Live do Cafezinho: balanço dos partidos de esquerda

Martha se distancia de Crivella entre católicos e mulheres, e cresce 6 pontos entre famílias de baixa renda

Por Redação

23 de outubro de 2020 : 11h55

A Globo, contratante da última pesquisa Datafolha para o Rio, divulgou hoje uma série de gráficos que mostram a evolução dos candidatos a prefeito nos diferentes segmentos da sociedade carioca.

Separamos alguns para comentar.  Antes, vale lembrar como ficou a situação geral:

O que mais chamou atenção nessa pesquisa foi a liderança de Martha Rocha num eventual segundo turno contra Eduardo Paes.

A pedetista pontuou 45% contra  41% de Eduardo Paes; com quatro pontos de diferença, Martha venceria o ex-prefeito do Rio no segundo turno. Benedita, por outro lado, ficaria quase 20 pontos atrás de Paes num eventual segundo turno.

Agora vamos à análise dos dados estratificados.

Uma das mudanças mais expressivas no voto carioca está vindo das mulheres, que representam quase 55% do eleitorado no município.

Em números absolutos, dentre os 4,85 milhões de eleitores registrados na capital, temos 2,65 milhões de mulheres, segundo dados do TSE.

Examinemos o gráfico e a tabela do eleitorado feminino da capital.

Entre mulheres, Martha Rocha (PDT) cresceu 4 pontos e chegou a 13%.

Ela vem sendo seguida de perto por Benedita da Silva (PDT), que igualmente cresceu 4 pontos entre mulheres, e divide com ela o segundo lugar, com 12%.

Crivella, por sua vez, perdeu 4 pontos entre eleitoras e agora tem apenas 9%.

Renata Souza, do PSOL, tem 5% dos votos femininos.

Entre homens, porém, Crivella ainda mantém um firme segundo lugar, e inclusive cresceu dois pontos desde a última pesquisa, pontuando agora 17%.

A novidade é a forte queda de Eduardo Paes junto ao voto masculino, perdendo 4 pontos, de 29% para 25%.

Martha Rocha oscilou um ponto para cima, chegando a 12% entre homens; Benedita oscilou um ponto para baixo, e agora tem 7% entre homens, empatando tecnicamente com Renata Souza, que pontua 5% entre eleitores do sexo masculino.

A principal força eleitoral de Crivella permanece sendo o voto dos evangélicos, entre os quais ele manteve a liderança, com 28%; a mudança mais significativa se viu na pontuação de Eduardo Paes, que cresceu 4 pontos entre a comunidade evangélica, pontuando agora 23%, apenas 5 pontos atrás de Crivella.

Martha Rocha, por sua vez, ficou estável entre evangélicos, com 10%;  Benedita e Renata Souza oscilaram para baixo junto a esse público, e agora pontuam 6% e 1%, respectivamente.

O crescimento mais impressionante de Martha se deu entre a comunidade católica, junto a qual ela assumiu um segundo lugar isolado, com 16% dos votos.

Eduardo Paes oscilou para baixo entre católicos, mas ainda desfruta de uma posição confortável, com 36%.

Benedita e Renata Souza pontuam 8% e 3% entre católicos, respectivamente.

Outro desempenho muito promissor, tanto para Martha Rocha como para Benedita, é o forte crescimento de ambas entre as famílias de baixa renda, que ganham até 2 salários por mês.

Neste segmento, Martha cresceu 6 pontos, e tem 14%, ao passo que Benedita subiu 5 pontos, e agora tem 13%. Paes perdeu 2 pontos e tem 25%. Crivella também perdeu pontos entre os mais pobres, entre os quais agora marca 14 pontos.

Um dos números mais promissores para a candidata do PDT, Martha Rocha, foi seu avanço de 5 pontos entre eleitores com ensino médio, que formam quase metade do eleitorado (são 2,2 milhões de eleitores com ensino médio completo ou incompleto; e cerca de 900 mil com ensino superior completo e incompleto).

Neste eleitorado, que é ao mesmo tempo mais instruído, sem deixar de ser o mais numeroso do eleitorado, Martha Rocha tem hoje 15%, empatada com Crivella, e bem à frente de Benedita, com 8%, e Renata Souza, com 3%.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta