Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

China acusa EUA de mentir sobre 5g e relembra espionagem durante Governo Dilma (PT)

Por Redação

21 de outubro de 2020 : 14h56

Nesta quarta-feira, 21, a embaixada da China no Brasil acusou os EUA de espalhar mentiras sobre a tecnologia 5g.

Além da acusação, os chineses também lembraram que a autoridades brasileiras foram espionados durante o governo da então presidente Dilma Rousseff (PT) para ilustrar o que classificaram como “passado sujo” dos americanos em cibersegurança.

“Ao ignorar os fatos básicos e produzir comentários baseados na mentalidade de guerra fria e jogo de soma zero, eles (americanos) têm como objetivo real servir a certos interesses políticos, tirar proveito político dos ataques que difamam a China, atrapalham a cooperação internacional e instam a confrontação”

Em outro momento, o chineses afirmaram que os americanos ameaçam a segurança cibernética mundial.

“Tais ações dos EUA, que prejudicam a privacidade e segurança de outrem, são as verdadeiras ameaças à segurança cibernética do mundo”

As acusações são em meio as tensões entre os dois países devido a decisão do presidente Jair Bolsonaro sobre a implantação do 5g no Brasil.

Nesta semana, os EUA enviou uma comitiva onde os representantes americanos alegam que a empresa chinesa, Huawei, podem repassar informações sigilosas a Pequim, ameaçando a segurança dos acordos entre Brasil e EUA.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Paulo

21 de outubro de 2020 às 19h21

Nenhum dos dois países é confiável, plenamente, em matéria de cibersegurança. Não há garantia de nenhum dos lados, nessa questão. Da mesma maneira que espiam e rastreiam hábitos de consumo dos cidadãos, pelo mundo todo, certamente o farão em relação aos políticos e políticas de Estado. Teremos que adotar medidas de segurança, qualquer que seja a escolha…

Responder

Arthur Fonzarelli

21 de outubro de 2020 às 17h49

A China precisa começar a levar umas pancadas nos dentes.

Responder

    Efrem Ventura

    21 de outubro de 2020 às 19h15

    Por isso é importante que Trump vença as eleiçoes, é o unico com os “testiculos” para freiar esse imundiça chinesa.

    O coitado do Biden nas amos dos chineses vira almondegas em menos de uma hora caso vença as eleiçoes.

    Responder

Deixe uma resposta