Jornal da Forum: Lula quer reindustrializar o Brasil!

Flávio Dino: “O pensamento progressista brasileiro precisa refletir sobre o exemplo de Mandela”

Por Redação

23 de julho de 2020 : 09h19

Em artigo publicado no Globo, o governador Flávio Dino (PCdoB) refletiu sobre o papel que o campo progressista deverá adotar daqui pra frente. Dino lembra que em 2018, poucos acreditavam na vitória de Jair Bolsonaro.

Na publicação, o governador diz que Bolsonaro chegou ao poder depois de uma crise de legitimidade e na desconfiança da população com a classe política e que mesmo após 1 ano e meio de governo marcado por imposturas e arroubos autoritários, Bolsonaro ainda mantém uma fração de apoio popular.

Dino destaca o papel do STF e do Congresso na contenção de danos e alerta sobre a reeleição da extrema direita na Polônia. Com isso, o comunista afirma que é necessário  esquecer as purgas de 2018 para que não se repitam como tragédia e a necessidade de olhar para o futuro.

”O momento exige novas estratégias, táticas , ideias.  Uma “esquerda conservadora” é uma antinomia e pouco eficaz”, afirmou. 

Dino também defende que é necessário seguir os passos de Nelson Mandela para combater o apartheid político no Brasil. “O pensamento progressista  brasileiro precisa refletir sobre o exemplo de Mandela”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Luiz Fernando

24 de julho de 2020 às 12h07

Qq comparação aqui pode nos levar a repetir o mesmo. A base de tudo isso é a noção de pátria e o sentimento de patriotismo. Para uma equivalência não vale apenas conferir com a história sulafricana, nas sobretudo com a nossa história. Seriam os interlocutores nossos de mesmo espírito patriótico daqueles entendidos c m Mandela? As nossas elites burguesas costumam historicamente cumprir os compromissos em atenção aos interesses pátrios?

Responder

Vixen

23 de julho de 2020 às 10h20

Nossa…que grande pensador esse Dino….kkkkkkkk

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?