Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Sede do PDT é ocupada por ativistas de moradia; movimentos trabalhistas se juntam à ocupação

Por Redação

03 de dezembro de 2020 : 14h40

Nesta quarta-feira, 2, um grupo de ativistas do movimento Carlos Marighella, ligado ao Partido Comunista Brasileiro (PCB), ocupou a sede do PDT Ceará no bairro Meireles, área nobre de Fortaleza.

Na ocasião, os ativistas reivindicam agilidade por parte da Prefeitura de Fortaleza para que terrenos inutilizados na capital sejam usados para construção de moradia popular.

A sede do PDT continuará sendo ocupada enquanto o prefeito eleito, Sarto Nogueira (PDT), consiga uma solução para atender as demandas do movimento composto por famílias que perderam o acesso a moradia. Na capital cearense, existe um programa chamado “Aluguel Social”, custeado pela Prefeitura de Fortaleza e que atende pessoas de baixa renda enquanto não recebem um imóvel por meio de programas de habitação.

O presidente do movimento cultural Darcy Ribeiro do PDT, Roberto Viana Júnior, afirmou que as demandas foram acolhidas de prontidão.

“Estamos juntos”, disse Viana.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Tadeu

04 de dezembro de 2020 às 13h03

É dejà vu de novo, como diria o Yogi Berra. Vagabundos de “movimento social”, na realidade militantes do PCB, tentando sabotar um governo municipal que, no caso, nem assumiu ainda. E o governo, de esquerda moderada e com apoio suficiente da sociedade para não ter que cair na chantagem e extorsão dos radicais, cedendo imediatamente à chantagem e à extorsão dos radicais. Ou seja, EXATAMENTE o mesmo que aconteceu em SP capital em 2013. Isso aí não é reivindicação legítima de movimento social, é uma tentativa clara de sabotar um projeto nacional. Sarto e o PDT têm que colocar as barbas de molho, e rápido.

Responder

Paulo

03 de dezembro de 2020 às 18h28

Tem q pôr pra correr de relho uns canalhas desses q usurpam a propriedade alheia.

Responder

Paulo

03 de dezembro de 2020 às 17h29

Ocupação? Na verdade o nome correto deveria ser invasão…Pra não falar da provocação contra o PDT, colocado numa sinuca de bico…

Responder

Garrincha

03 de dezembro de 2020 às 16h02

A famosa Pelegada.

Responder

Deixe uma resposta