Live do Cafezinho: bate papo com o cineasta cearense Wolney Oliveira

Brazil's Lower House President Rodrigo Maia, Brazil's President of the Senate Davi Alcolumbre and Brazil's Economy Minister Paulo Guedes are seen after a meeting in Brasilia, Brazil August 5, 2019. REUTERS/Adriano Machado

Congresso quer aumentar poder de gastos da União e adiar calamidade para 2021

Por Gabriel Barbosa

04 de agosto de 2020 : 11h37

O Congresso Nacional se articula para que o Governo Bolsonaro possa ampliar o investimento público em detrimento dos efeitos causados pela Covid-19.

A ação poderia fazer com que o Planalto aumentasse seu poder de gastos em 2021, desconsiderando o teto de gastos.

Para isso, tanto a Câmara quanto o Senado trabalham para inserir uma brecha na Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO) para ir preparando o adiamento da calamidade pública.

O Planalto enviou uma proposta que não aborda essa questão, mas que o Congresso pretende alterar com essa prerrogativa. No momento, a LDO não está tramitando por falta de Comissões nas duas casas.

Com o atual decreto de calamidade em vigor até 31 de Dezembro, a União fica isenta de cumprir a regra de ouro, ou seja, se endividar para quitar dívidas correntes. Se o plano do Congresso tiver êxito, o governo teria mais flexibilidade para investir em 2021.

Porém, só será possível adiar a calamidade através de outro decreto que deve ser sancionado pelo governo. Técnicos e consultorias ligadas ao Congresso defendem a tese de que as futuras Comissões deixem a LDO compatível com esse cenário.

A discussão acontece em meio as articulações para aumentar o investimento público por causa da pandemia.

Foi graças ao decreto de calamidade pública que o Congresso Nacional aprovou o “Orçamento de Guerra”  que permite o estado brasileiro aumentar os gastos relacionados ao combate do novo coronavírus.

Gabriel Barbosa

Jornalista com passagens pelo Grupo de Comunicação O POVO (Ceará), RedeTV! e Band News FM.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta