Live do Cafezinho (19h): que segurança pública que queremos?

Rede solicita a Lewandowski prazo de 72 horas para Anvisa liberar uso emergencial da Coronavac

Por Redação

11 de janeiro de 2021 : 18h14

A Rede Sustentabilidade protocolou nesta segunda-feira, 11, uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) pedindo que a Anvisa aprove o uso emergencial da Coronavac, vacina chinesa contra a Covid-19, em até 72 horas.

A solicitação foi enviada ao ministro Ricardo Lewandowski, que na sexta-feira, 8, concedeu uma liminar que proibe o governo federal de requisitar os estoques de seringas e agulhas do governo do estado de São Paulo.

O pedido para uso emergencial da Coronavac no Brasil foi feito à Anvisa na quinta-feira, 7, pelo Instituto Butantan, que fabrica no país o imunizante desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac.

A agência deu prazo de até 10 dias para aprovação ou reprovação da vacina.

A Coronavac possui efeicácia que varia entre 78% e 100% nos estudos finais realizados no Brasil. O índice se aplica a prevenção de casos leves da doença. Entre os voluntários vacinados, não houve nenhuma morte, caso moderado ou grave, ou internação moderada.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »


Deixe uma resposta