Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Deputado que agarrou parlamentar do PSOL é afastado pelo Cidadania

Por Redação

19 de dezembro de 2020 : 09h57

Nesta sexta-feira, 18, a cúpula Nacional do Cidadania decidiu afastar o deputado estadual Fernando Cury após apalpar a deputada Isa Penna (PSOL) no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

O fato aconteceu nesta quarta-feira, 16, na votação sobre o orçamento do estado, enquanto a parlamentar dialogava com a mesa diretora o deputado do Cidadania chegou por trás e apalpou a colega. A psolista repreendeu a atitude invasiva de Cury, que insistiu com o ato.

Horas depois, a parlamentar do PSOL encaminhou ao Conselho de Ética uma denúncia por importunação sexual e quebra de decoro. 

Fonte: Reprodução / Twitter

Já o deputado do Cidadania nega que houve assédio. “Em nenhum momento houve o sentido de desrespeitar a colega deputada Isa Penna durante esse gesto” e que se aproximou dela “sem incitação ou conotação de tal cunho relacionado à violência contra a mulher”.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Netho

20 de dezembro de 2020 às 15h36

Estranho não é que um notável cretino tenha agido compulsivamente consciente da impunidade e certo de que o assédio sexual às mulheres é banalizado no Brasil, inclusive, no âmbito judiciário, haja vista a depreciação da Lei Maria da Penha e da mais completa desassistência às mulheres nos processos investigatórios pela falta de delegacias especializadas.
Estranho e profundamente lamentável é o silêncio das bancadas supostamente progressistas e democráticas que, nem de longe, sequer marcaram suas posições, ainda que formais.
Segue o samba de uma nota só dos “quatro pês”. Puta, Preto e Pobre é com a Polícia. Agora, há mais um P de “PSOL”.
Nada há de ser feito e muito menos julgado no caso da deputada do Socialismo e Liberdade. Até porque o maior exemplo de impunidade total, completa e absoluta está faz mais de MIL DIAS sem que ninguém responda, nem queira responder, quem foi que MANDOU MATAR a Vereadora do PSOL. MAIS UM NATAL SEM MARIELLE FRANCO na REPÚBLICA DAS MILÍCIAS.

Responder

Justiceiro

19 de dezembro de 2020 às 22h57

Só decepar a mão do pilantra, aí acaba com essa putaria, simples!

Responder

Alexandre Neres

19 de dezembro de 2020 às 11h25

Nada mais a cara do Cidadania, do partido do quinta-coluna Roberto Freire. O deputado tinha tudo a ver com o partido, foram feitos um para o outro.

Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?