Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Novo áudio complica situação de Ricardo Coutinho; PSB tenta se descolar de escândalo

Por Redação

19 de dezembro de 2019 : 15h39

A situação do ex-governador do PSB, Ricardo Coutinho, se complicou nas últimas horas, com a divulgação de áudio de uma conversa com o delator Daniel Gomes, em que Coutinho pergunta sobre uma certa “contribuição”.

Coutinho menciona, na conversa, uma “despesa nossa”, e Gomes responde que “nosso total é 360 por mês”.

O ex-governador, ainda em viagem no exterior, não teve a chance de esclarecer esses diálogos, que ajudam a confirmar as acusações do Ministério Público e da Polícia Federal. Ele divulgou nota dizendo que reprogramou sua volta ao Brasil e que irá lutar para provar sua inocência.

Coutinho teve ordem de prisão preventiva decretada, e seus advogados estão tentando obter um habeas corpus junto ao STJ, para que ele não seja preso quando voltar ao Brasil.

A Folha noticiou ontem que dirigentes do PSB já começaram a pressionar o ex-governador a se licenciar do partido, num esforço para preservar a legenda das acusações. O PSB governa o estado vizinho, Pernambuco, além do Espírito Santo.

Transcrição da conversa:

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Claudio

20 de dezembro de 2019 às 09h47

Braziu país de larápios, que coisa!

Responder

Deixe um comentário