Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

Foto: Leo Motta/JC Imagem

PDT se posiciona contra a reforma administrativa do Governo Bolsonaro

Por Redação

20 de outubro de 2020 : 10h17

A cúpula Nacional do PDT decidiu que suas bancadas na Câmara e no Senado devem votar contra a reforma administrativa proposto pelo Governo Bolsonaro.

Segundo o presidente Nacional do partido, Carlos Lupi, Bolsonaro pretende “rasgar a Constituição” quando atenta contra o Artigo 41 da CF.

“São estáveis, após dois anos de efetivo exercício, os servidores nomeados em virtude de concurso público. § 1º O servidor público estável só perderá o cargo em virtude de sentença judicial transitada em julgado ou mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa”, diz o artigo.

Em outro momento, Lupi defendeu que os servidores públicos tenham estabilidade e em algumas áreas, como carreiras de estado.

“Assim como a diplomacia, a área de Educação e a área de Saúde toda deveriam ser carreiras de Estado. Dedicação exclusiva e bem paga. Por quê? Nós precisamos de um tratamento especial para aquilo que é essencial. O futuro é a educação e o presente é a saúde”

Por fim, o vice-presidente Nacional do PDT, Ciro Gomes, reforçou o posicionamento do partido na proposta do Governo Bolsonaro.

“O PDT vai votar contra. Nós não vamos aceitar a retirada de nenhum direito”

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

jose carlos rodrigues arana

20 de outubro de 2020 às 21h07

Combinou com a bancada?? Com a Tábata por exemplo????

Responder

Paulo

20 de outubro de 2020 às 20h36

Parabéns ao PDT De voltar contra essa reforma fake

Responder

    Paulo

    20 de outubro de 2020 às 22h26

    Esse não sou eu…

    Responder

Gilmar Tranquilão

20 de outubro de 2020 às 16h53

Reforma vinda dos bozo só se for pra reformar a conta da mixeke com mais 89 mil kkkkkkkkkkkk

Responder

Alexandre Neres

20 de outubro de 2020 às 16h09

Falta saber se o Lupi combinou com os russos, pois boa parte do PDT votou a favor do golpe, da intervenção do Rio, da reforma da previdência, da reforma trabalhista e do marco regulatório da água, cujo autor é ninguém mais ninguém menos que o senador da coca-cola, parece uma piada pronta. Perguntem a Tabata que em Sampa tá apoiando a candidata da Rede e não o BolsoFrança.

Responder

Francisco Assunção

20 de outubro de 2020 às 15h58

Parabéns Lupi pela coerência. O partido de Vargas, Jango, Brizola sempre defenderá os trabalhadores.

Responder

Galinzé

20 de outubro de 2020 às 13h38

Nao é um dos partidos mais ridiculos do Brasil a toa.

Responder

Ronei

20 de outubro de 2020 às 13h29

Ninguem pote pretender mais que o basico do basico de um partido que votou contra o marco do saneamento.

Responder

Chico Oliveira

20 de outubro de 2020 às 12h13

Aquela deputada de cativeiro ainda está filiada ao PDT? Porque, se for assim, a fala dos senhores Lupi e Ciro pode ser desmoralizada outra vez, levando por tabela a crença de que o partido não esteja fazendo um jogo duplo. Joga pra platéia mas ao mesmo tempo contribui na soma para o governo. Essa tática já está muito manjada. Não cola mais para quem vive atento ao circo do poder. TEM QUE PARAR COM ESSA CARA DE PAU DO BARALHO. Se liga nessa coisa cabeluda. Num congresso que tem de senador Chico de Roraima a Aécio Neves de Minas, tudo de ruim pode acontecer. É uma tsunami de gente fina, elegante e sincera. Kkkk

Responder

Deixe uma resposta