Comentários sobre o áudio vazado de André Esteves (BTG Pactual)

Após fim do auxílio emergencial, governo anuncia empréstimo “popular” pela Caixa

Por Redação

30 de dezembro de 2020 : 10h04

O Governo Bolsonaro, através da Caixa Econômica Federal, anunciou na mesma data que encerra o pagamento do auxílio emergencial para milhões de brasileiros que estão desempregados um “programa de microfinanças”.

Na prática, essa medida é um empréstimo que varia entre R$500 e $2 mil para 10 milhões de brasileiros com taxas de juros entre 1,5% e 2,5% de juros ao mês.

Caixa vai lançar programa de financiamento de até R$2 mil

Por Agência Brasil

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, disse nesta terça-feira (29) que a instituição vai lançar o que chamou de “programa de microfinanças”. A proposta, segundo ele, é ofertar financiamentos que variam de R$ 500 a R$ 2 mil para mais de 10 milhões de brasileiros, com taxas de juros entre 1,5% e 2,5% ao mês.

“São taxas muito menores de juros e que vão permitir que mais de 10 milhões de brasileiros tenham acesso ao crédito de maneira segura, rápida, sem precisar ir à agência. Isso reforça a bancarização e reforça o acesso dessa população mais carente ao setor financeiro”, explicou, durante entrevista ao programa Voz do Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

Gilmar Tranquilão

31 de dezembro de 2020 às 07h20

“popular” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Paulo

30 de dezembro de 2020 às 16h56

Ué, mas a CEF não ia ser privatizada? Será que vai ter uma cláusula no leilão impondo ao particular patrocinar “empréstimos populares”? Não, péra…

Responder

    Pedro

    30 de dezembro de 2020 às 22h21

    Pois é. E o prejú depois fica com quem??? Ele mesmo, o sr. pagador de impostos!

    Responder

Deixe um comentário

Parlamentarismo x Semipresidencialismo: Qual a Diferença? Fernanda Montenegro e Gilberto Gil são Imortais na ABL: Diversidade Auxilio Brasil x Bolsa Família: O que mudou? As Refinarias da Petrobras À Venda pelo Governo Bolsonaro O Brasileiro se acha Rico ou Pobre?