na Folha de hoje diz que “deputados e líderes ouvidos em condição de anonimato” revelaram que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, iniciou ronda com líderes partidários com uma proposta de liberação de algumas dezenas de milhões de reais, fora da cota parlamentar, para cada deputado que votar em favor da reforma da Previdência.

A oferta do governo Bolsonaro aos deputados é de R$ 10 milhões por semestre, até 2020, totalizando R$ 40 milhões até o final dos presentes mandatos.

Para líderes partidários, a verba liberada pelo governo será de R$ 80 milhões.

Esse dinheiro não está vinculado às verbas parlamentares a que estes tem o direito, de R$ 15,4 milhões por ano.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Nelson

30 de maio de 2019 às 23h06

O setor mais poderoso do planeta, o financeiro, quer abocanhar o nicho de mercado da Previdência para se empanturrar de lucros. Às custas da esmagadora maioria do povo brasileiro.

É a este setor que o senhor Bolsonaro quer atender com sua compulsão por impor uma “reforma” – destruição, na verdade – da previdência, que vai ampliar em muito a devastação do país iniciada a partir do golpe de Estado de 2016.

“Old wine in new bottles”. Isto mesmo. A nova política do Bozo não passa de “vinho velho em garrafas novas”.

Responder

    Paulo

    31 de maio de 2019 às 00h03

    Há um diferencial, Comandante Nélson: Bolsonaro tem conseguido evitar o “toma-lá-dá-cá”, até aqui, pelo menos. Vamos aguardar, pois este será o elemento diacrítico definidor da Gestão Bolsonaro! Se ele resistir e triunfar, passará à história; se sucumbir, não restará pedra sobre pedra…

    Responder

      Paulo

      31 de maio de 2019 às 00h05

      E, complementando, se resistir, mesmo que não triunfe, terá a absolvição da história…

      Responder

maria do carmo

29 de maio de 2019 às 19h26

marcio que pequenez a idiotia grassa!

Responder

Enock

29 de maio de 2019 às 19h08

Marcio ,ninguém é esquerdopata nós somos da esquerda,fica com as quatro para pra você , e raciocina dia 26 bolsonero falou em fechar o congresso .voce acha que deputado está votando de graça

Responder

    Marcio

    29 de maio de 2019 às 19h16

    O que eu acho não vale nada, o que valem são os fatos….essa materia è lixo.

    Responder

      Alexandre Neres

      29 de maio de 2019 às 22h23

      Caro minion, hater ou bot, você não é capaz de apresentar um argumento? Será que ser eleitor do bozo o impede de concatenar uma ideia?

      Responder

Marcio

29 de maio de 2019 às 18h24

Tem outro site esquerdopata que “publica” lixo como esse, um tal de Brasil 247 ou algo assim; o nivèl è o mesmo.

Isso è fazer oposição ou ser ridiculos ??

Responder

Justiceiro

29 de maio de 2019 às 18h19

No final de 2014 a dentuça mandou distribuir dinheiro a rodo, desde que o Congresso aprovasse as contas dela com um rombo de 60 bilhões (que até às vésperas da eleição ela dizia que as contas do governo estavam dentro da meta).

Temer também deu dinheiro pra se livra de um processo de impeachment.

Por que Bolsonaro não pode liberar dinheiro para emendas parlamentares DESDE QUE o dinheiro não seja direcionado para a corrupção?

Talvez, por isso, muitos parlamentares não queiram o dinheiro. Imagine não tirar 3% para seus bolsos, como os petistas fazem?

Responder

Helder

29 de maio de 2019 às 18h11

Temos a classe média mais burra do planeta. Isso no governo do PT era corrupçao, mas no governo de qualquer politico de direita isso é legal, permitido e é fair play segundo alguns jornalistas da direita.
Isso que eu chamo de ser uma classe media vendida, hipocrita e burra.
Lula é ladrao, inclusive para o Ciro Gomes, mas o Flavio Bolsonaro pode ter 37 imoveis no nome dele que tá tudo bem. Afinal, um salario de menos de 30 mil de deputado estadual que era bem menos há anos atras dá tranquilamente para ter 37 imoveis no Rio de Janeiro, cidade superbarata.
A justiça de SP bloqueou 128 milhoes do Aécio Neves, puxa é normal um cara igual o Aécio que teve salario de no maximo 30 mil reais ter todo esse dinheiro em patrimonio nas suas contas no Brasil fora o dinheiro no exterior.
Resumindo: Nao prenderam o Lula, prenderam os pobres. É o ódio aos pobres que motivou a prisao ao Lula e a perseguição ao PT.
A classe media se acha muito esperta, so quero ver qdo o pais for a bancarrota igual a Argentina dos anos 2000 e tiver todo mundo sem emprego, sem negocios, sem aposentadoria, sem assistencia social – os varios seguros na previdencia social publica, tivermos sem hospital publico, enfim, estivermos sem dinheiro do nosso trabalho pq nao tem emprego.
Alias, Sergio Moro nao disse uma unica palavra sobre os 37 imoveis do Filho do chefe dele, por que será que ele nao se manifesta. Certamente pq nao é o triplex do Lula. Vagabundo. Picareta.

