Análise em vídeo das manifestações do 2 de outubro e as vaias a Ciro

A deputada estadual Janaina Paschoal. Crédito da foto: Emídio Marques (9/3/2019)

Janaína Paschoal: “Bolsonaro precisa se afastar. Deixa o Mourão”

Por Redação

16 de março de 2020 : 15h49

A deputada estadual Janaína Paschoal, uma das parlamentares mais votadas do país, fez acusações duras ao presidente Jair Bolsonaro, disse se arrepender do voto e defendeu que ele se afastasse da presidência. “Deixem o Mourão”.

Paschoal acusou o presidente de “homicídio doloso”.

“Como um homem possivelmente infectado vai para o meio da multidão?”, denunciou a deputada, que também é advogada.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Essa é facil...

16 de março de 2020 às 19h04

Dra. qual o preço para pedir um impeachment? É ainda R$ 45.000,00 ou está dolarizado agora?

Responder

Paulo

16 de março de 2020 às 17h08

E outra, Mourão não é a solução (é abortista) e Botafogo menos ainda…

Responder

Paulo

16 de março de 2020 às 17h07

Homicídio doloso? Morreu alguém? Agora, se vier a morrer e se se puder imputar a culpa ao Capetão (o que, convenhamos, é quase impossível, em tempos de contaminação comunitária), a figura correta seria o preterdolo, desde que se possa comprovar que o Bolsonabo sabia estar contaminado. Do contrário teríamos que falar em crime culposo, quando muito…

Responder

Onyx 3.0

16 de março de 2020 às 16h28

Essa podia namorar a Damares, ia dar um casal perfeito, só expor numa jaula e cobrar ingresso.

Responder

chichano goncalvez

16 de março de 2020 às 16h10

Credo ! Em que pais estamos, em que uma desqualificada qualquer, pede a saida do presidente, a pergunta é a seguinte: temos ou não presidente ?

Responder

Deixe um comentário