Paris Café Extra: Finanças Funcionais, uma revolução copernicaniana na economia

Em ato genocida, Bolsonaro culpa prefeito e governador por “deixar acabar” oxigênio nos hospitais de Manaus

Por Redação

14 de janeiro de 2021 : 16h29

Em mais um ato genocida, o presidente Jair Bolsonaro culpou o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), pela falta de oxigênio nós hospitais de Manaus (AM). A cidade vive um surto pela segunda onda da Covid-19, levando o sistema de saúde ao colapso.

“Mandamos ontem o nosso ministro da Saúde para lá. Estava um caos. Não faziam tratamento precoce. Aumentou assustadoramente o número de mortes. E mortes por asfixia, porque não tinha oxigênio”, disse Bolsonaro.

“O governo estadual e municipal deixou acabar o oxigênio. É morrendo asfixiado. Imagina você morrendo afogado. Fomos para lá e ele interferiu. Estão falando já que “interferiu…”. Então vai deixar o pessoal morrer?”, complementou.

Apoie O Cafezinho

Crowdfunding

Ajude o Cafezinho a continuar forte e independente, faça uma assinatura! Você pode contribuir mensalmente ou fazer uma doação de qualquer valor.

Veja como nos apoiar »

7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site O CAFEZINHO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie.

Escrever comentário »

CATIA REGINA SOUSA

17 de janeiro de 2021 às 00h17

SÓ FALTA APOIARMOS PETIÇÃO;FORA BOLSONARO.GENOCIDA.
HITLER MORREU SEM SER JULGADO;RESTA A NÓS FAZER PANELAÇO;TOMARA QUE UM TRIBUNAL O CONDENE .ASSASSINO.GENTE MORRENDO E O MESMO VAI COMEMORAR EM UMA FESTA DE ANIVERSARIO.

Responder

    CATIA REGINA SOUSA

    17 de janeiro de 2021 às 00h20

    ORANDO;QUE DEUS TENHA MESERICORDIA.

    Responder

Alan C

15 de janeiro de 2021 às 10h38

Na boa? A culpa é da mão desse lixo por te-lo cagado no mundo.

Responder

Helena

15 de janeiro de 2021 às 07h57

Mas o procurador do Amazonas, sr. Igor Spindola, disse que há 4 dias tinha alertado o Ministério da Saúde que a falta de oxigênio poderia ocorrer em Manaus. Então por que o governo Bozo não tomou iniciativa para prevenir esse problema?

Responder

carlos

14 de janeiro de 2021 às 20h05

Agora me veio a lembrança será que o Bolsonaro, está pensando na campanha contra a febre aftosa pensando que nós somos gado?nada tem a ver.

Responder

carlos

14 de janeiro de 2021 às 17h52

O presidente, da República, o governador e o prefeito de Manaus, tem que serem julgados urgentemente, em um tribunal internacional, porque aqui não tem quem julgue ninguém, isso isso é igual ao massacre de Hitler na Câmara de gás, é a mesma coisa, é crime internacional.

Responder

Deixe uma resposta