Responder

    lucio

    29 de maio de 2019 às 18h23

    concordo 101%.

    Responder

    Marcio

    29 de maio de 2019 às 18h50

    Flavio Bolsonaro não fàz parte desse Governo.

    Responder

    Paulo

    29 de maio de 2019 às 21h22

    São coisas diferentes, técnica e legalmente, a liberação de recursos e o mensalão. O mensalão era clandestino, e a origem dos recursos, ilegal. A liberação é pública (espero que seja, e divulgada desde já) e prevista em lei. Mas reconheço que é a velha prática política, e, uma vez confirmada, hipocritamente condenada pelo bolsonarismo, que a ela apela vergonhosamente…

    Responder

      lucio

      29 de maio de 2019 às 23h50

      eu nao te falei que vc era ingenuo em acreditar na ridicula demagogia da inexistente “nova politica”?

      Responder

Zé Maconha

29 de maio de 2019 às 16h46

Sobre a carta do Papa nada né seu Miguel?
Pois esse ateu aqui apóia o Papa ao conrários dos falsos católicos que votaram em Bolsonaro..
Bolsonaro prega o liberalismo e punitivismo o extremo contrário de Jesus que pregou a caridade e o perdão.
Se Jesus perdoou um ladrão , uma prostituta e até seus assassinos como alguém que prega que ladrão tem que morrer pode ser cristão?
Ou vocês são melhores do que Jesus???

Responder

    Justiceiro

    29 de maio de 2019 às 18h13

    O que é que tem a carta do Papa? Quantas divisões tem o Papa?

    Ele só foi carinhoso com um presidiário. Quis seguir o exemplo do Mestre que, na cruz, perdoou um ladrão.

    Mas o ladrão que Ele perdoou estava ao seu lado direito; já o ladrão do lado esquerdo preferiu ir pro inferno do que confessar seus crimes.

    Eis a diferença!

    Responder

Jeferson

29 de maio de 2019 às 15h50

Folha e deputados anônimos??? Credibilidade zero!!!

Responder

Olavo

29 de maio de 2019 às 15h48

“Matéria publicada na Folha de hoje diz que “deputados e líderes ouvidos em condição de anonimato” kkkkk Miguel, vamos ser mais sinceros e honesto ao publicar reportagens. Por favor me diga em que trecho da matéria o Bolsonaro diz que vai dar o dinheiro??? Esta matéria nem é fake news, isto se chama fofoca news…

Responder

LUPE

29 de maio de 2019 às 15h35

Caros leitores

Para derrubar o PT do governo
a Grande Mídia criou o Mensalão
e fez um estardalhaço.

Leia os autos do processo
e você não precisa ser advogado para ver
que não houve nenhum crime
por parte do PT.

Agora,
neste MEGA mensalão
a Grande Mídia fica quieta, esconde,
não comenta,
não noticia,
não faz Lava Jato.

Não causa a revolta e o ódio nas pessoas
contra esta MEGA corrupção.

Será que a Grande Mídia
trabalha para os interesses dos brasileiros?

Ou pertence, trabalha e serve
aos superpoderosos,
principalmente os superpoderosos estrangeiros?

Superpoderosos que têm tanto interesse
na aprovação deste crime,
desta desumanidade contra os brasileiros?

Responder

    Brasileiro da Silva

    29 de maio de 2019 às 16h47

    Mega Mensalão? Lupinho, esqueceu de tomar seu remédio de novo. Leia a matéria antes de postar.

    Responder

    Paulo

    29 de maio de 2019 às 21h14

    Caro Lúmpen, esse caso não é de mensalão, mas de pagamento diferido…

    Responder

maria do carmo

29 de maio de 2019 às 15h09

Deputados, senadores e politicos que apoiaram e apoiarem decreto das armas imposta por bolsonaro genocida fraticida e reforma da previdencia sigilosa e rapida que deixara trabalhadores na miseria e nas ruas e os banqueiros com mais de 62%, reforma exigida pelo ex banqueiro Guedes e por bolsonaro devairado, todos esses politicos nao serao reeleitos, nao esquecam que os 13 (treze) deputados que apoiaram a reforma de Temer que nao se concretizou nao foram , sera feita uma grande campanha de esclarecimentos aos eleitores a forca do povo e o voto, se nao houver uma revolucao, bolsonaro nao passa de um genocida fraticida megalomaniaco,nao e doente mental e psicopata criminoso!

