Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Em Recife, servidores são pressionados a embarcarem na campanha de João Campos

Por Redação

26 de novembro de 2020 : 10h58

A disputa no 2° turno no Recife entre João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) têm sido uma das mais acaloradas do Brasil. Atualmente sendo liderada por Geraldo Júlio (PSB), a Prefeitura do Recife abriga servidores comissionados que foram indicados pelo grupo político do socialista.

Desta forma, uma reportagem da Folha revela que os subordinados estão sendo pressionados a fazer campanha para João Campos na reta final do pleito. Os atos envolvem bandeiraços, distribuição de panfletos em semáforos, comunidades e o uso de camisetas amarelas, a cor original da coligação do PSB.

Ainda segundo a reportagem, a convocação acontece em grupos de Whatsapp e coordenada por secretarias e órgãos municipais. Cada grupo é formado por dez pessoas e liderado por um “capitão”, onde geralmente é uma pessoa que ocupa um cargo superior em algum órgão público de Recife.

“Pessoal, amanhã preciso do grupo inteiro. Vamos sair do posto às 17h de ônibus, pontualmente, para alguma ação na nona zona (não tenho o destino final). Peço que usem amarelo, ok?”, convocou uma servidora que ocupa cargo de chefia na Secretaria de Turismo.

Em outro momento, a servidora faz um alerta para os servidores.

“Gente, nesse segundo turno, não iremos fazer sinal. Será apenas comunidade e com carga máxima. Aguardem novas orientações”

Já em 17/11, dois dias após o 1° turno que confirmou a disputa de João Campos (PSB) com Marília Arraes (PT), uma outra mensagem foi enviada para os comissionados.

“Gente, vencemos a primeira batalha e agora vamos ganhar a guerra. A partir de amanhã, voltaremos às ruas com toda força. Teremos ações todos os dias para todos os times. Aguardem novas orientações.”

Em outro grupo, servidores receberam um lembrete para preencherem uma planilha para o dia “D”.

“Ontem, às 23h, recebi uma nova planilha com alteração de algumas escolas. Vou colocar a planilha aqui e peço que, com muito cuidado, vocês procurem os nomes de vocês e em seguida preencham uma lista confirmando que sabem onde vão atuar no dia D!”

De acordo com um “capitão” ouvido pela reportagem, cada ônibus transporta 40 servidores. Já a Prefeitura de Recife disse em nota que não existe nenhum tipo de pressão sobre os servidores comissionados nas eleições municipais.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

O Demolidor

27 de novembro de 2020 às 11h18

E falam que seria uma nova administração…..tiraram os do PT….e entraram os do PSB……..estão com medo da forra….

Responder

Cesar A

26 de novembro de 2020 às 20h31

Datafolha já coloca Marília na frente. Até sábado, Datafolha vai dar a ela pelo menos 10 pontos de vantagem.

Responder

jose carlos rodrigues arana

26 de novembro de 2020 às 19h41

Essa campanha do PSB/PDT em Recife está uma vergonha. Justiça intervindo para conter as mentiras e agora mais essa! Francamente.

Responder

Mau

26 de novembro de 2020 às 15h09

Mas, poxa, esse é o lugar comum de todas as prefeituras. Comissionados tendo que entrar na campanha pra poder segurar o seu cargo, se o candidato dele vencer, claro. Sempre vi isso acontecer, seja qual fosse a bandeira do partido.

Responder

Robson Freire

26 de novembro de 2020 às 13h39

Não tem nem uma crítica? Nem uma análise? Jura que vai fazer cara de paisagem e denunciar tudo aquilo que tu denunciou esse tempo todo? Vai apoiar esse tipo de comportamento? Espero sinceramente que tu seja duro com as práticas horrorosas da campanha PSB/PDT para a prefeitura do Recife

Responder

Dio

26 de novembro de 2020 às 13h00

Isso é uma falha grave da parte de Campos, juntando com as falcatruas da Marília, triste Recife, apesar de nenhum boçalnarismo ter seguido. Parabéns ao site por seu compromisso com a informação, sem fazer torcida e sim análise dos fatos!

Responder

Ronei

26 de novembro de 2020 às 12h47

E’ desse jeito que funciona a “esquerda democratica”…nenhuma novidade.

Responder

Edibar

26 de novembro de 2020 às 11h38

Típico. Eu tbm ja sofri esse tipo de bulling qdo trabalhei em prefeitura.

Responder

Deixe uma resposta