04.Abr Coletiva do Ministério da Saúde (ao vivo)

Entrevista com Gilmar ao Poder 360

Por Redação

13 de janeiro de 2020 : 16h56

No canal SBT Jornalismo:

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes é o convidado desta semana do Poder em Foco, programa de entrevistas do SBT, em parceria editorial com o jornal digital Poder 360.

O ministro, que já esteve no centro de variadas polêmicas no STF, não se esquiva de nenhum tema e revela como reage a piadas, memes e insultos feitos com a provocação ?prendeu, Gilmar manda soltar?. Ele também avalia a exposição dos seus pares na corte, diante do atual protagonismo do Supremo e das transmissões das sessões de julgamento.

Na conversa com o jornalista Fernando Rodrigues, Gilmar Mendes fala de itens que estão na pauta do Supremo neste ano, como o andamento de ações referentes à Lava Jato e o vazamento de mensagens supostamente trocadas entre integrantes da força tarefa dessa investigação. O ambiente democrático no país é outro assunto nesse bate-papo.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Renato

14 de janeiro de 2020 às 15h01

Gilmar Mendes guerreiro do povo brasileiro !

Responder

Andressa

14 de janeiro de 2020 às 09h54

Que elemento ridiculo,

um Ministro de um STF, dando palpites sobre outros juizes, sobre ministros, sobre outros poderes…nao è a toa que correu a ligar pro Lula chorando quando saiu da cadeia para ir ao enterro do neto.

Um sujeito nojento, um cretino sem precedentes.

Responder

    Andressa

    14 de janeiro de 2020 às 12h17

    Portanto a culpa não é minha, eu votei no Lula.

    Responder

Arsen Salibian

13 de janeiro de 2020 às 22h22

Contando os dias para ver o GM tirar uma onda com o Barrosinho 171… quero ver as explicações o Dr. Barroso sobre o escritório do sobrinho no RJ.

Responder

Abdel Romenia

13 de janeiro de 2020 às 20h08

Daria um bom candidato pra presidente em 2022.

Responder

    Gilmar Tranquilão

    13 de janeiro de 2020 às 20h18

    Da esquerda com certeza mas serà outro laranja de Lula.

    Responder

      Renato

      13 de janeiro de 2020 às 20h38

      O cara é amiguinho do aecio, só sendo muito burro pra coloca-lo na esquerda huauhauh

      Responder

        Andressa

        13 de janeiro de 2020 às 20h40

        O Gilmar Mendes é tão esquerdista quanto o Trump.

        Responder

          edson

          13 de janeiro de 2020 às 20h55

          ANDRESSA seu conhecimento politico é de dar inveja aos bolsonaristas

        Gilmar Tranquilão

        13 de janeiro de 2020 às 20h56

        Chilique puro !! Kkkkkkkkkkkk

        Gilmarzinho é nosso !! Kkkkkkkkkk

        Responder

          Degas

          13 de janeiro de 2020 às 21h02

          Gilmar presidente

          Aécio vice

          Alan C.

          14 de janeiro de 2020 às 09h15

          A culpa não é minha, eu votei no Lula.

      edson

      13 de janeiro de 2020 às 20h48

      caro voce é uma pessoaque tem a mente brilhante. legal vai em frente com essa mente muita lúcida pra facista

      Responder

        Gilmar Tranquilão

        13 de janeiro de 2020 às 20h55

        Kkkkkkkkkk….assumam o Gilmarzinho, o Maia e o Luciano Huck sem histerias e pronto, os outros ficam com a Tábata !! Kkkkkkkkk

        Responder

Wellington

13 de janeiro de 2020 às 19h56

Amo esse cara.

Responder

Paulo

13 de janeiro de 2020 às 19h36

GM continua com sua fealdade em relação a Sérgio Moro…lamentável! E diz que não vê riscos de rompimento institucional. Sabe de nada, inocente! Ou, então, é conivente…sugiro que a sociedade brasileira, e os juízes, desembargadores e ministros de Tribunais Superiores voltem os olhos para a dita Reforma Administrativa, que, não por acaso, foi considerada prioritária por Bolsonaro!

Responder

Andressa

13 de janeiro de 2020 às 19h16

Como consegue um elemento de nivél tao baixo chegar a um STF pra mim ainda é inexplicavèl.

Responder

Deixe uma resposta