Responder

Alexandre Neres

29 de maio de 2019 às 14h50

Bem, fiquei esperando este blogue divulgar a notícia mais importante do dia, o que nem Globo e Folha conseguiram ocultar, mas foi em vão. Vai por aqui mesmo. Na carta do Papa Chico enviada a Lula, eis o seguinte trecho: “… no final, o bem vencerá o mal, a verdade vencerá a mentira e a Salvação vencerá a condenação.”

Não estou me dirigindo aos minions e haters que pululam neste blogue, mas, sim, aos ciristas. Nada mais legítimo do que o direito de Ciro Gomes ser candidato a presidente e não se submeter aos ditames do PT, porém suas histrionices transbordaram todos os limites. Fugir do pau no segundo turno, dizer que unidade é o cacete e atacar um homem preso recorrentemente, além de ser uma indignidade e uma falta de humanidade, não pega nada bem.

Há pouco estava lendo o compositor Jorge Mautner dizer que apenas três dirigentes cuidaram dos interesses da população mais sofrida no decorrer da História do Brasil: Dom Pedro II, Getúlio Vargas e Lula. Pode-se descer a lenha em Vargas, sem dúvida. Mas Vargas teve muitos méritos, depois da ditadura do Estado Novo voltou ao governo como um nacionalista, foi fundamental para o país ao criar a Petrobrás, a CSN, o BNDES, aumentar consideravelmente o salário mínimo e criar a CLT. Daí foram fornecidas as condições para surgir o líder popular brasileiro mais importante de todos os tempos, qual seja, Lula.

Lula já entrou para a História, seu nome vai ser lembrado num futuro vindouro, enquanto Ciro jamais ocupará sequer a presidência pelos seus deméritos próprios. Em um momento infeliz da nossa história, Lula é atacado impiedosamente, sobretudo pela Globo, que conseguiu a façanha depois de instilar diuturnamente seu veneno, de atingir parcialmente seus objetivos. Como pode um presidente que saiu do governo com 87% de aprovação popular ser hoje em dia tão questionado? Decerto, a Globo e suas diatribes desempenharam papel importante, aí entram os ciristas como caixa de ressonância da vênus platinada.

Insultar Lula obstinadamente em um momento como este, no qual o estado democrático de direito também está sob a mira (com o supremo, com tudo), considerando que ele simboliza como ninguém o brasileiro sofrido que nunca teve voz e continuará a não ter doravante, depois de um pequeno interregno em que conseguiu um lugarzinho ao sol, é fazer o jogo da direita. É matar a possibilidade de que um dia deixemos o complexo de vira-lata de lado, é um convite para que sejamos o eterno país do futuro.

Responder

    maria do carmo

    29 de maio de 2019 às 15h34

    Prezado Alexandre Neres, parabens para comentario lucido, concordo em tudo realmente aprovado por 87% pelos brasileiros apoz 8 (oito) anos de governo, admirado e respeitado pelo mundo e um absurdo o estadista Lula inocente preso sem provas, nosso grande estadista Lula que tirou o Brasil do mapa da fome e do desemprego, espero que Deus e o Papa inspirem os brasileiros!

    Responder

      Brasileiro da Silva

      29 de maio de 2019 às 16h49

      Pena que tenha sido corrompido pelo poder e dinheiro fácil das empreiteiras.

      Responder

        maria do carmo

        29 de maio de 2019 às 19h03

        brasileiro da silva cade os neuroneos?…so bobagens, nao mereces nem resposta!

        Responder

    Marcio

    29 de maio de 2019 às 18h53

    Veja que foi Lula que comprou a Democracia com o dinheiro da Petrobras.

    OBS: a opinião do Papa o de ninguem è a mesma coisa.

    Responder

      maria do carmo

      29 de maio de 2019 às 19h20

      marcio que pequenez, so bobagens a idiotia grassa!

      Responder

        Marcio

        29 de maio de 2019 às 19h25

        Nada, são fatos.

        Responder

      Paulo

      29 de maio de 2019 às 21h11

      O Papa pode até errar, quando não fala de cátedra, quando opina em matéria temporal. E acho que foi o caso. Eu não me deixo enganar sobre Lula. O Papa, na minha modesta opinião, equivocou-se, talvez iludido diante da narrativa da “prisão política”. Mas, vem cá, meu caro, dizer que a opinião do Papa é nada revela duas coisas sobre você, alternativamente: é ignorante e evangélico; ou ignorante e ateu!

      Responder

Luiz

29 de maio de 2019 às 14h11

K!

Responder

Deixe uma resposta